História Casamento Forçado - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Francisco Lachowski, Gigi Hadid, Justin Bieber, Kendall Jenner, Zac Efron
Personagens Francisco Lachowski, Gigi Hadid, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Liam Hemsworth, Marina Ruy Barbosa, Martin Garrix, Meghan Trainor, Personagens Originais, Zac Efron
Tags Ação, Bilionária, Casamento, Colegial, Drama, Herança, Paixão, Romance, Triângulo Amoroso
Visualizações 38
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 35 - Capitulo 35


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado - Capítulo 35 - Capitulo 35

POV Damon

Cheguei no hospital já de madrugada, e a minha mente nunca esteve tão cheia de pensamentos e questões.

Porque eu?

Porque agora?

Entrei no hospital e já ninguém estava na sala de espera, já calculava que tivessem ido pra casa. Fui até ao quarto da Skylar onde ela dormia pacificamente, me sentei ao lado da cama dela olhando ela dormir.

E não aguentei mais e desabei ali mesmo. Chorei como eu nunca tinha chorado na minha vida, chorei por mim, pela Skylar, pelas mentiras da Scarlett, pelo filho que eu nunca iria ter, e pelo medo de perder a Sky. Naquele momento eu me sentia tão confuso, traído, enganado, desiludido. Era um turbilhão de emoções ao mesmo tempo.

De repente eu senti a mão da Sky no meu cabelo.

Levantei a minha cabeça e com os olhos cheios de lágrimas, olhei pra ela:

-Não chora...Damon. - ela disse com um ar preocupado

-É difícil, Sky. - eu disse 

-Eu sei...mas tudo vai ficar bem. - ela disse puxando meu braço, me fazendo deitar no peito dela, enquanto ela começou a fazer carinho no meu cabelo. - Eu tou aqui... - ela disse baixinho e assim eu adormeci.

(...)

Acordei com o sol batendo no meu rosto, levantei a minha cabeça e olhei pra Skyar que ainda continuava dormindo. Decidi ir a casa trocar de roupa e depois voltaria pra ficar com ela. 

Sai do quarto silenciosamente e me dei de caras com o médico dela que estava querendo entrar.

-Bom dia, doutor - eu disse com um sorriso fraco.

-Bom dia, senhor grey. - ele olhou pra porta e depois pra mim - vejo que passou cá a noite

-Sim, não consegui ficar longe dela. - respondi

-Compreeendo, pois bem tenho ótimas noticias - ele disse com um sorriso

-Quais? - perguntei curioso

-Ainda hoje a Skylar receberá alta.

-Sério? - eu perguntei 

-Sim, volte aqui daqui a 3 horas que ela já estará pronta pra ir embora. Mas atenção, ela precisa de muito repouso e descanso quando voltar pra casa. E depois regressar aqui daqui a 7 dias pra retirar os pontos.

-Com certeza - eu respondi sorrindo

Pra mim esta tinha sido a melhor noticia do dia saber que eu rapidamente ela já iria sair do hospital é ótimo.

Saí do hospital e fui pra o meu carro, a ida pra casa foi rápida.

Quando entrei no nosso apartamento meu corpo gelou. Saber que foi aqui que eu quase perdi quem eu mais amo nesse mundo, faz o meu corpo gelar.

Estava tudo limpo e arrumado, ninguém diria que antes tinha acontecido uma tragédia aqui.

Fui direto para o quarto tomei um banho e troquei de roupa. Vesti uma camisola preta longa, uma calça larga de pele preta e um ténis vermelho xadrez. 

Sai de casa e fui até ao Starbucks, peguei um expresso pra mim e um Caramel Macchiato pra Sky e voltei pra o hospital e me surpreendi quando cheguei na frente do hospital, tinha milhares de fotográfos esperando a Skylar. 

Era só o que me faltava agora...

Ao sair do carro vieram todos até mim e me encheram de perguntas, estava quase impossível de entrar no hospital mas lá eu consegui entrar.

Fui até ao quarto da Skylar e eu encontrei ela se vestindo, ela estava usando um vestido preto de manga comprida que ia até ao joelho, um casaco da mesma cor que também ia até ao joelho e botas pretas de salto que iam um pouco acima do joelho. 

Ela estava linda e o enorme curativo branco tinha sido substítuido por um mais pequeno e discreto que com o cabelo da Skylar a frente mal se via.

-Pronta? - eu perguntei com um sorriso

-Pronta - ela respondeu retribuindo o sorriso

Fui até ela e depois disse:

-Tem um monte de paparazzi lá fora.

-Tou sabendo disso - ela disse - a enfermeira me avisou, mas tudo bem a gente pode ir normalmente pela porta da frente eu não tenho nada a esconder.

-Certeza? - perguntei

Ela acenou afirmativamente com a cabeça.

-Então vamo - eu disse pegando na mão dela e andando pra fora do quarto mas fui parado por ela que me puxou pra o sentido contrário, olhei pra ela e ela disse:

-Não antes disso - e ela me puxou pra um beijo que eu achei que nunca mais iria poder sentir, um beijo calmo, com saudades, com paixão.

Separamos os nossos lábios lentamente e olhei pra ela:

-Te amo - eu disse

-E eu amo mais ainda - ela disse sorrindo

Saímos finalmente do quarto d emãos dadas e encaramos os paparazzis.

-Skylar quem foi que fez isso comvocê?

-Você vai prestar queixa?

-Você está bem?

-Skylar, aqui!

-Skylar, quem foi o autor do crime? É alguém conhecido?

-Skylar e a empresa?

Era Skylar por tudo quanto era lado, rapidamente a gente entrou no carro e logo acelerei deixando eles pra trás.

-Meu deus, que povo chato - eu disse

-Eles são mesmo, mas enquanto não encontrarem a resposta pra as suas perguntas eles não vão deixar a gente me paz, principalmente eu. - ela disse

-Eu sei.

Em poucos minutos chegamos em casa e a Skylar foi diretamente pra o quarto, decidi preparar um lanche bem leve pra ela e levar pra o quarto.

Quando cheguei no quarto ela não estava lá,pousei a bandeja em cima da cama e fui até ao nosso banheiro e ela também não estava lá, acabei encontrando ela no quarto de hospedes onde dormia a Scarlett, com uma barriga falsa de silicone na mão.

Ela olhou pra mim chocada.

-Quer dizer...que era tudo mentira? - ela perguntou incrédula

-Sim... - eu confirmei

-Quando que você descobriu isso? - ela perguntou

-Ontem quando fui atrás dela em San Diego, ela estava sem as... - eu apontei pra a prótese falsa - e ai eu logo calculei que era tudo mentira e logo ela acabou confessando tudo.

-Meu deus... - ela disse se sentando na cama chocada

-Eu sei é muito chocante...mas o mais importante é que toda a verdade foi descoberta e que agora ta tudo bem - eu disse me aproximando dela

Ela se levantou e me abraçou forte.

-Assim espero - ela disse 

Ficamos assim abraçados, enquanto na verdade eu acho que ambos estava-mos a pensar no que seria a nossa vida agora, depois de tantas revelações...

Ambos passamos por muito, será que agora finalmente vamos conseguir ser felizes de verdade sem mais ninguém tentando se meter no meio?


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...