História Conflicting heart - Malec - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Peças Infernais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), James "Jem" Carstairs, Magnus Bane, Personagens Originais, Tessa Gray, Will Herondale
Tags Alec, Clace, Magnus, Malec, Sizzy
Visualizações 145
Palavras 1.510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nikmati ♡

Capítulo 10 - O jogo.


Sexta - Feira

As aulas daquele dia foram canceladas, pois haveria o jogo de futebol e os jogadores teriam que treinar assim como as lideres de torcida escaladas para aquele dia. Acordaram cedo e por volta das duas da tarde foram liberados para descansar. O jogo começaria as dezenove.

Magnus foi até seu quarto e encontrou Alec com uma toalha enrolada na cintura, por longos minutos ficou encarando aquele corpo extremamente pálido e lindo. Viu o rapaz corando então desviou os olhos e jogou-se na cama.

Alec foi até o banheiro e arrumou-se rapidamente, depois voltou ao quarto e Magnus continuava jogado na cama de olhos fechados.

- Eai, ansioso pra hoje?

O moreno abriu os olhos e encarou o rapaz.

- Muito, ano passado nós perdemos pra esse time, não vou deixar isso acontecer de novo. – Falou decidido.

- Tenho certeza que vão ganhar. Estarei torcendo por você. – Olhou em direção a Magnus e o viu sorrir, só então percebeu o que havia dito e corou. – Quer dizer todos nós vamos torcer por vocês.

Magnus sabia exatamente o que ele queria dizer em um pulo estava de pé indo em direção ao banheiro, antes de entrar no cômodo, virou-se e retirou sua blusa, deixando a mostra seu abdômen bem definido.

Alec até tentou, mas não conseguiu para de encará-lo, queria ficar olhando-o para sempre e foi então que percebeu o sorriso no rosto do moreno, que andava até o guarda roupas.

- Sabe Alexander. – Disse virando-se de frente e vendo que o outro ainda o encarava. – Você devia tentar ser mais discreto quando olha pra mim. – Com isso entrou no banheiro deixando Alec confuso.

*----*

Por volta das cinco e meia da tarde os nove amigos encontravam – se sentados na grama em baixo de uma árvore, conversando. Magnus sentiu seu celular vibrar e atendeu, sem olhar o número.

- Alô.

- Querido amigo que saudade. – Aquela voz o fez sorrir, arrancando um olhar de curiosidade de todos ali.

- Eu também estou. Quando vocês chegam?

- Eu sinto muito Mag, nós não vamos conseguir chegar... – O semblante dele mudou e sua voz saiu triste.

- O que? Por quê? – Foi então que ouviu uma risada bem alta, seguida de uma voz dizendo:

- Ragnor não faça isso com ele... Mag olhe pra trás.

No segundo seguinte ele olhou e sorriu, levantou-se e correu até os amigos, abraçando-os. Depois que se soltaram Magnus deu um soco no braço e Ragnor.

- Nunca mais faça isso, idiota. – Então o abraçou de novo. – Vocês não encontraram com ela? – Eles sabiam exatamente de quem ele falava e balançaram a cabeça negativamente. – Tudo bem então... Vem quero que conheçam algumas pessoas.

Eles andaram de volta ao grupo que estava sentando em baixo da árvore e Clary e Simon se levantaram para abraçá-los. Mas foi Magnus quem disse:

- Gente, esses são Catarina Loss e Ragnor Fell, meus grandes amigos da infância. Cat, Ragnor esses são Isabelle, Jace e Alexander Ligthwood, amigos da escola. – Catarina ouviu a forma como o amigo falou o nome do outro e riu. – E claro, Tessa, Jem e Will que você já conhecem.

- Olá, é muito bom conhecê-los. – Cumprimentos os irmãos Ligthwood’s seguida de Ragnor. – E é muito bom rever vocês. – Falou com Tessa e os namorados.

Todos sentaram-se e começaram a conversar.

- Vejo que vocês continuam inovando em relação ao cabelo. – Jem falou em direção ao casal que havia chego.

- Estávamos platinados. – Ragnor disse rindo. – Agora decidimos voltar a como era antes, eu de cabelo verde e ela de cabelo azul... Vejo que você também pintou. – Falou em direção a Magnus que havia feito luzes vermelhas.

- Decidi mudar um pouco. – Respondeu dando de ombros e viu quando uma loira aproximava-se do grupo, ela a reconheceu, Lygia ou algo assim.

- Alec. – Ela chamou e ele olhou levantando-se logo depois e indo em direção a ela, Magnus não conseguiu esconder a cara feia que fez em direção aos dois até ouvir Catarina dizer.

- Disfarça Magnus. Todos vão perceber desse jeito.

- Não sei do que está falando.

- Sabe sim, sabe muito bem.

- Então de onde vocês são? – Izzy perguntou tentando quebrar o clima que ficou ali, pois ela percebeu a cara de descontentamento do moreno de luzes.

- Somos de NY, mas nos mudamos pra Londres depois de nos formarmos no fundamental.

- Nós morávamos em Londres. – Jace falou.

E ali eles ficaram conversando por um bom tempo, hora ou outra Magnus olhava em direção a Alec que ainda conversava com a loira. E claro que Catarina prestava atenção em tudo.

*----*

Depois que conheceu os amigos de Magnus, que por sinal eram bem legais, Lydia havia aparecido e o chamado para conversar, sobre um trabalho que eles teriam que apresentar na semana seguinte.

Ela tentava convencê-lo a ir até sua casa, mas ele não sentia-se confortável com isso, então depois de muito insistir, conseguiu convencê-la a fazer o trabalho na escola, no sábado.

Vira e mexe durante sua conversa com ela, olhava em direção ao grupo de amigos e via Magnus encarando-o, coisa que ele achava muito estranho, mas deixou de lado.

Tempos depois voltou até o grupo e percebeu Izzy, Clary, Jace, Magnus e Jem levantando-se olhou o relógio e já marcavam seis e dez e eles tinham que ir ao vestiário trocar de roupas e assim eles saíram.

Alec, junto com a Simon, Tessa e Will, Catarina e Ragnor, seguiram em direção ao campo para pegarem lugares bons pra assistir a partida.

Porém Tessa disse que iria ao banheiro e Will, Simon e Ragnor disseram que iam compra algumas coisas para comer, deixando assim Catarina e Alec encarregados de guardar o lugar na arquibancada.

Os dois sentaram-se e ficaram olhando as pessoas que chegavam para assistir, alguns alunos e pais dos jogadores.

Logo os jogadores entraram em campo e cada time ficou de um lado, reunidos conversando. O olhar de Alec caiu sobre Magnus e ali permaneceu até ouvir uma voz falando com ele.

- Sabe, Alec eu não consegui deixar de notar o jeito que você olha pro meu amigo.

Ok, aquilo foi estranho, já era a terceira pessoa que dizia aquilo pra ele o pegando de surpresa.

- O que disse?

- Você sabe o que eu disse você olha de um jeito diferente pra ele, você não sabe nem disfarçar. E ele te olha da mesma forma. – Ela disse e voltou a olhar pro campo.

- Não sei do que está falando. – Ele disse confuso.

- Você saberá Alec, você saberá.

Antes que ele pudesse perguntar alguma coisa viu os amigos voltando e ficou quieto. Pensando no que ela acabara de falar.

Avistou sua mãe chegando e acenou para a mesma que foi ao seu encontro.

- Não sabia que vinha mãe. – Disse e lhe deu um beijo.

- Não poderia perder o primeiro jogo do Jace e a primeira apresentação da Izzy. – Ele a olhou confuso. – Ela me ligou pra avisar.

- Entendi... Mãe, quero que conheça nossos amigos, Theresa, Willian e Simon, estudam com a gente. Esses são Catarina e Ragnor. – Apontou. - Amigos do Magnus que você não conhece, mas ele joga no time com o Jace. Gente essa é a minha mãe, Maryse.

Todos se cumprimentaram.

A arquibancada foi dividida, para as torcidas dos dois times, Alec e os amigos dividiram-se em dois bancos, sendo Alec, Maryse, Catarina e Ragnor em um. Tessa, Simon e Will em outro, mais abaixo. Minutos antes do jogo começar Alec viu uma mulher ruiva se aproximar de Simon, ele não a conhecia, mas logo o garoto falou:

- Essa é a minha mãe, Jocelyn... Acho que os únicos que a senhora não conhecem são eles, Alec e sua mãe Maryse. – Elas sorriram e se cumprimentaram.

Olharam para o campo, o narrador da partida começou a anunciar, as lideres de torcida que entraram em campo e ficaram em formação.

Logo a música começou a tocar e elas dançaram, Izzy e Clary eram as que mais se destacavam, deixando outras pessoas li com raiva.  Minutos depois a música acabou e elas saíram, dando lugar aos jogadores.

Os capitães dos dois times se cumprimentaram e escolheram quem tocaria na bola primeiro, por meio de cara ou coroa, os visitantes ganharam e então voltaram até seus times.

O juiz apitou e a partida começou. Todos ali presentes prestavam o máximo de atenção.

Alec percebeu uma mulher mais ou menos do seu tamanho, morena, de olhos puxados, sentar-se ao lado de Jocelyn arrancando um sorriso da mesma e de Catarina e Ragnor. Aquilo foi estranho, mas continuou olhando a partida.

Cerca de dez minutos depois Magnus fez o primeiro gol e todos vibraram principalmente a tal mulher, fazendo Alec olhar feio pra ela. Magnus comemorou o gol e voltou-se para onde sabia que os amigos estavam e abriu um sorriso muito mais largo ao ver quem estava ali, fazendo Alec ficar com mais raiva ainda, vendo pra onde ele olhava ‘’Porque estou com tanta raiva?’’ pensou. Catarina divertia-se com a situação.

Continua...


Notas Finais


Sugestões, críticas, dúvidas? É só falar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...