História Cartas para Brulks - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Azul é a Cor Mais Quente
Tags Amor, Drama, Homossexual, Lésbica, Ódio, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Nerd


Fanfic / Fanfiction Cartas para Brulks - Capítulo 7 - Nerd

Eu já sabia o quanto a Brulks era nerd, pois encontrei umas fotos de um concurso que ela participou e foi campeã, estava vestida toda nerdzinha enquanto as outras garotas pareciam ter ido com a mesma roupa que dormiu. 😁

Brulks sempre me surpreende, mas hoje eu até me senti constrangida e com um leve medo dela, estou começando a achar que ela é psicopata igual a mim. Está aí outra coisa em comum!

[24/12/2016 16:52]

- Brulks: Kristeen e Sharon, se conheceram em uma boate na zona sul rsrs, em uma noite nada encantadora (era temível a chuva estrondosa que pairava sob aquela cidade). Se quer sabiam que aquela noite seria uma das mais inesquecíveis de suas vidas.

Sharon sentada ao redor do balcão , fez questão em pedir uma bebida , um uísque talvez, para garota linda que se assentava a poucos centímetros de distância. Aquela era kristeen, toda meiga e silenciosa, arquitetada  em beleza e timidez , a mesma não sabia onde enfiar sua face com traços quase perfeitos, quando notou o olhar mútuo de uma garota bela. Seus olhos eram compatíveis,  e finalmente surge um sorriso ,um sorriso tão doce e encantador quanto um céu estrelado.

- Kristeen: Boa noite, agradeço sua gentileza, mas não é necessário, eu não bebo.
- Sharon: Eu faço questão.
- Kristeen: Obrigada.

Sharon se levanta com a intenção de caminhar até a porta, mas nem por 3 segundos conseguiu desviar o olhar daquela garota da qual não sabia o nome . Voltou e fez lhe a remota pergunta.

- Sharon: Diga-me seu nome!
- Kristeen: Me chamo kristeen, e você ?
- Sharon: Meu nome é Sharon e estou encantada, poderia me acompanhar?
- Kristeen: E onde essa bela dama quer me levar?
- Sharon: Para sua casa, me diga onde mora!
- Kristeen: Ousada (e ela sorriu) !
- Sharon: Isso não foi um "não", podemos ?
- Kristeen: Vai na frente...
- Kristeen: Chegamos!  Vamos entre...
- Sharon: Com prazer.

A casa era encantadora , Kristeen a convida para se assentar e em seguida pergunta.

- Kristeen: Você quer comer alguma coisa?
- Sharon: Quero sim, por favor. (Disse com um tom elevado)

As duas caminham juntas até a cozinha, Kristeen se aproxima do fogão e se inclina para pegar um assado dentro do forno, Sharon se aproximou, encostou suavemente na cintura de Kristeen, ela se assustou e virou rapidamente fazendo com que seus lábios ficassem a apenas dois dedos de distância.

Seus olhos fitaram no mesmo instante (estavam tão fitados que era possível enxergar suas almas ), podia se sentir a respiração, quente e fúnebre, quase não havia ar, e seus lábios trêmulos, o silêncio era tão intenso e calmo que podia se ouvir os sons dos corações batendo,e o som da tempestade do lado de fora.

Os lábios se tocaram
tão calmamente, se beijaram como se aquele fosse o último dia de suas vidas.

- Sharon: Esse beijo pode ser eterno? (Disse com a voz fugaz, quase sem fôlego)

Sharon a elevou até seu colo com as mãos firmes em um impulso quase violento, o beijo já não era calmo,porém intenso, suas mãos faziam um toque monótono,  firme a poupa de sua traseira , suas mãos lentamente se esticam nas suas costas por baixo de sua camisa azul listrada, Kristeen a retribui com beijos quentes e passadas de mão em seu cabelo liso e escuro como a noite, Sharon, com Kristeen ainda em seu colo a leva para o quarto.

Ao passa pela porta Sharon avista a cama e se aproxima, inclinar-se com a intenção de apoiar Kristeen sobre a cama, a cama se vestia de um cobertor azul e preto de veludo.
Sharon tira a roupa de Kristeen suavemente , e Kristeen faz o mesmo com ela, Sharon vai beijando-a toda dos pés até a boca, suave com cuidado, tão lento e intenso, suas mãos firmes vão passando ao redor do corpo , suas bocas se encontram novamente, beijos leves ao redor do pescoço, Kristeen toma o controle da situação a agarra tão fortemente, suas mãos caminham até os seios de Sharon, movimentos monótonos suaves e firmes.

Finalmente seus dedos penetram firmemente no órgão genital sexual interior feminino (nossa kkk),movimentos monótonos lentos , seus lábios não dizem adeus. Kristeen aproxima-se do rosto de Sharon e diz baixo em seu ouvido "me chupa"
Sharon inclina-se vai dando beijos , chega a linha de chegada e começa a passar sua língua suavemente, intensamente, suas mãos acompanham seu corpo e não deixam a desejar. Carícias acompanham a noite, beijos e sussurros já fazem parte das duas, um sentimento de amor surgiu.

Fizeram amor a noite toda e ao amanhecer Kristeen se levanta, da um beijo nos lábios de Sharon, caminha até a cozinha abre a gaveta e pega um punhal dourado, volta para o quarto sobe em cima de Sharon indaga o punhal no coração frágil que se apaixonou tão facilmente, e ao leito da morte de Sharon, ela suspirando firme e quase rejeitando aquela idéia, grita:

- O que está fazendo?

E Kristeen diz risonha...

- As aparências enganam,  e nem tudo é o que parece ser.

E ali Sharon morre, lentamente.

- Sara: Você criou essa história?

- Brulks: Ahan! Eu fiz uma história pra ser mais fácil. Quer que eu seja mais clara?  Eu posso se quiser!

- Sara: Você vai me matar?

- Brulks: Kkk não. É só uma história, entenda como quiser.

- Sara: Essa história resume como vc gostaria q fosse?

- Brulks: A parte de fazer amor sim. Acredite não quero te matar , e eu jamais iria  pra casa de alguém que nem conheço kkk.
Foi uma distração, gosto de escrever histórias. Se eu soubesse que não ia gostar não tinha escrito.

- Sara: E quem disse q eu n gostei da história? Eu fiquei surpresa apenas com a criatividade.

- Brulks: Entendi.
Você usa algum objeto ou não?

- Sara: N uso nenhum objeto. Nunca precisei ... Mas tenho alguns fetiches...
Por que?

- Brulks: Por nada, só curiosidade
Quando eu te ver quero saber por que eu dizer isso é tão importante.

- Sara! Entendi!
Vou explicar, pode deixar!

Nem preciso dizer o quanto fiquei surpresa com a história, ao ler, fica claro em algumas partes que foi uma garota sem experiência sexual nenhuma que escreveu.

Algumas partes e "Frases" ela colocou coisas que eu disse gostar em algumas de nossas conversas, isso significa que, ela grava tudo que eu digo e ainda mais, que ela é perigosa por gravar essas coisas e com certeza, vai usar contra mim se quiser algo.

Gostei da forma que ela encontrou para se expressar, visto que eu utilizo da mesma tática para me expor ...

E no fim, a amizade se tornou paixão... Demorou, mas aceitei!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...