História Castanhos Profundos (Camren,Kelena) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Ally Brooke, Bonnie Bennett, Camila Cabello, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Dinah Jane Hansen, Elena Gilbert, Jeremy Gilbert, Julian (bruxo), Julian (vampiro), Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Lauren Jauregui, Matt Donovan, Normani Hamilton, Stefan Salvatore
Tags Allybrooke, Camila Cabello, Camren, Damonsalvatore, Dinahjane, Elenagilbert, Katherinepierce, Kelena, Lauren Jauregui, Normanikordei, Stefansalvatore
Visualizações 276
Palavras 1.340
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura❤

Capítulo 17 - -17


Point Of View:Elena Gilbert.

Nesse momento Katherine estava tomando seu precioso sangue em minha frente. Encarava a mesma de braços cruzados,enquanto a mesma sorria.

-Quer me beijar?-Ela pergunta balançando as sombrancelhas,com a boca levemente manchada de sangue.

-Depois de você escovar os dentes.-Digo e ela ri indo ao banheiro.

Katherine estava aqui em casa,segundo ela,para se certificar que eu estava saudável. Ja fazia quatro dias que aconteceu o acidente e eu estava ficando em casa estudando. 

-E agora?Recebo um beijo?-Sorrio quando ela sobe na cama e puxa o meu lábio inferior o chupando, para logo depois me beijar.

Digamos que nossos beijos estavam ficando cada vez mais quentes. Sentia que Katherine se segurava para não tirar a minha roupa e eu era a mesma coisa. Suas mãos estavam em Minhas coxas,enquanto eu arranhava suas costas. 

-Eu...preciso...estudar.-Digo tentando parar de beija-la.

A mesma grunhi contra meu pescoço e eu sorrio acariciando seus cachos,que estavam presos em um rabo de cavalo.

-Estou excitada.-Ela sussurra em meu ouvido chupando o lóbulo da minha orelha.

Solto um gemido baixo e à afasto de mim. Me levanto com cuidado,pois ainda doia o meu corpo e pego os livros. Katherine estava deitada na cama olhando para o teto.

-Stefan veio aqui ontem.-Ela não perguntou e seu rosto ja estava sério.

-Ele ficou preocupado. Me trouxe as lições. -Respondo voltando a ler o livro.

Katherine se senta e me encara,quando eu sento ainda lendo,na cama. 

-Preocupado?Ele acha que tem chance com você! -Ela exclama e eu à olho.-Engraçado, só foi eu ficar um dia sem ir,que ele aparece.

-Katherine...-Digo em tom de aviso e ela da de ombros.

-Tudo bem. Que tal sairmos um pouco?-Ela pergunta e eu suspiro fechando o livro.

-Você não vai me deixar ler, não é?-Pergunto e ela sorri me dando um selinho.

-Vamos?-Ela pergunta e eu assento.


------------ Um tempo Depois---------

Entramos em uma lanchonete nova,que havia saído agora. Estava um tempo frio,então estava com apenas um conjunto da Adidas colado ao corpo e um tênis qualquer.

Um homem jovem veio até nós sorrindo para fazer nossos pedidos. Eu pedi um Starbucks com Panquecas e Katherine apenas chocolate quente.

-Você é linda.-Katherine diz me olhando de lado.

-Eu estou feia.-Digo olhando para o lado e ela vira meu rosto para ela.

-Está me chamando de Deus,Gilbert?-Ela pergunta e eu reviro meus olhos a empurrando com o ombro.-Está frio,não está?

Ela diz se aconchegando mais à mim. Sorrio sentindo seu cheiro delicioso. Entrelaço nossas mãos e faço carinho com meu polegar. Ouço ela suspirar e vejo o mesmo garoto se aproximar com nossos pedidos. O mesmo não tirava os olhos da gente e estava começando a me incomodar.

-Escuta cara,poderia parar de nos encarar?-Katherine pergunta e ele cora e assente saindo.-Obrigada!

Ela grita e eu começo a comer as panquecas,enquanto Katherine bebe seu chocolate. 

-Está bom?-Ela pergunta e eu assento.-Ei! 

Olho para ela vendo a mesma com a boca aberta e o indicador indicando a boca.

-Me alimente com suas comidas,humana.-Ela faz uma voz grossa e eu rio lhe mostrando a língua.

Passamos à manhã na lanchonete conversando,comendo  e se curtindo. Katherine estava solta e aquela mulher séria,que antes me dava nojo,hoje era a mulher que me fazia rir e sorrir com apenas um simples ato.


Point Of View:Dinah Jane.

Estava me alongando,quando a música que estava tocando,do nada para. Olho para a caixa de som e vejo Sofia parada me encarando. Ela aperta o pequeno botão da caixa de som e quando a música começa, a pequena garota se aproxima rebolando. 

-Oque está fazendo?-Pergunto vendo a mesma sorrir envergonhada para mim.

-Eu pensei em dançar pra você e...-Ela morde os lábios beijando minha bochecha.-Ver se você aprova.

E assim a mesma começa a dançar no meio da quadra. Dançar para mim e só para mim. Sofia passava as mãos em seus cabelos e jogava para o outro lado rebolando mais. Ela começou a andar em minha direção e sem esperar,colo nossos lábios em um beijo afoito.

-Você é maluca.-Sussurro contra sua boca e ela ri me beijando novamente. 

Point Of View:Lauren Jauregui.

Meus olhos sangravam com a imagem que eu tinha em minhas mãos. Minhas mãos tremiam de raiva e meus olhos insistiam em derramar lágrimas. Subo em minha moto e acelero indo em direção ao meu querido irmão. 

Chego na casa velha e abandonada,ocupada por Chris e sem esperar arrombo a porta,vendo a poeira se levantar sobre a porta. Olho ao redor não vendo ninguém e sorrio.

-Eu estou aqui!-Grito andando.-Não era isso que você queria,irmãozinho? Venha até mim!

Gritava e esperava por algum sinal de Christopher. Vejo uma rápida movimentação atrás de mim e olho vendo Chris com um copo de uísque. 

-Gostou da decoração? -Ele pergunta sorrindo.

-Ultimamente estou odiando tudo que vem de você. -Falo e ele suspira sorrindo.

-Uma pena,eu...-Corto sua fala jogando o mesmo contra as janelas o jogando para fora. 

Rapidamente quebro a cadeira que estava ao meu lado e com o pedaço de madeira volto para cima do mesmo. Tento atingir seu rosto,mas o mesmo me gira acertando um murro em minha cara.

-Tentando me matar,Lauren?-Chris pergunta olhando a madeira em minhas mãos. 

-Deveria ter feito isso antes.-Digo e chuto seu rosto enfiando a madeira em seu ombro o fazendo gritar.

O mesmo me empurra e sem me deixar reagir,me pega pelo cabelo e me joga arrancando meu colar,me fazendo gritar pelo sol estar queimando minha pele. 

Rapidamente entro dentro da casa e como se tudo estivesse contra mim,Christopher abre todas as janelas fazendo a luz do sol entrar. Ouço sua risada e ouço seus passos.

-Oque irmã? Está ardendo? Eu estou com seu colar.-Ele diz rindo.-Venha pegar,Lauren.

Estava protegida do sol embaixo da escada. Olho para cima vendo a madeira facilmente quebravel. Forço minhas duas mãos em cada madeira e rapidamente as tiro me expondo ao sol.

-Diga adeus,Chris.-Falo de forma carinhosa e enfio outra madeira em seu ombro.

Seus dois ombros sangravam e eu via o mesmo suar frio. Ele torce minhas mãos tentando pegar a madeira,mas com o pé consigo fazer ele cair e com um ultimato enfio a madeira em seu coração. Pego meu colar,que estava amarrado em suas mãos  e coloco o mesmo suspirando. Ainda sentia meu corpo queimar. Olhei pra Christopher que me encarava respirando com dificuldade.

-Sinto muito que tenha terminado assim.-Falo colocando meu pé em cima da Madeira e com um último olhar,afundo meu pé.

-Lauren!-Ele grita e eu vejo lágrimas descendo de seus olhos.

Sem olhar para trás,saio e monto em minha moto saindo rapidamente daquele lugar. Minha respiração estava alterada e meu coração batia forte em meu peito e tudo era apenas um borrão.  Eu tinha realmente matado meu irmão? 

Paro em um bar e começo a beber tudo que vinha. Eu não fazia questão de escolher a bebida. Tudo que eu queria era um momento de esquecimento. Esquecer das cenas e do grito de Chris quando afundei a madeira em seu peito. E assim eu bebi. Bebi até não lembrar meu nome.

Point Of View:Katherine Pierce.

-Eu ganhei!-Elena grita,me fazendo apenas encara-la.-Kat,eu ganhei!

-Kat?-Pergunto e ela da de ombros.-Elena,você é tão gay.

-Agradeça por isso.-Ela diz e me puxa para um beijo.

Ouço meu celular tocar e tento ignorar,mas o mesmo insistia em perfurar meus ouvidos. Bufo me afastando de Elena e pego meu celular vendo Lauren no visor.

-Oque foi?

-Você tem voz de atriz pornô!Eu estou falando com uma atriz pornô? 

Franzo o cenho ouvindo sua voz enrolada, enquanto a mesma ria. 

-Você bebeu?

-Eu matei meu irmão sabia?Eu fui ruim e Camila não merece o meu amor. Eu nunca mais,ouviu?Nunca mais olharei naquela cara linda e na sua bunda gostosa. Aquela bunda macia e grande. 

-Onde você está? 

Depois de Lauren me passar o lugar onde estava e Elena me falar sobre o local,fomos para lá.  Encontro minha amiga gritando para todos com uma garrafa em mãos. 

-Você quer ver meus seios?Eles tem dois brinquinhos e eles são gelados. Olha.-Arregalo meus olhos quando ela levanta a blusa mostrando seus seios para um menino que no mínimo tinha 15 anos.

-Michelle!-Grito e ela se assusta me olhando para logo rir.

-Você tem a voz da atriz pornô que eu falei.-Ela fala e eu a pego.-Quer transar?A gente grava e manda pra Cami-mil.

-Pra quem?

-A da bunda gostosa lá. -Ela diz e coloca o rosto em meu pescoço.



 


Notas Finais


Foi isso❤

Oque vocês acharam? Vocês gostaram da briga? Quer dizer...Não sei se fui bem😂😢SORRY se ficou uma merda


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...