História Dodói - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~monwriters

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Joo Heon, Ki Hyun
Tags Fem!au, Jooheon, Kids!au, Kiheon, Kihyun, Kihyun!fem, Monwriters, Projeto Girl Power Season, Xcollab
Visualizações 39
Palavras 1.461
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Fluffy, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi oi, eu vim atrasada e correndo pra postar essa fanfic, correndo risco de levar bronca dos meus pais pela hora!!!! Crianças, não sigam o exemplo da tia, ok??
Mais uma vez é uma fic para o projeto das monwriters e novamente, nas notas finais estará o link do projeto e da minha primeira os desse projeto mais que maravilhoso!!
Beijinhos!

~enjoy it! ♥

Capítulo 1 - Mas eu já sou uma mocinha!


Fanfic / Fanfiction Dodói - Capítulo 1 - Mas eu já sou uma mocinha!

Jooheon acordou bem cedo, pleno domingo e ele se levantando às 04h30 da manhã, o platinado tinha sorte de realmente amar o que fazia, e de ter tido uma folga bem generosa depois de um plantão de 24 horas. A vida de um pediatra não era moleza, mesmo que durante sua residência ele tenha escutado certas zombarias, por não ser um “futuro cirurgião”, ou um “grande oncologista”, ou, até mesmo, um “virologista que vai descobrir novas vacinas”, ele não dava importância para todos esses comentários maldosos, ele apenas sorria e se empenhava. 

Graças a esse empenho, ele se tornou um ótimo médico e era conhecido por seu carisma incrível, empatia e doçura. 
O rapaz não demorou no banho, ficando debaixo da água quente tempo o suficiente para relaxar e acordar, pegou um jeans de lavagem escura, uma blusa cashmere branca, um cachecol e seu jaleco, rumando logo para o grande hospital Saint Rose.  

- Bom dia. — Cumprimentou sorridente algumas enfermeiras, ouvindo-as praticamente suspirar pouco depois que ele se afastou... 

Ele riu baixo atravessando alguns corredores, passando pelo pronto socorro e a emergência, indo diretamente para sua sala na ala da pediatria, assumindo o posto de Minhyuk. Tudo parecia bem calmo, tanto que lhe foi entregue apenas duas fichas de pacientes que tinham sido levados para observação e que logo poderiam ser liberados. Se permitiu relaxar na cadeira, lendo as fichas atentamente - após colocar seus óculos. 

... 
07h15

 

- Yoo Kihyun? — O médico chamou, vendo uma mulher se levantar com uma garotinha nos braços... — Por favor... — Indicou o caminho até sua sala, abrindo a porta e deixando que as duas entrassem primeiro. 

Jooheon notou que a morena chorava agarrada ao pescoço da mãe, tremendo demais e isso o deixou levemente preocupado. 
Segundo a ficha, a pequena tem 8 anos, estava na escola e passou mal, deu uma olhada bem rápida e em seguida pediu que a senhora Yoo explicasse a si o que havia acontecido. Olhava atentamente a mãe, sua feição era tranquila, mas ele podia notar o tom preocupado na voz da mulher, ao ouvir os sintomas ele poderia sim “deduzir com sua intuição” que a pequena teve uma leve infecção no estômago, mas faria questão de examinar Kihyun com todo o cuidado. 

- Bom... Kihyunie-ah? — A pequena ainda amuada ao colo da mãe o olhou de canto, fazendo as maria chiquinhas em seu cabelo balançarem levemente... — Você se importa de deitar ali — Indicou a maca no canto da sala. —, preciso ver o que está acontecendo com você. 

A pequena fez bico, balançando a cabeça positivamente, logo desviando o olhar para sua mãe, os adultos ali soltaram risos baixos, Jooheon achara a pequenina totalmente adorável e toda aquela manha fez com que ele fosse tomado por uma vontade de apertar-lhe as bochechas gordinhas. 

- Mas eu preciso saber onde dói, pequena. — Ditou sorrindo e mostrando suas lindas covinhas, fazendo a garotinha olhar para o chão tímida e levemente nervosa... — Venha. 

Ele se ergueu e deu a volta na mesa, abriu os braços para acolher a pequena Kihyun que, ainda relutante, largou a mamãe e foi com o maior até a maca. Mesmo sendo um trajeto bem curto, a morena deitou a cabeça no ombro do médico, demonstrando o quão cansada estava e assim que foi colocada sobre a superfície macia se sentiu ainda mais mole, o que com toda certeza não era bom. O platinado pegou seu estetoscópio, um palitinho e uma pequena luz para poder examinar as pupilas e a garganta da criança, notou uma leve irritação na sua faringe e logo partiu para a próxima fase do exame. Apertou alguns pontos na barriga da menina, vendo a menor se contorcer e soube o diagnóstico. Antes de levá-la de volta aos braços da mãe, pode ver que a mais nova olhava fixamente para seu crachá, fazendo-o se lembrar da pequena abelha que havia ali. 

- Nossa pequena Kihyunie está com uma infecção no estômago, pode ter sido causada por algum alimento com tempero mais forte ou algo do gênero. — Disse assim que a levou de volta a sua progenitora. — Notei que a faringe dela está um pouco irritada, isso foi causado pelo vômito... 

- Dói... — Disse a menina em tom manhoso, fazendo um bico na direção do médico que se permitiu derreter um pouco mais... 

- Eu sei que dói, Kihyunie-ah, mas vou receitar alguns remédios e logo você vai estar cem por cento, ok? — Perguntou com um sorriso terno, fazendo a menor concordar e corar um pouco. 

Kihyun nunca tinha visto um oppa tão bonito, e por isso estava tão nervosa. Novamente seu olhar foi para o crachá do maior, estava curiosa para saber porque tinha uma abelha ali, não sabia se poderia perguntar a ele ou se apenas ficava quieta, acordou do leve transe ao ouvir a risada baixa do mais velho. Olhou para ele diretamente, notando que ele tirava algumas folhas da impressora... 

- Você está olhando para a minha abelha, não é? — A menina desviou o olhar para suas mãos e concordou de forma silenciosa, o que resultou em mais um riso baixo dos adultos... — Ela está aqui porque meu apelido é “Joohoney”, então pode me chamar dessa forma se sentir vontade! O que acha? 

- Joo... Ho... Ni? — A menina tentou repetir e ao mesmo tempo, se esforçava para entender a ligação do apelido com a abelha... 

- Joo.Ho.Ney... — O maior disse pausadamente, rindo ao ver a menina inclinar a cabeça para o lado. Sempre que precisava explicar o porquê do apelido, as crianças faziam aquela cara de pura confusão... 

- Por quê seu apelido é esse? 

- Porque sou conhecido aqui como um médico muito doce, e abelhas fazem mel, que em inglês significa “honey”... Então, “Joohoney”... — Falou com muita calma, para ver se a morena conseguiria assimilar e quando ela soltou um "Ahhh" baixinho, soube que ela tinha compreendido... — Bom, mãe, aqui estão os nomes de todos os remédios que estarão no soro, visto que ela sente dores no corpo por estar desidratada. — Entregou a folha para a mulher, que tratou de ler tudo... — Vou acompanhar vocês até a sala da medicação... E aqui está o atestado dela, são dois dias, então caso ela não consiga comer nem beber água, traga-a de volta para cá. 

A mulher agradeceu o maior, acompanhando-o nos corredores até uma sala branca, com faixas coloridas pelo chão e um grande arco-íris na porta. Kihyun notou que tinham poucas crianças ali e sentiu um frio na barriga, nunca teve medo de agulhas, mas naquele dia tudo parecia tão ameaçador. O nervosismo não passou batido pelos olhos amendoados do médico, que após passar as orientações para os enfermeiros, voltou sua atenção para a menor, com mais um dos seus doces sorrisos no rosto... 

- Kihyunie, vai ser só uma picadinha, você vai ser corajosa para tomar o remédio? 

- Claro que vou, eu já sou uma mocinha Joohoney-oppa! — A convicção da pequena fez o sorriso do maior aumentar, que não evitou um afago nos cabelos sedosos dela... 

- Isso mesmo, uma mocinha muito corajosa! Depois de tomar a medicação passarei aqui para ver como está, certo?! — Kihyun assentiu rapidamente. — Fighting! 

 

... 

08h00

 

Kihyun realmente aguentou a tal “picadinha de formiga”, até riu das brincadeiras que os enfermeiros faziam, o que era muito bom. Assim que o soro acabou, Jooheon apareceu novamente na sala, como prometido e trazia consigo uma garrafinha com suco de mamão, viu os olhos da menina brilhando após o primeiro gole, constatando que ela realmente não estava mais enjoada ou pálida. Se permitiu sorrir abertamente ao ver a menina mais falante, sem febre e mais extrovertida, uma garotinha totalmente encantadora aos olhos dos adultos presentes ali. 

- Está melhor, Kihyunie? — Indagou enquanto se abaixava para ficar na altura da menor... 

- Uhum! — Exclamou a menina sorrindo. 

- Que ótimo, poderá receber alta, ir para casa e descansar. — Afagou os cabelos da menina, agora soltos por ter se queixado de dor na cabeça, e lhe entregou uma bala feita de mel, que além de ser doce, ajudaria com a irritação na faringe... — Mas, antes de ir... Você tem que prometer que vai tomar seus remédios direitinho e que não vai comer vários doces depois que sair daqui... — O platinado fez um bico e levantou seu mundinho, mostrando que a promessa deveria ser selada... 

- Eu prometo! — A garota entrelaçou seu mindinho com o do médico que sorriu satisfeito e abriu os braços para abraçar a menina uma última vez... 

Kihyun seria doida se dissesse que não queria devorar todos os doces, que se encontravam guardados em seu esconderijo especial, mas ela sabia que não deveria fazê-lo e obviamente não quebraria a promessa que fez com o Joohoney-oppa, afinal de contas, ela prometeu de mindinho e tudo.


Notas Finais


Oi oi minhas crianças, se chegaram até aqui, agradeço. Eu nunca fiz uma "kids!au", acredito que nunca tenha feito uma "fem!au" também, então eu realmente espero que eu tenha me saído bem! *transpirando de nervoso*

Agradeço a @JessTommo por ter sido minha beta e ter aguentado meus surtos, agradeço a @moonutt por também ter me ajudado, dado opinião e ter aguentado minhas nêuras loucas com o plot e agradeço a @letsbocca por ter me ajudado com a decisão de qual seria meu plot final e várias outras coisa, então... Obrigada meu amor!

Enfim, aqui está o link da minha primeira OS do projeto:
https://spiritfanfics.com/historia/menino-primaveril-10103725

Aqui está o link do projeto (Venha e faça parte do Vale das Monbebes escritoras):
https://spiritfanfics.com/perfil/monwriters

Vem dar uma olhadinha em "Exodus", amanhã a noite eu vou repostar e garanto que vai valer a pena ler:
https://spiritfanfics.com/historia/exodus-3390042

Pra quem já lê minhas fanfics, eu vou atualizar tudo que prometi, então me aguardem, rs. E em breve postarei um novo jornal, então, (novamente) aguardem!
Beijinhos!!!!! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...