História City of the dead - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias High School of The Dead
Personagens Personagens Originais
Tags Haizi, Hirataka, Hisasae, Maresato, Shiku, Shimari, Takarei, Zeke
Visualizações 13
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tá ai mais um capítulo especial dos 4 personagens, se vcs quiserem conhecer os outros personagens, procura: personagens de highschool of the dead que vc acha.
Agora vamos parar de enrolar e bora pro capítulo. ^-^

Capítulo 7 - Características, aparências e descrições parte 2 de 4


Izi

Eu não sou fria, mesmo entendendo o que a Kurti passa quer dizer, eu sei o que é solidão e sei muito bem. Isso eu explico depois. 

Sou Izina Bujima, nome escroto né? pois é, por isso prefiro só Izi. Bom, tenho olhos azuis, Cabelo preto de comprimento abaixo dos meus peitos, e bem, eu não gosto muito de roupas fofinhas de princessinhas, pra mim isso é clixe!

Eu tenho alguns amigos bem legais, tipo os do Shin, mais eu não sou muito chegada neles, prefiro ficar com a minha louquinha

Se eu amo alguém? Sim, desde antes de conhecer a Kurti, mais... Ele nem liga muito pra mim, não do jeito que dá atenção pra Kurti. Eu confesso que eu fiquei com um pouco de cíumes dele com a Kurti, pq antes era só eu e ele, mais conhecemos kurti ent virou ela, ele e eu. Um dia eu acabei me tocando que não era culpa dela, e que na verdade, ela nem sabia que ele gostava dela, até por que, quando ela começou  a namorar um garoto ai, ela veio nos contar. Ela é gentil demais pra esfregar na cara de alguém que tá com outro.

E quem é esse cara que conquistou o meu coração? Ninguém mais, ninguém menos que o idiota do Haru. Eu já tentei esquecer ele mais não dá!  Já tentei me apaixonar por outras caras e tentei uns relacionamentos que eu sabia que não iria dar certo mais a esperança é a útima que morre né. Infelismente, alguém sempre acabava sendo machucado.

Virgem? Não mesmo!  Eu não sou nem um pouco santinha, mais também não chego a ser vadia igual umas garotas que se achan lindas com aquelas roupas de putas mais na verdade tão parecendo o  satánas! Ai só de ver aquelas piranhas se achando superiores que todo mundo me dá um treco. Acho que elas dão até pra zumbis. ~_~

Meu corpo não é lá o corpo mais lindo do mundo só dá pro gasto. Não, eu não sou uma tábua também né. Ai já e exagero, até que eu sou bonitinha, eu acho. Não sou mais corpuda que a Kurti tbm não, pq aquela lá mds! tem uns peitos e uma bunda que equivalem à umas 3 de mim! -_-

E meus pais? Bom... Isso já é um assunto mais delicado. Eles foram assassinados por uns policiais que erraram. Eles chegaram invadindo minha casa, não sei o que eles acharam, só sei que eu fiquei com canto ódio que eu...

flashiback on

Mari: -Filha leva essas suas coisas da sala para o seu quarto.- Mãe de Izi 

Izi: - ha não mãe... depois eu levo!- disse num tom manhoso.

Mari: -IZINA BUJINA!- falou num tom de voz assustadoramete ruim. Quando ela fala desse jeito não é coisa boa.

Izi: -Tá bom!-fui indo na direção das minhas coisas mais lembrei de uma coisa e parei.- Oh mamãe, cadê o papai?

Mari: -Ele vai chegar daqui a pouco meu anjinho.- deu um beijo em sua bochecha e fui.

Levei tudo ao meu querto, e lembrei de um presente que tinha comprado, juntando o dinheiro da minha mesada para minha mãe. era um colar de ouro com um negócinho escrito: mãe em forma de um coração. já que no dia do aniversário dela eu não consegui comprar. Eu queria dar alguma coisa assim, pois ela tinha me dado uma pulsera com o nome de papai, da mamãe e o meu. Todos estavam abreviados, mais era tão lindo. Meu pai me deu um colar daqueles que abrem e tem uma foto lá. tinha uma foto de literalmente toda a família lá e uma de  nós três e a minha irmã mais velha que não mora mais com agente, ela se mudou pra Nova York.

Eu estava andando em passos lentos no corredor olhando a puseira. escuto a  voz do papai junto ao de um barulho estranho vindo da cozinha. Vou correndo até lá e me deparo com uma cena que foi pior do que mil facadas no meu coração. Meus pais estavam lá, mortos e os dois caras me olharam

Cara 1: -Ai cara, fizemos merda! Eram os caras errados.

Cara2 : -Eu sei, mais esse é um dos nossos menores problemas. Aquilo é pior.-Falou apontando pra mim.

Cara1: - Olha garotinha, isso foi um erro, me desculpe...

Eu não prestava atenção no que ele falava, só ficava  lá olhando meus pais. Eu estava em choque, um monte de coisas passaram ná minha cabeça. Tipo, eu nunca mais iria receber um boa noite da minha mão, alguma bronca do meu pai por entrar sujando o chão de terra, abraçar eles como se não existisse mais nada, me consolar quanado estou triste, ou escutar um te amo deles... era informação de mais pra mim processar. era loucura de mais! Eu não sei de onde tirei tanta força, tanto ódio ou até medo de mim mesma, só seu que peguei a faca mai próxima e os matei tão rápido que nem deu tempo deles reagirem!

 Fique lá  chorando nos corpos de meus pais até o sono bater já que estava de noite. Dormi ali mesmo, no meio de todo aquele sangue, aquele ódio. O colar que era dourado já estava vermelho de tanto sangue. Eu nem sei como dormi naquele dia mais eu ainda sinto aquele ódio deles, e isso nunca se cesara, não importa o que acontessece depois, eu não me arrependia de ter matado eles.

Flashiback off

Vida triste eu sei, faz bastante tempo que isso aconteceu, mais parece que não importa quanto tempo passe, eu ainda sinto uma forte dor no coração e uma imença solidão quando penso neles!

Eu conheci o Haru por causa de tudo isso, eu estava em choque ainda então fazia um tipo de tratamento pós traumatico, e ele estava lá acompanhando um tio dele que estava numa situação traumatica também.

Eu estava chorando no chão e ele veio falar cmg. A partir dai eu comecei a gostar dele, mais o medo de deixar a amizade estranha era maior então eu nunca falei nada.

Um dia eu pretendo contar. Mais até lá eu quero manter essa amizade forte e eu tenho que estar preparada pra uma possível regeição e pra nossa amizade poder mudar de vez!  Espero um dia consiguir fazer isso •.•




Notas Finais


Desculpem pelos erros e esse foi maisu m cápitulo da parte especial deu estar sem preguiça de características, aparências e descrições parte 2. Próximo acho que vou fazer do Haru.
Até beijinhos de lamen! ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...