História Consanguíneos Vkook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jungkook, Kookhyuk, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 19
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Diferenças.


Taehyung voltava para casa com um roxo enorme no olho, sendo esse hematoma causado por ChanSung, um valentão da escola que tinha uma rixa estúpida - Segundo Taehyung - com seu irmão. 

Não era a primeira vez e muito menos a última que seria ser confundido com seu irmão gêmeo, Taehyuk. Aparentemente eram iguais, apenas algumas pintinhas que eram quase imperceptíveis diferenciavam os dois irmãos, a aparência podia ser igual mas a personalidade era completamente diferente. Parecia água com o vinho, Taehyung sempre foi um garoto centrado nos estudos, com uma personalidade fofa, considerada até infantil. Mas Taehyung não se importava com esses esteriótipos. Já que Taehyuk era o seu oposto, sendo um dos garotos mais populares do colégio, por mais que sua reputação fosse ruim já que vivia arrumando brigas e provocando as pessoas. 

Taehyung era a calmaria e Taehyuk uma verdadeira tempestade. 

Taehyung ao estar próximo de sua casa colocou seu capuz para a mãe não lhe perguntar o motivo de estar com um hematoma no rosto, abriu a porta e escutou sua mãe cantando na cozinha, com isso subiu quase correndo para o seu quarto, trancando o mesmo. Se olhou no espelho e bufou, detestava ser confundido com seu irmão, sempre lhe causava um problema. Como a vez que a ficante de Taehyuk chegou no colégio já sentando no colo de Taehyung, quando a mesma viu que Taehyung se esquivou de seu beijo logo deu-lhe um tapa na cara, a verdade era que Taehyuk só se envolvia com malucas. 

Tomou um banho e foi ao quarto de sua mãe procurar maquiagem para pelo menos tentar disfarçar o roxo em seu rosto, depois de longos vinte minutos tentando cobrir o estrago, conseguiu. Tendo apenas alguns arranhões na bochecha que não havia conseguido cobrir. Desceu até a cozinha aonde estava sua mãe, a surpreendendo com um beijo no rosto.

- Ah Tae então era você?  Pensei que fosse seu irmão, já que ele chega em casa e vai direto ao seu quarto, por isso nem resolvi ir atrás, por qual razão subiu as escadas feito o vento? - Perguntou me fitando desconfiada. - E o que é esses arranhões em seu rosto? .

- Omma, eu apenas quis tomar um banho, não é nada de mais - Me afastei da mulher desconfiada - Esses arranhões... acredita que eu encontrei um gatinho na rua? estava brincando com ele mas acabei descobrindo da pior maneira que ele era um pouco agressivo. - Disse dando uma risadinha para tentar aquele clima tenso que havia se instalado. Mas que raios de desculpas é essa? Taehyung você é um completo idiota, sinceramente. 

- Hm, sei. Viu seu irmão por aí? Ele disse que iria a farmácia comprar uns remédios para sua  dor de cabeça mas ele já saiu faz duas horas. - Por mas que minha omma não havia acreditado em uma única palavra que eu disse ela resolveu ignorar, já que estava preocupada com meu irmão, minha omma sempre se preocupou mais com meu irmão, Taehyuk, e meu pai sempre se preocupou mais comigo. Era quase perceptível a maneira que cada um nos tratava, quase sempre de forma diferente.Nem tive tempo de responder já que Taehyuk chegou arrombando a porta e se aproximando da cozinha. 

  - Bom dia Omma - Deu-lhe um beijo na bochecha - Bom dia Tae, como foi a escola hoje? - Meu irmão me perguntou com um sorriso sacana no rosto, aquele cretino sabia que eu havia apanhado em seu lugar. 

A verdade é que eu e meu irmão nunca nos demos bem, sempre havia algum conflito ou divergência entre nós. Mas eu já estava cansado disso. 

- Seria melhor se você estivesse lá, Taehyuk. Seu amigo Namjoon perguntou o motivo de ter faltado. 

- Depois eu falo com ele - Falou se virando a nossa omma - Eu posso ir a uma festa hoje mãe? Prometo voltar cedo. Era típico a maneira como meu irmão transbordava uma falsa inocência a minha mãe. 

- Claro, mas com uma condição. Leve o seu irmão junto, ele quase não sai, só fica em casa jogando vídeo games com Jimin. - Disse revirando os olhos..

Meu irmão que estava com um sorriso no rosto, logo assumiu uma posição séria. 

- Okay omma, já que não tem outro jeito, eu levo Taehyung a festa.

 

    


Notas Finais


1- Desculpem pela capa bosxta, mas é só ignorar.
2- Vai demorar um pouco para rolar vkook.
3- Eu vou tentar ao máximo mostrar as diferenças que existem entre o Taehyung e o Taehyuk, mas precisa se atentar aos detalhes também.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...