História Destinos Entrelaçados - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~LordeKoorishiro

Postado
Categorias Pokémon
Visualizações 90
Palavras 2.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora. Sei que parece que abandonamos a fic, mas na verdade tivemos alguns probleminhas... Mas já está tudo resolvido

Capítulo 6 - Revelações da final


Capítulo 006- Revelações antes da final

 

Ash sai do campo de batalha, deixando Harrison, que saiu pela outra entrada. O moreno estava andando pelos corredores, decidido a levar seus Pokémon para o Centro Pokémon para cuidados médicos. No caminho, ele encontra com Bianca e Ruby, sendo que a ruiva corre na direção dele, pulando em cima dele o abraçando.

 

-Você conseguiu ganhar, Ash-kun! – Exclamou ela, completamente admirada pela força do jovem. Ash apenas deu uma risada sem jeito, enquanto coçava a nuca. – Agora, vai levar os Pokémon para o Centro Pokémon?

 

-Sim, como a final vai ser em duas semanas, eles têm esse tempo para descansar, e nós podemos aproveitar a festa que está tendo devido a liga estar ocorrendo. – Disse ele, com ela assentindo. Nisso, Bianca se aproxima dos dois.

 

-Bom, então devemos ir, acho que do Centro Pokémon você pode descobrir quem vai ser o seu adversário nas finais. – Disse ela, com ele assentindo em seguida. Eles saem dali, caminhando em direção ao local mencionado.

 

Ao saírem da arena onde estava sendo ocorrendo a Conferência de Prata, eles encontram o tão desejado Centro Pokémon. Pelas batalhas serem difíceis, e muitos Pokémon saírem feridos, construíram o Centro o mais próximo o possível da arena, para que os treinadores pudessem trazer seus Pokémon para serem tratados o mais rapidamente o possível. Inclusive, tinha um hotel acoplado nele, para que os acompanhantes dos participantes que não receberam o ingresso VIP pudessem ficar.

 

Ash e as duas garotas entram no local, sendo que eles se dirigem para onde a Enfermeira Joy estava. Ela estava terminando um atendimento, pois estava entregando, em uma bandeja, as Pokébolas para um jovem treinador iniciante. Após ela terminar, Ash se aproxima.

 

-Pode cuidar de meus Pokémon por favor, Enf. Joy? – A mesma olha para ele, e responde, com um sorriso maternal no rosto.

 

-Posso sim. Coloque as Pokébolas deles aqui na bandeja, e quando o tratamento estiver pronto, eu te chamarei. – Explicou ela, enquanto o moreno fazia o que lhe foi pedido.

 

-Tudo bem. Vou estar numa mesa no restaurante, enquanto espero meus amigos. – Disse ele, com ela assentindo, e levando os Pokémon do moreno para dentro de uma salinha.

 

-O Oniichan vai ficar bem, Ash-kun? – Questionou Ruby, enquanto o moreno assentia.

 

-As Joys são as melhores para cuidar de Pokémon. Com certeza ele e os outros estão em boas mãos.

 

Nisso, Brock, Professor Carvalho, Tracey e Délia chegam no centro Pokémon, procurando pelo moreno, sendo que Pikachu estava no ombro da mãe do moreno. Assim que eles chegam nele, Pikachu pula para o ombro de seu treinador.

 

-Meus parabéns pela vitória meu jovem! – Exclamou o professor, com um sorriso contente no rosto.

 

-Foi outra batalha difícil Ash, mas você se saiu muito bem. – Comentou Tracey, pouco depois do Professor Carvalho. Délia secou uma lágrima que tinha caído de seu rosto discretamente.

 

-Meu filho está virando um homem. Até namorada já tem… -Disse ela, parecendo emocionada, enquanto os outros ficavam com gotas na cabeça. Gary que se aproximou, ficando atrás de todos, enquanto encarava o Ketchum com ódio. O moreno tinha acabado com sua vida no momento em que o derrotou na liga, no dia anterior.

Eles se dirigem até o restaurante, onde havia uma tv lá. Antes que qualquer um do grupo pudesse falar algo, eles ouviram o seguinte anuncio na tv:

 

“- E assim, senhoras e senhores, já decidido o combate da final, previsto para acontecer em duas semanas! Após a vitória emocionante de Ash Ketchum sobre Harrisson, minutos depois tivemos o resultado da arena 2! O vencedor foi Alain, fazendo assim, a final ser decidida entre Ash e Alain! ”

 

-Realmente, ele parece ser alguém realmente forte. – Comentou Brock, analisando as imagens da batalha de Alain. – Aquele Charizard vai dar trabalho, hein Ash?

O moreno olhou para Alain e seu Pokémon, dando um suspiro, pois havia notado que teria mais uma batalha longa e difícil para acontecer em duas semanas. Não sabia se estava mesmo preparado para derrotar Alain, mas com certeza não facilitaria para o moreno de Kalos.

 

-Eu acho que vou treinar um pouco mais até lá. Tenho certeza que vou precisar. – Disse ele, fazendo com que os outros ficassem com uma gota. Ash só tirava uma folga sendo forçado por Latias e o resto do grupo, e ainda sim dava trabalho.

 

-Você pode treinar uma semana e descansar a outra, assim não estrará exausto para a batalha. – Sugeriu Bianca, fazendo ele olhar para ela pensativa. Nisso, olhou para Latias, que estava o encarando com os olhos brilhando, esperando que ele concordasse com a ideia de Bianca. Até porque a ruivinha queria passar um tempo com seu amado Ash.

 

-Acho que está certa, Bianca. Vou fazer exatamente isso. – Respondeu o moreno com um sorriso, enquanto Latias o abraçava contente.

 

Um pouco distante dali, na cidade vizinha, Serena estava olhando para a tv do Centro Pokémon, enquanto via o anuncio que Alain tinha ido para a final contra Ash. Katsu se sentou na mesa, enquanto coloca um sorvete de morango na frente dela, e fica observando a tv, parecendo pensativo.

 

-O oniichan vai ficar bem, não é, Kat-kun?

 

-Tenho certeza que sim, Serena. – Respondeu o azulado. – Mas me perguntou o motivo de Alain ter abandonado a Conferência de Lumiose e ter ido rapidamente coletar as insígnias de Johto e participar da Conferência de Prata.

 

-Talvez ele descobriu que o Oniichan fosse participar dela. – Sugeriu Serena, enquanto colocava uma colher cheia de seu sorvete na boca, enquanto sorria de satisfação,

 

-Talvez… Mas, sinceramente acho que ele tenha outros motivos. Talvez seu pai esteja querendo ver o filho primogênito dele. Então mandou Alain atrás de Ash.

 

-O papai iria atrás de Ash pessoalmente, se fosse isso. – Respondeu Serena, colocando outra colher de sorvete na boca. – Alain deve ter seus motivos.

 

-Me pergunto que motivos seriam esses, uma vez que não faz sentido algum. Digo, o que ele iria querer com Ash? – Nisso, olhou para o relógio, notando que era hora deles partirem de uma vez para a cidade de Silver, onde estava ocorrendo a Conferência de Prata.

 

Em Kanto, na cidade de Cerulean, Misty recolocou sua mochila nas costas, enquanto saía de sua casa, deixando suas irmãs. Por sorte, elas tinham voltado para a cidade antes do previsto, permitindo que a ruiva pudesse voltar para Johto. O destino que ela iria já estava claro desde o dia que viu Ash derrotar Gary. Era a cidade de Silver.

-Eu vou conversar direitinho com a “prima” dele. – Disse ela, rangendo os dentes com ódio. Nisso, começou a se dirigir para o aeroporto da cidade, pronto para pegar um avião com destino a Johto.

...

 

Em Johto, Ash e seus amigos estavam no restaurante, enquanto ainda conversavam animadamente sobre o adversário de Ash na próxima fase. Estavam empolgados, pois Alain havia demonstrado ser um adversário poderoso, e que provavelmente renderia uma batalha árdua e difícil para o Ketchum.

 

Ele, porém, estava mais interessado em cumprir um pedido de Ruby, que era servir o sorvete dela na boca da mesma. O moreno estava bastante corado, mas ainda assim, mantinha um sorriso o rosto, enquanto alimentava a pequena ruiva, que se tivesse uma cauda, com certeza estaria a abanando. Nisso, todos podem ouvir a voz da Enf. Joy pelo interfone:

 

“-Ash Ketchum, seus Pokémon estão curados, favor vir retirá-los no balcão de atendimento. ”

 

O moreno sorriu ao ouvir isso, e olhou para Latias, que parecia mais concentrada em tomar seu sorvete.

 

-Ruby-chan, eu vou pegar eles, já volto. – Disse ele, vendo ela assentir, mas ainda assim, mais concentrada no sorvete que estava saboreando no momento. Ash acariciou a cabeça dela, e depois saiu dali em direção ao balcão.

E foi naquele curto espaço de tempo, que sua feição, sempre harmoniosa e sorridente que sempre usava para a Pokémon/garota sumiu. Uma feição séria, e de um pouco de incomodo surgiu em seu rosto. Ele estava pensando em que estratégia usaria contra Alain, uma vez que foi comentado que somente três Pokémon seus foram derrotados em sua luta da semifinal. E isso provava que o moreno de Kalos tinha mais força que ele imaginava.

 

-Essa batalha vai ser realmente problemática, e ele certamente conhece meus Pokémon.

Como enfrentar alguém que possivelmente sabe tudo de mim, e eu não sei nada dele? – Questionou para si mesmo, enquanto chegava próximo ao balcão. Nisso, chegou no mesmo, sendo que olhou para a Joy, que estendeu a bandeja com as Pokébola para ele. O moreno pega as mesmas, enquanto as recoloca cuidadosamente no cinto. A do Latios próximo da Latias, embora ela estivesse vazia.

 

De repente, uma voz passa atrás dele, sussurrando próximo ao seu ouvido.

 

-Eu sei do seu segredinho, Ash Ketchum, então desista de uma vez da Conferência, ou eu irei espalha-lo para todo mundo. – O moreno se virou rapidamente, para ver quem o ameaçava. Porém, não esperava não encontrar ninguém atrás de si. Ele cerrou seus olhos, enquanto andava apressadamente de volta para a mesa que estava com os outros.

 

Ao chegar lá, viu que Latias tinha acabado de terminar de tomar seu sorvete. Foi quando Latios falou com ele:

 

“-De quem foi essa voz Ash? - “ Questionou o Dragão Eon, não parecendo muito contente.

 

“-Tá aí uma pergunta que eu quero muito saber a resposta. ”

 

“-Com segredo, será que ele se refere sobre você e a minha irmã? ” – Questionou Latios, fazendo Ash tremer inconscientemente com a possibilidade.

 

“-É… Ouvir alguém dizer em voz alta realmente me faz ter mais certeza ainda que descobriram isso. Mas como? Nos espionando? Quem perderia seu tempo? “

 

“- Algum inimigo talvez. “

 

“-Vamos ver o que Brock. Bianca e Latias tem a dizer sobre isso. ”

 

Alguns minutos depois, Ash tinha conseguido retirar Bianca, Latias e Brock da mesa, sendo que os três o olhavam confusos, pois eles ainda não tinham dito o motivo de tanta pressa.

 

-O que houve Ash? Parece que viu um fantasma. – Comentou Brock, vendo que o moreno estava um tanto pálido, deixando todos um tanto apreensivos.

 

-Fantasma? Eu diria que foi mais o demônio. – Disse ele, se sentando na cama, pois Ash havia trazido eles para um dos quartos. Mais especificamente o quarto que ele e Latias estavam ocupando enquanto ele estivesse competindo na Conferência de Prata. – Quando fui pegar meus Pokémon, uma pessoa me disse que conhecia meu segredo, e que eu deveria desistir da Conferência, senão ele espalharia isso para todo mundo saber.

Brock e Bianca se olharam completamente atônitos, enquanto Latias começou a tremer inconscientemente. Pois, para ela, tinham descoberto que ela era uma Pokémon e que provavelmente estavam tentando ameaçar Ash a desistir da Conferência para impedir que tal fato viesse à tona.

 

-Isso sim é um grande problema. Você não viu quem falou? – Questionou Brock, pensativo. Ash apenas negou com a cabeça.

 

-Ele disse isso, e depois quando me virei, ele já tinha sumido. Foi muito estranho. Mas temo que eles tenham descoberto sobre a Latias. – Ash disse, meio desconfiado. Nisso, olhou para a ruiva, e notou que ela estava tremendo. - Acho melhor falarmos disso depois. Eu vou dar uma atenção para a Ruby-chan.

 

Todos assentiram, enquanto todos saiam do quarto lentamente, Ash observava as ações de Latias, que não olhava para ele em momento algum. Ele andou até a cama, se sentando ao lado da ruiva, que respirava profundamente, enquanto parecia estar seriamente magoada.

 

-Você… Vai me deixar? - Questionou ela, levantando os olhos para olhar para o Ketchum, sendo que eles estavam tristes, e brilhantes, pois as lágrimas estavam inundando eles. Ash tentou se imaginar deixando a pequena em Johto, enquanto ia para outra região conquistar seu sonho. Porém, não conseguiu sequer imaginar tal coisa. Ele abriu um sorriso para ela.

 

-Nunca faria isso, minha pequena. - Disse ele, enquanto acariciava a cabeça dela, tirando da frente de seu rosto, uma mecha de cabelo que havia caído quando ela abaixou a cabeça. - Se necessário, vamos fugir para outra região, qualquer outro lugar para vivermos juntos sem ninguém para nos julgar ou ameaçar. 

 

Ele abraçou a pequena, que escorou sua cabeça no ombro dele, se sentindo mais calma. Somente o moreno podia fazer com que ela se acalmasse assim. De repente, para um pequeno susto dos dois, alguém bate na porta, fazendo com que eles olhassem para a mesma.

 

-Quem é? - Questiona Ash, encarando a peça de madeira.

 

-Abre logo, Ketchum. - Disse uma voz masculina. Ash a reconheceu imediatamente, como sendo de Gary. O Ketchum se levantou, enquanto Ruby olhava para ele curiosa. Ele se aproximou da porta, e a abriu, dando de cara com o ruivo, como ele imaginava que era.

-Em que posso te ajudar, Gary? - Questionou Ash, achando um tanto estranho que o ruivo estivesse batendo na porta de seu quarto.

 

-Você acabou com minha vida como treinador. Ousou ganhar de mim, e ainda conseguiu uma namorada primeiro que eu. Acredite, isso não vai ficar assim. Essa garotinha, ainda vai ser minha. - Disse ele, com raiva. Quando Ash iria reagir a isso, uma aura azulada cerca o ruivo, e como num instante, ele foi jogado contra a parede do corredor, sendo que em seguida, foi jogado para longe dali. Ash ficou surpreso sem entender nada, até olhar para trás, e ver Latias com os olhos brilhando em azul, sua mão erguida. De repente, seus olhos voltaram ao normal, e ela sorriu.

 

-Eu não gosto de como ele fala com você, Ash-kun. - Ela deu um sorriso inocente, enquanto estava feliz por ter conseguido afastar o ruivo de perto de seu amado. De repente, eles escutam um assobio de impressiono, sendo que ao se virarem, se deparam com um garoto de cabelos azuis, olhos dourados, que usava uma regata branca, e tênis e botas militares pretas. Ao lado dele, estava uma garota de cabelos castanhos, olhos azuis, que usava uma regata preta com a gola branca, saia vermelha, longas meias negras, e tênis também negros. Em sua cabeça, um chapéu rosa.

 

Ash olhou para eles e sorriu.

 

-Pensei que não viriam me ver competir na liga. - Disse Ash, com um sorriso. A garota de cabelos castanhos claros correu até ele e o abraçou, enquanto Latias olhava com ciúmes. Katsu percebeu isso, e deu uma tossida forçada, chamando a atenção dos dois.

 

-Acho que sua namorada está com um pouco de ciúmes. - Disse o azulado indicando a ruiva. Ash olhou para ela, notando que ela estava com as bochechas inchadas. Ele soltou Serena, e foi até ela, a beijando. Nisso, sentiu uma certa Pokébola tremer em seu bolso.

 

-Está tudo bem, minha ruivinha. Ela é apenas minha imouto. - Explicou Ash, indicando Serena. A castanha sorriu, enquanto acenava. - E esse é um amigo de infância nosso. Katsu Fubuki.

 

-Yo - Disse Katsu, de maneira serena.

 

Ao saber que a castanha era apenas a irmã de Ash, ela se acalmou mais. Serena se aproximou dela, e a abraçou, com um sorriso largo nos lábios, parecendo feliz e satisfeita.

 

-Você é mais fofa ao vivo que na tv! - Exclamou. Latia sorriu para ela, e a abraçou de volta, enquanto disse:

 

-Você também é muito fofa Serena-chan!

 

Katsu e Ash ficaram apenas observando a cena. Nisso, um comentou com o outro.

 

-As duas são fofas, não?

 

-Você ainda pergunta?

 

 

O dia mal tinha raiado, mas já havia alguém no campo de treino do Centro Pokémon. Esse era Ash, que estava começando seu treino de uma semana antes da final. Como combinado com todos, seu treino duraria uma semana, e na outra, ele tiraria a semana para descansar apropriadamente.

 

Logo, ele acabou o treino de Pikachu, quando uma pessoa surgiu na entrada no campo. Ele olhou para mesma, que veio até, sendo que logo ele reconheceu Misty. Ela sorriu, num sorriso que o moreno jurava ser falso.

 

-Eu vim te ver na liga, Ash-kun...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...