História Crazy In Love Second Season - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jasmine Villegas, Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Bern Villegas, Chaz Somers, Christian Beadles, Jasmine Villegas, Jream Andrew, Justin Bieber, Justin Villegas, Ryan Butler
Visualizações 140
Palavras 1.815
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ow, i'm back! here again, u.u TA AI MAIS UM CAPITULO PRA VOCÊS, BOA LEITURA

Capítulo 8 - Im back!


Fanfic / Fanfiction Crazy In Love Second Season - Capítulo 8 - Im back!

POV Jasmine

Realmente, depois que o Bieber revelou que precisava de sexo, eu fiquei com uma certa vontade, mas não queria fazer dentro de um banheiro e cheio de caras lá fora podendo ouvir tudo. Mas como o Bieber consegue tudo o que quer, ele me convenceu de que aquele banheiro minúsculo é a prova de som, se não for, eu vou dar na cara dele depois. Ele me colocou em cima da pia após eu ter o agarrado como se tivesse sede por sexo, então ele tirou minha blusa e a dele, depois ficou beijando meu pescoço e abaixando cada vez mais os beijos, em seguida tirou meu sutiã com agilidade e começou a chupar um de meus seios e acariciando o outro, me levando á loucura. Algum tempo depois ele me tirou de cima da pia e tirou meu short junto com a calcinha e sugou minha intimidade me fazendo gemer alto. Justin chupava, lambia e sugava me deixando com um tesão dos infernos, ele só parou depois que eu disse que ia gozar. Ele me jogou no chão e sem demora alguma tirou a bermuda junto com a cueca subindo em cima de mim logo em seguida e me penetrando fortemente, gemi alto e vi um sorriso saindo de seus lábios.

Justin: Saudades disso. – ele disse com o mesmo sorriso e fazendo os movimentos de vai e vem.

Jasmine: Saudades de você fodendo maravilhosamente bem. – disse e pisquei – Agora vai mais rápido! – pedi gemendo, ele assim fez com o mesmo sorriso no rosto, parecia ter gostado do que eu acabara de dizer. Gemi ainda mais alto, a cada gemida minha ele me entocava mais rápido ainda me fazendo gritar logo em seguida. – Troca de posição comigo? – pedi, mas ele recusou, fiquei fazendo minha cara de cachorro abandonado e ele enfim, aceitou. Trocamos as posições, fiquei em cima dele e comecei a rebolar, quanto mais eu rebolava mais ele gemia e ficava pedindo pra eu rebolar ainda mais rápido e não parar porque ele estava gostando, eu só ficava rindo, ver ele daquele jeito me deixava excitada. Parei de rebolar quando senti um líquido quente dentro de mim, o Bieber tinha gozado. Sai de cima dele fazendo-o me encarar.

Justin: Por que parou? – perguntou parecendo bravo.

Jasmine: Porque eu quis meu amor! – disse sorrindo e fiquei no meio de suas pernas, aquela carinha de bravo dele logo foi se transformando em uma feliz. Peguei em seu pênis e coloquei em minha boca com urgência, Justin ficou comandando meus movimentos, fez um rabo de cavalo em meu cabelo e começou do jeitinho que ele queria, rapidamente. Ele só parou depois que gozou e eu senti o gosto em minha boca. Me levantei e comecei a colocar minha roupa. – Bieber, levanta logo dai! – pedi encarando-o.

Justin: Quando chegarmos em casa, o Bieber vai querer mais. – ele disse se levantando e colocou a roupa.

Jasmine: Awn sério? Nem ligo. – disse olhando no espelho e arrumando meu cabelo.

Justin: Jasmine... – ele me agarrou por trás – qual foi? Não sentiu falta disso tudo? Não sentiu falta de mim? – perguntou beijando meu pescoço.

Jasmine: Hey, - me virei de frente pra ele – claro que eu senti falta de você, para de me fazer essas perguntas, ok? – encarei-o.

Justin: Ok, mas você sabe que eu... – interrompi.

Jasmine: ... É ninfomaníaco? Sei sim. Não se preocupa que depois nós resolvemos isso. – pisquei, ele sorriu e me beijou.

Justin: Eu te amo.

Jasmine: Também te amo, mas agora sai logo desse banheiro, estamos tempo demais aqui, melhor você ir primeiro. – disse e dei um selinho nele.

Justin: Tá bom, estou indo! – ele sorriu, me deu mais um selinho e saiu do banheiro fechando a porta logo em seguida.

Jasmine: Aiai Bieber. – disse rindo, fiquei ali arrumando meu cabelo de todas as formas possíveis, mas no final fiz um coque, lavei meu rosto e sai do banheiro, todos que estavam ali olharam pra mim – O que foi, nunca viram? – perguntei encarando todos que me olharam, menos Justin, o olhar dele era malicioso demais. Sentei-me ao lado do Chaz, nem tinha falado com ele, até agora. – Heeeey Chaz! – falei sorrindo, ele olhou pra mim.

Chaz: Heeeey Jasmine! Veio falar agora comigo, por quê? – ele disse e arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Por que eu não tinha falado com você antes? – disse como se fosse óbvio, ele desfez a careta.

Chaz: Ta tudo bem? – perguntou parecendo curioso.

Jasmine: Comigo sim, e com você? – perguntei sorrindo.

Chaz: É, eu to bem. – falou olhando pro nada.

Jasmine: E a Mary? – perguntei completamente curiosa, eu tinha ido até ali só pra saber mais sobre isso.

Chaz: O que tem ela? – arqueou uma sobrancelha.

Jasmine: Vocês já estão namorando ou você está lento como sempre foi? – disse e ri, ele me encarou inconformado com o que eu acabara de dizer.

Chaz: Olha, se você veio aqui pra me desmoralizar, acho melhor voltar outra hora. – ele disse sério, mas eu senti que ele estava escondendo algo.

Jasmine: É sério Chaz... Estão juntos ou não? – perguntei ainda mais curiosa.

Jream: Não, porque eu ainda não permiti! – ele disse olhando pra nós, Chaz o encarou.

Jasmine: Jream, você não tem que permitir nada, a vida é deles e eles que sabem se vão ficar juntos ou não. Mas eai Chaz?

Chaz: É... – ele disse coçando a cabeça, parecia envergonhado, como sempre.

Jasmine: Garoto, para de enrolação e diz logo!

Chaz: Sim Jasmine, estamos juntos. – ele disse sorrindo feito bobo, me deixando completamente feliz.

Jasmine: Oh Meu Deus! - disse sem acreditar, fiquei tão feliz que cheguei á dar um abraço super apertado nele que só ficava rindo da minha reação.

Justin: Ei que animação é essa na minha frente, Jasmine? – ouvi-o dizer e logo me afastei de Chaz, esqueci como o Bieber é ciumento, agora ele me lembrou.

Jasmine: Chatinho você, não? – disse o encarando que me olhou incrédulo.

Chaz: Relaxa Bieber, a Jasmine não vai me roubar de você não, fica tranquilo! – ele disse fazendo todos rirem e Bieber encará-lo.

Jasmine: Claro, até porque, imagine qual seria a reação da Mary? Ela ia me chamar de fura olho. – falei como se aquilo fosse chocantemente chocante.

Justin: A reação da Mary? E a minha? – ele parecia não acreditar em nada do que estava ouvindo, ri daquilo.

Jasmine: Quem se importa? – perguntei o encarando.

Jream: Jasmine chega! O Bieber daqui á pouco sai jogando fogo em todo mundo, estou sentindo a raiva dele daqui. – ele disse e eu fiquei rindo.

Jasmine: Tá, parei. – disse olhando pro Bieber que ainda estava com a mesma expressão, assustado pelo o que eu acabara de dizer – Ei, não vai ficar desse jeito, vai? – perguntei fazendo bico, ele me encarou.

Justin: Não! Suas bobagens não me atingem. – ele falou e sorriu, me surpreendi.

Chaz: É, ele ficou bolado Jasmine. – disse olhando pra mim, bufei me acomodando no sofá.

Jasmine: Bobagem. – sussurrei comigo mesma. Um bom tempo depois o avião pousou, estava morrendo de fome e naquele avião só tinha coisa pra beber. Jream foi o primeiro a sair, fui logo atrás, lá fora tinha alguns carros, ele entrou em um deles e eu também, então Christian, Chaz e o Bieber entraram em seguida, dando a partida. O caminho todo foi completamente silencioso, dei até Graças a Deus por não ter nenhum daqueles capangas dentro do carro, Bieber quem estava dirigindo. Quando chegamos, ele estacionou e foi logo saindo do carro, parecia nervoso, agora o problema era o porquê. Saímos todos do carro e entramos na casa, mas estava tudo escuro, alguém ligou a luz e eu vi o que não esperava ver, estava todo o pessoal ali juntos, quando me viram gritaram um “Seja Bem-Vinda”, eu fiquei completamente boquiaberta, não sabia como reagir á aquilo tudo. Comecei a chorar e fui em direção á Bern e Justin, abracei os dois juntos. – Eu amo tanto vocês.

Bern: Jas, meu amor, sentimos tanto a sua falta. – ela disse também chorando.

Jasmine: Também senti a falta de vocês. – sorri e olhei pra Mary – Primaa! – disse animada e abracei ela – Que saudade.

Mary: Saudades Jas! – ela disse toda sorridente – Você fez muita falta naquela casa.

Jasmine: É, eu sei. – disse e olhei pra Kethlen – AMIGAAAAAAA! – pulei em cima dela a abraçando.

Kethlen: Socorro tem uma baleia querendo me esmagar! – ela disse me fazendo rir.

Jasmine: Que saudades, garota!

Kethlen: Não arranjou nenhuma amiga naquela joça não, né? – perguntou me encarando.

Jasmine: Na verdade, arranjei sim. O nome da garota é Mary! – disse e olhei pra Mary.

Mary: Mary de Maryna, ou? – perguntou curiosa.

Jasmine: Na verdade o nome dela é Mary Jane! Eu achei estranho, até porque, qual ser humano que mora no México coloca nome americano na filha? Não entendi essa.

Bern: Espera ai Jasmine... Você não estava na Inglaterra? – perguntou curiosa.

Jasmine: Não, o Brad me levou pro México! Só porque vocês sabiam que ele ia me levar pra lá, então resolveu mudar o percurso. – disse revirando os olhos.

Pattie: Jasmine! – ela se aproximou, me surpreendi por ter visto-a ali.

Jasmine: Hey Pattie! – disse e abracei a mesma – Tudo bem?

Pattie: Eu estou ótima, e você? Aconteceu alguma coisa lá? Não, né? – ela parecia super preocupada, me surpreendi mais ainda.

Jasmine: Eu estou bem, Pattie! Não aconteceu nada, fica tranquila. – tentei acalmá-la, parecia minha mãe, que não é assim. – Mas então, cuidou bem do Bieber?

Pattie: Cuidar daquele garoto? Não tem como! Ele não fica em casa e quando fica, é trancado dentro daquele escritório fazendo não sei o que. – ela disse e aquilo me deixou bem curiosa.

Jasmine: E a amnésia dele? – perguntei curiosa.

Pattie: Então... Antes de dar um mês de você ter partido, os meninos o convenceram á fazer alguma coisa á respeito e olha, deu certo. Ele se lembrou de tudo, ficou dois dias conversando comigo sem parar, eu nunca tinha o visto daquele jeito. – ela falou impressionada e feliz.

Jasmine: Que bom! Ainda bem que ele não me esqueceu novamente. – disse sorrindo.

Kethlen: Acha mesmo que eu ia deixar o Bieber te esquecer? Se esquecesse, eu faria ele se lembrar.

Jasmine: Ai garota, eu te amo! – disse e dei um beijo na bochecha dela – Falando nele... Eu vou procurá-lo. – disse e sai andando.

Kethlen: Eu sei bem pra que vai procura-lo! – ouvia gritar.

Jasmine: Cala a boca. – disse a encarando. Subi e fui até o quarto dele, abri a porta e nada de Bieber. Andei até o final do corredor e vi uma porta com uma placa escrita “Bata antes de entrar”, entrei sem me importar com aquilo e percebi que era o tal escritório que a Pattie tinha me falado. Ele estava sentado em uma cadeira atrás de uma mesa, de costas.

Bieber: Porra, quantas vezes tenho que falar que é pra bater antes de entrar nesse caralho? – ele disse e se virou dando de cara comigo, ele estava com um cigarro na mão.

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...