História Despercebidos - Temporada 2 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 1
Palavras 2.602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nesse episódio, você descobre no que vai dar a armação de Katlen para matar Christine em Aqualumin e a continuação da trajetória trágica de Virginia no final dos anos 60.

Capítulo 2 - Sem escapatória


Estorph, janeiro de 1969

Virginia acaricia os cabelos de sua filha de três meses de vida que está deitada num berço em um cômodo isolado em sua casa e começa a chorar, dizendo que não está aguentando mais a pressão de ter que escondê-la. Ela aparece disfarçada levando a criança a um abrigo, onde faz o cadastro da criança e a deixa lá, voltando para casa triste e sozinha. (1,5min)

 

Atualmente em Aqualumin

Enquanto Katlen faz ioga relaxada em um dos quartos do castelo, Dona Ninguém aparece para ela, dando um susto na ex-presidenta. A idosa quer que elas tenham um diálogo, pois acha que elas duas já viveram juntas em outra vida. Katlen fica intrigada e diz que não quer conversas agora, a ignorando, mas ela insiste e diz que quer arrumar amizades agora que está no céu. Katlen vira os olhos e pede que ela se sente ao lado dela e começa a perguntar sobre sua vida, como de onde ela veio e o que fazia antes de morrer. Ela responde que vivia abandonada desde seus vinte e cinco anos em um apartamento em Napos assistindo televisão e bebendo groselha e cereais.

Katlen fica curiosa e diz para ela continuar, mas ela diz que não quer falar de sua vida antiga, quer falar de quem ela é agora: uma velha morta. Ela diz que só estava colhendo seus frutos na floresta e foi atingida por um raio, e então apareceu no céu, onde todos o chamam de Aqualumin. A recém-rainha diz enfurecida que ninguém está em céu nenhum, e isso é um universo paralelo de uma terra ruim como qualquer outra, e ela está louca de pedra. A idosa quer continuar suas teorias, mas Katlen se levanta e chama um soldado de segurança ordenando para levá-la ao manicômio, o que é feito imediatamente. (2,5min)

----toca a vinheta----

 

Isolda entra no manicômio para fazer uma visita aos doentes e pergunta para os seguranças se pode conversar com alguns, e recebe autorização para isso. Ela entra por um refeitório localizado ao redor de um jardim decaído com teto de vidro, abraçando todas as pessoas que olham para ela, que estão internadas lá. Em seguida ela sobe até o corredor onde fica os quartos, e encontra em um dos quartos Dona Niinguém, que entra e abraça a idosa, ficando curiosa sobre como ela foi parar lá. Ela começa a contar que foi uma pessoa muito má e impaciente, que fez ela crer que realmente não estava no céu. (3min)

 

Estorph, janeiro de 1969

Virginia passa o tempo sozinha fazendo tricô numa cadeira de balanço, lembrando de sua filha tranquilamente, até que chega Teo em sua casa como se estivesse com muita pressa de alguma coisa. Ao ela abrir a porta para ele, ele coloca ela na parede perguntando onde está seu filho, exclamando isso repetidas vezes e ela fica sem resposta, apenas chora olhando nos olhos dele. Ele pergunta se ela perdeu o bebê, e ela responde balbuciando que sim, e isso aconteceu fazem dois meses.

Ele pergunta se ela forçou ou foi espontâneo, e ao ela responder que ela matou a criança de propósito, ele começa a quebrar os objetos com raiva dizendo que ela não podia ter feito isso com o filho deles, e ela diz também chorando e com raiva que era uma filha. Ele diz que não quer mais vê-la nunca mais na sua vida e atira nela com uma arma que carrega na cintura. Ele vai embora atordoado e ela morre na entrada de sua casa depois de se arrastar para fora para tentar impedi-lo de ir. (3min)

 

Atualmente em Aqualumin...

Isolda diz vai tirar Dona Ninguem do manicômio pois compreende que ela não precisa disso que estão fazendo com ela, e vai levá-la para um apartamento novo na mesma insula que ela mora com Colton. A idosa pergunta se ela acredita que Aqualumin é o céu, e Isolda diz sorrindo que sim, e ela terá seu descanso merecido no paraíso onde ela acredita que mora. (1min)

 

Ao sair do manicômio, Isolda se encontra com Christine e as duas não acreditam ao se verem pela primeira vez em Aqualumin, e se abraçam muito espantadas. Izzy diz que é inacreditável que elas se encontrem lá e conta que ela e Colton a procuraram muito depois que viram que ela não estava mais no esconderijo, e pergunta onde ela tinha ido. A ex-chefe revela que ainda não conseguiu entender direito como foi parar lá, mas apareceu em Aqualumin depois de se afogar no rio central de Kulatra, e pergunta se ela também não sabe direito como entrou no outro universo. A assistente diz que é uma história complicada, mas já tinha noção de aonde estava se metendo quanto tentou atravessar para o outro universo, e Christine compreende encantada. As duas continuam conversando até se abraçarem novamente até a porta do castelo e trocam de endereço.

De repente, aparece Pietro com dois seguranças do castelo descendo de uma carruagem em direção ás duas, e rápida, Isolda diz que vai voltar para o hospital cuidar das pessoas, deixando a ex-chefe sozinha em frente ao manicômio com cara de tacho. (3min)

 

Pietro diz que Katlen contou a ele que ela disse para sua parceira que estava precisando de algumas mobílias novas para sua casa, e então decidiu dar a ela algumas encomendas que chegaram ao castelo há uns dias, mas a rainha Lucy não havia gostado. Christine diz que aceita sua oferta, e Pietro manda ela subir na carruagem com ela e dispensa os seguranças, dizendo que vai levar ela a sós no estábulo onde estão as mobílias, e quer presenteá-la também com um cavalo, com um sorriso maldoso de canto. (2min)

 

Estorph, janeiro de 1969

No caminho da estrada, Teo relembra chorando que acabou de matar Virginia e o corpo dela está na entrada de sua casa, então ele decide voltar a casa da ex-mulher e ao encontrar ela morta na entrada da casa, recolhe seu corpo o levando ao porão dentro de um lençol em uma caixa de madeira. Depois de trancar o subterrâneo, vasculha a casa em busca de vestígios da criança ou de algo que pertença á Nimacua, e acha um cômodo onde existem várias caixas, que ao ele dar uma folheada nos objetos e documento dentro delas, diz que achou o que queria. (2min)

 

Atualmente em Aqualumin...

Christine e Pietro conversam sobre a vida com poucas palavras na carruagem, a caminho do estábulo, até que eles chegam a uma parte da estrada onde existe um abismo logo no acostamento, para onde a carruagem desliza lentamente cada vez mais. Pietro tenta distrair Christine de prestar atenção no caminho contando coisas engraçadas enquanto vira a carruagem ao sentido contrário da estrada, mas ela é esperta e consegue distraí-lo do caminho aproveitando-se da sua distração e consegue tomar o volante, tentando desfazer sua volta.

Ele percebe que ela está interferindo na direção e a empurra a jogando para fora da carruagem, mas ela ao invés de cair fica pendurada com uma das mãos ainda no veículo. Ela consegue subir novamente enfurecida enquanto ele dá mais voltas, e ao conseguir, pisa no freio fazendo a carruagem parar e deslizar exatamente em direção ao abismo, onde cai em câmera lenta. Enquanto a carruagem cai, Christine é arrastada junto com o veículo e se desprende rapidamente dele se agarrando nas rochas do paredão do abismo, ficando pendurada. (3min)

 

[48 horas antes]

Christine sobe ao castelo mostrando seu selo de segurança aos guardas, mostrando ter autorização da rainha para entrar na ala real, e sobe as escadas tranquila e até que chega numa sala, onde existe uma porta para a sala onde estão Katlen e Pietro conversando e dá para ouvir. Christine percebe que Katlen está exaltada enquanto fala, e fica parada em silêncio atrás da porta ouvindo o que ela diz, e ouve a parte em que ela diz que Pietro deve matá-la.

Ela fica com os olhos arregalados, e ouve mais a conversa descobrindo qual é o plano que a levará a morte: Pietro deveria chantageá-la a subir em sua carruagem e dizer que a levará para um estábulo buscar alguns presentinhos, mas no caminho jogá-la num abismo. Sabendo do plano, ela decide descer do castelo e ir correndo para casa, e ao chegar lá fica inquieta falando sozinha, triste por saber que Katlen é uma traidora e feliz ao mesmo tempo ao saber que agora que sabe como planejam sua morte, saberá como se salvar. (2,5min)

 

Agora

A carruagem continua caindo no abismo com Pietro dentro, até que bem de longe, Tomas e Flavie veem a tragédia acontecer, e correm para ajudar.

Quando a dupla chega com uma corrente longas nas mãos, veem Christine pendurada e jogam a corrente, segurando sua ponta de longe, e ela consegue subir até o topo do abismo e se salva. Tomas corre para abraçá-la e eles se apresentam, com ela agradecendo sem parar. Christine começa a chorar copiosamente e diz que seu parceiro de viagem perdeu o controle e caiu no abismo junto com a carruagem, e vendo o veículo bem de longe no fundo do abismo, Flavie diz que sabe como chegar lá para tentar salvá-lo. Os dois decidem levar Christine para casa para ela se recuperar do susto e irem em seguida socorrer Pietro que está no fundo do abismo, mas ela nega a ajuda da recuperação e diz que vai junto com eles ao abismo. (2,5min)

 

Estorph, fevereiro de 1969

Teo aparece na sala de reunião de Nimácua dizendo que agora realmente tem o total poder da empresa, abraçando seu braço direito Mateus Moder, e todos perguntam como isso aconteceu, se perguntando onde está Virginia, e ele diz que está morta. Todos ficam muito espantados e perguntam como isso aconteceu, e Teo responde que isso não importa, o que importa é que ele conseguiu durante os meses que ela esteve afastada da comunidade, achar todas as fórmulas Nimacuanas que ela escondia e assim tomar seu conhecimento e seu poder. (1,5min)

 

Semanas depois...

No escritório equipado da casa onde morava Virginia e onde se encontra o corpo dela no porão, um quarto isolado se encontra escancarado, bagunçado e remexido, com as moscas eletrônicas criadas por ela dentro de um pote começam a se mexer e se manifestar. Uma das moscas consegue escapar do quarto pela abertura da fechadura e desce até o porão da casa em direção á caixa onde se localiza o corpo de Virginia, e consegue penetrar e entrar lá também. Ao entrar dentro da caixa, a mosca deposita um liquido verde no cadáver de sua criadora, que começa a ressuscitar. Virginia consegue quebrar a caixa e sair de dentro do porão livre e tranquila (1,5min)

 

Atualmente em Aqualumin...

Christine chega ao castelo aos prantos pedindo para falar com a rainha urgentemente, e os guardas interrompem o banho de Katlen para noticiar que tem uma pessoa na porta do castelo pedindo para contar algo a ela com urgência. Ela fica bufando de raiva, mas mesmo assim se veste rapidamente.

Enquanto isso, após descerem um grande morro, Tomas e Flavie conseguem chegar até o abismo com muita dificuldade e ficam cada vez mais próximos da carruagem caída e despedaçada.

Na entrada do castelo, Katlen com o cabelo ainda molhado se espanta ao ver Christine, que está com uma cara perversa e pergunta o que ela está fazendo lá. Christine se aproxima e dá um tapa na cara da rainha a chamando de falsa, e ela pergunta o que deu nela. Ela continua e diz que acabou de ter o que mereceu por sua ganância e avareza, e revela que Pietro está morto.

Tomas e Flavie observam o cadáver de Pietro e ele reconhece ser o quase namorado de Jaqueline, que o jogou no portal do rio com seus capangas. Ela fica surpresa e diz que precisa que eles recolham o corpo dele dali, mas ele diz para eles não mexerem em nada para a realeza ou o exército ver a cena do acidente. Flavie começa a voltar no caminho, mas de repente aparecem vários soldados acompanhados de Katlen se aproximando do cadáver e da carruagem, pedindo que a dupla se afaste. (3min)

 

Estorph, fevereiro de 1969

Virginia toma banho, arruma suas malas com as coisas mais importantes o mais rápido possível, coloca uma peruca loira e sai de casa desesperada, e vai até uma imobiliária e financia um apartamento mobiliado em Napos com todo dinheiro que sobrou, ficando com apenas trinta dólares, que gasta dez com lanches. Depois percorre um longo caminho, viajando a pé de Estorph até Napos, viagem que dura quase dois dias, até chegar no seu novo apartamento onde se sente livre. (É o mesmo apartamento que viveu até pouco tempo atrás, onde nos últimos três anos foi vizinha de Isolda.) (2min)

 

Agora em Aqualumin...

Em câmera lenta, Katlen reconhece o corpo de Pietro, que está gravemente ferido e já pálido e sem pulsação, e chora copiosamente implorando para ele voltar o chamando repetidas vezes de "Incompetente" colocando sua cabeça no seu peito e as mãos no seu rosto por um longo período de tempo. Os soldados observam a cena com pena e Tomas e Flavie também observam espantados sobre ser a ex-presidenta de Kulatra presente no local chorando por ele.

Horas depois, o caixão de Pietro está prestes a ser tampado na praça principal com Katlen toda a família real em volta com máscaras de rostos que diziam ser dos ancestrais de Pietro, com músicos tocando, todos vestidos de preto. A população também de preto acompanha tudo de longe e acompanha o caixão com uma canção triste até o cemitério, onde são impedidos de entrar. No enterro, junto com o caixão colocado na lápide, são colocados lá também alguns objetos pessoais como um pingente e um broche com o símbolo de Salenopolis. (3,5min)

 

Cinco dias depois...

Isolda chega no seu apartamento em uma insula, onde está morando com Colton, e tira o jaleco de médica colocando num balde de roupas sujas. Antes de começar a tirar o resto da roupa, encontra Colton sentado na cama que aparentemente chegou mais cedo, e ela senta ao seu lado para conversar. Ele começa dando um beijo nele e pergunta como foi seu dia, e ela conta sobre ter cuidado de bastante gente e diz que sua vida em Aqualumin voltou a fazer sentido voltando a ser como tudo era em Kulatra, e acha que agora ela e Christine, que está bem diferente, poderão ser amigas. Ele fica feliz com as novidades e pergunta se não tem nada que a incomode no lugar, que faça eles tentarem voltar a Kulatra. Ela diz que até agora o que incomoda é que tudo mudou, porém nada mudou; quer dizer que mudou o ambiente, a cultura e os costumes, mas tudo continua igual como o regime totalitário e capitalista que manipulam as pessoas, que não saem do comodismo. Ele fica compreensivo e diz que eles podem lutar contra isso se ela quiser (2,5min)

 

Tomas e Flavie carregam grandes quantidades de metais raros pagos com trabalho de escavações dentro de sacas para dentro de um cômodo recém-construído perto do casebre pequeno do casal. Eles dizem que podem vender o material por um apartamento em uma insula ou uma carruagem, e depois ela diz que vai ir comprar comida no centro da cidade e ele diz que vai levar uma porção de alumínio para derreter no alto forno. Chegando no alto-forno, ele vê alguém saindo do órgão, e quando chega mais perto para ver quem é, é Jaqueline. (2min)

----CONGELA EM JAQUELINE E TOMAS SE REENCONTRANDO----

41,5 min



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...