História Descendentes do Purgatorio - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Ana_Vittoria

Postado
Categorias Originais
Visualizações 32
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa e Minha Primeira Fanfic Me Desculpem Se houver Alguma Palavra Errada :3
Só Pretendo Continuar Se Pelo Menos Alguem Gostar !!

Capítulo 1 - É Uma Nova Éra


Fanfic / Fanfiction Descendentes do Purgatorio - Capítulo 1 - É Uma Nova Éra

 

Onde estou? Pergunto-me coçando a cabeça vejo ser um lugar estranho, mas... Eu gosto me sinto confortável com toda essa incrível paisagem olho em volta e me deparo com muitas arvores coloridas de diversas cores é realmente maravilhoso

A agua e cristalina e é realmente linda penso olhando para o meu reflexo nela, o céu tem uma tonalidade tão linda e confortante um azul claro tão claro como se fosse branco e vejo as nuvens com incríveis formatos de comida e de animais oh meu deus penso isso deve ser um sonho... Mas espera... De repente acordo com o despertador e fico pensando. Oh poxa como eu queria que isso fosse real. Bom já deveria imaginar que seria apenas um sonho já que minha vida e um lixo

Então levanto-me  conformado de que não era real e visto uma camisa preta com estampa de Harry Potter oh meu deus eu amo essa camisa minha saga de filmes favorita, coloquei uma calca social preta e um sapato marrom, dei uma ultima olhada no espelho arrumei o cabelo e então desci as escadas encontrando meu pai na mesa da cozinha lendo um jornal tomando café enquanto minha mãe lavava a louça e então o mala do meu irmão mais velho chega me dando um soco no ombro e então diz.

-Eae pirralho acordou bem? Disse rindo da minha cara

-Dani você não tem outra pessoa pra encher o saco? Disse furioso

-Meninos parem de brigar disse minha mãe com um olhar fuzilante

Então tomei meu café da manha peguei minha mochila e fui direto para o colégio bom confesso que fiquei nervoso por ser meu primeiro dia nesse colégio e não conhecer absolutamente ninguém nele, chegando lá observei umas garotas populares conversando sobre algo misterioso prestando atenção nelas acabei me esbarrando em uma garota fazendo a mesma derrubar os livros que estava carregando, opa me desculpe eu lhe ajudo a pegar.

-Você esta bem? Pergunto envergonhado pelo ocorrido

-Sim estou bem afinal. Chamo-me vitória prazer

-A é um nome muito bonito (digo envergonhado) a final me chamo Rafael de souza

Então o sinal toca

-Eh então Vitoria tenho que ir para minha sala você poderia me ajudar a encontra-la?

-sim claro qual e o numero?

-hm (digo tentando me lembrar ; -;) acho que é a sala numero 13.

-oh tudo bem e por aqui Rafa

-oh meu deus (ela me chamou de Rafa será que já somos amigos? Penso envergonhado por ser antissocial).

-ei Rafa e aqui sua sala

-muito obrigado então à gente se vê por ai?

-ah sim claro

Entro na minha sala já pensando onde poderia me sentar eu olho para o fundo e penso (nossa e um ótimo local para eu ficar não tem quase ninguém) já sentado na minha cadeira o professor desconhecido chega, ‘’Olá alunos meu nome e Samuel serei o novo professor de biologia de vocês’’ um tempo depois quando o professor começou a passar matéria uma garota ruiva de olhos azuis chama minha atenção com uma bolinha de papel e então ela diz

-Olá meu nome e Juliana lima qual seu nome? Perguntou curiosa

-me chamo Rafael de souza sou novo por aqui (digo sorrindo)

-Ei Rafa esta a fim de conversar na praça no intervalo?

-fico nervoso e logo respondo sim claro

Quando o sinal tocou fui ate o local onde havia marcado de me encontrar com Juliana e então a vejo sentada com suas amigas (populares) só podia ser e então cheguei perto da ruiva de olhos da cor do oceano que então logo começa a falar comigo

-Ei Rafa já que você é novo por aqui porque não me conta um pouco de você (diz curiosa)

-Tudo bem digo constrangido tenho 17 anos nasci no dia 23/4/2000 sai de um relacionamento há pouco tempo e sou um cara bem humorado um pouco tímido e bem carismático

-nossa Rafa eu sinto muito pelo seu relacionamento (a garota me olha preocupada)

-sem problemas Juliana nem ia dar certo mesmo

-oh

Então o sinal toca

Mas antes de eu entrar na sala acabo me deparando com Vitoria e suas amigas e então me aproximo para conhecê-las

-Olá Rafa quero apresentar minhas amigas a você essa e Sarah a comediante esta e a Isa A desenhista/pintora e fan de K-pop e Rebeca que parecia ser uma garota muito má com uma voz grossa de assustar me dava medo e então eu disse oi para todas elas, mas quando Rebeca me deu oi parecia uma criança pedindo doce aquela voz tão suave e leve ate me assustei.

-Logo digo para a garota de cabelo rosa (Vitoria preciso entrar pra sala, pois não posso me atrasar foi ótimo te ver)

Depois de um longo dia de estudo chego em casa olhando para meu pai e minha mãe que estavam assistindo televisão sentados no sofá Digo um oi e logo vou para meu quarto usar o celular em uns 5 minutos eu consigo derrubar meu celular em meu rosto (me sinto um babaca por isso mas afinal eu estava morrendo de sono) e então desligo o celular e vou dormir


Notas Finais


Bom pessoal Espero que Gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...