Hist√≥ria CRIMINAL ūüí≤‚̧ūüĒę (Imagine Min Yoongi) - Cap√≠tulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Bts, Romance, Sequestro
Visualiza√ß√Ķes 256
Palavras 1.731
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ‚̧

Capítulo 10 - Cap 10


Fanfic / Fanfiction CRIMINAL 💲‚̧🔫 (Imagine Min Yoongi) - Cap√≠tulo 10 - Cap 10



Saí para o jardim disposto a conversa com (s/n), e lhe encontrei sentada de baixo de uma árvore chorando baixinho enquanto olhava para o céu, como se estivesse conversando com seu pai. E o pior, perguntando que fazer sobre os seus sentimentos relacionado a mim. Me aproximei da mesma e me abaixei lhe abraçando por de trás, ela se assustou na hora, mas depois apareceu gostar disso. 


- Perdão! - foi a única coisa que consegui dizer 


- E-eu te perdôo - senti seu corpo tenso 


- Vamos entrar, você pode pegar uma gripe - me levantei e estendi a mão pra garota que na mesma hora pegou. 


Lhe puxei com delicadeza e ficamos com nossos corpos colocados um no outro, senti a sua respiração bater em meu peito, por causa da diferença na altura. E sem delongas se lei nossos lábios em um beijo calmo e cheio de sentimentos conturbados. Pedi passagem com a língua e a mesma cedeu, levei uma de minhas mãos no seu cabelo e afundei meus dedos em suas mechas lisas, e com a outra mão apertava sua cintura a puxando mais contra meu corpo, fazendo a menor sentir já minha ereção bater em sua barriga. Encerrei nosso Beijo com vários selinhos e deixei nossas testas colocadas. Ambos com os olhos fechados e ficamos alguns segundos apenas sentindo a respiração um do outro. 



(...)



Já se passou uma semana desde aquele dia que matei Sook a sangue frio na frente da (s/n). Não estamos nem namorando nem nada, esta tudo na mesma, tirando o fato que agora ela me deixa lhe abraçar e beijar seus lábios macios. Ela não está mais sendo aquela garota atrevida que me enfrentava, esta digamos assim, Feliz. Eu queria muito mais dela, queria poder dormir na mesma cama que ela, e lhe ver acordando. Mas isso ainda não foi possível, e o máximo que eu lhe veio acordando é porque pela manhã cedinho eu saio de meu quarto e vou para o dela, onde me sendo em uma poltrona e lhe observo dormindo serenamente. Eu queria muito mais dela, mas apenas seus sorrisos já me satisfaz, pois eu sou o motivo deles, eu sei.


- Min me leva pra passear hoje? - estávamos tomando café da manhã 


- Já disse que você não pode se vista por aí - Ela já esperava essa resposta então apenas suspirou derrotada 


- Então quando você voltar da empresa, me traga algodão doce? - me olhou sorrindo 


- Trago sim, fique tranquila - me levantei e lhe dei um selinho rápido - Preciso ir, se cuida - sorriu e eu saí 


Peguei meu carro e fui em direção a empresa. Cheguei lá e vários mulheres vieram a minha direção quase esfregando a boceta na minha cara, apenas ignorei e revirei os olhos.  É tão estranho ver várias mulheres se jogando pra cima de mim, querendo que eu as leve pra cama, e justo quem eu quero na minha cama, não me quer, não ainda. Mas eu sou homem e preciso de atenção nesse sentido. Sem aguentar mais chamei scarlet uma americana, na minha sala. 


Ela entrou e eu fui logo lhe agarrando, chupando seu pescoço, lógico que eu não iria beijar ela, meus Beijos são apenas para (s/n). Joguei a ruiva no meu sofá e subi em cima dela arracando todas as sofá uns peças de roupa. Lhe puxei e lhe coloquei de quatro, puxei sua saía junto com a calcinha pra baixo rapidamente, me dando a visão de sua intimidade bem inchada e molhada. 


- Você está realmente apressado em ? - me olhou com um sorriso de puta por cima de seus ombros 


- Puta a gente come sem delicadeza alguma, e sem cerimônias - a mesma ficou com uma cara de tacho e eu coloquei um sorriso sacana 


Sem esperar um resposta, eu enfiei meu membro com tudo e com força dentro dela, fazendo a mesma gritar, não sei se foi de dor ou prazer, mas pela cara de puta deduzi que foi de prazer. Minhas estocadas iam bem fundo e com força, mas do nada o sorriso de (s/n) veio em minha cabeça, e o arrependimento por esta fazendo isso chegou.  E na hora tirei meu pau de dentro da ruiva, e puxei minha calça pra cima, já que apenas tirei a metade dela. 


- Porque parou? - a ruiva perguntou se levantando 


- Apenas esquece, e saí daqui - me ajeitei direito e voltei a minha postura de antes 


- Não sou o suficiente pra você? - se aproximou e mim e eu segurei seu pulso com força - Esta me machucando - fez cara de dor 


- Então saía logo daqui, antes que eu perca a cabeça e enfie uma bala em você - a mesma se assustou e saiu correndo do meu escritório 



(...)



Estava voltando pra cada e a única coisa que eu queria ver logo era o sorriso maravilhoso que minha pequena tem. Entrei em minha casa e lhe avistei comendo algo estranho e melequento. 


- O que é isso ? - perguntei ao sentar do seu lado 


- É um doce do meu país, toma - enfiou a colher com tudo em minha boca 


- É gostoso - sorriu a garota - Me dar outro colherá - pedi e ela levou outra porção até a minha boca 


- Que fofinho, meu amor gostou do doce - sorriu, mas depois ficou vermelha ao perceber do que me chamou 


- Pode repeti, eu quero lhe ouvir dizer de novo - A olhei com um sorriso 


- Eu não disse nada - se levantou mas eu lhe puxei fazendo sentar em meu colo 


- Repete - sussurrei em seu ouvido 


- M-min - meu nome saiu em forma de gemido 


Em um gesto lhe virei fazendo ficar sentada de frente pra mim com as pernas de cada lado, e acho que ela pode sentir meu membro duro por baixo, já que seu rosto ficou que nem um tomate vermelho. 


- Desculpa por isso, mas é você que me deixa assim - apertei sua coxa - Você me deixa louco, garota - comecei a beijar seu pescoço e percebi que a mesma fechou os olhinhos 


Puxei sua blusa pra cima, e notei a cor clara de seu sutiã, que deixava bem marcado seis seios fartos e sem marca nenhuma.  Vou adorar deixar eles marcados por minha boca. 


- Relaxa..Só relaxa - pedi antes de lhe beijar 


Beijei seus lábios macios por alguns minutos e depois desci meus Beijos pra seu pescoço, onde fiz questão de deixar marcado. Levei uma de minhas mãos até seu seio Onde ainda estava coberto pelo sutiã, fiquei apertando de leve, e com a outra mão comecei a massagear a intimidade por cima do short fino. 


- Ah - gemeu baixinho 


-Gente, acho melhor vocês fazerem isso no quarto - ouvi a voz de Jimin e cobri  (s/n) na hora com meu próprio corpo 


- O que faz aqui ? - o olhei irritado por ter atrapalho o que eu tanto queria 


- Você que me chamou aqui, pra nossa " reunião " esqueceu ? - fez aspas com o dedo 


- Amor, sobe pro quarto que depois eu vou lá com você, tá? - ela apenas assentiu com aquisição cabeça e vestiu sua blusa 


- Vou levar o doce - pegou a panela, me deu um selinho e subiu as escadas, e eu sorri com isso 


- Tá todo apaixonado - fuzilei Jimin que sorria divertido com minha situação 


- Me segue - saí andando em direção ao meu escritório 


Chegamos no meu escritório e adentramos no cômodo, tranquei a porta pra ninguém atrapalhar e nos sentamos no sofá. Fiquei o olhando por um tempo, pois o mesmo ficava gargalhando por ter atrapalhado meu momento com (s/n). 


- Acabou? - perguntei assim que ele parou de rir 


- Cara, não passou pela sua cabeça que qualquer mensagem poderia aparecer no momento e ver você comendo a sua garota na sala principal - fiquei ombros raiva por ele ter falado uma palavra 


- Primeiro que não seria comer ela, e sim fazendo amor com mocinha garota, e terceiro a casa é minha eu transo onde eu quiser - afirmei minhas palavras 


- Certo, certo, certo - riu - Enfim, Jackson está chegando essa semana com novos carregamentos e drogas e disse que ficará uns dias aqui por causa a polícia - que droga pensei 


- Certo, mas faça o possível pra ele não ficar no mocinha esmola cômodo que (s/n) para não ver ele, se não ele é um cara morto se atrever a fazer algo com ela - ameacei 


- Tudo bem, agora vai ser a " atenção " que sua garota precisa - voltou a sorrir 


-Me erra Jimin - lhe dei um soco na cara 


- Cara, você tem que parar de ser violento - avisou enquanto limpava o sangue no nariz 



(...)



Depois de Jimin ter ido para seu quarto, eu fui procurar  (s/n) no quarto dela. Hoje eu tomei uma decisão e espero que ela aceite. 


- Você demorou - perguntou assim que me viu entrando no quarto 


- Estava resolvendo uns assunto com Jimin - lhe puxei e dei um selinho em seus lábios 


- Não gosto dessa vida que você leva - me olhou tristinha 


- É a minha vida, e não posso sair dessa vida - me alterei com ela 


- Não pode ou não quer ? - se afastou de mim 


- Eu não quero, eu gosto dessa vida e gosto do dinheiro fácil - lhe puxei de volta - Mas meu amor por você é maior - beijei seus lábios e a mesma sorriu durante o beijo - Durma comigo hoje, por favor? - a olhei 


- Min, não quero ir pra cama ainda com você, é cedo pra isso, eu nem sei onde estava com a cabeça mais cedo por ter deixado aquilo acontecer, ainda bem que Jimin chegou - Eu comecei a rir da cara de medo dela - Porque está rindo? - franziu o cenho 


- Porque eu apenas quero que durma na mesma cama que eu, sem segundas intenções - a mesma sorriu - Aceita? - acariciei suas bochecha


- Aceito sim - sorriu 



Pelo menos agora vou poder acordar e ver seu rostinho pela manhã, ver ela deitada na mesma cama que eu. Minha menina. 




Notas Finais


Jimin empata foda 😂😂

O que de tão horrível Jackson poderia fazer contra vocês? Pra Min se sentir tão inseguro com essa chegada dele
Até mais ‚̧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...