História Casamento à três (TaeYoonSeok) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Taeyoonseok
Visualizações 341
Palavras 1.454
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olááá pessoinhas!
Voltei, aaaah tô animadona pra escrever o próximo cap dessa fic!
Finalmente eu saí do hiatus com Casamento à três! Ah, e agradeçam a @Seokjinz por essa atualização, pois se não fosse por ela, eu não atualizaria agora, kk.
Enfim, eu espero que gostem!
Se tiver algum erro, relevem, eu não mandei para a betagem, queria att logo, ksks.
Agradeço desde já pelos comentários e favoritos!!
Tenham uma boa leitura!

Capítulo 7 - Um perfeito inferno.


Fanfic / Fanfiction Casamento à três (TaeYoonSeok) - Capítulo 7 - Um perfeito inferno.

一 Já arrumou suas coisas, Hoseok? 一 O loiro perguntou ao amigo.

 

Em meia hora, os três recém casados iriam sair em viagem para a lua de mel. Bom, não seria bem essa a palavra correta para descrever aquilo, estava mais para uma viagem pós casamento.

 

一 Sim, já estão ali. 一 Apontou para o chão do quarto, necessariamente para as malas no canto da parede. 一 Eu não tô nem um pouco animado com isso, por quê você está? Até parece que vamos nos divertir lá com o Min.

 

一 Exato! Não vamos nos divertir com o Yoongi, vamos apenas eu e você. Deixamos o açúcar estragado pra lá e é só nos divertimos. Vamos, Hoseokie, por favor, se anime! Nós vamos para a Polinésia Francesa!

 

一 Ué, já mudaram? Não era uma ilha chamada Bora Bora? 一 Com essa pergunta, Taehyung revirou os olhos e suspirou, às vezes, Hoseok conseguia ser um completo tapado.

 

一 Bora Bora é uma ilha localizada na Polinésia Francesa, querido. Você não escutou o que eu disse no casamento ontem, não foi? 一 Mesmo já sabendo da resposta, ele indagou.

 

一 Não. Eu estava ocupado.

 

一 Claro, não sabia que seu outro marido é mais importante que eu! 一 Em passos apertados, o Kim saiu do quarto e um Hoseok risonho foi atrás dele.

 

一 Kim Taehyung! Eu estava-

 

一 É Min Taehyung agora, não que eu me orgulhe desse nome. E eu não quero ouvir suas desculpas, Hoseok!

 

一 Tae Tae espere! 一 Acelerando mais seus passos, felizmente conseguiu acompanhar o amado, este que foi prontamente prensado na parede. 一 Nós estávamos brigando, sabe que eu não suporto o Yoongi, por que eu te trocaria por ele? Quem gostaria daquele cara, hum?

 

Ao ouvir essas palavras, o loiro sorriu e suas bochechas coraram. Um sentimento de pura felicidade o invadiu. Saber que Hoseok se importa com ele e deseja sua felicidade 一 não que ele não soubesse disso, mas era sempre bom relembrar 一 o deixava demasiadamente feliz.

 

O Jung 一 agira Min 一 sempre foi atencioso consigo, desde quando eram crianças. Foi ele quem deu o primeiro paço para florescer uma amizade entre ambos os garotos, assim como foi ele a dar o primeiro passo para um “relacionamento” às escondidas.

 

Não era bem um relacionamento que eles tinham, apenas trocavam uns beijos acompanhado, de vez em quando, de uma pegada mais quente, e também de um bom sexo. Taehyung não ficava com outros homens, assim como Hoseok não ficava com nenhuma mulher e homem, ou seja, eles meio que viviam em um relacionamento, tirando o fato que apenas nenhum dos dois fez algumpedido.

 

Não precisavam de um relacionamento com rótulos, afinal. Se gostam, se amam, e é isso que iporta para eles.

 

一 Eu sei, Hoseok. Estava apenas brincando com você, amor. 一 Sorriu com ternura e viu Hoseok fazer o mesmo, porém, o sorriso alheio saiu duas vezes maior.

 

一 Fala isso de novo. 一 Pediu unindo as testa.

 

一 O que? Que eu estava apenas brincando com você ou a palavra amor? 一 Mesmo ciente da resposta, Taehyung indagou.

 

一 A palavra.

 

一 Não tô afim de falar ela. 一 Provocou

 

一 Aigoo, seu chato!

 

一 Estou brincando, querido. Você é o meu amor. 一 Viu Hoseok corar levemente, uma coisa rara e gostou dessa reação. 一 Amor, amor, amor, amor. 一 Sussurrou no ouvido do amado, vendo este se arrepiar.

 

一 Eu também te amo, TaeTae.

 

Assim que Hoseok encostou nossos lábios e me abraçou pela cintura, me senti estremecer em seus braços. O selo foi desfeito, mas não parou por aí. Voltei a juntar nossas bocas em mais um selo casto, depois outro, e outro, e era para ficar apenas nisso, até que o outro capturou meu lábio superior com os seus, e chupou deixando por último, uma mordida fraca.

 

Cansado dos selos casto, o loiro invadiu a boca alheia com sua língua, se aventurando na cavidade quente, logo encontrando sua semelhante e sendo assim, travando uma “dança” amorosa entre eles.

 

As mãos de hoseok passeavam pela coluna vertebral de Taehyung, alisando e fazendo um carinho ali. “Jogo baixo! E muito bom.” o loiro pensou. O moreno tinha perfeito conhecimento de que aquele era o ponto fraco de Taehyung.

 

Incomum, eu sei, mas o que podemos fazer se ele sente mais prazer quando tocado ali e não com seus mamilos sendo estimulados, ou com apenas beijos? Nada.

 

Pessoas tem preferências e fetiches estranhos, muitas vezes. Não digo que algum dos dois 一 e até mesmo ambos 一 gosta de sexo com tapas e coisas que podem machucar. Entre eles não tem isso de dor que se transforma em prazer, não. É dor, dói e ponto.

 

Preferem ser mais carinhosos, sem muita brutalidade, não que isso não aconteça, mas para os dois, aquilo era de fato incomum de acontecer.

 

一 Aish! Parem com essa nojeira em pleno corredor! 一 O loiro bufou e o moreno revirou os olhos, movendo a cabeça para onde a voz, infelizmente, tão conhecida por si soou. 一 Ninguém é obrigado a presenciar essa nojeira de vocês, muito menos eu.

 

一 O que você quer, Yoongi? 一 Curto e grosso, hoseok foi.

 

一 Seu avô mandou eu vim chamar os dois, já vamos para o aeroporto.

 

一 Estamos indo. Um minuto só.

 

一 O que? Para vocês ficarem quase transando no corredor? Não, vamos logo!

 

一 Para que a pressa? Ah, já entendi tudo. 一 Soltou uma risada, soltando Taehyung e se aproximando do outro Min.

 

一 Entendeu o que? Sua cabeça pensou em algo que não seja em um pau, Hoseok? 一 Debochado, Yoongi ditou.

 

一 Você quer participar do que estávamos fazendo, mas seu orgulho não o deixa fazer suas vontades. 一 Viu um semblante furioso tomar conta do belo rosto do platinado, assim como um rubor, mas antes que ele dissesse algo, continuou. 一 Não negue, Yoongi, você queria estar ali no meio de nós dois. Meu nome sai de um modo tão apaixonado de seus lábios. 一 Debochou e logo segurou a cintura alheia, aproximando os corpos. O Min mais velho ali tentou se soltar, mas Hoseok era mais forte. Aproximou os rostos e deixou um selo nos lábios finos, após ditar. 一 No fundo, você sabe que quer isso.

 

O coração do platinado estava agitado, Hoseok soube disso quando juntou seu tronco ao dele e sentiu o batimento cardíaco alheio. Yoongi estava completamente corado e com um semblante assustado, tão fofo.

 

Pena que continuava o mesmo babaca de antes, se não fosse por isso, com certeza se apaixonaria pelo outro.

 

一 ME SOLTA, SEU NOJENTO! 一 Gritou e empurrou Hoseok para a parede, o prendendo ali.

 

一 Viu? Foi só um selar e já quer mais a ponto de me prender em uma parede para me beijar mais? Ah que isso é amor incubado. Se não for isso, é tesão mesmo.

 

一 Cale a sua boca imunda! 一 Vociferou rente ao rosto do outro. A fúria era evidente em seu olhar. 一 Eu nunca me apaixonaria por um homem, homossexuais não nojentos. Vocês merecem morrer no inferno, queimando no fogo de lá. Quem sabe até que vocês resolvem dar o cu para o satanás, do jeito que os gays são, não duvido nada. É sempre assim, não podem ver um homem bonito que já vão pra cima, vocês são muito vadi-

 

O platinado foi interrompido ao escutar um soluço perto de si. Taehyung estava chorando como um bebê, e ele s impressionou ao ver aquilo, um arrependimento tomou conta de seu ser. Mas tal sentimento logo passou quando se lembrou do que ele era.

 

Um homossexual.

 

Em passos rápidos, o 一 antes 一 Kim saiu dali, deixando um Hoseok furioso para trás e um Yoongi contente.

 

一 OLHE SÓ O QUE VOCÊ FEZ, IMBECIL! 一 O moreno gritou, puxando o platinado pelo colarinho da blusa, o jogando na parede da frente.

 

一 Eu só disse a verdade, ué! Não é culpa minha se vocês não gostam da própria realida-

 

O gosto de sangue tomou conta da cavidade bucal de Yoongi, assim como uma ardência em sua boca. Hoseok havia o socado, tirando um sorriso debochado que ali antes tinha.

 

一 Nunca mais repita isso. 一 Os rostos estavam próximos demais, quem os visse iria pensar que estavam a ponto de se beijar, mas se prestassem atenção, viriam que não era bem assim. A áurea raivosa de Hoseok quase podia ser vista de tão intenso que é o sentimento. 一 Nunca mais faça o Taehyung chorar. Você disse que ia fazer da nossa vida um inferno, mas você estava enganado, Yoongi. Eu que não vou facilitar em fazer da sua vida um perfeito inferno.

 


Notas Finais


OPAAAAA HOSEOK SE REVOLTOU!
O que vocês acham que vai acontecer agora? Comentem!

Ah, e não esqueçam de me seguir @BaMi , pois futuramente postarei uma fic jikook abo linda!
Saranghae vocês!
(Deem uma olhadinha no perfil da @Seokjinz também)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...