História Dia das crianças. - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~httpmochi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Dia Das Crianças, Isso Tá Bem Ruim, Jikook, Kookmin, Larissa Paga Meu Presente, Minkook
Visualizações 99
Palavras 657
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Iai minha gente, como estão?
Isso foi feito de última hora, está muito, muito ruim. E curto. Me perdoem, mas eu não queria deixar o meu dia passar em branco, rsrsrs.

Larissa, amor, ainda quero meu presente qq

Capítulo 1 - Esse feriado é meu também! — único.


E este era mais um dia comum, no qual Jimin havia tido uma folga de seu trabalho por um feriado no qual ele ao menos lembrava do que se tratava.

No dia anterior tinha ido se deitar ao lado do namorado com um sorriso radiante, só frisando o fato de que poderia dormir até tarde, e depois passar o resto do dia que lhe restava no sofá. Mas bem, não fora o que aconteceu.

—Jimin! Jimin! —A voz doce do seu namorado lhe chamava de forma incessante. Por mais que amasse escuta-la, tudo que queria agora era bater no garoto até que este calasse sua boca. Vamos só começar pelo fato de que Jimin odiava ser acordado sem um motivo aparente. Quer dizer, eles não teriam nada para fazer ou sequer tinham combinado um passeio na noite anterior. E depois, o fato de que olhar no relógio e o ver marcando oito horas da manhã fez Jimin quase enfiar o objeto pela garganta de Jungkook.

Abriu seus olhos, e tentou ao máximo esconder sua carranca para que não fosse grosso com o namorado. Odiava ser, mas às vezes Jungkook pedia por isso.

—O que é, Jungkook? —Questionou ao que viu o mais novo se trocando de forma animada. Ele colocava roupas simples, entretanto bonitas, para onde ele iria agora? Nesta hora da manhã?

—Levanta, amor. —Pediu calmamente enquanto abria a cortina e logo em seguida as janelas do pequeno cômodo.

—Fecha isso, Jeongguk! —Exclamou colocando seu cobertor no rosto —O que deu em você, hein? Tá sabendo que são oito da manhã?

—Sim, eu tô sabendo. —Soltou a típica risadinha que costuma deixar Jimin com o coração mole, e sentou-se na cama puxando o cobertor para dar explicações plausíveis ao namorado.

Ele mesmo não gostava de acordar cedo, ou de ver a luz do sol nessas horas do dia, mas ele não podia evitar. Estava animado demais. 

—Mas, sabe que dia é hoje?

—Hm, quarta-feira?

—Jimin, hoje é dia das crianças.

—Certo... e daí?

—Como assim e daí?

—Não temos um filho, eu não vou comprar presente para o pestinha do meu irmão, que quebrou o do ano passado em menos de uma semana, e o seu irmão já tá bem grandinho para esse tipo de feriado. Agora me dê um bom motivo para eu não te matar por ser oito da manhã.

—Amor... esse feriado é meu também!

—Jeongguk, você tem vinte e um anos nessa sua cara. Não é porque tem um rostinho de quinze que seja uma criança.

—Jiminnie... você vive me chamando de neném, e dizendo que me pareço uma criança.

—Amor, cê tá brincando comigo, né?

—Não! Eu quero presentes!

—Tá, você vai apanhar, Jeon.

—O que? Eu não vou ganhar presentes, é isso que você está me dizendo?

—Eu não vou levantar dessa cama, a essa hora, no dia das crianças, pra comprar presente ao meu namorado com vinte e um anos.

—Por acaso você está com vontade de dormir mais uma semana no seu precioso sofá?

—Neném... é sério que você tá fazendo birra com isso? —Questionou, suspirando cansado.

--Quer saber... eu posso pedir presentes aos outros hyungs, esquece isso. —Desistiu de ficar batendo na mesma tecla, logo colocando um biquinho triste nos lábios.

—Aish, Jeongguk... vem cá vem. —Chamou o menino até o seu colo, que prontamente o fez. Parecia de fato uma criancinha ao lado de Jimin, mas não era sua culpa se adorava estar sob o namorado e recebendo suas carícias. —Nós vamos sair, hm? Vamos atrás de alguma coisa para você, criancinha. Mas vamos com calma, porque seu Jiminnie não tem muito dinheiro. —Riu baixinho, logo beijando os lábios fininhos do outro. —Prometo que vai ser divertido.

Afinal, o que Jimin não fazia por seu namorado? Morria de amores por cada cantinho daquele garoto e o tinha como seu bem mais precioso desde que se entendia por gente.

Claro que não negaria um pedido desses, por mais que achasse um exagero terem que acordar tão cedo. E, por mais que nunca fosse admitir em voz alta, Jungkook era mesmo sua pequena criancinha.


Notas Finais


aaaaaa que ruim. desculpem por estar tão péssimo :c
e, um dia a gente arranja capa pra isso aí, grr.

amo vocês, criancinhas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...