História Destiel e Sterek : por que você? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural, Teen Wolf
Personagens Aidan, Allison Argent, Anna Milton, Balthazar, Bobby Singer, Castiel, Claire Novak, Crowley, Dean Winchester, Derek Hale, Gabriel, Gadreel, Isaac Lahey, John Winchester, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lúcifer, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Michael, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Miguel, Personagens Originais, Sam Winchester, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken
Visualizações 13
Palavras 1.522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Hentai, Lemon, Luta, Orange, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi gente
espero que gostem do capitulo
boa leitura
Roda Produção !

Capítulo 7 - One past forgotten by Destiel


Destiel Pov's

Sento no tronco indicado por este e faço uma cara animada, ele puxa um outro pedaço de tronco e morde uma das maças, ele olha para mim e suspira desviando o olhar para as chamas amareladas a nossa frente

" Você...sabe de quanto " pergunta evitando contato visual

" Pouco, apenas que houve um acidente... que você disse que era sua culpa e... que eramos proximos " digo com cuidado nessa ultima parte

" Nós eramos mais que proximos. " Diz apenas em um tom dolorido 

" O que aconteceu ? "

" * suspiro * Faz uns quatro anos, você ainda era fofo..." começa

" Ei! eu ainda sou fofo !" falo impaciente 

" Você entendeu , nós eramos inseparaveis , você era doce, fofo e gentil e eu era um pouco grosso, isolado e amargo,  meus amigo até me evitavam com medo de que eu os morde-se, Eu até tinha me assustado quando você, há uns cinco anos, deixou a mesa dos seus amigos para se sentar comigo, e apesar de eu insistir em querer te expulsar você apenas saia e voltava no outro dia com aquele sorriso doce, e ficou assim por uns dois meses, até que você começou a passar mais tempo comigo, sempre que podia ia comigo ver filmes, obrigava seus amigos a me botarem nas brincadeiras e sempre era um bom ouvinte, e isso... fez com que eu me apaixonasse por você " diz cabisbaixo, consigo ver lagrimas escorrendo de seus olhos

" O que aconteceu " pergunto e ele enxuga as lagrimas no camisa

" quando havia completado um ano desde que eu havia te conhecido, meu oxigênio havia  se tornado você, então em uma tarde eu decidi... Pedir você em namoro , por favor não me faz ter que te contar isso " pede olhando para o céu estrelado

" Sterek, eu preciso saber o que aconteceu " digo olhando para ele

" eu havia te levado para.."

" Uma pequena montanha, estava de tarde, você estava usando uma regata vermelha, eu achava super fofa... você me levou ate uma casinha vermelha, e disse que gostava de mim... engraçado, não lembrava disso " digo e ele olha para os meus olhos

" PALHAÇO! Bom agora que você se lembra não tenho que te contar mais nada " diz secamente se levantando

" Por favor... só me lembro disso , eu... preciso saber mais " digo e ele para 

" depois de um tempo, comecei a... gostar mais de você " diz ainda de costas para mim

" Gostar, como... "

" EU TE AMAVA ! AINDA AMO ! " berra de costas para mim " Eu não queria passar um minuto longe de você! E aquele foi o melhor ano de toda minha vida! Então... nós estavamos sozinhos em sua casa e acho que já tem uma noção do que aconteceu ..."

" Nós... transamos ? "

" Quase, estavamos trocando beijo,eu estava tirando sua camisa quando EU acabei te arranhando, você gritou alto, Mas eu não liguei, eu pressionei com força o arranhão, jurei que tinha sido superficial, então olhei pro seu braço... aquela foi a primeira vez que eu vi você com medo de mim... eu tentei parar o sangramento, mas não consegui , corri com você para o hospital, na metade do caminho você desmaiou , eu fiquei desesperado, você estava frio, e eu podia ver sua graça tentando sair ... quando eu cheguei você ainda estava desacordado, eu só fui descobrir o motivo mais tarde... as garras de um lobisomem envenenam meio anjos, e no nosso caso foi bem pior, você podia ter morrido... Deus disse para eu me afastar, todos com exeções das familias e de Sabriel e Michfier ( desculpe gente esqueci se é esse ou outro o nome do shipp ) perderam as memorias sobre nós... agora você sabe " diz indo embora " Vamos, tá na hora de sairmos dessa floresta "

" Sterek espera ! " digo correndo para alcança-lo, assim que me aproximo eu tento agarrar seu braço, mas ele afasta minha mão e segue em frente, adentramos a floresta

está escuro e a unica luz vem das estrelas acima de nós, o pio de corujas e o uivo de lobos cortam o silencio da noite, ando com lentidão, a assa está melhor, só acho que este precisa de um tempo sozinho, ele anda com passos pesados enquanto fareja o ar, derepente ele para e fica farejando o ar

" O que ..." começo mais ele volta e cobre a minha boca e aponta para cima, levanto meus olhos, e no topo de uma arvore um lobo gigante dormia, ele faz mimica para que eu o siga por um caminho e eu o faço,e naquele bendito momento, como em um filme, eu piso em um pesado galho  que se quebra com um estrondo PUTA QUE PARIU !, o animal acima levanta os olhos negros e frios e pula na terra , ele levanta a cabeça, seu pelo é negro e espeço, seus olhos negros são frios e crueis, Sterek pula em minha frente e abre suas garras

" CORRE ! " berra avançando contra o anima que se esquiva e lhe dá uma mordida forte na perna, Sterek berra de Dor, ele tenta acertar o animal e consegue arranha seu focinho,  ele recua e solta um ganido e avança contra o braço dele, eu estou parado no chão, congelado,  tateio no escuro um arma e bato em minha cabeça, eu boto a mão em meu bolso onde uma  miniatura de espada angelical esperava para participar do conflito, eu a seguro em  minhas mãos e ela cresce até ficar com um metro, eu avanço contra o lobo que gane de dor, ele se vira e me dá uma patada com força

" O que você esta fazendo idiota ! Corre ! " berra Sterek levantando

" Calado ! deixa eu te ajudar uma vez na vida ! " berro, ele fica parado por um segundo antes de assentir, ele pula no animal e crava as unhas neste que solta um uivo pesado que funciona como uma turbina me lançando para outro lado,  me fazendo me cortar em uma estaca de madeira que estava lá, me levanto com dificuldade e solto um ganido alto, eu havia quebrado minhas duas assas .

Sterek Pov's

Eu enfio com força as garras para não sair voando, ele me sacode com força descomunal e eu acabo caindo no chão, minha perna quebra mas se cura rapidamente 

" VAI SER ASSIM !? " pergunta rugindo e avançando para este que o joga para longe com uma patada, olho para longe , Destiel estava deitado em cima de uma possa de sangue, suas assas estavam quebradas " NÃO ! " 

eu pulo em cima da besta e ataco seus olhos e ele uiva, recuando do proximo ataque , eu ataco seu tronco e ele aproveita para morder com força meu braço e me jogar para longe, eu bato com força em uma arvore , eu tento me levantar mas sinto uma dor aguda em mim, ele se aproxima com os dentes a mostra, ele iria me matar, ele se aproxima e morde minhas costas

antes que possa me matar, uma forte luz verde vem atrás de mim, o lobo se vira confuso e uiva, a luz fica mais forte e as plantas florencem com ferocidade e os animais se aproximam, então, vestido com uma armadura verde, três pares de assas e olhos brilhando ,  Aparece Destiel segurando uma longa espada e avançando contra o lobo que não consegue se defender e é jogado contra algumas arvores que crescem magicamente de volta, ele anda pacificamente e por onde ele anda crescem flores

" Vá em paz " diz avançando contra este , a espada atravesa o corpo do animal que uiva de dor , deste saem luzes cinzentas que batem no céu que explodem em uma luz verde e azul, e onde deveria estar seu corpo agora havia um filhotinho de lobo com pelo caramelo , Destiel segura este nos braços e é recebido por este com lambidas 

" Olá amiguinho ! vamos te tirar daqui " diz com uma voz que dizia algo claro, aquele não era Destiel, ele então olha para mim e anda com calma ate mim, eu me contorço de dor e ele me segura em seus braços, levantando voo, ele me deita no alto onde um grupo de policias faziam patrulha, ele me dá o filhote e olha docemente para mim

" Adeus " diz fazendo a armadura virar cinzas e as assas sumirem, e o corpo de Destiel, exausto cai na terra, a dor nas costas me fazem desmaiar e a ultima coisa a ver é a luz das lanternas se aproximando 

seja lá quem fosse aquele,não era Destiel

Sebastian Pov's

ando tranquilamente por um caminho perto da água quando uma onda de energia me atravessa me fazendo parar , eu olho para trás onde luzes verdes cresciam nos céu

" Olha, olha , já estava na hora de voltar, não velho amigo ? "

 


Notas Finais


comentem o que achram e até o proximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...