História Descendentes 3 uma história diferente - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Doug, Evie, Jane, Jay, Lorrie, Mal, Personagens Originais, Princesa Audrey, Príncipe Ben
Tags Bemal Ou Maben ??, Cevie
Visualizações 78
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oooooooie meus descendentes 💙 amo vocês seus lindos e lindas um super beijo pro meus friend da escola mais zuera a Mário Chermont ❤💋 tenha uma boa leitura

Capítulo 4 - O fim de uma amizade ( parte 2 )


Fanfic / Fanfiction Descendentes 3 uma história diferente - Capítulo 4 - O fim de uma amizade ( parte 2 )

Evie on:

Eu estava chorando, sim chorando , se minha mãe me visse assim se perguntaria o que foi que ela criou , isso me fez ficar mais triste. Sai correndo de olhos fechados sem ver nada(claro, como vai ver com olhos abertos 😕) aí acabei esbarrando numa pessoa quando vi era 

evie: CARLOS?!

Carlos: o que foi evie? Cê tava chorando?

evie: não , me desculpa tenho que ir.

Carlos: EVIE!!!

Nem dei atenção, eu sei que o Carlos gosta de mim, eu o considero o meu melhor amigo, mas nós afastamos, não sei porque ele sente algo por mim não sei explicar, mas meu coração é do Ben.

Entrei no meu quarto como um furacão, esqueci de trancar a porta (não a janela)não sei porque, e tirei meu vestido e vesti uma blusa rosa  e um shortinho branco liguei o chuveiro e me sentei no chão e começei a chorar e soluçar demais. Até que ouvi alguém bater na porta e finge não ouvir até que ouvi um ruído, e ouvi alguns passos e perguntei quem era

evie: quem taí? É você mal?

Eu tava com um pouquinho de esperança de ser a mal, querer se desculpa mas não, era uma voz masculina e como era linda.

Perguntei mais uma vez e levantei um pouco a voz:

evie: QUEM TAÍ?

Carlos: sou eu evie! O que aconteceu? Ele abriu a porta do banheiro e me viu molhada e chorando , percebi que ele ficou com pena de mim!

evie: é que eu briguei com a mal e to me sentindo muito mau.

Carlos: deixa eu te ajudar a se levantar ele me pegou e ele tava com um lindo sorriso e de repente nossos olhos se encontraram. 

evie: obrigada Carlos, mesmo quando eu tava puta com a mal. 

Carlos: que nada , evie você é minha amiga e não gosto de te ver triste. 

Carlos: mas o que a mal fez?

evie: ela tava preocupada com a primeira vez com o Ben, e ela ficou tão irritada quando tentei convencer ela de que ele também deve tá inseguro.

evie: aí lasquei um tapa nela que quase ela cai no chão. Começo a chorar de novo 

evie: e a últimas coisas que ouvi que ouvi daquela pessoinha, foi que vou me arrepender de ter conhecido ela e um monte de asneira.

Carlos: fica assim não, tu sabe que ela tem um gênio forte, falou da boca pra fora ela não falou sério !

A gente tava no chão do banheiro e pedi licença pra me trocar, e sai de lá com uma saia vermelha e uma blusa com manga preto listrada azul

Reparei que o Carlos me olhou com aquele olhar pervertido. Fiquei corada e  senti aquele embrulho no estômago. Desencanei e aproveitei para me divertir já que a mal tem o boy dela e ele não tá nem um thum pra mim e provoquei o Carlos.

evie: e aí Carlos, como eu tô ?

Carlos: linda, como sempre.

Fiquei mas corada e passei um pouco de pó compacto pra ele não perceber, (como assim, eu já levei cantada mais provocante que isso e nunca fiquei com vergonha?) E um batom rosa 

Aí senti a mão dele no meu corpo, senti um arrepio, aí ele afastou o cabelo do meu rosto e falou uma coisa que eu ouviria pelo resto da vida:

Carlos: sabe evie , eu sempre quis estar sozinho com você . Aí me pegou pela cintura e eu estava bem perto dele e beijei ele.

Aí ele me carregou no colo dele(como ele é romântico) e colocou na cama e fui devagar (óbvio baby , antes do rola enrola temos que ir devagar né?) começou tirando minha saia, eu arranco blusa de e começamos a nos beijar loucamente selvagem e eu tiro minha blusa deixando meus seios a mostra ( eu só uso sutiã quando vo dormir 💋) ele tira sua calça e viu tirando devagar a sua cueca e deixo seu membro a mostra é ele tira minha calçinha ( azul marinho baby) fico exitada e subo em cima dele e faço alguns movimentos exitantes e começamos a ficar ofegantes e fico gemendo por uns 3 minutos, aí paramos ofegantes e suados. aí vou tomar um banho e só ouço alguém entrando no banheiro, e sinto alguém me apertando e olho era o Carlos , nem tava acreditando eu tava transando com meu melhor amigo, mas que ele é lindo de corpo é sim , começamos a nos beija. Depois de uns 30 minutos nos vestimos e fomos dormir , antes de me adormecer ouvi Carlos dizer:

Carlos: evie minha vida, eu te amo e nada vai te acontecer pq não vou deixar , ele beijou minha bochecha e  dormimos em conchinha❤ (amei ficar com ele, como pode eu ter transado com tantos caras e nem percebi que o cara que mais beija bem pra caralho tava do meu lado)



Notas Finais


Picante não ? É quem achou ruim to nem ai pois deixe aí nos comentários o que acharam 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...