História Chocolate Fragrancy - Kaisoo- ABO - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Abo, Chanbaek, Kaisoo
Visualizações 679
Palavras 1.107
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora, foi por causa do enem


A fanfic entra en reta final a partir de agora, acho que daqui uns cinco , seis capítulos ela acaba c:

Tiver algum erro me avisem

Capítulo 38 - About Brothers and Jealous


Fanfic / Fanfiction Chocolate Fragrancy - Kaisoo- ABO - Capítulo 38 - About Brothers and Jealous

Jongin estava pasmo, ele definitivemte iria dar jeito nisso tudo, não estava acreditando que passara escondendo um filhote de cachorro durante quase um mês para simplesmente a diretora vê-lo por aí e dar um tempo estimado para que sumissem com o filhote ou ela mesma daria um jeito.

Ele tinha medo do que Kyungsoo poderia fazer, pois o moreno tomou a frente da situação toda, disse que arranjaria um jeito que eles não precisassem dar o filhote. Jongin não confiava muito nas decisões que Kyungsoo tinha porque o mais novo só tomava decisões precipitadas e arriscadas demais.

O bronzeado estava sentado no chão de seu dormitório enquanto o cachorrinho estava deitado em suas pernas e Chanyeol estava deitado em sua cama.

— No que está pensando Nini? — Chanyeol perguntou notando que seu amigo estava encarando a porta por muito tempo com uma cara avoada.

— No que o Kyungsoo está fazendo. — Disse acariciando os pelos de Snow. — Tenho medo que ele se meta em confusão.

— Não esquenta. — Chanyeol trocou a posição que estava, deitando-se com a cabeça aos pés da cama. — Kyungsoo sabe o que faz, e além do mais, Baekhyun tá com ele. — Jongin relaxou ao ouvir o nome do louro mais novo. Tudo bem que ele não tinha muita confiança nas atitudes tomadas pelo quase namorado, mas confiava de olhos fechados quando o moreno fazia algo em que tivesse Baekhyun no meio. Pois, o que o moreno tinha de petulante, Baekhyun tinha de juízo.

— Mas eu... — olhou o filhote. Era fato que o mais velho tinha se apegado o bicho — Eu me apeguei à ele. — Referiu-se ao filhote.

— Todos nós nos apegamos Kim. — Chanyeol completou. — Até mesmo eu. — Jongin sorriu. — Relaxa bro.

Minutos depois a porta foi aberta por um Kyungsoo e um Baekhyun muito sorridentes.

— Encontrei um lugar onde o Snow pode ficar, e ainda podemos visitá-lo sempre que pudermos. — Kyungsoo falou contente.

— Onde? — Jongin e Chanyeol perguntaram na mesma hora.

— Na casa do irmão do Baekhyun. O Tae.

[•••]

Kyungsoo estava mais do que alegre, havia encontrado o lugar perfeito para o animalzinho ficar, e o melhor, ele não precisa se despedir por completo do filhote.

Byun Taehyung, um dos irmãos mais velhos de Baekhyun, um beta muito simpático. Baekhyun e Kyungsoo foram até a casa dele apenas para convencê-lo a ficar cuidando do cachorrinho até pelo menos um dele sair da escola — O que não estava tão longe de acontecer pois logo Jongin e Chanyeol se formariam e teriam de morar fora da escola —, ele topou, pois a filhinha dele amava animais e seria uma boa forma de distrair a garota enquanto trabalhava. Baekhyun deu uma bronca no irmão por estar usando o filhote para uma tarefa que era para o homem fazer, mas logo calou-se ao lembrar que infelizmente, ele tinha que trabalhar para sustentar a família.

Kyungsoo e Baekhyun voltaram até o colégio, que não era tão longe dali, e deram a noticia aos outros dois garotos. Pegaram o filhote e levaram até a casa de Taehyung.

Foi uma forma bem inusitada de Baekhyun apresentar o não namorado ao irmão mais velho, apesar de todo aquele papo de "quais suas intenções" Taehyung super. aceitou o lance que o irmão tinha e ainda disse que era pra eles pararem de enrolação e namorarem logo. O mesmo foi dito para Jongin e Kyungsoo. O mais velho disse que estava tentando, mas o moreno não colaborava, e recebeu um belo de um tapa na nuca.

Voltaram depois de quase uma hora se despedindo do cachorrinho e cada um foi ao seu dormitório.

No dia seguinte, Kyungsoo acordou mais do que disposto à fazer prova, era a sua ultima daquele bimestre. Mal podia esperar para o quarto bimestre acabar logo pois estava exausto de escola.

Entrou na sala e começou a responder as questões das provas.

Respondeu todas e saiu da sala, sentindo-se leve. Foi até o refeitório e pegou duas fatias de bolo, um hambúrguer e pegou uma lata de soda na maquina de refrescos, sentou-se à mesa e pôs-se a comer.

Quando terminou de comer o hambúrguer Jongin chegou.

— Bom dia amor! — Jongin falou.

— Bom dia Nini. — Kyungsoo respondeu após engolir a comida na boca.

— Como foi a prova?

— Normal. — Respondeu colocando um pedaço das fatias de bolo na boca. — E a sua?

— Estava fácil. — Jongin falou, encostando a cabeça no ombro do moreno.

Estava tudo indo bem, até uma ômega sair sabe-se lá de onde e parar na frente do moreno.

— A-Jongin , posso falar com você? — a garota pediu inflando as bochechas após falar. Se sentia intimidada com o olhar que Kyungsoo a dava, e o cheiro do moreno se tornou tão forte que era quase insuportável.

— Pode falar! — Kyungsoo mandou, arqueando as sobrancelhas e encarando a garota.

— C-Certo. — A menina buscou forças de seu interior e soltou. — V-Você têm algum amigo Alfa que não esteja comprometido pra me a-ajudar? — pediu olhando o castanho nos olhos. Jongin estava meio absorto com o cheiro que emanava de Kyungsoo, teve que se esforçar para analisar a ômega à frente e entender o que estava acontecendo.

— Tenho muitos. — pensou um pouco. — Acho que o Hoseok toparia te ajudar. — sorriu sincero e a garota assentiu. Logo ela saiu dali e Jongin encarou Kyungsoo com um olhar travesso após o garoto ter controlado seu cheiro.

— O que foi? — Perguntou se fazendo de burro e enfiando um pedaço grande de bolo na boca.

— O que foi tudo isso? — Perguntou com um ar de riso.

— Que tudo?

— Você... Seu cheiro... — Explicou.

— Não foi nada horas, essa piranha que veio aqui pra tentar dar em cima de você, ou você acha que eu não notei que ela iria te pedir pra passar o cio com ela? Eu não sou burro Jongin ! — falou.

— Isso tudo foi ciúmes? — Jongin sorriu e Kyungsoo fez bico fazendo pouco caso. — Que bonitinho, então quer dizer que você gosta mesmo de mim. — sorriu mostrando os dentes.

— Cala a boca! — Kyungsoo reclamou com as bochechas vermelhas.

— Você fica fofo com vergonha. — beijou-lhe a bochecha.

— Sai, Jongin !

— Não. Meu bebê ciumento! — selou-lhe os lábios e ganhou um tapa do mais novo.

— Eu mandei parar! Saco. — Jongin riu e voltou a deitar a cabeça no ombro do moreno.


Notas Finais


Obrigada pelos +600 favs e pelos +50k de views ajdmxkmdckkd to surtando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...