História Descobertas de sentimentos : Amor e Amizade - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Doranbolt, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Jenny Realight, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Michelle Lobster, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Zeref
Tags Escolar, Gale, Gruvia, Jerza, Nalu, Romance, Zervis
Visualizações 25
Palavras 1.944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente. Eu disse que iria postar no fim de semana né. Eu coloquei " eu acho" porque sabia que iria ter uns contra-tempo. Mas depois de tudo está aqui, um capítulo bem longo.

Capítulo 9 - Teste de Coragem


Fanfic / Fanfiction Descobertas de sentimentos : Amor e Amizade - Capítulo 9 - Teste de Coragem

 Narrador On:

Após todos colocarem suas roupas de banho eles foram para praia que estava logo á frente.

— GRAY-SAMA!! Olhe o biquíni de Juvia. — ela mostrava seu biquíni roxo com bolinhas e tinha uns babadinhos.

— Natsu que tal uma competição? — Gray não estava prestando atenção em Juvia.

— Claro, cuequinha. — Natsu respondeu já com provocações. Então os dois se afastam.

— Gray-sama olhe para Juvia! — ela dizia choramingando.

Os outros também já estava na água, todos estavam se divertindo naquele verão. Jogaram vôlei de praia, Natsu e Erza foram os vencedores, derrotaram todos, eles tinham uma áurea assustadora. Logo depois as meninas se reuniram na areia para pegar um pouco de sol. Juvia estava admirando Gray de longe.

— Você realmente gosta dele não é Juvia? — Erza pergunta.

— Juvia está apaixonada verdadeiramente mas Gray-sama ainda não percebeu.

— Tenho certeza que Gray já percebeu, só finge não sabe de nada.

— Isso parece horrível. — Juvia fala triste. — Mas Juvia não irá desistir.

— Que bela determinação você tem. — Lucy comenta.

— Juvia não irá perder para a rival do amor.

— Eu realmente não sinto nada por ele.

— E você Lucy, não está interessado em ninguém? — Levy pergunta, Lucy fica surpresa.

— Quê? Eu não,não tenho ninguém. Só estou conhecendo uma pessoa, talvez no futuro.

— Sério? Quem é esse? — Erza estava curiosa, Lucy estava um pouco envergonhada mas contou do mesmo jeito.

— É um velho amigo, começamos a sair, mas não é nada oficial.

— Aaah que fome. — Natsu e os outros aparecem e interrompe a conversa das garotas.

— Que tal entrarmos para comemos ? Acho que por hoje já deu.

— Continuaremos essa conversa outro dia. — Lucy diz.

— Sim vamos entrar. — os outros concordam e vão em direção a casa.

— Erza, você tem um minuto?

[ ... ]

O sol já estava se pondo, os outros já tinham entrado apenas Erza e Jellal estavam caminhando na areia, ela tinha colocado um vestido fino por cima do biquíni. Estava ventando bastante lá.

— Já faz um bom tempo que não ficamos apenas nós dois não é? — Jellal pergunta.

— Verdade. Nossa turma esta ainda maior e divertida. — ela estava um pouco corada, o vento estava tão forte que levou a fita que prendia o seu cabelo. Ela colocou o cabelo atrás da orelha, Jellal apenas observava. — Não fique me encarando desde jeito... É embaraçoso.

— D-desculpe, só estava olhando para seus cabelos, eles ficam lindos com o pôr do sol. Scarlet. — Jellal dá um sorriso de leve, já Erza estava com o rosto queimando e não era do sol que ela tinha pego mais cedo. — Erza... Sabe eu-

— Ei! Os dois o que estão fazendo, já podem voltar. — Mirajane avisava de longe.

— Vamos voltar Jellal.

— Sim. ( dessa vez eu fui interrompido mas na próxima vez que estiver sozinho com ela eu com certeza irei dizer.) — pensou Jellal.

Então os dois voltaram para a casa de praia, eles já tinham jantado, eles estavam reunidos na sala pensando no que fazer a noite, eles tinha proposta de jogos mas acharam que aquilo já estava chato. Mirajane e Michelle elas estavam cochichando no canto.

— Vamos fazer um teste de coragem, aqui tem um lugar específico para isso. — Michelle falava olhando para Mirajane.

— Isso vai ser muito legal, quem vem junto? — pergunta e todos levando a mão. Já estava decidido iriam fazer o Teste de Coragem, eles fariam o teste no outro lado da praia, que tinha uma caverna , Michelle não participou, disse que deixaria para próxima, mesmo ela sendo uma das que deu a ideia, eles estavam decidindo as duplas por meio de um sorteio. A ordem ficou a seguinte:

1° Natsu e Erza.

2° Levy e Juvia.

3° Lucy e Gray.

4° Jellal e Mirajane.

     [...]

— Nós vamos fazer o teste aqui? — Lucy diz encarando a caverna que parecia ser assustadora.

— Juvia queria ficar com Gray-sama. Juvia está vigiando a rival do amor.

— Não acho que é pra tanto. — Lucy diz tentando amenizar, ela sentia Juvia a encarando.

— Gosto desde tipo de coisa, estou ficando animada. — Erza diz toda confiante. — Vamos Natsu.

— Vamos Erza! — os dois entram na caverna com as lanternas que tinham recebido, após um minuto a outra dupla entra.

— Gray-sama!!

— Vamos... Juvia! — Levy teve que arrasta Juvia para sair do lugar.

— Que medo, eu nunca tinha reparado na caverna que tinha aqui.

— Não acho que nada irá acontecer, o máximo que pode acontecer é pingar água do teto da caverna e nós. — Gray diz para Lucy. — Vamos Lucy. — Gray vai na frente.

— Espere aí Gray.

— Somos os último, né. — Mirajane diz sorrindo para Jellal. Então os dois entram na caverna. Logo todos tinham entrado.

[…]

— Parece que nessa caverna não tem nada. Que chato!

— Calma Natsu, ainda estamos na metade do caminho, essa caverna está parecendo um labirinto. — diz Erza, eles perceberam que tinha três caminhos diferentes logo a frente. — Qual vamos escolher?

— Vamos pelo o direito. — Então os dois caminham calmamente até que a lanterna que Natsu segurava começa a falhar.

— Natsu o que tá acontecendo?

— Acho que a pilha que estava na lanterna era velha. Ela não quer mais ligar.

— Quê? Não dá pra enxerga nada.

— Como vamos chegar até a saída?

— Vamos nos guiar pela parede, acho que assim nós vamos seguir até a saída.

— Boa Erza! — Então os dois vão seguindo e assim conseguem sair.

— Parece que ninguém chegou ainda.

— Pareceu um pouco chato, não aconteceu nada demais, pensei que pudesse acontecer mais coisas. — Natsu diz emburrado.

— Eu também esperava mais.

[…]

Levy e Juvia ainda estava na caverna, também chegaram na parte onde tinha os três caminhos e estavam a escolher.

— Por qual caminho?

— Juvia vai ficar aqui e esperar Gray-sama.

— Não podemos, temos que chegar lá primeiro. Ele vai ficar bem, ele estar com Lu-chan.

— Rival do amor! — tinha uma áurea negra em volta dá Juvia. — ela usará essa oportunidade para tentar seduzir Gray-sama. Juvia não irá permitir isso.

— Ela não fará nada vamos. — nesse momento Levy senti algo andando em suas costa. — Juvia tem algo andando nas minha costa, você pode tirar? — Levy estava tremendo de medo.

— Claro. — Levy se vira e Juvia ver uma aranha na costa dela, Juvia dá um grito e assusta mais a Levy. — Aaaahh!!

— AAAAHH! O que é Juvia?

— U-uma aranha enorme! — na verdade a aranha não era tão grande.

— Tira, tira ela Juvia!

— Calma Juvia irá tirar. — ela dá um tapa na costa de Levy, ela sendo tão frágil vai pra frente.

— Saiu?

— Sim.

— Vamos por esse aqui. — Levy diz aliviada, elas seguem pelo caminhos esquerdo. Elas vão seguindo em frente só que o caminho é bem complicado, tinha goteiras no teto dá caverna e quando uma gota caía em uma delas as duas se assustavam, o chão também tinha várias poças. — Acho que estamos perdidas.

— Juvia também acha.

[…]

— Essa caverna e bem úmida.

— Sim. Por quê eu fui concordar com isso? Não gosto desde tipo de coisa. — Lucy estava choramingando. Ela estava bem perto de Gray. — Gray desde quando você tirou sua roupa?

— Hã? Quê!! — Gray olha pra baixo e ver que está só de bermuda. — Quando foi quê... Ah deixa isso pra lá. — os dois seguem caminho até que ouvem um barulho e Lucy dá um salto para mais perto de Gray.

— Aaah!! — Gray acaba se assustando com o grito de Lucy.

— Aaaahh! Lucy não me assuste assim.

— Q-que barulho foi esse?

— Deve ter sido um morcego ou outro bicho. — Gray responde mas parece que Lucy não ouviu.

— Será algum fantasma?

— Lucy aqui não tem fan... — Gray e Lucy ouvem uma voz.

 Eu vou alcançar vocês. — uma voz ecoava dá caverna, parecia próxima e ao mesmo tempo distante.

— Deve ser Mirajane ou outras das garotas que estão participando.

Eu não irei perdoar aqueles que me despertaram do meu sono profundo. Não irei perdoar!

— Você ainda acha que é alguma das meninas? — Lucy pergunta já tremendo de medo.

— A-acho.

Vocês irão pagar com suas vidas. — a voz parecia se aproximar cada vez mais. Até que viram um ponto de luz se movendo no meio daquela escuridão, até que parou e apareceu uma mulher, que tinha um vestido todo sujo e que estava em trapos, ela também tinha uma faca bem grande na mão e estava com sangue. — Vou matar qualquer um que estiver dentro da caverna.  — a mulher falava com a voz bem assustadora, Gray segurou a mão de Lucy e puxou ela para que os dois saíssem correndo e acabaram indo pelo caminho do meio. Até chegarem a saída.

[…]

— O que foi isso? — Juvia e Levy que ainda estavam na caverna ouviram os dois gritar. E seguiram aquele som e também conseguiram sair.

— Gray-sama? — Juvia após sair dá caverna ver que Lucy e Gray estão de mão dadas. — Você seduziu ele não foi? Rival do amor.

— Quê? — Lucy olha para sua mão e ver quê ainda esta segurando a mão de Gray, eles soltam. — Não é isso Juvia você entendeu errado.

— Hã? — Juvia fala já enfurecida.

— Acalme-se Juvia. — Erza fala segurando o ombro dela. — Agora só falta Mirajane e Jellal saírem dá caverna.

[…]

— Gritos? Tem quem será? — Jellal pergunta.

— Verdade, eu também ouvi. Que estranho.

— Realmente. — Agora tinha apenas eles dois na caverna, estava um silêncio até meio desconfortável, os dois caminhavam calmamente pelo seu caminha. Mirajane fala algo que espanta Jellal.

— Hoje você iria se confessar pra Erza não é?

— Eh? O que foi que disse? — Jellal paralisa.

— Não precisa ter vergonha, eu sinto muito por isso acontecer, eu interrompi um momento muito importante não é? Gonmenasai.

— Não precisa se desculpa. Terá outras chances né. Só vou precisar reunir bastante coragem para eu ir até ela. — Jellal coloca sua mão atrás dá cabeça e dá uma risada meio que sem jeito.

— Eu irei te ajudar! — Mirajane diz toda contente. Jellal fica surpreso.

— Não precisa, eu quero fazer isso sozinho.

— Entendo. Bom se precisar eu estou disposta a ajudar.

— Eu agradeço. — os dois vão seguindo e nem perceberam que já estavam perto dá saída. Eles se encontraram com os outros.

— Vocês são os últimos a chegar aqui.

 — É, nós ouvimos gritos, de quem era? — Mirajane perguntou.

 — Nós também ouvimos. — Levy diz e Juvia concorda.

 — Ah fala sério não se façam de bobo! Foram um de vocês não é? — Gray pareceu um pouco irritado.

 — Do que você está falando? — o pessoal parecia um pouco confuso.

 — Não foram um de vocês? Que deram um susto na gente? A mulher na... caver...na? — o pessoal não estava entendo ainda.

 — Então quem foi?

 O pessoal não estava entendendo a situação, isso queria dizer que não tinha sido nenhum deles que assustou Gray e Lucy. A pergunta é: Quem foi?

Narrador Off.


Notas Finais


No proxímo capítulo surpresas não vai faltar eu garanto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...