História Daddy's-Incesto ( Yoongi and JungKook) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hentai, Incesto, Jimin, Jungkook, Sexo, Yoongi
Visualizações 185
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Consegui postar finalmente,eu havia saido e acabei de chegar,espero que gostem desse capítulo c":

Boa leitura meus pandas <3

Capítulo 5 - 3- FUCK YOU DADDY


Fanfic / Fanfiction Daddy's-Incesto ( Yoongi and JungKook) - Capítulo 5 - 3- FUCK YOU DADDY

Coço levemente meus olhos,mas fecho rapidamente eles. As cortinas abertas do quarto incomadava minha visão...pisco várias vezes até me acostumar com a claridade e me sento na cama vendo um bilhete do Yoongi.

« Temos que conversar,não pense que esqueci do ocorrido de ontem. 

Ass~ Do seu Appa »

Ao ler isso amasso o papel e o jogo no chão,pouco me importando. Meu Appa estava me deixando irritada,ele do nada quer começar à me prender dentro de casa,como se eu fosse uma submissa ou bandida,para ele me manter assim.

Saio da cama e olho minhas mãos vendo que estava trocada com uma blusa longa masculina,olha para a blusa em meu corpo e arqueio uma sobrancelha confusa,pois não estava lembrada de ter ficado com alguém na festa,dou de ombros e caminho até o banheiro logo tratando de passar água em meu rosto e escovar os dentes,faço um coque frouxo em meu cabelo e saio do quarto,olho para os dois corredores e caminho até o quarto do meu pai,bato na porta e não recebo nenhuma resposta me fazendo bufar,provável que foi trabalhar depois de ter deixado o bilhete. Desço as escadas e sinto um cheiro de café,fico confusa e caminho até a cozinha e vejo meu tio sentado comendo,caminho até a mesa e me sento em sua frente e sorrio para o mesmo.

- Bom dia princesa

- Bom dia tio Jeon - digo e pego uma torrada de seu prato fazendo o mesmo me olhar,dou de ombros e mordo a torrada - Appa foi trabalhar? - Pergunto terminando a torrada e me levanto pegando minha xícara para tomar café

- Sim,voltará um pouco tarde - diz ele,pego a cafeteira e coloco café em minha xícara logo dando um gole e me sentando novamente. Meu tio tomava seu café,mas não tirava seus olhos de mim,estava começando à me incomodar,não estava acostumada com os outros ficar me encarando,ainda mais quando se trata do seu tio. Mas o que mais me deixa curiosa é o porquê dele estár aqui em casa,não que eu esteja incomodada,pois sou próxima do meu tio,digamos que ele me ajuda com os problemas quando se trata do meu pai,meu tio foi sempre muito calmo comigo,o que me deixa feliz,porque não é qualquer um que me aguenta.

- Então...porque está aqui? Não devia estar trabalhando também? - Digo dando um gole em meu café e olho o tempo lá fora,estava chovendo

- Vou assistir um filme,quer me fazer companhia? -pergunto me levantando e colocando a louça na pia e começando há lavar a mesma,bufo. Eu não suporto lavar louça,me deixa molhada,minhas roupas ficam encharcadas,aish,isso é tão agoniante.

- Você que vai lavar sua louça,não sou sua empregada - digo quando vejo ele colocar sua louça,quando já havia terminado de lavar a minha,se ele soubesse o quando isso me irrita

- Seria mais que uma empregada - resmunga e me viro chocada com suas palavras

- O que disse - disse querendo comprovar que eu não estava louca

- Que filme vamos assistir? - Saio andando e arrumo meu coque,mas logo paro quando escuto sua pergunta

- A entidade,terror - dou de ombros e saio andando ligando a Netflix,para procurar o filme,dou graças à Deus que não tenho medo desses filmes,apesar de não assistir muitos não tenho medo,eu acho.

(...)

Estava abraçando o cobertor,as pessoas dos filmes de terror são tão burras,como podem? Se fosse eu já teria mudado de nome,de vida. Olho para o lado e vejo meu tio assistindo o filme como se fosse um desenho,enquanto isso eu em quase todas as partes fechava meus olhos. Pego a pipoca do colo de JungKook e encho minha boca com pipoca,pensando que iria me distrair,na verdade comida te ajuda em tudo,comida é o essencial em sua vida.

Vejo que o filme acabou e bufo dando graças à Deus,pois não estava mais aguentando,meus olhos estavam pesando de tanto sono que eu estava. Me levanto do sofá e coço os olhos logo bocejo,chamando atenção do meu tio,que olhou para mim e sorrio fraco. Arrumo minha roupa e caminho até a escadas mas meu tio me chama,me viro com os olhos quase se fechando e balanço a cabeça pedindo para que ele falasse.

- Boa noite minha pequena - diz e se levanta dando um beijo no canto da minha boca,sorrio e me viro indo para meu quarto. Ao entrar em meu quarto me jogo na cama e durmo pensando no sentindo que o tio Jeon usou na palavra "minha",eu sabia que tinha algo à mais nessa palavra,mas resolvi esquecer,pois já estava vencida pelo sonho


Notas Finais


NHAAA

Comentem o que acharam,a opinião de vocês é muito importante

Boa noite meus pandas <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...