História Dangerous Boy - VKOOK - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 247
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pela demora!!! Eu esqueci de postar SZ quando eu lembrei, levei um susto ljkkk boa leitura ❤️

Capítulo 26 - Presente


 

xxx: Posso saber onde está indo com isso? - engrossei a voz, para assustar os dois.

Tae: Poxa vida, Irene. Que susto!

Irene: Foi mal, maninho... Mas eu não resisti. - sorri e fitei o garoto dentro do saco. - Então você é o famoso Jeon Jungkook... Mais conhecido por perverter e levar o meu irmãozinho careta para o mau caminho...?

Kook: Uau, não sabia que eu tinha essa moral toda. - ergui a mão para a garota. - Muito prazer. Me chame de Kook, se preferir.

Irene: O prazer é todo meu, cunhadinho. Sou a Irene. - correspondi ao cumprimento. Taehyung bufou. - Fica calmo, estressadinho... Vou distrair os guardas que estão ali atrás, enquanto você o leva para o seu Audi.

Tae: Era para você estar esperando lá fora, mas ok. - resmunguei e continuei o trajeto, empurrando o carrinho com Kook.

    ( No carro)

Irene: Agora sim! - exclamei e Taehyung deu partida.

Tae: Não acredito que conseguimos... - eu disse empolgado. - Tipo, deu tão certo... que até parece coisa de filme ou imagine.

Kook: Imagine? - arqueei uma sobrancelha.

Irene: O Taehyung não te contou? Ele sempre quis ser escritor. E vive criando historinhas fictícias pelo celular.

Kook: Humm, que interessante. - quinze minutos se passaram, e Tae estacionou seu carro em frente à um condomínio de luxo.
Todos descemos do veículo, e seguimos até o apartamento.
Em seguida, a garota me puxou para um quarto, abriu o closet e tirou de lá, inúmeros sapatos, blusas, calças e gargantilhas, TUDO de grife.

Irene: Então, Kookiezinho; você está internado há mais de um mês naquele manicômio de loucos e se quiser sair da seca hoje, terá que se depilar, dar uma boa hidratada desse cabelo e  fazer uma limpeza básica na pele... Quando terminar o banho, eu, no caso o Taehyung, irá te emprestar uma de suas roupas, ele nunca usou estas...Ele é muito care... - antes que eu terminasse a frase, Tae deu duas batidinhas na porta e adentrou o quarto.

Tae: Eu vou pedir pizza, vocês têm preferência quanto ao sab... Pra que essas roupas estão aí? - disse fitando-as.

Irene: Para vestir, ué. - afirmei o óbvio.

Tae: Não entendo... Por que se arrumarem tanto, se vamos comer pizza em casa?

Irene: E quem disse que iremos ficar em casa? Ele é inocente, ele. - ri e Jungkook completou.

Kook: Nós vamos a uma boate. - "agora o bicho vai pegar."

 Jeon Jungkook Narrando:

Após o pequeno trato em meu corpo e no rosto, entrei no box do banheiro e tomei um longo e relaxante banho, lavando meus cabelos.
Em seguida, "enxuguei" meus cabelos e me enrolei, da cintura para baixo, em uma toalha e segui de volta ao quarto.

Irene: O Hoseok me disse que amanhã é o seu aniversáirio, então te comprei um presente. Espero que goste. 

Kook: Uau! - exclamei ao abrir o embrulho. Era uma cueca boxer vermelha que estava escrito na barra "pertence ao Daddy" bastante sexy e que estava juntamente com uma gargantilha também vermelha. - Obrigada Irene; mas antes de aceitar... Preciso te confessar uma coisa.

Irene: Diz aí...

Kook: Amanhã não é o meu aniversário. - sua expressão se tornou confusa, então esclareci. - Na verdade eu completo ano de idade no dia 01 de Setembro, ou seja... Nesse ano já passou.

Irene: Oh my god. E por que mentiu? - indaguei curiosa, sem nenhum julgamento na voz.

Kook: Bom... O seu irmão foi um babaca comigo, mas se arrependeu depois. Então... Euzinho aqui, me aproveitei da situação. Disse que se ele me ajudasse a sair por pelo menos uma noite daquele hospício, o perdoaria e contaria toda a verdade sobre o assassinato.

Irene: Mas... isso foi genial! Cunhadinho, te conheci hoje, mas já te considero "pakas". Definitivamente você é dos meus.. Aproveite e use o que eu te dei com o Taehy, quando vocês tiverem o "você sabe o que". - rimos.

Kook: Modestia parte, eu sou foda. - dei um beijinho em meu ombro e ambos rimos.

Irene: Agora chega de papo, se vista logo... que eu vou te maquiar.

Kook: Ok "cucu". - esbocei um sorriso e fui me vestir. 
Escolhi uma calça de couro preta, colada em meu corpo, com um cinto também preto com a fivela em dourado. 
Uma blusa social branca, que eu desabotooei os primeiros botões de cima. E uma jaqueta vermelha com alguns detalhes em preto. 
Peguei o secador e sequei rapidamente meus fios, deixando eles levemente bagunçados.
Fui em frente a penteadeira da garota, a mesma escolheu uma das bases à dedo e começou sua produção.

Irene: Irei fazer um esfumado, um pouco leve, para dar contraste aos seus olhos negros. E vou colocar lip-tint para sua boca ficar com um tom de vermelho.

Kook: Certo. - eu só sentia o movimento dos pincéis sobre minhas pálpebras e minha pele, moldando meu rosto e pintando-o.

  (Minutos depois...)

Irene: Pode abrir os olhos.

Kook: Mulher você simplesmente arrasou! - disse fitando o meu reflexo no espelho. - Adoreeei. - Irene sorriu satisfeita e por fim, terminei de me arrumar. - Estou pronto, e totalmente sexy! - Ajeitei a jaqueta em meu corpo e calcei os sapatos.

Irene: Que gatoo, se não fosse gay eu pegava. - rimos.

Kook: É hoje que o doutorzinho pira, haha! - pensei. - Agora vamos logo, que eu quero ver a reação do Kim. - antes de sairmos do quarto, peguei a gargantilha que Irene me deu, e seguimos para a sala.


Notas Finais


Gente, vcs estavam pensando que eram a Tara/Lisa/Yoon, eu não queria que o tae encontrasse gente ruim no caminho kjkjk
Deu tudo certo na fuga, amém.
Tae escreve fanfics no cell q safadenho ; )
Irene virou amiguinha do Jk, que bom.
Tomara que o Taehyung só pire com o Jungkook.
Oq será q o Jeon vai fazer com a gargantilha, hun?
Amanhã terá uma revelação da Lisa, só esperem.
Bjs de luz e até o próximo capítuloo!❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...