História Digital Distortion - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Demi Lovato, Fifth Harmony, Nick Jonas, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Demi Lovato, Lauren Jauregui, Nick Jonas, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Ariana Grande, Camren, Clones, Demi Lovato, Fifth Harmony, Governo Americano, Justin Bieber, Katy Perry, Miley Cyrus, Mundo Alternativo, Nick Jonas, Robôs, Selena Gomez, Semi, Shawmila, Shawn Mendes
Visualizações 31
Palavras 664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura ❤

Capítulo 5 - Dois menos um igual: Sophia


Fanfic / Fanfiction Digital Distortion - Capítulo 5 - Dois menos um igual: Sophia

(Demi Lovato Pov)

Após ouvirmos o sermão do Nick e darmos muita risada da situação, todos resolvemos irmos para nossas casas para descansar, e ao chegar em casa e checar meus e-mails, vi que Phil tinha me encaixado em uma apresentação para o AMAs e estava esperando minha confirmação. Eu tinha acabado de terminar uma turnê mundial, queria um tempo para reorganizar as ideias.

Como meu último álbum tinha feito um sucesso estrondoso após o 4º mês, e todos os singles conseguiram ser certificados nos Estados Unidos, eu estava pensando em encerrar o projeto Tell Me You Love Me; e como agora eu tinha total controle sobre minha carreira aquilo dependia apenas de mim.

Faltava apenas 2 meses para a premiação, eu tinha que decidir logo pois teria que começar com os preparativos da performance, figurino e muitas outras coisas que temos que pensar para esse tipo de evento.

Não respondi, não naquele momento, eu apenas deitei e dormi como se eu não tivesse que cumprir com minhas responsabilidades. Talvez Phil tivesse razão quando disse que eu não iria conseguir fazer tudo se não tivesse um representante que pudesse falar por mim.

Fui acordada com Ariana do meu lado, levei um pequeno susto quando vi ela sentada na minha cama, seu jeito brincalhão fazia ela parecer que ainda estava bêbada após a noite passada. Ela queria conversar sobre “P.O.W.E.R.!”, a música que a gente já estava planejando há algum tempo.

Ela queria lançar a música na premiação, disse que o empresário dela achava que aquilo ia ser um verdadeiro estouro, pois era algo que ninguém estava esperando (e no geral, surpresas eram sempre muito bem recebidas, ainda mais quando se tratava da indústria fonográfica).

Eu concordei com ela, e então respondi o E-mail do Phil, disse que ele podia confirmar minha presença e mais a de uma pessoa “misteriosa” que iria subir comigo ao palco para um dueto. Ele ficou um pouco confuso, o projeto P.O.W.E.R. era algo só entre eu, Ariana e o empresário dela. Não contei para Phil para ele não querer cancelar como as outras músicas minhas em conjunto com Ariana que ele vetou.

A partir dali os dias passaram voando, e quando me dei conta já era o dia da performance.

“Essa estrutura será a melhor de toda a minha carreira, quando eu estiver sozinha no palco sentada em meu trono cheio de espinhos e Ariana subir com a roupa de gladiadora os fãs irão a loucura!”

Nossa música fala que com o poder feminino e a união das mulheres podem fazer a gente conseguir absolutamente qualquer coisa. Eu não estava conseguindo conter minha ansiedade.

(Sophia Carter POV)

“Hoje é o dia em que finalmente vou conhecer quem eu serei, nos últimos meses após a imagem da fábrica ter impregnado minha mente, meu único objetivo é acabar logo com o que devo fazer para poder ter o que as pessoas chamam de uma vida normal.

Eu segui cada passo da Demi nos últimos meses, ela parece ser uma pessoa muito chata de se conviver. Eu serei uma pessoa melhor que ela, isso eu tenho certeza.”

Eu estava obcecada, tinha sofrido algum tipo de lavagem cerebral, todos os dias eu lembrava daquela enorme coisa parecida com um caldeirão, todo dia eu lembrava daquela gosma caindo da pele da jovem da cabine, não tinha um segundo que eu não pensasse no sorriso aterrorizante da senhora Jhonson. Minha “vida” tinha virado um inferno, e esses eram meus demônios.

Além de acompanhar o que Demi fazia, Jhonson me ensinou a matar, a matar com sangue frio, a esconder cada célula do corpo de alguém. Ela matou Joe, aquele enorme homem, na minha frente e com as próprias mãos, e então percebi que também poderia fazer aquilo.

Era maravilhoso, libertador, os sentimentos que eu achava que tinha antes de entrar naquela espécie de fábrica foram completamente destruídos. Eu tinha me tornado uma arma viva de destruição!

Eu estava vivendo por um único objetivo: Ser livre!


Notas Finais


Se estiverem gostando da história por favor favoritem ❤
Deixem seus comentários com as opiniões sobre o capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...