História Destino Inútil - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Talvez...sorte ?


Fanfic / Fanfiction Destino Inútil - Capítulo 3 - Talvez...sorte ?

6 Anos depois ...

Depois de 7 horas num hospital volto pra casa .ainda é surreal que consegui realizar o meu sonho . Agora posso falar que eu me tornei uma médica . fui tão bem em tudo que minha residência vai durar pouco faltará pouco pra me tornar uma cardiologista.

Meu humor , temperamento emocional e minha mente estão cada vez melhor eu diria . depois de tratamento psicológico e muitos passeios com Ally pelo país eu diria que melhorei muito , Foi ela que mais me ajudou .

Meu pai foi solto depois de um ano do ocorrido mais não me afetou já que eu estou do outro lado do mundo .

Entro em casa e vejo Ally dormindo no sofá com o snoopy nosso cacho de raça husky . os dois abraçados , que fofinho aproveito que estão dormindo e tiro uma foto . recordações sempre são bem vindas .

Com o baralho do meu celular Ally acorda fazendo snoopy pular assustado.

- AAAA não. Você não tirou uma foto minha enquanto eu estava dormindo . – ela tenta falar sonolenta .

- ei senhora promotora por que esta assim ??

- peguei um caso gigante e não consegui dormi ontem a noite , lendo e relendo o caso .

- pelo menos você não fico ouvindo seu professor falar um ponte de uma série e como ele esta decepcionado com os protagonistas e etc. – Ally ri e eu entro em meu quarto , deito na minha cama , fecho meus olhos e estou morta para o mundo . graças a Deus .

Chego no hospital 30 minutos adiantada , nunca se sabe o que pode acontecer , vai que eu salve a vida do presidente . mentira eu sei que isso não ia acontecer e nem vai .

Entro e passo na recepção onde é normal eu dar Oi as enfermeiros e enfermeiras de plantão e pergunto onde está o professor . essa era a ideia mas vi uma tonelada de repórteres e fans de um cantor famoso .

eu sei quem é?

Não

Por que ?

Eu não ligo pros cantores da Coreia .

- oh acho que ele ainda não chegou . e o professor de plantão está fazendo uma cirurgia .

- Obrigado .

Entro na sala dos médicos e tiro meu suéter e coloco minha jaqueta .

E vejo os pacientes que tenho que dar remédios e medir pressão e etc.

Quando estou quase terminando vejo muita gente em um quarto só .

Entro de cabeça baixa vejo a pressão e o que ele tem , e vejo que só torceu o tornozelo . Meu Deus ele vai morrer , socorro terá um ataque cardíaco. Nossa senhora .

Apenas levanto a cabeça pra olhar o cara , rapaz , guri , homem sei lá e levanto a sobrancelha , rindo comigo mesma saio de lá . isso é muito por hoje . termino de ver e entro pra sala dos médicos. Onde meu professor já tinha chegado .

- professor , eu vi um paciente e ele estava só com o tornozelo torcido não foi grande caso . por quê ele esta aqui ???

- aquele ator famoso o Lee Min Suk .

Hummmm é um ator não cantor . ta explicado .Quem porras é ele ?

- A sei . mas por que não leva ele pra casa ele ta de boa .

- frescura , eu diria. Mas se o professor Taeyang ouvir isso de qualquer um ele pode fazer qualquer coisa cuidado .

A gente gargalhou , Professor Taeyang sempre foi muito fãn de doramas e historias em quadrinhos e quando você fala mal dos personagens ou histórias que ele esta assistindo ou vendo ele fica com tanta raiva que já quebrou uma cadeira .

- Ainda bem que eu ouvi – sabe aquele cara que já quebrou uma cadeira de raiva porquê um residente falou que era horrível a história e não acreditava que podia piora então ele acabou de passar na porta e esta indo pegar água.- termina o que você falo .

O meu professor se enrola e olha pra mim com cara de me tira dessa.

- é que o Lee min suk aquele ator lá lembra – eu riu de nervoso

- o lee-lee miiinnn suukk – disse como se fosse um gago abichado

Nós dois concordamos com a cabeça .

- que quarto ??- ele disse como se fosse mentira com uma sobrancelha levantada .

- O 701 .

Ele saiu de lá correndo e nem disse obrigado, que sem educação.

- Ei Mary .

- Sim professor?

- Você não ia pra sala de cirurgia agora ??

- aii. Sim , tchau professor – peguei meu jaleco e corri para a sala .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...