História Do You Love Me? - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~RedMint

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Jimin Bottom, Kookmin, Mpreg, Namjin, Taegi, Top! Jungkook
Visualizações 508
Palavras 4.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Quinto


  Jimin se encontrava no jardim da mansão, observava apenas algumas flores que havia ali, bem cuidadas e inúmeros tipos, ele nunca tinha visto boa parte, então chutava que eram exóticas e consequentemente caras. Se bem que tudo naquela casa custava caro, suspirou e se jogou de costas na grama fofinha e verdinha, vendo o céu um pouco nublado, mas ainda mostrava alguns raios de sol, e aquilo podia indicar que podia chover a qualquer momento. Fechou os olhos lembrando-se de sua casa, sentia ainda um pouco de falta, mas logo abriu ao sentir a luz que estava sobre si sumir.

 

    Viu  MinJae estava a sua frente e com um sorriso meigo e logo ele começou a mexer suas mãos em libras, agradecia tanto por ele saber.

 

   – O almoço está quase pronto e JungKook ira vir para almoçar com você – Jimin arregalou os olhos e assentiu, ficando ansioso, mesmo que no primeiro dia se sentisse desconfortável com a presença do mesmo agora quatro dias depois, se sentia confortável e ameaçava dizer que era divertido ver o alfa se enrolando para conversar com ele – Vamos entrar? – O ômega concordou, levantando-se com a ajuda do beta.

 

   – MinJae, o Kookie já teve alguém que ele realmente gostou?  –  Assim, apenas queria saber se ele se interessou por alguém a ponto de tentar fazer o que fez comigo... – Perguntou um pouco envergonhando, não sabia se deveria perguntar aquilo.

 

    – Não que eu saiba – Mexia as mãos e olhava para o ômega de bochechinhas rosadas, soltando uma leve risada, mas logo voltou a uma pose meio seria – Ele nunca confiou em alguém sabe... A maioria das pessoas, principalmente na sua época de faculdade e escola, apenas iam falar com ele e ser amigas por conta do dinheiro e poder... – MinJae “disse” calmo – Me senti velho agora – Riu e Jimin admirou o riso do beta, realmente, se tinha alguém que ele confiava naquela casa esse alguém era MinJae – Eu estudei com ele, sempre fui o conselheiro e pessoa que ele desabafava...  Acho que o JungKook confia em poucas pessoas. Ele pode contar nos dedos em quantas confiam.

 

    – Entendo... – Jimin mexeu as mãos e suspirou, olhando para frente enquanto subia a escadaria que dava a porta principal – Sabe por que ele se interessou em mim? – Olhou para MinJae

 

   – Isso é algo que você deveria perguntar para ele – MinJae “disse” aquilo com um sorriso no rosto, ele gostava bastante de Jimin e adoraria tanto ver ele como seu patrão felizes.

 

     Jimin sentiu o rosto corar levemente, porém concordou, deveria perguntar para o alfa o porquê que ele se interessou nele. O ômega não via nada em si que chamasse atenção em um alfa, principalmente em um lúpus e que era o cara mais rico do mundo.

 

 

    Entraram na casa e bastou o mesmo passar pela porta para ver JungKook entrar com um aspecto cansado pela outra porta que dava a garagem subterrânea, fazendo o ômega ter uma ponta de preocupação. JungKook passou as mãos nos fios e entregou seu terno para Hani que já o esperava e sorria como se tivesse ganhando na loteria, o lúpus virou seu rosto para a outra ponta e viu Jimin, ah... Ele se sentiu tão calmo e relaxado ao ver o mesmo, porém algo o chamou atenção, o rosto preocupado. Por que ele estava preocupado?

 

    – Bem vindo de volta, senhor – Hani disse toda animada, porém o alfa ignorou caminhando até o ômega. – Aish... – Bufou cruzando os braços vendo seu patrão ir até o ômega.

 

    – Aconteceu algo? – Perguntou para Minjae, esse que “traduziu” para o ômega, Jimin balançou o rosto em negativo – Por que esse rostinho preocupado? – Perguntou levando a mão até o rosto do mesmo, fazendo um leve carinho, esse que fez o ômega ter um rubor leve nas bochechas gordinhas.

 

    – Eu estou bem – Mexeu as mãos depois de ver o que ele “disse” sendo “traduzido” pelo beta – Mas você parece cansado, está tudo bem? – Perguntou o encarando, ele estava com olheiras, indicando que não havia dormindo bem e sua forma de andar era cansada.

 

     Ah, Jeon se sentiu tão bem ao saber que o ômega estava preocupado consigo. Aquilo era tão fofo, e não imaginava que o mesmo se preocupasse consigo. Realmente estava cansado por conta de está planejando uma viagem para Dubai por causa de alguns problemas na sua sede de lá, e somado que em seu tempo livre – Ler se a noite que significa madrugada – Ele começava a aprender libras para poder se comunicar com o seu pequeno, não teria MinJae para sempre afinal.

 

     – Não é nada... – Jimin não acreditou ao ler aquilo nos lábios do alfa, sabia que era mentira apenas por ele não ter o olhado nos olhos – Diga a ele que se isso o preocupa tanto, eu irei almoçar e vou dormir.

 

     Minjae disse aquilo para Jimin, esse que concordou com a cabeça pelo menos ele iria saber que o alfa iria descansar um pouco. Havia notado que o mesmo estava cansado a alguns dias, mas hoje parecia pior, e mesmo que não tivessem algo ou sentimentos concretos de sua parte, se preocupava com ele.

 

    – Senhor, o almoço está pronto – Hani interrompeu aquilo, tentando dar um fim aquela proximidade de Jimin e seu patrão – Hoje pedi que fizessem seu prato favorito camarão com caviar e o seu está com bastante caviar.

 

     – Faz tempo que não como caviar, nem sei mais qual é o gosto mais – Jeon disse calmo e com um tom risonho enquanto caminhava ao lado do ômega para a sala de jantar – MinJae, pergunte a ele se ele gosta de caviar. –  Olhou para MinJae

 

     Assim que MinJae perguntou aquilo, ambos riram da careta que Jimin fez, já indicando que odiava caviar. O ômega sentia um leve nojo de comer ovas de peixe, além que o sabor não o agradava em absolutamente nada.

 

    – Não gosta... –  JungKook sibilou e olhou para Hani, essa que abriu um sorriso enorme –  Hani, fez pro ChimChim também? – A garota concordou – Peça para que tirem o caviar do prato dele, deixe apenas o camarão e o acompanhamento.

 

    – Mas senhor, eu que ajudei a fazer isso não é justo – Fez uma carinha chateada, tentado fazer que Jimin comece o caviar. Afinal, ela tinha colocado um pouco de sonífero ali.

 

   – Se Jimin não gosta, ele não vai comer – Disse em um tom levemente irritado. Entrou na sala e levou o ômega até a mesa, o colocando em uma cadeira perto de si, puxou a cadeira e deixou o menor se sentar. – Peça para tirarem, a única coisa que peço.

 

    MinJae concordou e olhou Hani, essa que ficou parada com uma cara emburrada. O beta suspirou e bateu palma, fazendo a ômega o encarar com uma cara confusa. MinJae em apenas um gesto apontou para a direção da cozinha, indicado o que era para ela fazer, a garota bufou. Odiava que mesmo ela sendo uma empregada particular do JungKook, era tratada como uma empregada qualquer quando MinJae não era.

 

 

    A garota por fim, saiu do local e foi para a cozinhar pedir algo para o garoto comer.

 

 

.

.

.

 

 

    Jimin olhou para o alfa que subiu as escadas em sua frente, queria ter certeza que ele iria dormir e descansar e assim iria ir para o quarto dele.  Ficou um pouco envergonhando ao entrar no corredor que levava ao quarto do alfa, seria a primeira vez que entraria no local.

 

 

    JungKook caminhou calmamente até a porta do seu quarto, de tom branco e com maçaneta dourada, como todas as outras portas da casa, abriu a mesma e olhou para trás. Vendo um rostinho corado e envergonhando do ômega, ele deu um sorriso meigo e estendeu a mão, essa a qual Jimin pegou um pouco receoso. Não que estivesse com medo do alfa fazer algo – Já que ele sabia que não faria aquilo – Porém ali era um espaço tão particular do mesmo.

 

 

   Jeon o deixou entrar na frente, fazendo Jimin ter de cara seu quarto,  virou o rosto para o lado vendo uma espécie de corredor que tinha um tom meio marrom claro, e nas paredes tinha quadros. Jimin mesmo um pouco envergonhando foi ali, parando alguns segundos apenas para admirar as fotos do alfa, deu um sorriso sincero ao ver uma foto dele criança.

 

 

 JungKook passou atrás de sí e segurou sua cintura, atraindo a atenção do ômega para si. Viu na mão do mesmo o celular e começou a ler o que estava escrito.

 

  – Eu vou tomar banho, se sinta a vontade – Jimin assim que terminou de ler concordou com as bochechas rosadas e viu o mesmo seguir o caminho daquele corredor, indicado que ali ficava o banheiro.

       O ômega saiu daquele corredor e foi observar o quarto do alfa que eram em tons de cinza e marrom. Era magnífica, a parte da frente para a cama era apenas vidro, indicando após uma varanda, do lado direito que parecia ter outro corredor ficava duas cadeiras/sofás pequenas cinza no centro estando uma mesinha redonda com um abajur e na parede quadros. Do lado da mesma, em entrada por corredor, tinha um espelho com uma moldura tão bonita. No centro do quarto tinha um lustre extremamente bonito e elegante e abaixo dele uma espécie de puff redondo.

 

 

    Olhou para a cama, entre os corredores e a parede tinha papel de parede que dava um ar menos serio a aquele local, a cama era enorme e estava bem arrumada, ao lado tinha dois criados mudos em tom cinza bem clarinho e em cima dois abajures que vinham do teto redondo, Jimin se atreveu a sentar na cama apenas para ver os dois quadrinhos que ficavam em cima do criado mudo.

 

    Na foto tinha JungKook, a qual ele chutou ter uns quinze a dezesseis anos, junto a uma mulher que ele conhecia por ver na teve. A esposa do imperador do Japão, ela era tão bonita e estava ao lado dele com um sorriso extremamente feliz e no outro quadrinho estava ele com pessoas que ele não conhecia, porém não era ele pequeno ou adolescente, parecia ser uma foto mais atual e todos estavam em uma sala que parecia de sinuca e sorriam animados.

 

 

    Estava tão distraído que nem notou Jeon saindo, o mesmo vestia apenas uma calça moletom e secava seus fios. O lúpus assim que terminou de secar jogou a toalha em cima da cadeira e se jogou na cama, atraindo a atenção do ômega, a qual JungKook pode jurar que seu rosto estava mais vermelho que uma pimenta.

 

     O alfa pegou o celular e começou a digitar rapidamente, logo cutucou a barriga do mesmo ouvindo uma risada e Jeon deu um leve sorriso, Jimin tinha cocegas ali. O menor se virou minimamente para ele apenas para pegar o celular, já que não conseguia encarar o alfa já que sabia que se fizesse isso seu olhar iria descer para o corpo dele.

 

   

   – Quer ficar aqui ate ter certeza que eu irei dormir? – Perguntou e o menor olhou para o lado, não teria nenhum problema afinal

 

    – Irei sim... Não que eu não confie em você, mas eu sei que é teimoso e se eu não tivesse certeza que você vai dormir me sentiria mal – Digitou aquilo rápido e logo deu para o alfa ler, este que logo concordou.

 

     Jeon deixou o celular de lado e pegou o controle do ar condicionado, ligando, não conseguia dormir se estivesse quente. Levantou-se e foi até as janelas, puxando a enorme cortina fazendo o quarto ficar escuro. Perfeito para que ele dormisse. Jimin corou um pouco e se levantou da cama, indo até o puff que ficava em frente a cama e se sentou ali, porém sentiu a mão do alfa que o tirou dali e o levou até os mini sofá que tinha, o entregando logo depois uma manta.

 

     Gostaria que Jimin dormisse com ele? Com certeza, mas ainda era cedo para aquilo e queria que o ômega dormisse consigo quando se sentisse confortável. O ômega apenas olhou o movimento do lúpus enquanto se ajeitava ali, observou o mesmo deitar e se cobrir, virando para si.

 

 

      O Park corou um pouco ao sentir aquele olhar sobre si, mas continuou ali esperando o mesmo dormir e depois sairia dali sem fazer qualquer barulho.

 

      Mas não foi isso que ocorreu, Park Jimin simplesmente adormeceu ali.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JungKook que estava de costas se virou novamente para onde o ômega estava, estranhou ao ver o ômega tão quietinho ali no sofá Jimin era quieto, mas não tanto. Levantou-se da sua cama jogando os lençóis para o lado e caminhou até o pequeno ômega. O observou soltando um risinho, não acreditava que o mesmo tinha dormido tão rápido, o pegou cuidadosamente no colo e o levou até a cama, o deitou com todo cuidado para não o acordar e ajeitou os lençóis sobre ele. Deu a volta na cama, deitou-se ao lado do mesmo sem fazer muitos movimentos para não acorda-lo.

 

    Virou-se para o mesmo e passou bons minutos apenas observando aquele rosto tão belo, as bochechas rosadas – Que o alfa notou ser um corado natural do mesmo – Os lábios cheios e rosado, tudo nele era tão lindo e não havia nada que fizesse JungKook não o achar perfeito, Park Jimin era a pessoa mais perfeita que já havia visto na vida. E com o menor ao seu lado ele e com esses pensamentos em mente, adormeceu.

 

 

 

 

 

    Jimin acordou sonolento, abriu os olhos devagar vendo o quarto escuro e um relógio de luzinha, marcava 15h00 da tarde, deu de ombros e se virou na cama vendo a mesma vazia... Foi então que algo se ligou na mente dele. Ele estava em um sofá como foi parar na cama? E ainda por cima na cama do lúpus? Levantou-se rápido, se enrolando naqueles lençóis, Jimin começava se perguntar se os panos tinha algo contra ele para fazer ele sempre se enrolar nos tecidos.

 

    Caiu da cama e gemeu de dor, mas sua preocupação no momento era saber onde Jeon JungKook estava, ficou temeroso que ele tivesse dormido e o mesmo tivesse saído, ou não ter descansado. Soltou-se dos lençóis, pegou sua pantufa que estava perto do pequeno sofá e saiu correndo do quarto do alfa.

 

   MinJae que subia a escadaria viu seu patrão afoito, riu baixinho e foi até o mesmo segurando seu braço fazendo o menor o olhar.

 

   – Procurando o JungKook? – Mexeu as mãos e o Park concordou – Academia – “disse” calmo, Jimin já ia sair em direção ao local, se soubesse onde ficava e MinJae notou a cara confusa do ômega – Vem, irei te levar até lá – MinJae gesticulou com um sorriso e  o menor apenas concordou

 

     Jimin já estava quase roendo as unhas de preocupação, e se Jeon tivesse esperado ele dormir e foi fazer exercícios? Iria o deixar mais cansado e com certeza se soubesse que ele fez aquilo iria bater no mesmo e depois iria bater em si mesmo por ter permitido aquilo acontecer.

 

     – Irei voltar – Disse abrindo a porta de vidro, Jimin pode notar que era tudo vidro, mas não dava para ver nada quem estivesse de fora – Com licença – MinJae disse mexendo as mãos com um sorrisinho maroto no rosto.

 

    O ômega assentiu para o beta e entrou ali, sentindo o ar frio notando então que ali havia ar condicionado. Observou ao redor, a academia era bem equipada e com uma parede apenas de espelhos. Foi então que notou Jeon ali perto, fazendo flexão, Jimin pode jurar que suas bochechas coraram ao extremo. Afinal, quem não coraria ao ter um alfa lúpus, sem camisa, tatuado e suado na sua frente?

 

     Park não sabia o que fazer. Se ia até lá ou esperava o mesmo notar sua presença. Decidiu pela primeira opção, mesmo com o rosto tão corado e com as pernas meio bambas foi até ele, e bastou apenas se aproximar um pouco para JungKook parar o que estava fazendo e apreciar aquele doce perfume de cereja com rosas, levantou-se e olhou para o mesmo, soltando um breve risada ao ver aquele rosto corado e tão lindo.

 

     Jimin nervoso como estava apenas começou a mexer as mãos em libras.

 

 

     – Você dormiu? – Perguntou nervoso – Me diz que sim, você tem que dormir. Estava cansado e agora está treinando, isso não vai te deixar mais cansado? – Dizia aquilo e quem entendesse diria para ele se acalmar.

 

    Jeon que prestava atenção nas mãozinhas do ômega só entendeu o “você dormiu?”. Realmente, ele tinha que treinar bem mais libras. O mesmo pegou a garrafinha de água, bebeu todo o conteúdo do mesmo e por fim pegou a toalha pequena para secar um pouco do seu suor.

 

    Jimin passou ao olhar, ele havia entendido o que tinha dito ou estava o ignorado? Apenas com o pensamento que ele o estivesse o ignorado fazia se sentir um tanto mal, não gostava de ser ignorado.

 

    JungKook tomou coragem ao tentar falar em libras, seria bom para ele assim treinaria mais.

 

     – Dormir sim – Disse em libras fazendo o menor arregalar os olhinhos e abrir um sorriso que fizera seus olhinhos se fecharem e apenas por JungKook ter visto aquele sorriso o fez querer se dedicar bem mais em aprender libras – Você preocupado? – Jimin ao ler aquilo soltou uma risadinha fofa, Jeon gostava tanto de ouvir a risada do menor.

 

    – Sim – Mexeu as mãozinhas – Como eu fui parar na sua cama? – Perguntou, Jeon entendeu apenas “parar cama”, era um tanto frustrante entende poucas coisas do que o menor “falava”, mas ao mesmo tempo lhe dava mais vontade para aprender.

 

    JungKook agora havia pego o celular, talvez ele não soubesse responder a perguntar do menor em libras. Só talvez.

 

     – Sobre isso, você dormiu bem rápido – Soltou uma risada – Como eu achei que ali seria um local ruim para você descansar o levei para a cama... – O olhou receoso – De certa forma, dormimos na mesma cama, eu não te toquei nem nada, eu juro. – Deu a sua palavra

 

     Jimin assim que terminou de ler corou um pouco, confiava muito em JungKook e mesmo que ele o abraçasse enquanto dormia iria se sentir confortável em saber que o lúpus estava ali.

 

    – Tudo bem – Digitou com um leve sorriso – Eu irei voltar, devo ter atrapalhado seu treino – Digitou um pouco envergonhado.

 

    – Na verdade eu já estava terminado e estava pensando em sairmos – Jimin o olhou, animado com a ideia de poder sair um pouco dali.

 

   – Podemos sair, mas... – JungKook o encanrou assim que viu aquele “mas” – Vamos a um shopping comum, não a um de ricos e que não tenha fast food – Disse risonho e Jeon arregalou os olhos, talvez ele nunca tenha ido a um shopping comum.

 

 

    – É... Eu nunca fui a um shopping comum – Digitou envergonhado – Meus pais sempre foram do tipo ostentar, por isso eu também sou dessa forma, eles apenas iam a locais que tivessem gente da sua classe, se não achavam perda de tempo ir... – Jeon "dizia" aquilo mexendo no seus fios, Jimin então arregalou os olhos ao ler aquilo e sua vontade de o levar para um shopping “comum” cresceu mais.

 

    – Vá logo se arrumar, nós vamos ao shopping e eu que vou dirigir – O menor digitou sorrindente, fazendo o seu eye smile aparecer fazendo o alfa ao mesmo tempo que admirar aquele belo sorriso franzir, como assim Jimin dirigia? – Sim eu dirijo – Digitou com um biquinho fofo nos lábios – Sou um ótimo motorista se quer saber

 

 

     JungKook riu e concordou, ele apenas ficou ansioso para saber como é local aonde seu pequeno iria o levar.

 

.

.

.

 

 

    Jimin encarava o lúpus, ele realmente iria para um shopping usando roupa social?

 

 

    O ômega em um movimento rápido empurrou o alfa para dentro do closet, ele realmente achava que iria sair com roupa social para um shopping? Jimin nunca havia entrado ali e parou alguns segundos apenas para admirar aquele local organizado e que tinha o perfume do alfa. Era bem organizado e boa parte das roupas eram ternos e de tons escuros, suspirou, começava a achar que o alfa só tinha roupa social para vestir.

 

    O menor pegou seu celular e digitou rapidamente.

 

    – Você só tem roupa social? – Jeon leu aquilo e fez não com a cabeça – Então vista uma roupa comum, tipo, uma calça rasgada, pode até ser uma camisa social... – Tentou não escrever  “Por que você ficar sexy nelas”

 

   – Então irei me trocar – Digitou rapidamente e assim Jimin cuidou de sair dali, por pura vergonha.

 

     JungKook trocou por uma calça preta com rasgos, uma blusa comum preta e jaqueta da mesma cor, enquanto o sapato era um coturno preto. Não demorou a se vestir e saiu novamente, dessa vez com o Jimin sorrindo, realmente o ômega o havia achado maravilhoso naquelas roupas comuns.

 

    JungKook adoraria pedir para que Jimin trocasse de roupa, o menor vestia um short folgado de tom meio marrom, uma blusa de botões brancas e um tênis branco, realmente estava lindo, mas não pediria que o mesmo trocasse aquela roupa que deixava suas coxas tão amostra, afinal, se algum alfa tocasse em seu pequeno ele iria apenas quebrar a cara do mesmo.

 

     O ômega caminhou até o alfa e segurou sua mão, o puxando para irem logo ao shopping.

 

.

.

.

 

     O lúpus se encontrava surpreso, quando ele ia aos shoppings que geralmente frequentava era super fácil achar um estacionamento, mas ali? Realmente, era um inferno, parecia que a cidade inteira decidiu ir para o shopping e mesmo quando achava, o carro do lado estava tão mal estacionado que nem cabia o carro, uma range rover autobiography.

 

    Quando finalmente acharam, no penúltimo andar do estacionamento, JungKook quase glorificou de pé e Jimin? Apenas riu baixinho. Entraram dentro do shopping e o lúpus olhava tudo com atenção enquanto segurava a mão gordinha do seu pequeno ômega, era estranho para ele locais muito cheios que não fossem um leilão de alguma joia sua ou festas.

 

 

    Caminharam calmamente até a praça de alimentação, por conta do horário não estava tão cheio. Jimin foi junto ao alfa até um fast food, enquanto esperavam na pequena fila Jeon olhava o que iria pedir e o menor anotava seu pedido, era sempre assim, sempre tinha que anotar seu pedido em um papel ou no celular para que a pessoa entendesse.

 

    Não demorou a eles fazerem os pedidos e irem se sentar em uma mesa próxima esperando que o número aparecesse no pequeno televisor.

 

    – Depois daqui vamos para onde? – O alfa perguntou digitando no celular

 

    – Podemos apenas dar um volta, podemos ir ao cinema, ou podemos ir a um game station – Digitou animado.

 

   – Vamos dar uma volta, para ver filme a gente ver em casa – “Disse” risonho e Jimin concordou soltando uma risada adorável e enquanto esperavam os pedidos, Jeon apenas ficou admirando aquele rostinho tão lindo, mas depois seu olhar foi para a boca do Park, realmente, esperava pelo dia que iria provar aqueles lábios fartos e rosados.

 

.

.

.

 

 

     O dia estava correndo extremamente bem e divirto para o alfa, se não fosse um detalhe, na hora da saída havia inúmeros paparazzi, suspirou, nesse momento era ele que dirigia. Já que o ômega além de cansado não gostava de correr em alta velocidade e era isso que Jeon estava fazendo, dirigia em alta velocidade apenas para fugir daqueles homens que sempre o atormentava e Jimin? Esse estava até se divertindo, nunca tinha andando tão rápido.

 

   Chegaram na mansão e os empregados impediram que os paparazzi ultrapasse o local, realmente aquilo cansava o lúpus, mas a culpa não era sua se era dessa forma. Seus pais além de amar ostentar, sempre os filhos alfa chamavam atenção pelo seu jeito rebelde, Jeon não conhecia um alfa da sua família que não tinha tatuagem, seu pai, por exemplo, tinha três, seu avô então tinha sete.

 

     – Você está bem? – Jimin colocou o celular na frente do mesmo

 

    – Estou sim – Falou fazendo com que Jimin tivesse que ler os lábios do mesmo, mas logo o mesmo saiu do carro e o menor o acompanhou, então o Park notou, ele estava mentindo, com certeza estava.

 

     O ômega seguiu o mesmo que estava no elevador que levava até o andar da sala, o menor suspirou e tomou coragem para abraçá-lo, Jeon foi pego de surpresa e direcionou seu olhar para ele abrindo um sorriso. Achava adorável que seu pequeno estivesse preocupado com ele, mesmo que não gostasse que ele se preocupasse consigo.

 

    Assim que chegaram no andar, JungKook segurou o menor no seu colo, segurando as coxas fartas do mesmo fazendo com isso o ômega soltar um grito baixo assustado e apertar os braços ao redor do pescoço do alfa.

 

     – Bem vindo de volta senhor... – Hani ia abaixo o tom ao ver aquela cena, rapidamente uma carranca surgiu no seu rosto – Aconteceu algo? – Perguntou indo até o alfa, queria tentar fazer que Jeon soltasse o garoto do seu colo.

 

   – Não – Disse firme, caminhando até a escadaria da sala que levaria a seu quarto – Apenas peço que leve uma muda de roupa do Jimin para meu quarto – Ditou.

 

    – Ah... – Hani rapidamente se desconcertou, aquilo significava que eles iam dormir juntos.

 

         Mas ela com certeza iria impedir que aquilo ocorresse.

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...