História Caminhos cruzados ( Versão Lutteo) - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nico, Nina, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Ricardo, Simón, Tamara, Tino, Yam
Tags Lutteo, Máfia, Simbar
Visualizações 138
Palavras 364
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - Acontecimentos



Fui até a cama, sentei e coloquei a caixinha no meu colo, aquilo só poderia ser importante. Tomei coragem e abri a caixinha.

No primeiro instante achei que fosse apenas alguns papéis, sem importância mas então olhei com mais calma e notei que eram ameaças, mensagens anônimas a maioria direcionado para mim e o Simon.

Luna : Pessoal. - Gritei - Eu achei uma coisa.

Em menos de cinco minutos, todos estavam no quarto do Simon comigo.

Ruggero : Que você achou ? - Se aproximou de mim. - Deixa eu ver. - Pegou a caixinha da minha mão.

Matteo e Ambar se aproximaram do Ruggero. Os três começaram a analisar as mensagens de dentro da caixa.

Ambar : Quando tempo você acha que pode esconder da sua irmã, minha existência. Eu vou matar vocês. - Ambar me olhou desesperada, após ler isso em voz alta. - Luna a data que está aqui, é a mesma data do dia do desaparecimento do Simon.

Matteo : Luna você está bem ?

Luna : Estou. - Suspirei - Só estou cada vez mais assustada com o rumo das coisas.

Ruggero : Já sabemos que o Simon e você estavam sofrendo ameaças, e pelas datas isso não começou a pouco tempo.

Luna : Eu não entendo, porque o Simon não me contou sobre as ameaças.

Matteo : Ele queria proteger você, no o culpe por isso.

Luna : Se eu soubesse de tudo, talvez eu pudesse ter ajudado.

Ruggero : Mas você não sabia, então o melhor que podemos fazer agora é sair dessa casa logo, e voltarmos a investigar.

Ninguém falou nada, apenas saímos da casa.

( ... )

Por Matteo

Eu estava na sala, conversando com Nico quando o Ruggero entra

Ruggero : Olá Nico. - Sorriu. - Pode nós dar licença ?

Matteo : Ruggero. - Bufei - Eu estou atualizando o Nico dos últimos acontecimentos, acho que todos devem estar cientes do que aconteceu.

Ruggero : Exatamente sobre os últimos acontecimentos que eu preciso falar. - Bufou

Nico : Tudo bem Matteo. - Riu - Bem vindo de novo Ruggero. - Saiu da sala.

Matteo : Oque você quer falar ?

Ruggero : Nossa mãe.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...