História Do what you want (taejin - vjin) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jin, Seokjin, Taehyung, Taejin, Vjin
Visualizações 87
Palavras 4.635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Meu celular decidiu dar um mergulho no vaso e todos os capítulos que eu já tinha escrito foram por água a baixo.
Literalmente

Não vou demorar tanto pra postar outros capítulos mas espero que compreendam o motivo da demora. É muito difícil reescrever alguma coisa que antes parecia estar melhor e mais elaborada.

PoniSide

Capítulo 8 - Amigos, amigos, casacos a parte (sete)


O resto da semana se passou de forma tranquila, vez ou outra Jin saia a noite mas acabava por voltar cedo para passar o resto do dia conversando com Taehyung ou o auxiliando a respeito de algum trabalho da faculdade. Parecia que eram amigos a séculos e já conversavam com menos desconforto.

Aquela noite de quinta feira tinha tudo para ser perfeita. Seokjin já arrumava algumas mudas de roupa e as empilhava de forma alinhada dentro de uma pequena mala azul que possuía há muitos anos mas nem por isso se mostrava desgastada. Queria aproveitar a viagem em cem por cento, nada de família, nada de stress por conta de noivado, nada de problemas do trabalho. Apenas amigos viajando juntos e aproveitando cada pequeno momento de diversão que teriam durante três dias.

No outro quarto, Taehyung se mostrava eufórico com a ideia de ir viajar no outro dia. Colocava cuidadosamente suas roupas em uma mochila e procurava por sua pequena lista, na esperança de se lembrar dos itens que não haviam sido postos ainda no interior do objeto preto. Não queria esquecer nada para não ter que pedir emprestado aos amigos depois.

Viu Seokjin entrar para o banho e decidiu preparar algo para que pudessem comer e ir dormir afinal, viajariam cedo e tinham de acordar bem dispostos. Pegou algumas coisas na geladeira e começou a organizar pela bancada. Já estava terminando de fatiar alguns legumes quando ouviu a campainha tocar e correu para atender.

A moça bonita do shopping.

O que ela fazia ali a essa hora?

-Quem é você? E o que faz aqui? - A garota perguntou um pouco espantada com o estranho naquela casa.

-Eu moro aqui, e você? - Rebateu meio assustado mas já sabia que a mesma procurava por Jin.

-Sun Hee? O que faz aqui? - Seokjin perguntou enquanto caminhava pela sala só de toalha molhando o chão por onde passava.

 Não esperava que a garota fosse aparecer do nada e se preocupou já que não havia informado aos amigos a respeito de seu noivado. Sun Hee já conhecia o apartamento, ia lá vez ou outra mas isso era quando Seokjin morava sozinho, agora tinha Taehyung e seria estranho conversar a respeito disso com o mesmo. 

-Eu não posso vir visitar o meu noivo quando me der vontade? - Passou pela porta sem se importar com a presença de Taehyung e abraçou o mais velho.

-Noivo? - Taehyung perguntou sem disfarçar o espanto.

-Jin oppa não falou sobre mim?

-Claro que falei. Acho que Tae deve ter se esquecido, ele anda muito ocupado - tentou ser breve com sua resposta.

Taehyung estava realmente confuso com toda a situação, é claro que não conhecia a garota, por que Jin estava dizendo que ele conhecia? 

-Ah. Muito prazer, sou Park Sun Hee - Estendeu a mão para o outro que tratou logo de a segurar e balançar por educação.

-Kim Taehyung - Respondeu meio seco e voltou a bancada da cozinha apenas observando a conversa dos outros dois. 

Como assim Seokjin tinha uma noiva? Ele dormia com várias garotas diferentes, ou pelo menos parecia dormir, sempre brincava com os garotos a respeito de nunca se casar por ser um fardo e agora sem motivo algum já aparece noivo. Sem mais nem menos.

-Oppa, vim te convidar para passar o feriado comigo. O último jantar foi legal e eu queria te recompensar por ele - A garota falou dando um sorriso um tanto maldoso.

-Infelizmente vamos ter que deixar pra depois. Prometi ajudar  Taehyung com umas coisas - O mais velho o encarou implorando para que confirmasse e ainda acrescentasse muito mais se necessário.

-Realmente. Preciso que ele me ajude com a faculdade já que acumulei muitas coisas e preciso entregar na próxima semana - Falou vacilando na voz.

-Hum. Tudo bem então. Você pode sair comigo hoje - A garota afirmou

Seokjin não queria sair. Ele sabia que a garota não queria exatamente “sair” e sim fazer outras coisas que ele não estava disposto a fazer naquele momento. Ela era um amor de pessoa com todos a sua volta e nunca tratava ninguém mal, mas quando se tratava de Kim Seokjin, as coisas ficavam estranhas. Tentou pensar rápido e olhou para Taehyung dando um sorriso um tanto sapeca.

-Por que não ficamos em casa e você não aproveita pra conhecer meu MELHOR amigo? Você sempre diz que não te conto nada. Pode perguntar pro Tae - Deu um sorriso e apontou para o mais novo que os encarava sem entender nada.

“Que mentira deslavada é essa senhor Kim?” - O mais novo pensou enquanto sorria para a garota.

-Verdade. Posso te contar umas histórias muito engraçadas do Hyung, ele é  cheio de aventuras - Bateu na cadeira que ficava na bancada pedindo para que a garota se sentasse.

-O oppa anda se saindo bem na faculdade de administração? 

Desde quando Jin fazia administração? Taehyung ficou curioso a respeito da vida dupla que o mais velho estava a levar.

-Creio que sim. Ele não fala muito da faculdade comigo - Respondeu calmo e olhou para Jin com ar de interrogação.

Passaram o resto da noite conversando e Taehyung inventava respostas rápidas para as perguntas que lhe eram dirigidas. Não sabia o que responder então apenas inventava alguma coisa e esperava que Jin completasse afinal, a mentira era dele então ele que se virasse pra resolver.

Depois que jantaram a comida um tanto estranha que Taehyung havia preparado, Sun Hee pediu para que continuassem a conversar sobre “as grandes aventuras de solteiro de Jin” e agora o garoto mais novo já se sentia um expert em mentir. As respostas já saiam tão naturais que até ele acreditava que já tinha ido escalar nas férias de verão com o mais velho e que o mesmo havia quebrado um dos braços em uma queda por um tanto feia.

-Meu Deus olhem as horas - Sun Hee disse espantada olhando para o celular - Não vou sair na rua a essa hora, oppa, vou dormir aqui.

-Tudo bem, vou preparar uma cama pra você - Disse sem nem questionar a garota. Realmente estava muito tarde e os táxis demoravam a chegar naquele horário e muitas vezes nem passavam.

-Não posso dormir com você? - Disse sorrindo de forma maldosa.

-Negativo, a senhorita fica com o quarto do Tae e o Tae fica comigo no meu quarto - Respondeu indo em direção a um baú que ficava no canto da sala para procurar por alguns cobertores.

-E..Eu vou dormir com você? - Taehyung estava mais vermelho que um pimentão.

-Qual o problema? Já dormiu comigo outras vezes - Disse rindo por conta da cara de vergonha que o outro fazia.

-Tudo bem então.

Depois de arrumarem os quartos Taehyung tomou um banho e foi em direção ao quarto do mais velho. Estava nervoso e cogitou ir dormir na sala, mas estava frio demais pra dormir tão próximo a varanda. 

 Nunca tinha entrado no quarto de Jin. Ele era relativamente maior que o seu e tinha uma cama muito maior, fora o closet e a área de estudos. 

-O seu quarto da dois do meu - Disse indignado.

-Eu cheguei primeiro - O outro ria.

-Olha só isso aqui, você tem tanta roupa que não conseguiria usar todas nem se vestisse uma diferente a cada dia.

-Isso acontece quando se tem uma mãe que te envia várias coisas. Não vai deitar? - Apontou para o lado direito da cama que estava vazio e intacto.

Taehyung se deitou ao lado do mais velho e agradeceu aos céus por estar com as luzes apagadas. Com toda a certeza a sua face estava completamente rosada.

-Por que não falou pra ninguém da sua noiva? - Perguntou cobrindo uma parte do rosto com seu cobertor.

-Porque eu não quero ter uma noiva - Disse sem se importar com as palavras que usava.

-Como assim? 

-Não quero me casar

-Então por que vai se casar?

-Longa história. Da muito pano pra manga - disse se virando para o mais novo - Ninguém nunca dormiu aqui -Tentou mudar de assunto.

-Você já saiu com gente demais pra não ter trazido pra cá. Sun Hee já veio nesse apartamento várias vezes e ela mesma disse - Falou se lembrando da cara de satisfação que a garota fazia ao contar sobre as noites que passou naquele apartamento.

-Eu não trago ninguém pra dormir aqui. Pelo menos não nesse quarto. Você é  o primeiro então… se eu te chutar, empurrar ou agarrar, é por falta de costume - Jin respondia com sono.

O mais novo começou a rir com a resposta que teve. Realmente estava envergonhado e provavelmente estava rindo de nervosismo mas Jin realmente era engraçado quando estava com sono e acabava por falar coisas sem pensar. Era bem natural dele, nunca via as segundas intenções nas próprias palavras. Pelo menos quando estava quase dormindo.

-Vai rindo. Amanhã você vai reclamar o resto do dia dizendo que eu te derrubei.

-Você não sabe. Ninguém nunca dormiu aqui pra você ter certeza.

Jin apenas riu e abraçou Taehyung lhe ajeitando o cobertor.

-Realmente, você vai ser o primeiro a saber.

Taehyung queria rir, queria chorar, queria retribuir o abraço do outro, mas tudo que conseguiu fazer foi passar o resto da noite olhando pro teto se perguntando o por que de sentir aquilo por alguém que nunca o corresponderia. Principalmente agora que sabia que o outro já estava com o pé no altar e logo quem estaria não só dormindo naquela cama mas fazendo muito mais coisas por ali, seria a bela garota que estava no quarto ao lado.

��������

 

Três chamadas não atendidas

Era o que mostrava a pequena barra no visor do celular de Taehyung.

O mesmo estava tão confortável enroscado em um corpo maior que o seu que nem se importou de pegar o celular. Seokjin não o derrubou no chão nem o chutou, mas estava o sufocando com os braços e com as pernas como se o mesmo fosse um urso de pelúcia. Fora que agora já não dormia com o mesmo cobertor que usava quando se deitou, estava a dividir um único cobertor com Jin e o que ele estava usando já tinha ido parar no chão.

Como pode dormir por tanto tempo? 

Sacudiu Jin na cama e esperou que o mesmo se levantasse. Estavam atrasados e teriam de se encontrar em menos de meia hora com os outros amigos.

Sun hee já tinha se levantado e estava tomando café enquanto assistia a um programa infantil. Olhou para os dois e questionou o motivo de tanta pressa.

-Por que toda essa correria? 

-Nada

-Nadinha

-Hum, estanhos. Já vou indo, vou me encontrar com sua mãe agora, uma pena você estar ocupado - Disse pegando a bolsa e beijando os lábios do mais velho de forma demorada- Vejo você na próxima semana, foi um prazer te conhecer Taehyung.

Os dois esperaram que a garota saísse e correram às pressas para se arrumarem.

Taehyung não se importou em checar se estava tudo na mochila, apenas jogou tudo que estava por perto ali dentro e correu até o elevador à espera de Jin.

-Nós vamos perder o horário.

-Não vamos não, vamos chegar a tempo ou não me chamo Kim Seokjin.

-Depois de ontem eu acreditaria até que seu nome é Jamestown.

Seokjin apenas riu e correu até a rua para chamar pelo táxi que passava. Esperou pelo amigo e seguiram em direção ao local que haviam combinado com os outros garotos.

Não demorou muito para que chegassem ao local e se depararem com os amigos batendo os pés.

-Não me olhem assim, dessa vez a culpa é dele - Taehyung apontou para o outro que descia do carro.

-Não acredito que Jinnie ficou infectado com suas manias feias - Jimin falava colocando um pequeno chaveiro com seu nome em uma mala.

-Hey, eu não sou de me atrasar.

-Namjoon conseguiu um carro espaçoso e eu quero muito dirigir - Hoseok falava empolgado.

-Então eu vou com dois cintos - Jin deu uma risada

-Eu colocaria três se fosse você - Namjoon entrava na brincadeira dos amigos.

-Vocês reclamam agora mas vão me agradecer quando notarem que a viagem demorou menos e essa bandinha de vocês não doeu tanto.

Todos riram e se ajeitaram da forma que queriam no carro.

 O frio realmente estava intenso e quanto mais se aproximavam das colinas mais doíam-lhe a face e os dedos das mãos que eram as únicas áreas do corpo que estavam descobertas. Hoseok tratou de fechar os vidros e ligar o ar quente do carro mas o frio ainda persistia em escapar de um lugar ou outro e atingir a pele dos garotos lhes causando arrepios.

Com a correria na parte da manhã, Taehyung acabou por esquecer seus casacos mais quentes. Estava irritado e com muito frio. Queria dormir o resto da viagem já que havia passado a noite inteira pensando em Seokjin e seu noivado um tanto estranho, se enroscou no casaco de Jimin que acabou por não se importar em ser abraçado e adormeceu.

 

��������

 

-Hey, acho melhor que as margaridas acordem rápido, já estamos chegando -  Namjoon batia nas pernas dos três garotos que praticamente babavam no banco de trás do carro.

-Margaridas não florescem na neve - Taehyung falava se ajeitando dentro do casaco do amigo se deitando novamente.

-Eu só estou cochilando - Jimin batia os braços tentando se livras dos tapas nas pernas.

Não demorou muito para que estivessem completamente atentos a ponto de escutar hoseok cantar de forma eufórica uma música que tocava na rádio. Estavam realmente felizes com esse tempo fora da cidade grande.

Chegaram ao local e se depararam com uma casa de campo completamente aconchegante. 

Era grande o suficiente para que todos pudessem fazer o que bem entendessem. A maioria das coisas eram em tom marrom e a outra pequena porcentagem de móveis e decoração eram de tons claros. Na parte da manhã o sol entrava pelas largas janelas da sala e clareavam a casa inteira e na parte da noite se a lua se escondesse a casa provavelmente aparentaria ser assombrada.

Colocaram as malas em seus devidos quartos e correram até a mesa da sala de jantar e se serviram dos alimentos que encontraram mais cedo na cozinha.

-O que vocês querem fazer hoje? - Hoseok perguntava apontando para os amigos a pequena faça sem ponta que estava usando para passar geleia em sua torrada.

-Ainda é cedo então nós podemos ir até a pista de patinação ao ar livre - Taehyung respondeu e viu os amigos balançarem a cabeça concordando.

Se apressaram em se arrumar e foram procurar por bons agasalhos já que teriam mais contato com a neve quando fossem brincar. Taehyung ouviu três batidinhas rápidas na porta de seu quarto e foi até a mesma para a destrancar dando de cara com Seokjin que segurava um casaco.

-Pegue - Estendeu para o mais novo que o encarou sem entender - Você ficou tão ocupado ontem distraindo Sun Hee e por minha culpa não trouxe nenhum agasalho grosso.

-O.ob.obrigado - Pegou o casaco com as duas mãos vendo o mais velho se retirar do quarto e tratou de colocar o mesmo.

Seguiram a pé até a grande pista de gelo que tinha ali perto e notaram o quão extensa ela era. 

Ficaram empolgados e foram alugar bons patins para que pudessem se divertir o mais rápido possível.

-Eu vou cair, meu pai amado - Namjoon tentava se equilibrar no meio da pista.

-HEY, tá achando que isso aqui é cisne negro - Hoseok gritava para Taehyung que patinava como se estivesse fazendo uma performance.

Todos começaram a rir e Taehyung apenas deu um tapa no amigo que tratou de correr atrás do outro para devolver. O garoto acabou por trombar em alguém se assustando e se virando rapidamente para pedir desculpas a pessoa que tinha acabado de derrubar.

-Perdão, não tive a intenção de te derrubar ajushi - Hoseok se abaixou para olhar nos olhos do senhor e se assustou ao ver que o que estava no chão não era um senhor de idade e sim um homem jovem com a face de um bebê. Acabou por rir auto fazendo com que o outro garoto que ainda tentava se levantar o olhasse confuso.

-Eu não sou um ajushi - Riu ladino para o outro garoto.

-Perdão novamente. Acho melhor se levantar ou vai queimar as mãos no gelo - Apontou para o chão para que o outro visse que estava a apoiar as mãos nuas no gelo riscado.

-Realmente, bom, eu te perdôo… qual seu nome mesmo?

-Hoseok 

-Isso. Eu te perdôo Hoseok. Aliás, me chamo Yoongi - O homem lhe deu um tapinha nas costas e voltou a patinar em direção à entrada do parque.

Jimin ajudava Namjoon mas via que o mesmo não avançava mais que seis passos. Pediu para que Jin o ajudasse e agora eram três desengonçados indo de um lado para o outro caindo vez ou outra no gelo.

-Nós somos uma vergonha - Jimin arfava no chão.

-Desisto - Jin falava segurando o braço esquerdo do rosado.

-Já esta tarde. Vamos pra casa? - Jimin voltou a falar.

-Vamos chamar os meninos - Namjoon falou por fim tentando se por de pé.

Antes de voltarem para casa os cinco garotos decidiram passar por uma cafeteria e ficaram por ali durante algumas horas conversando sobre assuntos irrelevantes do dia a dia. Notaram que o relógio marcava quase sete horas e decidiram que já era o suficiente por aquele dia e que tinham de voltar para casa para que pudessem vestir algo mais confortável e relaxar em um local quente.

 

��������

-Que tédio - Hoseok batia os pés no sofá da sala.

-Podemos jogar alguma coisa. Vi na estante alguns jogos - Namjoon falava despreocupado.

-Quero jogar uma coisa mais legal - Jimin dava um riso sacana.

-Jiminie… cuidado com o que pensa - Hoseok alertava.

-Ninguém aqui é santo e não vai ser nada perigoso. Só vamos jogar vai - Fez uma voz manhosa.

-O que nós não fazemos por você em Park Jimin? - Seokjin se sentou sobre o grande tapete que cobria todo o centro da sala.

-Ele nem falou que brincadeira é e você já concordou? Imagina se ele pede pra invocar espíritos?- Hoseok estremeceu.

-Não tem nada com invocação, eu só quero jogar uma coisa por curiosidade.

-O que? - Taehyung perguntou curioso.

-Verdade ou desafio - Riu gostoso se sentando no chão.

-NEM MORTO, não somos adolescentes em uma festa do pijama - Seokjin ia se levantar mas sentiu um braço lhe puxar novamente para o chão.

-Você disse que faz tudo por mim - Jimin ergueu as sobrancelhas - Tem alguma coisa que ninguém pode saber? Você mesmo disse que a brincadeira é boba.

-Tudo bem então.

-Vou buscar uma garrafa - Taehyung falou indo em direção a cozinha.

-trás umas cheias porque só bebendo pra eu esquecer que vou jogar isso - Namjoon gritou.

Não demorou mais que três minutos e o garoto voltou da cozinha trazendo três grandes garrafas cheias e outra de tamanho menor que já estava vazia. Se ajeitaram em uma roda no centro da sala e colocaram a garrafa no meio.

-Que brincadeira infantil - Hoseok falava se escorando no sofá.

-Se você quiser deixar mais adulta - Jimin ria se divertindo.

-O que você fez hoje pra ficar assanhado assim? - Jin encarou o amigo.

-Já tinha pensado nisso a semana toda. Tudo que acontecer aqui hoje vai morrer aqui.

-Então começa você - Jin empurrou o amigo para perto da garrafa esperando que o mesmo a rodasse.

O garoto pegou a garrafa e encarou os amigos que o olhavam despreocupados com a brincadeira um tanto adolescente. A garrafa girou no centro da sala durante longos segundo e Jimin sorriu satisfeito ao ver que a mesma apontava para si e para Hoseok do outro lado.

-Verdade ou desafio? - Perguntou para o amigo.

-Desafio - O outro respondeu despreocupado.

-Te desafio a fazer o Jin Hyung gemer aqui pra todo mundo ouvir.

-DEUS, que brincadeira suja é essa? - Seokjin perguntou assustado.

-Vocês que pediram pra ser mais adulto.

-Tudo bem, essa não vai ser tão difícil - Hoseok falou bebendo em um único gole toda a bebida que estava em seu pequeno copo.

Se dirigiu em direção ao mais velho e se aproximou o suficiente para causar arrepios em todos que estavam na roda assistindo. Rapidamente aproximou os lábios ao pescoço do outro e passou a beijar enquanto usava uma das mãos para pressionar o membro do amigo fazendo com que o mesmo gemesse baixinho.

-Ganhei - Disse pegando a garrafa e rodando a mesma - Uh, Tudo que vai acaba voltando não é mesmo Park Jimin? - Falou ao ver que a garrafa apontava para o amigo e para si próprio.

-A verdade não tem graça. Quero desafio.

-Só quero que tire a camisa e a calça por enquanto. Nesse frio já é um castigo.

Jimin obedeceu ficando apenas com sua cueca box preta e rodou mais uma vez a garrafa vendo a mesma apontar o lado da pergunta para Jin e o outro para Namjoon

-Nam, pode escolher - Jin falava enquanto bebia apenas água. Definitivamente não diária bêbado naquela noite. 

-A verdade é menos vergonhosa.

-Já transou com alguém pensando em outra pessoa? - Apontou para o amigo com a garrafa como se estivesse lhe entregando um microfone.

-Já - o mais velho respondeu simplista e tomou a garrafa do outro para poder girar.

Taehyung estava ficando vermelho com tamanha ousadia daquela brincadeira. Não sabia mais se queria brincar. Viu a garrafa girando várias vezes e a mesma agora apontava para si e para Hoseok.

-Vai querer o que Tae.

-Verdade - Falou sem ao menos respirar.

-Qual foi a última vez que dormiu com um cara?

O mais novo corou mais ainda e respirou fundo. Nunca tinha dormido com ninguém e sempre que chegava perto de o fazer acabava por entrar em pânico. Virou um pequeno copo de bebida e encarou os outros. Qual o problema de responder que era virgem? Estavam entre amigos não é mesmo? 

-Ainda não fiz isso - Respondeu se embolando nas próprias palavras e acabou por cobrir o rosto com uma almofada.

Os outros o olharam por alguns segundos sem crer na situação e decidiram voltar a jogar para quebrar o gelo que ficou por ali.

-Desafio outra vez Jimin? - Namjoon perguntou para o amigo.

-Sempre.

Namjoon se levantou indo em direção à Jin que o olhou confuso por alguns segundos.Viu que o mesmo estava lhe retirando a blusa e entendeu que faria parte do desafio.

-Vão me usar outra vez? - Perguntava com um sorriso ladino.

-Você vai gostar - Namjoon falava despejando bebida pelo corpo do maior que nada fez além de ficar parada com as mão apoiadas no chão - Lambe tudinho Park.

Jimin riu e foi em direção ao mais velho se sentando em seu colo e começou a passar com a língua pelo corpo do amigo sem se importar com a ereção que crescia por baixo de si. 

Os outros garotos que estavam apenas assistindo começaram a ficar um tanto animados com o que viam. Era tentadora aquela cena um tanto animada.

-Parece um filme pornô - Hoseok falava bebendo direto da garrafa.

Jin dava leves arfadas ao sentir os lábios alheios lhe tocando o corpo e a cada segundo sentia sei membro ganhar vida. Realmente aquele jogo não estava sendo nada infantil.

-Prontinho - Jimin sorriu sapeca e saiu se cima do amigo.

Rodaram a garrafa outras várias vezes e todos passaram a optar pela verdade. Era bem menos constrangedor responder alguma coisa a ter que fazer algo do qual não se orgulhariam. Vez ou outra um escolhia desafio mas sempre era quando Taehyung quem desafiava já que tinham a consciência de que o outro não faria desafios absurdos.

-Ok. Nessa ultima da noite quem decide sou eu - Jimin falava rindo por conta da bebida - Vou rodar a garrafa e as duas pessoas pra quem ela apontar vão ter que fazer o que EU quiser.

-Tudo bem. Não tem como ser mais vergonhoso do que já foi - Namjoon se deitava no tapete.

-Realmente - Correr sem calças na neve já foi ao extremo pra mim - Hoseok concordava.

-Pode ir - Taehyung fez sinal para que Jimin rodasse o vidro e esperou.

Só podia ser uma brincadeira dos céus, Taehyung se lamentava, parecia que os Deuses lá em cima ainda insistiam em o castigar por ter comemorado no dia que Jin pegara um resfriado por ter ficado até tarde em um encontro.

-Uh, vai ser divertido - Hoseok bateu palmas, já tinha bebido demais pra sentir vergonha de qualquer coisa.

-O que você vai querer que eu faça com o Jin Hyung? - Taehyung perguntava duvidoso.

-Quero que você resolva esse problema que eu fiz por dentro das calças dele - O rosado falou apontando para a ereção nas calças de Jin - Não se preocupa, pode ser usando as mãos só.

Taehyung engoliu em seco. Estava morrendo de vergonha da situação mas os amigos estavam tão bêbados que provavelmente não se importariam com nada do que acontecesse naquele dia.

Engatinhou em direção ao mais velho e subiu em sua perna ficando de costas para os outros três garotos. Foi lentamente enfiando as mãos dentro da calça de moletom do outro que o olhava nos olhos como se esperasse que Taehyung fosse correr dali. O mais novo realmente não sabia o que fazer. Sabia como se masturbar mas nunca tinha feito com ninguém nada do tipo.

-Sabe que não precisa fazer isso e que eles estão tão bêbados que nem vão se lembrar se aconteceu alguma coisa aqui não é? - Jin falava simplista passando uma das mãos no ombro do outro garoto.

-Eu não vou perder um desafio - Falou vacilando um pouco a voz fazendo o mais velho dar uma risada nasal.

Sua expressão serena fora substituída por um pequeno gemido ao sentir as mãos do mais novo lhe tocando com tamanha curiosidade. Taehyung mexia no membro do mais velho fazendo movimentos de vai e vem e gemia baixinho ao escutar o outro gemer também enquanto lhe olhava nos olhos. Seokjin tinha um olhar que intimidava mas ao mesmo tempo era como um imã que lhe arrastava sempre que tentava se desviar.

Os gemidos do mais velho lhe causavam arrepios fazendo com que seu próprio membro se despertasse. A pouca proximidade que tinham foi reduzida a zero quando sentiram seus lábios se tocando, nenhum dos dois sabia quem havia o começado mas sabiam que parar não era uma opção. Era um beijo um tanto agressivo que condizia muito bem com a situação atual dos dois garotos. Taehyung sentia língua do outro dançando em sua boca e agradecia aos céus por estar sóbrio naquele momento, queria guardar detalhadamente em sua memória pra nunca mais esquecer.

Seokjin sentiu seu corpo estremecer e em poucos segundos se desfez nas mãos do outro garoto que agora interrompia o beijo e procurava respirar.

Se lembraram naquele momento da pequena plateia que os observava na sala e Taehyung se levantou às pressas vendo Jin ajeitar as calças despreocupado.

-Realmente fechamos com chave de ouro - Namjoon sorria de forma engraçada.

-Na próxima eu também quero - Hoseok já quase cochilava enquanto falava.

Seokjin se levantou e foi até seu quarto pegando uma toalha e entrando no chuveiro procurando relaxar o corpo. Vestiu outra calça de moletom e decidiu ficar sem camisa, não sabia de onde tinha vindo tanto calor pra uma noite de neve.

Aquela noite definitivamente foi estranha.


Notas Finais


Espero que o capítulo não tenha ficado muito decepcionante. Tentei fazer algo legal em comparação com o capítulo perdido mas nunca fica a mesma coisa.

Vejo vocês no próximo capítulo e obrigada pelos comentários e favoritos.

K&H


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...