História De um mundo a outro - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Original, Romance
Visualizações 15
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente me desculpem a demora para postar, era pra eu ter postado um pouco mais cedo, mas eu tive que fazer umas pequenas pesquisas para escrever esse capítulo, mas enfim... ta ai, espero que gostem.
beijoooos <3

Capítulo 11 - Não podemos


Fanfic / Fanfiction De um mundo a outro - Capítulo 11 - Não podemos

P.O.V. JIMIN

Cheguei rápido ao hospital, depois de tanto correr. Quando cheguei fui procurar os garotos pelo hospital, cheguei em um corredor longo e os avistei, todos pareciam muito aflitos e tristes.

Eu- GENTE!!! CADE A S/N? ELA ESTÁ BEM NÃO É? – eu perguntei já muito nervoso

Yg- Calma Jimin, não temos notícias ainda. Todos os médicos que passam aqui não falam nada para nós. – ele diz se sentando no chão e logo em seguida colocando as mãos na cabeça.

Me sentei e após uns cinco minutos saiu um médico da sala em que S/n estava e veio falar com a gente.

Médico- Família da senhorita S/N? – perguntou e em seguida todos levantamos juntos. – Todos vocês? – nos olhamos e fizemos que sim com a cabeça. – Me desculpem, mas eu preciso de alguém da família dela.

Eu- O senhor pode falar comigo! – eu disse dando um passo a frente.

Md- O que o senhor é dela? – olhei para os meninos, e Tae me olhava com uma cara de dúvida

Eu- Eu sou o namorado dela... – eu disse e Tae me fuzilou com os olhos.

Md- Então senhor...

Eu- Park Jimin.

Md- Senhor Park, a senhorita S/n perdeu muito sangue, ela precisa de uma transfusão de sangue urgentemente. Porém... Ela tem um tipo muito raro de sangue, o O-. Apenas 9% da humanidade o possui. – ele disse e eu fiquei paralisado, não sabia como reagir. – Estamos procurando um doador o mais rápido possível. – se curvou e saiu.

Voltei para o corredor e todos pareciam ansiosos, vieram até mim que estava parado lá no começo. Ficaram me perguntando o que ela tinha, mas eu não conseguia responder, sem que eu mandasse uma lágrima escorreu dos meus olhos.

Tae- JIMIN, ME FALA O QUE ACONTECEU COM ELA!!! – ele gritou me chacoalhando.

Eu- ... a S/n precisa de uma transfusão de sangue. – todos me olharam incrédulos. – Mas o tipo sanguíneo dela é o tipo mais raro... O- - Jin e a amiga da S/n também haviam chegado e escutavam com atenção, ela já chorava e os meninos assustados.

Tae- Então temos que ligar logo para os pais dela, um deles tem que ter esse tipo também!

Lala- Não podemos...- ela disse abaixando a cabeça.

Eu- Por que não? – eu me aproximei dela, ela olhou para mim com os olhos marejados.

Lala- Porque eles não são pais dela de verdade... – ela se sentou no chão e começou a chorar muito. Jin foi acalma-la, se sentou ao seu lado e começou a falar várias coisas. ( AUTORA: ESTOU PREVENDO UM NOVO CASAL... TALVEZ? NÃO SEI )

Eu- Gente... vão pra casa, descansem e comam. Eu vou ficar aqui com a S/n. – eles assentiram e estavam indo.

Tae- Podem ir sem mim. Vou ficar aqui também. – Taehyung disse e eu não disse nada.

Kook- Tem certeza hyung? – ele disse e logo depois olhou para mim.

Eu- Tranquilo Jungkook, eu não vou arrumar briga com ele no hospital. – ele assentiu e saiu com os outros.

Eu e Tae nos sentamos nas cadeiras e ficamos...

P.O.V. TAE

Quando olhei para Jimin ele estava dormindo. Sai dali e fui até uma enfermeira.

Eu- Com licença...- a parei. – eu gostaria de fazer uma doação de sangue.

Ef- Qual a sua idade por favor?

Eu- 16 anos.

Ef- Venha comigo. – ela me levou até uma sala, pegou meus dados e me pediu para sentar na poltrona. – Você já doou alguma vez?

Eu- Sim, a uns dois meses.

Ef- Que bom, então você já sabe o processo...- ela fez tudo o que tinha de fazer, saiu e me trouxe um lanche. – Coma isso, irá te fazer bem. Hoje é o nosso dia de sorte, uma garota precisa de transfusão de sangue com o seu mesmo tipo O-. – eu sorri e saí de lá, voltei para o meu assento e Jimin ainda estava dormindo... Ele dorme de mais.

 


Notas Finais


sei que está pequeno, mas eu vou me esforçar sempre para escrever ótimos cap. para vocês. Até próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...