História Do not go crazy - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Sequestro Aprisoamento
Visualizações 22
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


espero que gostem

Capítulo 4 - Pesadelos


 Primeiro vou falar o que eu achei do da Solara: ela estava limpando a casa com a Lucy ela estava chorando tinha marcas de cortes nos braços, depois de uns minutos chegaram duas pessoas que pareciam serem os pais dela reclamavam que o chão estava muito sujo e que ela deveria fazer tudo novamente e que não teriam jantar naquela noite, depois tudo ficou embasado  depois tudo se arrumou e lá estava ela na escola sentada tristemente em um banco comendo quando chega algumas garotas que tentam deixar estressada falando piadas de mau gosto e gritando com ela, até que ela perdeu a calma e deu um tapa bem forte no rosto de uma das garotas elas foram correndo contar para o diretor que veio bem bravo falar com ela ,parecia que não era a primeira vez que ela fazia algo do tipo, chamaram seus pais que a levaram para um lugar que ia disciplina-la ai tudo ficou embasado novamente e mostrou o quão triste ela era naquele lugar e o que faziam com ela eram coisas tão terríveis que não tenho coragem nem mesmo de escrever  mas o mais revoltante é que embora ela falasse ninguém nunca a ouvia embora ela demonstrasse que algo estava errado ninguém percebia o que fez ela se quebrar e se fechar ninguém ouvia seu gritos de dor ninguém ligava para ela e assim acabou o pesadelo dela

O pesadelo de Lucy foi assim: vi ela se despedindo com gritos de sua irmã enquanto seus pais brigavam com ela depois disso tudo ficou meio embasado quando clareou vi ela muito deprimida enquanto seus pais assinavam o pedido de divórcio ela ficou com sua mãe que nunca ficava com ela e a deixava na primeira creche que lhe aparecia na frete era muito triste para uma garotinha de 6 anos,  nenhum amigo a queria por perto todos se afastaram dela e ela ficou só até que quando ela encontrou sua irmã depois de ela ter saído do lugar horrível que ela estava o pesadelo ficou embasado e acabou

Agora por último o meu: foi horrível, mas eu já estava acostumada a ter pesadelos de lembranças como aquelas... enfim foi assim: eu estava em casa brincando de boneca com minha irmã enquanto meus pais conversavam e festejavam com meu tio, era aniversario de minha mãe naquele dia eu tinha até feito um cartão com macarrão e cola, estava sendo mais um dia perfeito de minha infância perfeita. Até que meu tio se irritou com alguma coisa que minha mãe disse e quando meu pai tentou defender ela ele acabou matando os dois friamente sem demonstrar arrependimento ou culpa depois disso ele veio em direção a nós então, minha irmã me pegou no colo e saio correndo e tudo ficou embasado depois quando clareou me vi com sete anos brincando tristemente com uma boneca enquanto minha irmã passava roupa estava morando na casa daquele tio que assassinou meus pais-ele sabia muito bem como mentir e esconder um corpo- bom ele chegou estressado naquela noite minha irmã não quis alcançar o controle remoto que estava na frente dele então ele surtou agarrou minha irmã e bateu com muita força nela ela que era sempre tão carinhosa comigo sempre tão atenciosa teve um destino muito triste aquele desgraçado tirou tudo de mim mas eu nunca fiz nada a ele então dez de pequena eu não entendia o por que ele tinha feito tudo aquilo e até hoje não entendo então tudo começou a embaçar então eu acordei. Mas quando eu acordei estava em um tanque de agua e o doido estava dormindo e a porta estava aberta então  


Notas Finais


espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...