História Dangerous Woman - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Cruella De Vil, Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Fa Mulan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Liam Jones, Lilith "Lily" Page, Malévola, Marian, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Mérida, Neal Cassidy (Baelfire), Paige (Grace), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Vovó (Granny), Will Scarlet, Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Amor, Descobertas, Emma Swan, Henry Mills, Once Upon A Time, Regina Mills, Segredos, Suspense, Swanqueen, Zelena Mills
Visualizações 198
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello! I'm back! Again

Boa leitura 📖📚❤

Espero que gostem 😚

Sorry erros !

🎵 : Confident - Demi Lovato.🎶

Capítulo 42 - 42


Emma Swan

O que será que ela quer falar ? Logo as horas foram passando. Então fui buscar a Grace . Iamos jantar em um lugar onde ela sempre sonhou em conhecer. Emperie Steak House.

Quando cheguei na porta do orfanato ela estava  com um vestido preto rodado , e um salto não tão alto da mesma cor e os cabelos em cachos naa pontas e uma maquiagem leve e um batom vermelho sangue. Será que essa seria a mine Regina ? Sorri com o meu pensamento então ela veio correndo e entrou no carro e me deu um beijo .

_ Olá mãe loira.- ela disse e eu sorri . Ela sempre me chamava assim.

_ Tem outra mãe por acaso? - cruzei os braços.

_Tenho , so que ela é morena.- logo lembrei da Regina.- Regina Mills.

_ Eu sei sua boba.- revirei os olhos e dei a partida no carro.

_ Vocês ainda vão casar , e eu ainda vou ter Swan Mills no meu nome. - sussurrou mais eu ouvi so prefiri ficar calada.

Fomos o caminho em silêncio mais nunca era um silêncio constrangedor era bom .

Assim que chegamos  fomos pra nossa mesa que ficava do lado da janela , Grace estava radiante.

_ Nem acredito que estou aqui!- ela disse sorridente.

_ Quer um beliscão? - perguntei  e ela negou com a cabeça.

_ Como você ta?- ela me olhou.

_ Indo.- respirei fundo e depois soltei.

_ Sente falta dela , por que não vai atrás dela?

_ Porque ela não me quer , ja deve estar com outra pessoa.- falei.- Não quero falar disso.

_ Você não ta com aquela aprendiz de piranha não ne?- ela cruzou os braços.

_ Claro que não! - olha a má influência da Zel ai.

_ Bom mesmo,  não quero você fedendo peixe podre.

_ Não sei por que tanta implicância com a garota.

_ Porque ela dá em cima de você! E uma oferecida. - revirou os olhos.

_ Ok , não vamos falar nela.

Logo veio o garçom e fizemos o pedido .

_ Que vestido bonito.- felei.

_ Minha mãe que me deu de presente. - ela se referia a Regina.

_ Ela tem bom gosto. - ela sorriu , logo o seu sorriso foi desaparecendo e ela olhava algo atrás de mim.

Regina Mills

Se passou uma hora o idiota do Fred me mandou uma mensagem dizendo que estava la . Eu estava com um vestido vermelho bordô justo com um decote generoso frente única. E um salto preto os cabelos soltos caindo como perfeitas casatas até a metade das costas. Maquiagem forte destacando os meus olhos , e um batom vinho nos lábios. Eu entrei naqule lugar , recebi alguns olhares e logo fui pra mesa onde a moça tinha me indicado era perto da janela .


Chegou a minha vez , sou eu quem manda agora.

Não vou ficar de fingimento 

Não quando você cair.

Pois este e o meu jogo 

E é melhor você vir jogar.


_ Olá querida. - ele parece mais confiante , pegou minh não e beijou eu segurei pra não revirar os olhos .

_ Olá. - falei seca.- Então vamos direto ao negócios.

_ Não quer comer?

_ Não obrigada.

_ Tudo bem.

_ Cadê a grana ?- ele revirou os olhos e chamou o garçom , e fez o pedido ele está me irritando.

_ Calma a noite  e uma criança.-sorriu.

_ Não tenho tempo pra você. - revirei os olhos.

_ Seca como sempre. - bufou.

_ Fred , está com o dinheiro ou não?

_ E claro que estou, mas antes quero fazer um acordo.

_ Sem acordos com você.

_ Aumento pra 30.000 se você...sabe...-me olhou malicioso, se tivesse algo no meu estômago voltaria tudo agora.

_ Você e nojento .- ele pôs a mão encima da minha e eu tirei bruscamente.

_ Calma querida.- ele riu irônico.

_ E melhor me dar o meu dinheiro .- falei ja irrirada , o garçom chegou e nos serviu com vinho.

_ Não vai pensar no meu acordo não?

_ Não, ta me achando com cara de prostituta?

_ Olha...eu...- eu segurei pra não pegar minha arma que estava dentro da minha bolsa e dar um tiro nele.

_ Mais uma palavra e eu atiro na sua cabeça. -ele riu.

_ Sei , e se eu não estiver com todo o dinheiro? - ele chegou mais perto.

_ Sua mulher está no banco de trás do meu carro , um atirador no alto daquele prédio. - indiquei pra ele , e um ponto vermelho apareceu na testa dele , ele me olhou assustado. - Tem um outro atirador na porta da sua casa.


Eu costumava esconder meu lado louco 

Agora , estou me libertando.

Eu faço minhas próprias escolhas eu comando o jogo .

Então deixe as luzes acesas

Não , você não pode fazer com que eu me comporte .


_ Você está fora de si ! Você e louca complicada! Você tem que se tratar !. - esbravejou e alguns olharam pra nós.


_ Querido , pare de fazer escândalos. - sorri irônica.


Então você diz que sou complicada
Que devo ter perdido a cabeça.
Mas você estava me  subestimado, subestimando, subestimando, subestimando .


_ Como pode fazer isso? Não é justo. - esbravejou.


_ Só  estou  pegando o que é meu.- revirei os olhos- Chega dessa coisa toda , me da logo o dinheiro. - falei mais alterada. Ele revirou os olhos , e me passou o pacote e eu guardei na minha bolsa. _ E bom que esteja tudo aqui , porque em apenas um toque .- dei um sorriso macabro. - Sua cabeça explode. - ele respirou fundo tentando se acalmar o garçom trouxe nossos pedidos . Começamos a comer , e eu não estava sem muita fome.


_ Vou no toalete e ja volto ,temos mais assuntos a tratar.- ele revirou os olhos . Me levantei e fui até o banheiro e resolvi usar , depois que fiz minhas necessidades fui lavar a mão, quando fui retocar o meu batom uma figura loira entra no banheiro, meu coração disparou era Grace .


_ O que faz aqui?- ela perguntou ja alterada.


_ Negócios. - começei a retocar o meu batom.


_Gina...- ela tocou o meu braço,  eu me virei pra ela.- Eu sinto sua falta.- ela estava visivelmente chateada comigo.


_ Desculpa estar ausente , e que com tantas coisas que vem acontecendo. - ela revirou os olhos.


_ Como o seu "Império " crescendo é claro que não tem tempo pra mim.- riu sem nenhuma graça.


_ Eu realmente sinto muito, mais ainda bem que você tem duas mães agora ne .- tinha ouvido os boatos que a loira tinha outra "mãe" agora.


_ Sim , é a Emma .- meu coração acelerou.


_ Desde de quando ficou tão íntima dela?- cruzei os braços.


_ Desde que você simplesmente se isolou do mundo, e depois que a Evil Queen resolveu tomar conta do seu corpo.- eu revirei os olhos.


_ Tudo bem , eu prometo está mais presente, mas daqui alguns dias você vai ficar tanto comigo que vai até enjoar da minha cara - ela sorriu .


_ Volta pra ela.- ela me deu um olhar tristinho .


_ Esse assunto novamente? - perguntei ja me irritando.


_ Regina , olha ! Vocês duas se amam ! Nenhuma não tá aguentando ficar longe da outra!  Mas vocês também são orgulhosas , isso complica tudo , e olha essa vida que você ta vivendo! - ela falou mais alto.- E de pura farsa ! Caramba! Sabe o quanto é agonizante saber que a qualquer momento eu posso te perder ?! Você é minha família! Me dói muito ver você nesse mundo , se escondendo de quem quer te ver feliz ! Se escondendo através do mal ! Eu sei que nada desse mundo é certo mais , tem gente que te ama! E principalmente uma loira que está sentada naquela mesa imaginando que você já esqueceu ela , e que agora anda tendo encontros por ai ! Caramba será que é tão difícil entender?! Corra atrás dela , mostre que você a ama ! Mesmo que ela não acredite, encare como desafios, saí desse mundo, por favor ! Corra atrás da sua felicidade que está bem atrás dessa porta!- falou seus olhos estavam marejados, e eu ja havia desabado em lágrimas apenas ouvindo minha pequeno. Ela me abraçou .- Eu te amo, e so quero ver você feliz.


_ Eu também te amo.- Grace estava certa ! Eu tinha que deixar esse orgulho de lado, logo ouço o meu celular tocar , e atendi  .


_ Alô? O que foi Alan?


_Ele ta fugindo! - merda!


_ Peguem ele ! Ja sabem pra onde levar.- Grace me olhou decepcionada. E desliguei o celular. - Prometo que será a última vez que faço um trabalho desses.


_ Promete? - eu confirmei com a cabeça  ela esticou o mindinho e eu estiquei o meu e fizemos nosso juramento entrelaçando nossos dedos .


_ Agora tenho que ir , bom jantar e diga aquela loira que eu a amo e que não vou desistir dela.- dei um beijo nela e saí fui pra mesa e tinha um bilhete dele com o dinheiro do jantar .


Nada legal, deixar seu companheiro esperando.


Desgraçado!


Peguei  o meu carro , a mulher dele ja não estava mais com certeza ja deve estar no conforto da casa enorme deles .


Cheguei onde sempre executo os meus trabalhos antes de ir contei o dinheiro, estava faltando dinheiro!  Ele não devia ter feito isso! A sala estava um pouco escura ele estava sentada e amarrado a uma cadeira.


_ Olá querido, estava tentando fugir? - perguntei e fui até a mesa onde tinha minha maleta e abri vendo os meus brinquedos.


_ Me solta ! Sua vadia ! - neguei com a cabeça em reprovação e peguei o meu bisturi. E caminhei lentamente para perto dele , e sentei em  seu colo eu adorava brincar com minhas presas.


_ Você se acha muito esperto, não é? - sorri irônica e fui tirando a camisa dele lentamente.


_ Eu...- eu coloquei o meu indicador nos lábios dele e ele se calou .


_ Shih...- sorri diabolicamente.- Nada legal entenrronper as pessoas .


_ Você é maluca!  Me deixa ir ! Ja tem o seu dinheiro. - eu soltei uma gargalhada irônica.


_ Você acha mesmo que pode me enganar meu caro?- eu sorri mais uma vez  e cravei minhas unhas , no peito dele e fui descendo ele urrou de dor.- Achou mesmo que ia conseguir sair dessa ileso?


_ Reginan, você sabe que eu tenho uma família. - dessa vez eu não contive tive que rir .


_ Então ta , o que diria o seus filhos quando crescerem e ouvir que  o pai vendia drogas , contratava os serviços de uma bela moça pra matar quem estivesse no seu caminho , fora que roubava a empresa do melhor amigo? - começei a rebolar.- Se encontrava com vadias , e deixava a esposa em casa cuidando deles sozinha? O que eles diriam?- sua respiração estava mais pesada do que antes , me levantei e coloquei as luvas . Me sentei novamente em seu colo .


_ Logo eles vão estar aqui e vão matar você! - gritou.


_ Acho que não. - sorri.


_Como pode ter certeza.?


O que há de errado em ser , o que há de errado em ser confiante?


O que há de errado em ser , o que há de errado em ser confiante?


Eu estalei os dedos e logo apareceram as pessoas que ele esperava . Ele olhou incrédulo.

_ Como...- ele não sabia o que falar.

_Ah ! Hora de brincar...- digo cantalorando. Começo minha série de tortura.

Depois quando eu estava prestes a matar ele , me veio a imagem da minha loira.  Eu Não Posso ! Então deixei para eles terminarem o trabalho e fui pra minha casa , eu precisava descansar e pensar no que vou fazer agora.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...