História Deus no céu, 2GAB no acampamento - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~GoticaPrincess

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags 2gab, 2gab Se Assumam!, Acampamento, Crack Fic Longfic
Visualizações 17
Palavras 1.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


oi, essa one tem o intuito de entreter meu otp: 2gab
aproveitem, ja que isso nunca vai acontecer de vdd pq os dois nao tomam um negócio lá
a t i t u d e

ENTAO, GENTE
era pra ficar fofo, só que ficou crack, parece dougras

Capítulo 1 - Camping Couple


[Sábado, 06:15, 16 de Dezembro de 2017]


Ana Gabriela acordou cedo naquele dia. Era o dia em que iria num acampamento da escola de sua prima (e também melhor amiga) Mariana. Ela estava radiante, pois iria rever depois de tanto tempo seus amigos: Pamela (a louca por Slipknot), Walisson (o imitador de tudo e todos que as vezes vem com uma piada ruim), Mariana (a idiota da risada de hiena e das piadas, e principalmente trocadilhos ruins). e Gabriel (o filho perdido do Luciano Huck). Ah, o Gabriel. A loira suspirava apenas de pensar que depois de semanas separados veria seu crush novamente. Sim, Ana tinha um pequeno crush em seu amigo, mas não disse a ele, pois achava que ele tinha uma queda por sua amiga, Yasmin.

Após fazer todas suas higienes matinais, desceu correndo (com uma enorme mochila nas costas) as infinitas escadas do prédio B10 do condomínio Novo Horizonte, e só parou quando viu que estava em frente à camionete de seu pai. Entrou no veículo feito um raio. Seu pai dirigiu de Umuarama até Palmitópolis. O trajeto levou mais ou menos uma hora.

A viagem foi meio conturbada, já que enquanto Ana Gabriela queria ouvir "Haikaiss", seu pai queria ouvir "Milionário e José Rico". E chegaram assim, ora escutando "Rap Lord", ora ouvindo "A Carta".

O veículo parou em frente à casa de Mariana, Ana desceu e correu até a porta da casa.

A porta estava aberta, então ela apenas entrou e se dirigiu ao quarto de sua prima (e melhor amiga, enfatizo mais uma vez). Bem como ela pensava, ela estava dormindo com um shorts xadrez e uma camiseta gigante com os dizeres "VHope é mais real que você, sorry bae". Ana Gabriela sempre odiou a mania da prima de sempre cantar ou falar sobre os "japoneses", que Ana sabia que eram coreanos, mas os chamava assim apenas para irritar a mais velha. O que dava certo, porque Mariana quase voava no pescoço da loira quando ouvia tal frase.

- ACORDA, JOÇA! — a loira gritou, fazendo Mariana se assustar e cair da cama.

- Ô caralho, grita mais baixo, estourou meus tímpanos! Como eu vou ouvir BTS surda? — a mais velha respondeu se recompondo do susto e deitando na cama de novo.

- Lá vem você e os japoneses de novo — revirou os olhos.

- É coreano, você sabe! — Mariana respondeu indignada.

- Tá, não ligo — Ana disse desinteressada — se arruma, que daqui a pouco tem acampamento!

Mariana se levantou da cama e começou a se trocar.

- quem vai?

- Eu, a Pamela, o Shirá, o Gabriel e o resto da escola, por quê?

- Não, por nada.

- Aham, sei. Quer saber do Gabs, né?

- Eu? Claro que não! Tá louca, Joça?

- Não, não. Vamos logo.

É claro que Mariana não se convenceu da resposta, mas não queria discutir em plena sete da manhã.



Algumas ruas pra baixo, Gabriel acordou (atrasado, como sempre), se arrumou rápido e desjeitadamente, enquanto ouvia "MC Lan - Miami Beach".

 

[Quebra de tempo]

Mariana, Pamela, Walisson e Ana Gabriela já estavam na praça de Palmitópolis, juntamente com todos os alunos da Escola Estadual Walter Xilêgou. 

Sentiram falta do Gabriel? Pois bem, ele estava subindo a rua correndo feito uma saracura, para não ficar para trás.

O "grupinho dos excluídos" estava reunido discutindo um assunto muito importante: Formigas sentiriam dor?

Após um longo debate, chegaram à conclusão de que sim, as formigas sentem dor física. Já a dor emocional, tipo coração partido, elas não sentiam. 

Gabriel chegou, cumprimentou todos com um "kk eae men" e trocou olhares com Ana Gabriela. 

Se isso fosse um desenho animado, a cena seria mais ou menos assim: Milhares de coraçãozinhos em volta dos pombinhos lerdos.

Sim, lerdos. Ana gostava do Gabriel. Gabriel gostava da Ana. Por que os dois não se pegam? Motivos ainda desconhecidos.

Se Ana e Gabriel disputassem uma corrida de lerdisse com uma lesma e uma tartaruga, eles chegariam empatados em último lugar, porque pensa numa pessoa lerda e agora multiplica por 300. O resultado não é nem metade da lerdisse da Ana e do Gabriel.

Naquele dia, Gabriel estava com a rinite atacada. Ele deu um grande espirro, e de repente todos desapareceram e reapareceram no meio da floresta amazônica.

- Nossa mágica é ilimitada — Pamela disse.

- ilimitado é o nariz do Gabriel, já que a gente tá aqui só porque ele espirrou — Walisson respondeu a irmã.

- Ok, o que a gente faz agora? Eu quero escutar BTS — Mariana falou.

- Tanta coisa boa no mundo e você vai escutar BTS! — Gabriel respondeu, revirando os olhos.

- Concordo! — Disse Ana Gabriela.

- OLHA O OTP INTERAGINDO! — Pamela, Walisson e Mariana falaram em uníssono.

Os dois reviraram os olhos, mas por dentro estavam fazendo a dancinha da vitória. 

- Vai peida, vai peida Gabrielzinho — Walisson (vulgo Shirá) começou.

- Ai, de novo isso? 

- Eu tô aqui, tô aqui, com irmãozão — é, Shirá tem um grande repertório.

- Tinha uns casal aqui, tinha aqui — mas Pamela não ficava atrás.

- Agora tem muito mato aqui — Mariana, pra fechar o trio.

Fala sério, esses três são muito tops.

- Pessoal, atenção — Geferson, o monitor do acampamento, chamou a atenção de todos — todos montando as barracas!

Então todos começaram a montar as barracas. Mas só um grupo conseguiu. O grupo de Walisson, Pamela, Mariana, Gabriel e Ana Gabriela. Porque eles são tops. Mais que tops, topsters.

- Maris, Walisson, vem aqui dentro da barraca um pouco. Extrema urgência, sério. É urgentíssimo — Pamela chamou.

Os dois falaram "ué, porque?" mas mesmo assim seguiram a Pamela.

- Então, é o seguinte galero: a gente tem que resolver o assunto da Ana Gabriela e do Gabriel. Tipo, eles são muito lerdos. Eu tenho um plano — Pamela tomou a palavra.

- hummmmm, plano, é? — Mariana disse com os olhos semicerrados.

- Cuméqui vai ser esse plano aí, mano? — Walisson questionou.

- Não sei, eu pensei que vocês iriam dizer que também tinham um plano. 

- Tá de sacanagem? — Walisson e Mariana disseram em uníssono.

- Então vamos bolar um plano, beleza? — opinou Pamela.

Os dois assentiram.


[Quebra de tempo]

Hora da janta. Mariana e Pamela estavam mais afastadas do grupo falando de BTS, até que Shirá (ele mesmo, o Walisson) apareceu, interrompendo a conversa das duas.

- Em que lugar se vê pessoas com mais de dezoito anos? VIADULTO! Entenderam? Viaduto, Vi adulto! — Walisson disse rindo.

- Que merda, mermão — Mariana disse — mas eu to rindo pra caramba — começou a rir feito uma hiena, fazendo todo mundo rir.

- Agora, falando sério, é hora de botar o plano em prática! — Walisson disse.

Então Mariana foi até sua prima e lhe deu qualquer desculpa esfarrapada, dizendo que ela precisava ir pra perto da fogueira. Shirá fez o mesmo com Gabriel.

Agora era por conta deles.

- Ana Gabriela, tá fazendo o que aqui?

- ah, a Joça me disse pra vir aqui, e você?

- Shirá mandou eu vir.

- Ah.

- tá frio agora a noite, né?

- É — Ana Gabriela respodeu esfregando as mãos, numa falha tentativa de se esquentar.

- me ajuda — Gabriel disse baixo.

- Ajudar no quê?

- A segurar essa barra que é gostar de você.

- O quê?

- Você nunca reparou no quanto eu gosto de você? Com esse seu jeito faz o que quer de mim, domina o meu coração. Eu fico sem saber o que fazer!

-  Para de cantar Raça Negra, Gabriel! E eu também gosto de você!

- Então porque a gente não fica junto?

- Não sei!

Pamela, Mariana e Walisson ficaram afastados observando a cena e dançando o "ragatanga da vitória"

- Então vamos ficar juntos! 

- 2GAAAAAAAAAAAAAAB — os outros gritaram.

Quando os dois estavam prestes a se beijar, Geferson interrompeu.

- nada de namoricos no acampamento.

- POXA, GEFERSON! — Mariana reclamou.



Pelo menos os dois estavam resolvidos e juntos.






Notas Finais


poxa gefinha




O COMEÇO TODO INTELECTUAL E O FINAL PARECENDO Q EU TAVA NO CRACK

se querem oneshots fofas peçam para a pamela

proerd é a solução


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...