História Desde Que Você Veio Morar... (Charisk) - Capítulo 29


Escrita por: ~ e ~DostyaAKTitanic

Postado
Categorias Undertale
Personagens Chara, Frisk
Tags Charisk Friskra
Visualizações 71
Palavras 773
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


FALA AE MEUS DOCES DE... Doce... Tá que mer- Ahem, sou eu a AK sua migs linda que sabe fazer Capítulos na velocidade da luz, e esse aqui e mais um que eu fiz na velocidade da luz, boa leitura e coisa e tal TCHAUUU

Capítulo 29 - Certo ou... Não?



P.O.V Chara


Eu e Clare apenas estavamos andando pelo patio, quando... Pera aí... Onde é que ta a Frisk
Chara: Hey Clare, sobre o Plano novo da Kou... Tu sabe algo sobre esse plano?


Clare: Sim eu sei, mas não é tanta coisa assim, de qualquer forma, eu poderia de contar- O celular dela recebeu alguma mensagem... Como eu sei, porque ele fez barulho, ela ligou e deu um suspiro meio desapontado e triste- Eu tenho que ir Chara, j-já eu volto


Ela e virou pra ir embora, mas, eu segurei o braço dela, e ela se soltou e se virou
Chara: Tipo, se voce me passa-se seu número, nos podiamos conversar, sabe?


Ela acenou positivamente, e me deu um papel, com o número dela e ''Clr.'' encima, deve ser meio que a sigla do nome dela
P.O.V Clare


Eu tava correndo até os banheiros daquele lixo que chamam de escola, entrei no banheiro... E me arrependi da vida
Clare: Deuses do céu, Kou, mas que merda ta acontecendo?


Kou: O nome disso é estupro, e outra, eu ouvi você cantando-Nessa hora meu rosto corou um pouco- Oque você quis dizer com ''I don't care much but, she's important for me''? Como assim ''Eu sou importante'' pra ti?


Calre: Eerrhh... I-isso não importa agora, oque interessa é... Qual o plano ''Maligno'' agora?- Minha voz soava com sarcasmo... E olha que a minha voz sempre soa assim- Pra onde ira leva-la?


Kou: Olhe, a noite eu e você iremos voltar aqui e pega-la, depois leva-la pra o galpão secreto


Clare:... Não sou eu que quer estupra-la, então, por que eu terei que te ajudar a leva-lá pro canto secreto?


Kou: Cale a boca, e apenas ajude, ou falarei a Undyne


Clare: Ta bom- O sinal tocou- Pena que eu tenho que ir... Tu vai continuar aí no seu estuprinho ae, né?
Ela apenas acenou positivamente, revirei os olhos e fui andando, pra minha sorte, quando eu cheguei na sala, a Mettaton ainda não estava lá, apenas estava arrumando as minhas coisas e do nada... Sácoisa broto na sala, ok que a minha vontade de cantar tava lá embaixo, então eu apenas coloquei o papel encima da mesa... Ela perguntou se eu queria cantar eu disse que não e FIM DA HISTÓRIA


-Quebra de Tempo- 


Eu tava em casa, falando com a Chara, esperando a Kou brotar naquele apartamento, quando, minha lâmpada desligou... ÓTIMO, wow, eu apenas me levantei pra ligar a luz, quando eu apertei o interruptor, uma sombra brotou atrás de mim, eu senti isso, quando eu me virei... Ué, sumiu, que... Ok, no lado da minha cama tem um criado-mudo com um abajur em cima, eu normalmente uso ele pra ler uns livro no meio da madrugada, me sentei na cama e ele ligou... Esse canto ta assombrado ou o que? Quando eu fui desliga-lo, a sobra de novo, confesso que eu gritei fino como a fusão do Cellbit com uma gazela, pera um minuto... Sans
Clare: Jesus Cristo Sans, por que isso?


Sans: eu apenas queria te dar um aviso


Calre: Ué... Que aviso?


Sans: e que, eu sei os planos da Kou e tu ta ajudando ela, né pivete?- Eu acenei positivamente- melhor ou você para ou faze-la para porque se não... EU IREI FAZER A VIDA DE VOCÊS UM INFERNO
E sumiu, ele e os teleportes, eu não sei oque pensar sobre isso, so sei que tava chovendo, e a Kou tava me ligando... Incrível, tudo pra deixar minha vida melhor U-A-U de qualquer forma, eu apenas sai do quarto e peguei meu moleton vermelho, e puxei as mangas até meu cotovelos, peguei minha Bike e sai de casa, indo até a escola, a Kou fez umas macumba e colocou a Frisk na Bike, ela gritava ou pelo menos tentava, ela pegou um pote que ela provavelmente roubou da sala de Química, e injetou a Frisk... Lindo agora sim eu não durmo, ainda bem que amanhã eu não vou pra escola por causa do meu trabalho com a Undyne, eu pedalei pra carai pra chegar na merda do galpão, ela estava carregando a Frisk até lá... A porta emperrou então com as habilidades que a Undyne me ensinou... Eu chutei a porta e ela abriu, tinha uma corda amarrada no teto, ela começou a amarrar a Frisk no teto de cabeça pra baixo... T, é hoje que eu não durmo, eu sabia que aquilo não era certo, mas, eu não posso e não quero largar a Kou, ela é meio que a única pessoa da minha família que sobrou... Se eu deixa-lá, eu serei a única única mesmo


Continua...
 


Notas Finais


Eu so é Top em escrever na velocidade da Luz Huahuahauhauhauhau... Chega, eu bebi Toddynho demais hoje, mas enfim, esse foi o Capítulo, espero que tenham gostado e tals, um abraço e TCHAAUUUU



''Ps- Eu cansei da lixeirinha... Mas, eu ainda continuo nela *Volta pra lixeirinha*''


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...