História Crônicas Amorosas do Santuário - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiacos de Garuda, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Albafica de Peixes, Aldebaran de Touro, Apolo, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hades, Hakurei de Altar, Hyoga de Cisne, Hypnos, Ikki de Fênix, Isaak de Kraken, Julian Solo, June de Camaleão, Kagaho de Benu, Kanon de Gêmeos, Krishna de Chrysaor, Manigold de Câncer, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Pandora, Poseidon, Radamanthys de Wyvern, Saga de Gêmeos, Sage de Câncer, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio, Sorento de Sirene, Tenma de Pégaso, Thanatos
Tags Romance, Sexo
Visualizações 63
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom dia, lindas pessoas! Sim, é cedo, aliás muito cedo! 😂😂😂😂
Mas como acabei ficando com uma baita insônia, resolvi postar mais capítulo agora. Novamente estrelando Minos de Griffon.
Partiu para mais uma leitura cheia de emoções e aventura? 😉😘

Capítulo 42 - Nos fios da paixão


Fanfic / Fanfiction Crônicas Amorosas do Santuário - Capítulo 42 - Nos fios da paixão

Estava passeando pelo santuário, perto do jardim da deusa Athena, quando senti que estava sendo observada. 

Fazia algum tempo que estava tendo essa sensação de ser observada e por mais que eu me esforçasse para ver alguém, era em vão. Nunca via ninguém. 

Ainda caminhando pelo belíssimo Jardim de Athena, senti uma brisa suave soprar e balançar levemente meu vestido.  

Nesse instante, vi uma sombra passar em minha frente e parar, levei um susto, fazendo-me perder o equilíbrio e quase cair em meio às rosas vermelhas do jardim.

Ao olhar novamente em direção do vulto, me deparei com um cavaleiro lindo, charmoso e muito encantador.

Tentei me afastar imediatamente, mas senti algo invisível a me puxar para ele cada vez mais. Era um emaranhado de fios de energia que ele controlava com uma destreza incomparável.

Muito assustada, tentei me acalmar e perguntei:

Eu: Quem é você? 

Minos: Sou Minos de Griffon, um dos três juízes do mundo dos mortos, sou guardião da primeira prisão do inferno de Hades. E tenho te observando há muito tempo.

Eu: E o que você quer comigo? 

Minos: Você é uma mulher interessante que me faz querer...

Eu: Um ser como você vindo do inferno e tão poderoso, atrás de uma simples humana como eu?!

Minos: Você me parece diferente, me fazendo pensar até que é perfeita para lhe levar ao inferno comigo.

Eu: Sou? Mas entre as muitas amazonas e também semi-deusas não tem nenhuma outra que te chame a atenção?

Minos: Somente você conseguiu despertar meu desejo.

Fiquei sem saber o que falar, ele ficou me olhando de um jeito diferente, como um lobo faminto. Via um leve semblante de paixão, mas não sabia se aquele ser poderia sentir algo assim e não podia me deixar levar por um simples olhar. 

Minos: Venha comigo para o submundo, eu quero você presa a mim por meus fios pronta para ser desejada.

Eu: Você está louco? Ir para o inferno com você? Não, eu não irei e se me permitir, tenho muitas tarefas a cumprir...

Dei as costas para ele, coisa que agora sei que não deveria ter feito. Minos me segurou por trás, levou sua mão à minha boca e tudo que me lembro é de aos poucos ir perdendo a consciência.

Quando recobrei os sentidos, me vi deitada em uma cama gigante com lençóis e cortinas pretas que davam a sensação de um medo profundo.

Ao lado, vi Minos encostado na janela olhando muito concentrado para fora. Ele estava apenas de calça. Linda visão daquele homem... Mas ao mesmo tempo em pensamento me pergunto: "O que ele estaria pensando que nem me viu acordar?"

Fiquei irritada com aquela situação. Ele não deveria ter me arrastado para o submundo daquele jeito.

Eu: Por que você me trouxe à força para o submundo? Eu disse que não queria vir.

Minos: Você me deixou sem escolha, garota. Não se dá as costas a um juiz do inferno como eu.

Eu: Você não deveria ter agido assim, me trazer para cá dessa maneira.

Minos se aproximou de mim.  Eu estava de pé ao lado da cama, ainda com medo e meia atordoada com o que acabara de me acontecer.

De repente, ele envolveu suas mãos fortes por trás de meu pescoço, me puxando levemente pela nuca e me deu o melhor beijo que já provei. Beijo esse que no começo eu não correspondi, mas que aos poucos foi me envolvendo e ficando cada vez mais quente.

Ele me deitou na cama com um pouco de força, ficando por cima de mim, mas sem parar de beijar.

Suas mãos começaram a percorrer todo meu corpo, chegando em uma parte mais íntima, me deixando louca só com um toque.

Minos começou a rasgar toda minha roupa com muita rapidez, me deixando quase nua, apenas com roupas íntimas. Que logo também tiveram o mesmo destino.

Tentei a todo custo manter o controle, mas era extremamente difícil, principalmente quando ele resolveu trilhar o caminho até minha intimidade com seus lábios e iniciou movimentos circulares em meu clitóris, me deixando completamente entregue ao seu poder. 

Com todo esse desejo, meu auto controle já havia deixado de existir, fazendo com que eu já estivesse toda molhada em pouco tempo. 

Seus movimentos em minha intimidade me arrancava suspiros e gemidos que todo submundo podia ouvir e quanto mais ele investia, mais eu perdia o controle.

Eu: Ahhhhhhhh!!! Continua... Não pare! Você é perfeito....

Minos aos poucos foi introduzindo seus dedos dentro de meu sexo, fazendo movimentos que me deixavam mais louca e cheia de tesão.

Ele então parou por um segundo. Quando se ajeitou e introduziu seu membro grande, grosso e quente dentro de minha feminilidade. 

Minos: Humm!! Para quem nem queria vir para o submundo, você está extremamente excitada.

Eu: Como isso é bom....

Como era bom aquele calor que pulsava dentro de mim, me fazendo enlouquecer a cada movimento que ele fazia, era  muito intenso. Já não resistia mais, pelo contrário, me rendia a cada toque, a cada investida. 

O tesão subia pelo meu corpo cada vez mais e sem me dar conta, comecei a arranhar  suavemente seus braços, fazendo ele delirar de prazer, o qual sentia em cada movimento que ele fazia em minha intimidade.

Minos: Você me faz sentir muito tesão com seus gemidos em meus ouvidos. Adoro isso. Sou eu quem te dá esse prazer todo, eu sou único.

Ele aumentava cada vez mais a velocidade de seus movimentos, me fazendo sentir um tesão incontrolável, quase me levando a loucura.

Eu: Hummmm, não vou aguentar, eu vou... AHHHH!!!!

Minos: Isso mesmo, é assim que eu gosto. Cheia de tesão! Goza, meu amor. Goza gostoso, porque eu também vou gozar..... ARGHHH!!!!

 Gozamos juntos em uma explosão de prazer que nunca havia sentido antes. Caímos exaustos, mas ele ainda não me parecia satisfeito. Ele se levantou, caminhou até o lado em que eu estava na cama e me pegou no colo, me levando até uma banheira que tinha ali mesmo no quarto.

Colocou-me sentada na beirada, enquanto eu me deliciava com aquela água morna e o cheiro de rosas que espalhavam pelo local ele se acomodava dentro dela.

Eu entrei também e ele se aproximou, sentando atrás de mim, acariciando meus seios com vontade. Me fazendo ficar excitada novamente.

E tudo recomeçou. Aquela euforia  e prazer sem igual, se estendeu não sei por quanto tempo, mas senti que o tempo não passava, naquele momento o tempo não existia.

Com uma certa maldade em seu olhar, Minos me perguntou com um tom de sarcasmo:

Minos: Você ficará comigo pela eternidade ou terei que te amarrar a minha cama com minha "Marionete Cósmica"? - Ele riu.

No momento não sabia se caia na gargalhada ou ficava com medo, porque já tinha ouvido falar de seu golpe.

Mas apenas respondi:

Eu: Serei sua, Minos. Pela eternidade nesse submundo! 

E assim continuamos a nos entregar....


Notas Finais


Minos arrasando sempre. 😂😂
Esses três juízes do inferno estão cada vez mais superando os cavaleiros de Athena. Pq será heim? 🤔
Alessandra, amei sua fic. Parabéns! 👏👏
Curtiram? Espero que sim.
Até o próximo capítulo! 😘😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...