História De repente tudo mudou - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Grayza, Gruvia, Jerza, Nalu, Natkino, Stincy, Zervis
Visualizações 353
Palavras 4.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E ai galera! beleza? meio tarde né? mas sim! foi a hora que saiu pretendo atualizar um pouco mais rápido já que consegui terminar com muita ajuda o que eu estava ocupado

Boa leitura ai!

Capítulo 7 - Descobertas


Fanfic / Fanfiction De repente tudo mudou - Capítulo 7 - Descobertas

 

Segunda feira  o pior dia da semana sem sombras de dúvidas  e nem  Natsu Dragion  fugia dessa  realidade  o  rosado  estava  de muito mal humor  tanto  que chegou no colégio e  não  conversou  com  ninguém    Yukino  percebeu  que  o melhor amigo  queria  espaço  e  o  permitiu   ambos  estavam  entediados  a  aula  de  Freed  era uma das  piores  aulas   já  que  matemática não era o  forte de ninguém a não ser  Levy Mcgarden  a   mais  esperta  da  sala.  

—  Hey  Natsu? -   Yukino  chamou a atenção do rosado que  escutava música com fones de ouvido.

— Sim? -    os olhos verdes encarou a  garota que o olhava preocupado   Natsu suspirou retirando os fones  e  se espreguiçando.

— Desculpa  Yuki...  mas eu to bem irritado hoje  não consegui dormir nada essa noite -  suspirou.

—  Bem feito!  Eu já disse várias vezes... vá dormir cedo não fique o dia inteiro jogando  mas você me escuta? -   a prateada cruzou os braços.

Natsu teve que contar até 10  mentalmente para não perder  o controle e acabar xingado  Yukino que era a garota mais doce que conhecia.

—  Não... esse não foi o problema e sim a  Wendy  ela teve um pesadelo e foi dormir comigo  mas a minha cama é pequena   e ai eu fiquei sem espaço.  -  murmurou  a  fazendo rir.

— Own tadinho... e  o que pretende fazer? -   ela perguntou  sorrindo.

—  Comprar uma cama de casal imediatamente só vim pra esse inferno porque você insistiu -   disse voltando a  enfiar  sua cabeça na mesa.

—  Muito bem alunos  a aula terminou  vocês irão ficar lá fora  porque  Evergreen faltou. -   Freed  anunciou e logo saiu da sala   todos  riram  comemorando e  se dirigiram para  o pátio.

Erza,  Levy,  Lucy  e Lisanna  estavam  sentadas em um canto  enquanto   Natsu,  Yukino,  Gray,  Gajeel,  Jellal,   Yukino,  Sorano,  Sting e  Rogue  estavam sentados em outro canto.

—  Ah eu não acredito olha ele lá de novo! -   Lucy resmungou com as bochechas infladas olhando o  namorado  sentado  ao  grupo de  Natsu.

—   Lucy  esqueça isso... eu acho que você deveria ele lá  não precisamos de mais um bate boca  pra  escola inteira  ver  e  não sei se você soube mas muito gravaram a discussão e estão compartilhando -  Lisanna  disse  colocando a  mão no ombro da loira que suspirou.

—  Eu não ligo... -  Lucy murmurou.

—  Mas a  Lucy tem certa razão -   Erza disse se levantando.  —  Venha  Lucy vou buscar  o meu namorado  se quiser entrar na barca  e ir buscar o seu  pode vim -   a  ruiva sorriu  estendendo a mão a  loira  que  se  levantou   Lisanna e  Levy  apenas  observaram  as duas  irem em direção ao grupo de   Natsu.

— Fala sério... sua irmã não responde a porra das mensagens -   Gray resmungou irritado  olhando  para  Jellal que riu.

—  Relaxa cara...  ela está bem -   Fernandes sorriu enquanto lia um mangá de High School of the Dead.

—   Alguém pode me dizer o que houve com ele? -   Rogue perguntou apontando para  Natsu  que  estava deitada jogado  olhando para o  céu  o  sol escaldante  aquecia o corpo do  Dragion  que  continuava  com muito sono.

—  Dormiu mal  -   Yukino disse esclarecendo.

— Olha...  as meninas tão vindo ai -   Gajeel disse olhando na direção onde  Erza e  Lucy  seguiam.

  —  Jellal  que tal aproveitarmos o momento livre? -  Erza sorriu sensualmente para o azulado que riu se levantando.

—  Ok... -  segurou na mão da Scarlet e  saiu dali a puxando.

—  Sting? -   Lucy  olhou  o namorado que  apenas  seguiu  a loira.

 

—  Hunf... todo mundo namorando e  eu aqui sozinha... -   Sorano resmungou observando os dois casais saindo.

—  Não viaja... namorar é uma merda -  Natsu disse dando certa atenção ao que acontecia.    —  Só esquece isso  Sora... falta quanto pra esse  maldito sinal bater? -  o rosado perguntou.

—  Logo bobinho -  Yukino sorriu de canto  

 

O tempo passou assim  Lucy,  Sting,  Jellal  e Erza  se pegando em algum canto do colégio.

Gray,  Gajeel,  Natsu,  Sorano,  Rogue e  Yukino  ficaram conversando sobre coisas que gostavam da cultura pop   logo  bateu o intervalo  e  todos saíram para  curtir  o  descanso para  a aula.

 

Enquanto isso na sala do diretor.

—  Eu não sei se é uma boa ideia... -  Layla disse meio temerosa com o pedido de Makarov.

— Por favor  Layla  é importante eles terem uma aula diferente já que o  Gildarts sempre falta -    o  pequeno  diretor dizia   a  loira mais velha bufou irritada  era assim desde criança   Gildarts  e Igneel faziam coisas erradas e jogavam a responsabilidade para a loira.

—  Ok!  Eu aceito espero que eles gostem – ela sorriu bem acanhada com a situação.

 

—  Espera porra  um de cada vez... -   Natsu disse massageando a têmporas olhando vários alunos  envolta do mesmo   Gray,  Sorano e  Yukino  riam  da cena  do rosado  com cara de sono tentando  responder as perguntas deles.

— Tipo assim...  como é que se faz pra se tornar um membro do time de basquete  de todos os esportes? -  eles perguntaram fazendo o rosado revirar os olhos.

— Porra... é isso?  Perguntem ao Sting  não a mim  -   o rosado disse tentando sair dali  não demorou para abrir caminho até os alunos e alcançar seus amigos.

—  Aula de quem dessa vez? -   ele encarou  o  Fullbuster que estava ocupado em tentar conversar com Juvia.

—  Gildarts  -  Yukino disse divertida.

—  De novo?!-   O rosado  perguntou  bastante irritado ele só queria dormir um pouco mas naquele ritmo não conseguiria  sua  paz.

—  E parece que arranjaram uma substituta pra ele -   Sorano disse fazendo o rosado revirar os olhos  

O Sinal bateu novamente  e assim  todos os alunos entraram  na sala qual foi a surpresa deles ao verem que  a  professora substituta  era  Layla Heartfilia.

—  O Universo tá de zoeira com a minha cara só pode -   Natsu disse encarando a mulher na frente da lousa.

— Bom dia alunos eu sou  Layla Heartfilia  a professora substituta do Gildarts. -   ela  sorriu  acenando.

—  Ai galera é minha sogra! -  Sting gritou com um sorriso de canto nos lábios.

— Ninguém perguntou! -   Natsu gritou do fundo completamente irritado.

—  Se acalma... – Yukino  dizia acariciando o ombro do rosado.

—  A aula de hoje vai ser diferente das que vocês  já tiveram -    Layla disse pegando  giz  e  escrevendo na lousa.

 

E realmente  a aula dela era divertida misturando história com brincadeiras, zoeiras  e discussões  todos  entraram de cabeça nos temas   Lucy  estava  completamente surpresa  nunca esperava  que  sua mãe fosse dar uma  ótima  professora  todos já estavam completamente apegados  a  nova  professora  menos  um   Natsu Dragion  estava chegando no  seu  limite  pouco  a pouco  quanto mais   Layla  falava  mais  dor de cabeça e lembrança do  passado  o  incomodava  até  chegar o  ponto  que  o rosado aloprou  se levantou  andando até a lousa  parando em frente a  mulher mais velha  ele a cutucou  e   Layla se virou   e  os  olhos dos dois se  encontraram   a  loira o olhava completamente  surpresa  e assustada  e o  rosado  com  cara de poucos amigos.

— Professora com sua licença eu vou tomar um ar  não estou me sentindo bem -   murmurou  andando até a  porta  Layla  já iria o chamar  mas  o rosado foi mais rápido  e saiu da sala  andou  pelos corredores  do  colégio  até chegar em uma porta com  uma cruz  vermelha  desenhada na porta  bateu algumas vezes até escutar  uma  voz  dando a permissão   o rosado empurrou a  porta e  sentada a sua  frente  uma  garota  de cabelos púrpuros,  usava um  vestido verde de enfermeira  os olhos  verdes  e seios  fartos  mostrava  o quão crescida ela era. 

—  Kinanna! -  Natsu saudou a  garota que se mostrou muito confusa ao ver o rosado ali.

—  Natsu? -  ela o olhou curiosa.      —  O próprio  -  acenou para  a garota se deitando  na maca.

—  Está mal? -  ela perguntou.     —  Sim,  dor de cabeça e algo chamado:  Preciso de paz...    -   sorriu de canto a olhando.

—   Sei... -   ela revirou os olhos.   —  Quer que eu receite o que? -  ela o olhou.

—  Deixar eu matar a aula aqui  e  eu dormir um pouco posso? –   ele perguntou a fazendo rir.

— Natsu matando aula?  Ok!  Só aceito porque é algo muito raro - 

—  Fico te devendo essa  -  ele disse fechando os olhos.

—  Uhum... pelos velhos tempos -  ela piscou o olho o fazendo rir.

—  Sim,  pelos velhos tempos -   ele disse se concentrando  em adormecer.

 

Sala de aula:

—  Porra... porque ela não responde?  -  Gray dizia irritado olhando as mensagens do Whatsapp    ele  já estava começando a achar que a azulada não queria conversar com ele  já que ela só visualizava as mensagens  o  Fullbuster suspira e  logo sente alguém afagar seus cabelos  nem  precisou olhar pra adivinhar  quem era.

—  Hey Mestre... -   Sorano sussurrou no ouvido do moreno que se arrepiou.

— Sim? -  ele a olhou.     —  Porque está tão distraído? -  ela se sentou ao seu lado  o fazendo suspirar.

—  Juvia...  -   ele murmurou desligando o celular.

— Deixa a Juvia pra lá...  sua gatinha aqui que precisa de atenção -  ela fez um leve bico o fazendo rir   a  risada do Fullbuster chamou a atenção  de  Erza  e Levy  que observavam a  cena.

—  E porque você precisa de atenção? -  ele questionou a garota com um sorriso de canto.

—  Estou carente oras... -  ela resmungou cruzando os braços. —   E porque eu sou sua amiga colorida  -   ela riu  arrancando outra risada do  Fullbuster.

—  Amiga colorida?  A gente nem se beija -  revirou os olhos achando muita graça na cena.

—  Só nisso fora isso eu sou sua amiga colorida -  ela mostrou a língua o fazendo confirmar.

—  Ok... somos amigos coloridos que não se beijam, não se pegam e nem transam -   riu.  

—  Sim,  mas é uma boa questão o que eu significo pra você? – ela olhou nos olhos do Fullbuster que  segurou no queixo  da  prateada.

—  Bom...  você é minha companheira na banda,   é uma grande amiga e você tem o dom de me impedir de fazer coisas idiotas  por exemplo quando  o Zancrow  aprontou aquilo com o  Natsu   e ele quase o matou  -   riu baixo.

— Sim...  eu nunca mais quero ver ele daquele jeito -  ela suspirou.

— Resumindo.... você é o que seu apelido diz ser  você é o nosso anjo.... Anjo rebelde -  ele sorriu abertamente   Sorano corou fortemente com aquilo e  sorriu junto    Erza  já não aguentando mais  aquilo  mirou  no casal e  soltou o  estojo  em direção a eles que  acertou a  cabeça  de  Gray  chamando a atenção dele.

— Se queria me chamar era só me gritar -  Gray resmungou devolvendo o estojo pra ruiva que riu baixo.

—  Gray sabe o que é...  eu não estou entendendo a matéria você poderia me ajudar? -   Erza disse  fazendo   Levy ao seu lado rir.

O  Fullbuster observou  Erza  completamente confuso   a  ruiva era a representante de classe  não  era possível  que  ele  havia terminado  e   Erza  não.

—  Você não entendeu?  É sério isso ou isso é uma pegadinha? -   ele a encarou  a  Scarlet  colocou uma mecha atrás do cabelo fingindo constrangimento o fazendo rir.

—  Ok!  Já entendi você é orgulhosa demais pra admitir mais de uma vez -  ele se levantou indo ajudar a  ruiva.

 

—  Muito bem alunos  nos vemos  na última aula! -  Layla acenou aos alunos  e saiu da sala.

—  Lucy-san  sua mãe é incrível! – uma aluna aleatória  gritou para  a  Heartfilia  que sorriu  acenando.

 

Com Natsu:

O rosado finalmente  havia acordado  havia recuperado boa parte de seu sono  notou  que    Kinanna  o observava  com  um sorriso de canto  nos lábios  

 —  O que acha tanta graça?  -  Dragion se levantou coçando os olhos um pouco confuso.

—  Você continua fofo virou um idiota resmungão e rabugento mas continua sendo fofo  -   ela  riu  apertando o nariz do rosado que  deu um leve tapa na mão da garota.

—  Háháhá... eu to rindo muito.. -  cruzou  os braços encarando  Kinanna  a  cena poderia ser  séria  se  não fosse pelo estômago do rosado  roncar  anunciando que o mesmo estava com fome.

—  Parece que alguém está com fome -  ela sorriu de canto.

—  Não enche... -   o  rosado se levantou 

— Deixa de ser bobo tó!  -    Kinanna abriu a gaveta tirando dali um pacote de bolacha e jogando ao rosado.

Natsu se aproximou da garota de cabelos roxos e roubou um selinho dela a deixando levemente corada.

—  Agradeço pela ajuda até! -    ele acenou saindo da enfermaria o rosado caminhou pelos corredores   até chegar em uma das salas bateu na porta e  esperou o professor ou professora  atender  qual foi sua  surpresa  quando  sua  madrinha o atendeu.

— Natsu? -  ela o encarou também totalmente surpresa.    

— Natsu? -  ela o encarou também totalmente surpresa.    —  Hã... professora  poderia chamar o  Erik  pra mim? -  ele indagou  mantendo o contato visual com a mulher que suspirou fechando a porta  saindo para  fora.

—  Nós precisamos conversar... -  ela murmurou ainda o olhando.    —  Pode ser depois eu preciso falar com o  Erik -   respondeu   a fazendo suspirar.  

 — Se eu chamar ele promete que vamos conversar?  - 

— Sim, vamos sim -   confirmou com a cabeça querendo se livrar daquela situação.

— Tudo bem, Erik!  Venha aqui -  Layla gritou chamando a atenção do ruivo que andou até a porta.

—  Chamou? – ele perguntou mas logo sacou ao ver o  Dragion ao lado da loira.

—  Não demorem muito -  Layla alertou entrando dentro da sala 

Natsu fez um movimento com a cabeça indicando a  Erik para o seguir  os dois andaram  até  a  cobertura do colégio  após  subirem para o terraço  se apoiaram na barra de ferro observando o colégio por completo.

—  Pode passar -   Natsu disse olhando o ruivo que arqueou a sobrancelha.

— Cigarro seu idiota. -   o rosado disse o fazendo rir retirando um cigarro da caixa acendendo  para  o  Dragion e  entregando para o mesmo que colocou na boca  e tragou a droga para seus pulmões.

—  Pensei que havia parado com isso -   Erik revirou os olhos acendendo um pra si colocando o cigarro na boca.

—  Não enche porra... -  Natsu imitou o ruivo olhando para o céu.

—   E então cara... como está a Meredy? -   Erik olhou para o rosado que soltou a fumaça pelo nariz  e  sorriu.

—  Ela está bem na dela como sempre -  

—  Relaxa irmão coruja eu não quero acabar igual ao Zancrow  -   Erik riu fazendo o rosado rir junto.

—   Cara,  Meredy não é mais criança eu  já aceitei isso então... se você a respeitar  terá meu respeito   se  a desrespeitar eu te mato  é simples assim -    o rosado sorriu de canto olhando para  o  céu  fazendo  Erik  rir      —  Entendo...    e então  alguma notícia da chefia?  -     o  ruivo  encarou o   Dragion  que  mostrou o  dedo do meio  para o  amigo.

—  Não,  e nem quero saber  eles só me arranjam problemas -  revirou os olhos.

—  Sei... falou o cara que surrou o  Midnight e sua turminha -   Erik resmungou terminando de  fumar  seu  cigarro  jogando  a  bituca  em um canto.

—  Vai se foder -   Natsu resmungou enquanto ainda fumava o seu.

—  Eu preciso ir falar com a Kinanna  depois  a  gente se vê  -   Erik acenou saindo da cobertura    

Natsu sorriu terminando seu cigarro  sentiu as pálpebras pesarem  e suspirou caindo para trás em desmaio.

 

Na sala de aula:

Gray, Sorano,  Erza e Levy  conversavam juntos  Erza e Levy  apenas fingiam se engajar na  conversa  já que  o objetivo delas era  não deixar  rolar nenhum tipo de clima  entre o  Fullbuster e  a  Aguria     —  Porra! -    Gajeel que estava sentado no fundo conversando com  Jellal,  Minerva,  Sting,  Rogue e  Lucy   observou  a sala inteira irritado    —  Cadê o  Natsu? -    questionou ninguém  sabia  responder a pergunta do metaleiro.     

 

—  Perguntou pra pessoa errada -  o azulado revirou os olhos.

—  Estou começando a ficar preocupado com o Natsu-san -  Sting disse olhando para porta  fazendo   Rogue suspirar irritado.

— Não seja burro,  Natsu sabe se cuidar  logo ele está de volta –

—   Sem contar que a  Yukino está  doida atrás dele logo ela aparece com ele segurando o pelas orelhas -   Minerva disse simplesmente acalmando o loiro.

—  Gente, o papo está bom mas vou tomar um pouco de água -  Lucy disse se levantando e  saindo da sala

Lucy estava irritada  não gostava nem um pouco da aproximação do namorado  com  Minerva Orland  mesmo que fossem irmãos ela não gostava nem um pouco  disso  ela chegou  no bebedouro  e tomou sua  água  na  volta  notou  que  a porta  que levava  ao terraço do prédio da escola  estava  aberta  meio curiosa  a loira  subiu  as escadas e  entrou dentro do local e  qual foi sua surpresa ao ver o rosado ali caído no chão.

— NATSU! -  Lucy grita correndo desesperado até o corpo do rosado ela se agachou segurando no braço do  ex-amigo checando sua pulsação  se aliviou ao sentir que estava normal   suspirou  colocando a cabeça em seu colo  ficando  ali   olhando para o  rosto adormecido do garoto.

Ela conseguia sentir os músculos do rosado  se comparava até ao de Sting  ou até mais estava intrigada do porque o braço dele a incomodar resolveu  puxar  um pouco as mangas e  observou  que  tinha várias marcas de cortes em seu  braço.

—  Ainda bem... não é recente mas o que diabos é isso? -  ela  passou a mão pelas cicatrizes  ouviu o rosado soltar um resmungo e  se assustou e depois riu baixo.

Ele poderia se mostrar frio mas continuava com a mesma expressão calma e tranquila quando dormia

—  Como eu fui deixar... você se transformar nisso? -  ela acariciou os cabelos   —  Eu não fui a única culpada não é? -   A  Heartfilia se perguntou, porém sem respostas  logo o  rosado  se mexeu  acordando   Natsu abriu os olhos  um tanto confuso  ao notar  quem estava ali com ele se  levantou o  mais rápido possível se afastando de Lucy.

—  H-Hein?   O que houve? -  se perguntou olhando para os lados.

— Ei... -   Lucy  chamou  o rosado que a ignorou.

—  Mas que droga,  agora eu lembrei esse clima dessa cidade ainda vai me matar... -  murmurou.

—  Natsu! -   Lucy  gritou o nome do rosado que  se virou encarando a loira.

  —  O que você quer? -   perguntou cruzando os braços.

— Que tal me agradecer?  -   Lucy encarou o rosado que arqueou  a sobrancelha.

—  Agradecer pelo o que? - 

—  Oras!  Você estava desmaiado ai -  ela apontou para o chão.

— Que desmaiado o que...  Dormir e desmaiar são coisas completamente diferentes  entendeu o quer que eu desenhe? - 

— Aff... Ignorante  estou só preocupada com você - 

—  Ah mesmo?  Que engraçado... eu não me lembro de uma só vez você se preocupar comigo até um ano atrás - 

—  Caramba... eu já sei tá?  Eu sei que pisei feio na bola com você mas você precisa parar de se amargurar no passado  precisa viver o futuro! -   Lucy disse calma.

—  Eu  já vivo o futuro e eu não estou amargurado com o passado eu só quero entender porque você se preocupa agora? -   ele a encarou sério.

 

—  Porque eu vejo... –

—  Vê o que? –

—  Que você precisa de mim... eu sou sua melhor amiga!  -  Lucy gritou já com os olhos lacrimejados.  

— ... -  

—  Eu sou aquela que ia todo final de semana em sua casa assistir filmes  e se divertir  eu  prometi te ajudar  sempre que precisasse de mim não foi?   Lembra... eu sou a Luce -    mais uma  vez   Lucy  chorava  ao confrontar o  rosado  porém diferente da última vez  ela possui um sorriso  um gesto que irritou profundamente  Natsu.

—  Lembra quando seus pais levavam você lá em casa pra gente se diveritr?   Aprontavamos todas com o  Laxus  e eu te zoava por ser péssimo em esportes e você me zoava por  ser péssima em  games no  videogame   NÓS ERAMOS UM TIME LEMBRA?  NALU! -   ela gritou  o rosado que não aguentava mais começou a rir.

— Luce?   Melhor amiga?   Precisava de mim?  Nalu?  Time?  Você está de sacanagem né?  -  riu bagunçando os cabelos.

—  Não... -  Lucy murmurou fazendo o rosado suspirar.

—  Você odiava quando eu ia para sua casa quando o Sting estava lá,  Sempre que podia você me ignorava,  você  odiava que eu te chamasse de  Luce    você odiava o jeito que eu era,  você  já rasgou minhas revistas pra agradar o  Sting    Você  já  fingiu  estar  interessada em mim   para   Sting e  seus  amigos me sujarem de  tinta    você já escondeu  meus  óculos e  minha mochila para  fazer o  Sting rir  quando  ele estava mal  e  por fim...   naquele dia que você foi embora  você  deixou bem claro que nunca fomos amigos  você  diz  que se preocupa comigo mas quando eu mais precisei de você... você nem se quer ligou... -    cuspiu as palavras em direção a loira que chorava sem parar   o rosado suspirou  revirando os olhos.

—  E-Eu... Não nego... que fiz tudo isso.. mas... você...  PERDOOU O STING QUE TE HUMILHOU TANTO QUANTO EU...  PORQUE A  MIM VOCÊ NÃO PODE PERDOAR?  -  ela gritou com todas as forças encarando o rosado.

—  Não preciso lhe dar satisfações... mas apenas entenda que apenas um sofredor consegue entender outro sofredor -   revirou os olhos passando reto pela loira.

—  Natsu Dragion! -    Yukino disse chegando a  porta.

—  Sim? -  olhou para a prateada que cruzou os braços inflando as bochechas.

— Estou te procurando há horas e...  hã.... atrapalho? -   ela perguntou meio constrangida notando o clima pesado que estava ali.

—  Não seja boba  vamos logo... -   Natsu disse puxando a prateada dali.

—  E então o que tem a dizer em sua defesa? -   Yukino disse sendo arrastada pelo rosado que a  riu.

—  Eu subi no terraço pra tomar um ar depois que eu sai da enfermaria  chegando lá eu desmaiei -    Natsu dizia porém foi interrompido por  Yukino que  olhou preocupada.

— E você está bem? -  segurou no rosto da garoto.

—  Estou mas estaria melhor se a  Lucy não tivesse aparecido pra encher meu saco -  resmungou.

— O que me lembra... porque ela estava chorando? -   Yukino olhou o rosado que suspirou.

—   Eu não faço ideia só sei que ela disse um monte de mentiras que me irritaram -  respondeu  a fazendo suspirar.

—  Ah sim... e como o senhor é um poço de sensibilidade você jogou tudo o que houve entre vocês no ano passado na cara dela certo?   Ela disse  fazendo o rosado rir.

—  Jellal tem razão  melhores amigos são assustadores - 

— Baka! Depois eu tento falar com ela -   Yukino disse até chegarem a sala.

— Isso é desnecessário -  Natsu disse se sentando.


Depois de  Lucy voltar para sala  Layla chegou e continuou passando sua matéria  faltando   30  minutos  para  o  final  do dia  na escola   Ellfman  apareceu  na porta da  sala.

—  Com licença professora  mas preciso do  Natsu,  Sting,  Rogue,  Gajeel,  Jellal e  Gray  para o  grande jogo de basquete -  sorriu de canto fazendo  Layla sorrir e concordar.

—  Ok  podem ir garotos  -   Layla disse e logo os citados se levantaram.

—  Convido a sala para ir assistir a partida  -    Ellfman  disse fazendo Layla rir e  confirmar.

Todos saíram da sala e foram direto  a quadra onde outras salas estavam aguardando a partida começar.

— Yuki! -  Natsu apareceu já vestindo o uniforme do time de basquete desenrolou o cachecol de seu pescoço e entregou para  a prateada.

—  Cuida pra mim -   Natsu sorriu de canto  fazendo ela rir e acenar.

— Se perder não vou te perdoar -    ela gritou chamando a atenção de Layla e  Lucy que estavam sentadas próximas a  Yukino.

 

—  Yukino querida... -   Layla chamou a atenção da prateada que a olhou.

—  Sim sensei? -  ela olhou para a loira mais velha.

— Desculpa a curiosidade  meu anjo mas.. o   Natsu e você... hã...

—  Nós? –

—  São namorados? -  ela perguntou fazendo Yukino corar muito.

— Não!  Somos apenas amigos -   a garota negou movimentando as mãos atrapalhada com a situação.

—  Sabe é que... ele te trata tão carinhosamente nem parece a pessoa fria que ele se tornou -    Lucy comentou olhando  o jogo   a bola estava  com  Natsu  que  havia passado para  Sting  ambos formavam uma  dupla  incrível.

—  Sim, é porque eu sou a melhor amiga dele  -  ela disse observando o rosado.

—  Como você o conheceu?  -   Lucy  perguntou para a  prateada que  sorriu.

—  Aqui na escola mesmo,  ele me protegeu e me ajudou diversas vezes  como vocês são a  Madrinha e  a ex-melhor amiga dele é natural que não entenda o motivo -  suspirou  deixando  as  duas  heartfilias  surpresas.

—  Ele me contou  -    Yukino riu.

—   Lá no terraço eu vi várias cicatrizes no braço dele -  Lucy disse chamando a atenção de sua mãe.

—  Ahh...  auto-mutilação -   Yukino murmurou  os olhos estavam pregados no rosado.

—  A-A-Auto-mutilação?! -  Layla disse um pouco exaltada olhando para a prateada que confirmou.

—  Ele me disse que teve uma época em que ele fazia isso pra encarar os problemas -  ela disse  Layla apertou  o jaleco que vestia  aquilo machucava muito seu coração.

— Você sabe porque ele fechou a empresa? -    Lucy perguntou novamente.

—  Isso é um segredo dele,  eu só sei  50%  do motivo  segundo o Natsu ele queria ferrar o   pai dele de todos os  jeitos   então bloqueando o acesso a empresa  seria o melhor jeito pois  estaria tirando uma grande quantia em dinheiro  e quando acabasse seu pai  não teria o que fazer  -    Yukino disse lembrando  o que o  melhor amigo havia dito.     —  Mas vocês podem  falar com o   Laxus  se  ele estiver de bom humor ele pode dizer -   riu.

—  Hã... você conhece o Laxus? -   Lucy  questionou confusa.

—  Sim,  na verdade vocês tem a chave pra abrir o cadeado dessa questão Laxus e Michelle -   Yukino  disse  deixando  as loiras mais confusas ainda.

—  Michelle?  O que ela tem a ver com isso? -  Layla perguntou não entendendo nada.

—  Michelle e Laxus  foram os responsáveis  pelo  Natsu  e  quem o ajudou a chegar onde ele chegou -    Yukino disse após escutarem o apito  finalizando a partida  dando como  a equipe vencedora  a do Dragion.

—  Hum...  você conheceu o Laxus como? -  Lucy perguntou.

—  Nós fomos passar o natal com ele -  ela sorriu surpreendendo mais uma vez as duas heartfilias.

— Ah... e a Michelle conheceu lá também? -    Layla perguntou.

— Nope...  eu a conheci quando ela veio pedir ao Natsu para fingir ser o pai do filho dela   -    Yukino disse se levantando  deixando  Layla e Lucy atônitas.

— COMO É QUE É?! -   as duas gritaram assustando a prateada.


Notas Finais


Dessa vez não teve música hehehe o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...