História Destiny the night - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Visualizações 14
Palavras 1.307
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chego!Chego!
Aviso: Minha Yui será bem diferente em uma certa área que o Ayato inxiste em reparar.

Capítulo 5 - Cumprindo o acordo


Fanfic / Fanfiction Destiny the night - Capítulo 5 - Cumprindo o acordo

11 anos depois 

Se passaram 11 anos depois daquele dia,quase não me lembro dele,tudo que tenho em minha memória sou eu me despedindo de dois garotos,dois garotos que eu mal me lembro,suas vozes,seus rostos,suas personalidades não me lembro de mais nada deles e não quero mais me lembrar,é melhor deixar o passado no passado se eu continuar a remexer o passado sem dúvida alguém irá se machucar.

Ontem foi meu aniversário de 17 anos,o senhor Tougo ligou e disse que mandaria uma limusine me buscar para me levar para mansão dos filhos deles só gostaria de saber o que é essa tal noiva de sacrifício,vesti uma blusa rosa bebê,um short marron e uma bota da mesma cor que o short,é estranho porque essa blusa me faz parecer uma tábua sendo que me tornei uma mulher de seios medios mas eu gosto dela,peguei minhas malas desci dentro do horário combinado fazer o que sou uma pessoa pontual,entrei na limusine que já estava me esperando,guardei minhas malas e entrei no carro e seguimos viagem.Depois de algumas horas finalmente chegamos a mansão era linda e enorme,entrei e meus olhos começaram a fitar uma fonte, era linda e tinha uma gárgula enfeitando chegava até dar medo,passei por ela e senti algo cair na minha cabeça logo pensei em chuva,no estante que olhei para cima a começou a se intensificar e um relâmpago com um som extremamente auto me assustou então corri para a porta,bati na porta uma vez ninguém respondeu quando eu ia bater de novo a porta se abriu sozinha achei estranho mas entrei e a fechei,comecei a andar para dentro e era lindo lá  dentro,comecei a andar mais um pouco e posso jurar que vi de relance alguém  dormindo em um sofá,deixo minhas malas no mesmo lugar e vou até o sofá onde eu encontro um rapaz incrivelmente lindo dormindo no sofá,ele tinha um cabelo vermelho um rosto sereno e calmo,sua camisa estava aberta pela menta assim podia se ver seu abdômen super definido,a barra da calça da perna direita estava dobrada até o joelho,olhei seu pescoço e notei que avia uma faixa vermelha amarrada em seu pescoço que ia até seu peito (autora:e visão do Paraíso né ?😍)tive que parar de admirar o corpo daquele homem para eu saber se ele era um dos filhos do senhor Tougo,apenas toquei sua mão e era mais fria que o gelo.

-Frio você está bem?-Disse me abaixando e colocando meu ouvido em seu peito.

-sem pulso ah não!Eu preciso chamar uma ambulância.-pego meu celular que a propósito também foi o senhor Tougo que me deu começo a discar o número da ambulância mas derrepente alguém o toma da minha mão olho e era aquele mesmo garoto.

-droga você é barulhenta.Esta não é sua casa então comporte-se.-Ele diz se levantando e começando a me fitar com aqueles lindos olhos verdes cor de esmeralda,mais é estranho alguns segundo atrás o coração dele estava parado e agora está me mandando se comportar.

-v-você está vivo?-pergunto assustada.

-é claro ainda não percebeu o que eu sou?

-mas seu coração estava parado.-Disse me levantando mas ele me puxou pela cintura me fazendo cair no sofá e ele me prende ficando em cima de mim.

-o que você vai fazer?!

-você já sabe a resposta pra isso.Estouprestes a devora-la.-Ele se abaixa e lambe meu pescoço,corri por inteira foi a primeira vez que isso aconteceu. Quando ele estava preste a me morder alguém aparece.

-Ayato o que é toda essa comoção?-era um homem alto de cabelo escuro e usava óculos tinha olhos roxos e uma voz seria.

-droga é você Reiji.-Ele fala e sai de cima de mim, me levanto e corro para perto do outro homem.

-por favor me ajude!-Disse aflita.

-é você é ?

-meu nome é Yui Komori,o senhor Tougo disse que eu deveria morar aqui.

-Tougo?!-Ele diz com uma expressão  supresa.-Não fui informado de nada disso,Ayato explique.

- hã?!Como é que eu vou saber algo sobre essa panqueca!Ela não disse nada.

-isso foi porque derrepente você me atacou!Espera panqueca?Você está falando de mim?.-Felei indignada.

-é claro que é você!Porque você não tem isso! Pan-que-caPan-que-cá.-Ele disse zombando de mim honestamente meus seios não são nem grandes ou pequenos são médios. Apenas olho para ele com raiva.

-não é bom conversar aqui então venha comigo.-Ele diz indo para outra direção eu olho para o outro garoto ainda com medo e decido seguir o outro.


Estávamos em uma sala,eu estava sentada no meio de um sofá a minha direita sentado em uma poltrona o mesmo garoto que me atacou acho que o nome dele é Ayato.

-agora sim podemos conversar.- Ele em pé na minha frente.

- bom....-Quando eu ia começar a falar sou interrompida.

-hum,então é verdade que temos uma linda garota humana aqui.-Era um garoto de cabelos vermelhos,olhos verdes da mesma cor que o outro,mas ele usava um chapéu.

De repente sinto uma lâmpada na minha bochecha quando olho era o mesmo garoto que eu vi antes

-você tem um gosto delícioso.-Ele diz sorrindo quem são esses homens afinal?

-por favor deixe-me prova-la também-ouso uma voz atrás de mim seguirá se um lambida na minha orelha,me encolhe tampando meu rosto.

-tem razão ela é doce.-Me viro e vejo um garoto de cabelo roxo e olhos roxos segurando um urso eu até o teria achado fofo se ele não tivesse olheiras é um olhar psicopata.

-ei!Eu a vi primeiro então sou eu que vou ser o primeiro dela em tudo!-Ayato diz com uma expressão de raiva,pera um pouco com assim em tudo?!

-cala a boca!Eu não aguento mais ouvir você falar!

-foda-se!Eu sei que é você Subaru apareça!- Ayato se diz se levantando P da vida.

-eu to aqui.-Olho para minha esquerda e vejo um garoto de cabelo prata e olhos vermelhos  (autora:todos já sabem quem é né 😉)

-pensei ter sentido cheiro de humano então era você?Como se atreve a perturbar meu precioso sono!-

-por onde você entrou?-Pergunto com o maior medo que eu senti na minha vida.

-responda minha pergunta!-Ele diz socando a parede a quebrando.

-será que ninguém aqui ouviu falar desta dama que veio morar conosco?!

-Então você é a garota que ele falou?-Mas uma voz aparece olho para trás e vejo um garoto de cabelo loiro usando fones de ouvido ligados ao pescoço,mas de onde é que veio tanta gente?!

-Shu,você sabe algo sobre essa garota?-Reiji perguntou se referindo ao outro garoto,então nome dele é Shu.

-aquele cara me contactou outro dia.Ele disse temos uma convidada chegando então tratem-na com respeito.

- então está dizendo que essa panqueca é a possível noiva?

-agora faz sentido.

-ah,ele também disse para não mata-la.-Ele diz abrindo os revelando seus lindos olhos azuis escuros.

-então teremos um longo relacionamento com ela.-O garoto de chapéu disse me olhando com um sorriso malicioso.

-por acaso esqueceu o que eu disse!-Ayato disse num tom de raiva de novo.

-bom parece que não á mau entendido deixe-me nos apresentar,ele é o primeiro filho Shu,eu sou o segundo filho Reiji,ele é o terceiro filho Ayato.

-na próxima você não escapa.

-o quarto filho Kanato.

-me deixa te provar de novo outro dia.

-o quinto filho Laito.

-é um prazer bitch-chan.

-e o último filho Subaru.

-perda de tempo.

-bom vocês todos são...meio estranhos.-Disse me afastando devagar.-Eu preciso contatar o meu pai.

-não sem isso.-Ayato fala me mostrando meu celular.

-meu celular por favor devolva.-Digo correndo em sua direção tentando pegar meu celular mais falho miseravelmente.Subaru pega o celular da mão de Ayato,olho para ele com uma expressão assustada.

-o que você vai fazer?

-isso.-Ele diz destruindo meu celular apenas com a mão.

-já que vai ficar com a gente não irá mais precisar deste celular velho.-Lauto diz ficando atrás de mim logo em seguida Kanato aparece ao meu lado.

-sabe eu estou começando a ficar com fome.

-sim,você tem um cheiro maravilhoso bitch-chan.-Vejo ele abrir a boca e percebo presas isso me assustou mais do que qualquer coisa naquela casa me desesperei e sai correndo mas tropecei nos meu próprio pés e caí,senti uma dor em meu joelho esquerdo quando vejo estava sangrando olho para minha frente e vejo todos me olharem estranho logo percebo o que eles são.

-vampiros.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...