História CaminhosXCruzados - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Luella31

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Jim, Luna Valente, Matteo, Nico
Tags Gastina, Jico, Lutteo
Visualizações 101
Palavras 1.853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom gente!
espero que gostem!
Próximo capítulo dia 23/09!

Capítulo 1 - Capítulo 1 -E isso E isso é a minha vida depois de 5 meses



Capítulo 1 - E essa... é a minha vida!
Luna
Acordei com o barulho do despertador, resmungando e com a cabeça ainda debaixo do travesseiro tateando o criado mundo sem abrir os olhos quando o achoei o joguei no chão que parou de imediato com o barulho  insurportável e com isso relaxei com o pesamento feliz "mais dez minutos!" que não durou nem 1 minuto, porque minha tia me gritou.


Sra.Benson -  HORA DE ACORDAR, LUNA!

Me sentei na cama e suspirei ao contastar que não era um sonho muito ruim que estava alguns dias morando com a minha tia enquanto a minha mãe viajava a trabalho.


Era tão injusto! A minha mãe ter levado a minha irmã Sol com ela na viagem enquanto eu tinha que fica com a minha tia "favorita" e a única a morar na Argentina para cuidar de mim por conta da semana de  provas do Blake que por acaso a minha tia se tornou a vice diretora esse ano!


O que foi um choque para mim e para Ambar afilhada dela  que saiu no início dso ano para um intercâmbio sem data para voltar! Que sortuda ela foi!

Estou de dedos cruzados torcendo para que a Dona Liliy não m invente a moda de trabalhar durando julho que são as férias de outono e que pretendo  fazer algo que não seja eu dentro de casa ou eu tendo que sair em missões da Mc2 com aqueles três.

È, eu não estou contando errado e nem nada do tipo, só que as coisas mudaram muito depois com o sumiço da Nina. A Tamara não admite, mas ela sabe que estou certa. Jim, a garota nova e ainda por cima sua sobrinha era prova disso. Ela havia a posto no lugar de Nina no Mc2 e eu não estava nada contente com isso porque o pessoal com um tempo parecia ter esquecido a Nina enquanto eu e o Gastón pareciamos ser os únicos fortemente tentando maneiras de descobrir onde Nina e Ana deciram ir, mas enquanto isso tinhamos que enfrentar o colégio e a pressão da Tamara e do Ricardo em aceitarmos a garota nova que por mim voltaria no mesmo dia que chegou.



Com tanta coisa rolando ainda não esqueço do nome do meu pai que foi mencionado várias vezes no hospital quando Tamara descobriu que Nina era sua Filha, o que deveria ser mais uma razão para sairmos viajando para encontrar Nina do que ficarmos paradas aqui esperando algum rastro ou alguma notícia.


O visor do meu celular começou a piscar provavelmente com alguma mensagem da operadora já que eu não podia mais  pensar em Matteo para me encher com mensagens todos os dias, desde que a garota nova chegou ele só quer saber de andar com ela e nem fala mais comigo e com o Gastón direito.

Abrir a mensagem e suspirei ao ver que a mensagen era de Gastón e como sempre o assunto que não mudaria tão cedo...

12/02
Luna e Matteo
"Nina, desaparecida há 5 meses!"
Gastón




E a mensagem tinha sido enviada a meia noite por ele que tem se mostrado bastante deprimido com tudo, ele ainda se sentia  culpado por ter se afastado e por ter nos afastado de Nina com toda aquela confusão que até eu mesma me sentir mal ao lembrar que falei que o odiava por aquilo e ele falava que havia me perdoado pelas palavras, mas quem disse que o sentimento de culpa o abandonava?


Eu queria muito ajudar a trazer o meu antigo amigo gastón de volta , mas sabia que para isso eu  precisaria de ajuda e porque não o melhor amigo Matteo para ajudar e trazer esse de volta oa nosso antigo grupo?


E lá fui eu numa missão altamente perigosa e poderia comprometer o meu o humor... chamada a missão de ligar para Matteo!

XXXX-XXXX

O telefone tocou umas 3 vezes antes de uma voz sonolenta me atender por fim. Era a acara do Matteo!

???? - Alô?

Luna - Matteo, bom dia! Sou eu! Luna! - Falei e não pude deixar sorrir e lembrei feliz depois por ele não estar me vendo nesse momento senão eu estaria super vermelha.

Matteo - Oi!Bom dia! O que houve?!  perguntou preocupado.

Luna - Nada eu só queria saber se você recebeu a mensagem do Gastón?


"Claro que ele enviu Luna! deixa de ser tonta!" - pensei.

Matteo - Vi sim e fiquei preocupado com ele! - Falou.

Luna - Por isso estou te ligando...

Matteo - fala?

Luna - Eu queria sua juda para conversar com ele! - falei e sperando el falar alguma coisa.

Matteo - Claro por que não! - Falou - por que não conversamos na hora do intervalo?

Luna - Por que não me encontra na praça? - sugeri torcendo para ele aceitar


Matteo -  Tudo bem.... Que horas?

Ainda desfilando pelo quarto com o telefone na mão avistei o relógio na parede do quarto de hospedes e quase surtei quando vi  marcando 07:10 o que me faria correr e muito se eu não quisesse fazer a segunda chamada da prova de português e ainda conversar com os meninos antes da Chata da Jim chegar e que eu dee fato fazia ela não existir para mim.O que estava começando a funcionar e eu finjir muito bem a parte dela não estar ali.

Luna - 07:10! Respondi.

Matteo - Eu tenho que levantar! - Disse com certeza jogando as cobertas longe, do jeito que eu conheço.

Luna - acho que ele precisar da nossa ajuda, bem que podiamos vê lo antes das aulas? O que acha?

Matteo - ah não vai dar! Combinei de buscar a Jim na....

" Ah não! Você vai não fazer isso comigo de novo!" pensei  irritada.


Luna - Deixa pra lá, Matteo! Não preciso mais de você! disse seca a ele.

Matteo- Mas....

Luna - Tchau Matteo! Me despedi feliz por acabar "aquele assunto." - Arrgh! - Suspirei irritada e joguei meu celular na cama com raiva que caiu no chão e eu nem liguei.


Respirei fundo tentando me acalmar e contando mentalmente para não começar o dia com a raiva tomando o meu humor que podia ser descontada a qualquer momento em  alguém, o que só me fez lembrar de tudo o que aconteceu há 5 meses, para eu estar agora assim me fazendo
lista las.

Onde todas elas levam tudo a minha realação com o Matteo que nem é bem uma relação, mas que já apostava muito em se tornar antes de daquela ruiva espanhola chegar...

1. Eu estava perdidamente apaixonada pelo meu melhor amigo,Matteo Balsano

2. Quando eu finalmente pretendia abrir o jogo e falar  dos meu sentimentos, minha melhor amiga Nina é acusada de traição o que deixa todos abalados.


3. Quando finalmente descobrimos a armação de Daniela para incriminar Nina. Ela precisa de apoio por conta da doença, cutting.

4. Quando estamo com as coisas indo para seu lugar... Nina some!


5. O nome do meu pai é mencionado várias vezes por tamara quando ela descbre que nina é sua filha.


6. E para completar o meu pai estar envolvido nisso tudo e a Tamara não quer me contar de jeito nenhum sendo que ela pediu para eu não contar nada para a minha mãe!


7. Tamara pôs sua sobrinha na equipe com agente.


8. E ela só  vive colada com o Matteo para tudo quer canto. O que eu não suporto!

9. Me restando ajudar o Gastón a se ergue depois dessa bagunça sozinha! Ainda mais agora que ele ouviu finalmente a mensagem de voz da Nina e fez o Matteo a salvar no celular"

Luna - Uau! minha lista é enorme! disse pensando alto.
Fui tirada dos meus pensamentos por minha tia me gritou novamente.
Sra.Benson -  LUNA VOC~E ESTAR PRONTA? VAI SE ATRASAR

Olhei o relógio e para o meu desespero. Eu Tinha 30 minutos para estar escola!Enrolei tanto conversando com o Matteo e  fazendo a lista mentalmente tentando me acalmar que nem vi a hora passar.

Luna - AI MEU DEUS! Gritei antes de correr para o banho.


Nem molhei o cabelo que estava todo ondulado natural e vestir  o uniforme e arrumei a mochila correndo e olhei a hora vendo que ainda tinha 10 minutos para tomar café e voar para o Blake. Desci as escadas e fui direto para a cozinha encontrando minha tia tomando café.sentada a mesa.

Sra.Benson - perdeu a hora? perguntou tomando café.

Luna - sim. Meio que dormir em cima dos livros e quando percebi já era de madrugada! disse pondo
café para mim na caneca.

Sra.Benson - sua mãe me alertou sobre isso! TLC não é ?


Luna - transtorno de leitura compulsiva! Disse me sentando a mesa.


Sra.Benson - embora eu ache isso não ser uma doença como sua mãe. Acho que que você deveria se aprofundar mais durante as férias e largar os livros de contos de fadas! Me disse séria.




Luna - Tia nos vamos nos atrasa... Disse tentando desviar o assunto.


Sra.Benson - não se preocupe, hoje vai comigo esqueceu? me perguntou me encarando.


Pela primeira vez eu fiquei feliz pela minha tia me levar para escola, ainda mais ela sendo minha tia e na escola minha professora/ e diretora. O que nunca me dá alguma vantagem sobre os outros alunos, só medo porque até na escola ela pega no meu pé, ne fazendo de exemplo para os outros alunos a se aplicar as mesmas regras que  eu.

1.Ter trabalhos em dia

2.notas impecáveis de 8 acima (o que faço questão de ser a mais para ela afrouxar as rédeas comigo.)
Um ótimo comportamento( ou seja, não fazer nada que me leve a detenção.)


3.Fazer as aulas de química e de matemática avançadas. ( o que Matteo sem saber faz essas duas comigo, porque fico escondida no fundo da sala.

4.E finalmente a última, que eu amo e adoro de paixão.
Minhas aulas de violino. ( que conta como atividade extra curricular)
Foi novamente retirada dos meus pensamentos pela minha tia passando a mão na frente do meu rosto.


Sra.Benson - Luna, vamos? me perguntou colocando a louça suja do cafe na pia
.
Luna - só vou escovar os dentes e pegar a mochila!


Sra.Benson - andar logo! Me pediu.

Subi as escadas e foi direto para o banheiro e quando me olhei no espelho percebi que estava sem maquiagem suspirei a beira de um ataque e disse a mim mesma ajeitando o arco no meu cabelo.

Luna - dessa vez vou sem maquiagem mesmo, não dá tempo!

Escovei os dentes e fui no quarto pegar minha mochila. Que Graças a deus! Eu arrumei antes descer as escadas encontrando minha tia comemorando.

Sra.Benson - até que fim! Você demorou, hein!

Luna - eu já to aqui, vamos! Respondi e atravessei a soleira da porta.


Me sentir estranha, com sentimentos mistos. Com certeza deveriam ser por Nina estar desaparecida e pela aproximação das férias, mas meu instinto me dizia ser outra coisa e eu apenas percebi que só queria apenas uma coisa.
Que tudo hoje desse certo.





Notas Finais


bjos!!!!!!!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...