História E agora, SN? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags 2ne1, Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Beyond The Scenes, Bts, Hani, Hoseok, Jeon Jungkook, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Namjin, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Suga, Taehyung, Vmin, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 22
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Votem e comentem bbs. 
Boa leitura!♡

Capítulo 5 - 04


Fanfic / Fanfiction E agora, SN? - Capítulo 5 - 04

Capítulo 4 — Deus Grego


O resto do tempo passou rápido. Resolvi navegar pelas redes sociais, nada de interessante. Apenas garotas tolas brigando por garotos tolos.

Craudinho tá disputado, se eu fosse ele não namorava a "rudicula" Raniere do cabelo todo pro alto, ok não vou me meter nessa, rs.

Algumas mensagens de colegas que dizem sentir saudades, nada de Alana, nada de Nathan.

Comprei um livro, "A Marca de Uma Lágrima" de Pedro Bandeira, amo esse autor, porém nunca li este livro.

São 15 horas de vôo, talvez dê tempo de lê-lo todo, o que eu duvido muito. Lá vamos nós Pequim.

❁❁❁❁


[10:15 a.m.]


"No meu seio serás meu
para o uso que eu quiser
Nos teus braços me abandono,
ao teu lado sou mulher."

Assim começa o livro. É sobre um casal, na verdade um cara, uma mina e a amiga dela.
Uma garota bêbada que se apaixona por um cara, a amiga dela se apaixona pela mesma pessoa, o cara se apaixona pela personalidade dela porém pela beleza da amiga.

"Neste físico de um deus grego,
numa intensa relação.
Eu, pálida e bêbada, tremo
e me afogo e me sufoco
Entre loucura e paixão...

Quero fundir meu corpo
no meu corpo junto ao meu.
Nos teus braços serei cega
pra que sejas o meu guia.
Nós seremos a matéria,
nosso amor será a energia..."

Caralho... Isto me lembrava muito o Nathan.
Ele é alto, branquinho, tem cabelos castanhos, é muito bonito, o real físico de um deus grego. Eu adorava puxar aqueles cabelos, eu adorava marcar aquela pele branca fosse com arranhões ou chupões, eu adorava beijar aqueles lábios, eu adorava ele.

Nos conhecemos em uma festa na casa de um primo dele, estava lá para passar o final do ano em São Paulo porém mora no Rio de Janeiro. Ambos estávamos bêbados. Haviam rolados até algumas trocas olhares, mas a ação mesmo só começou depois do álcool.

Nós ficamos, transamos, bebemos juntos, ficamos, transamos, de novo, de novo, de novo... Até que aquilo virou amor.

Amor sempre estraga tudo.
Ele achava que era amor, mas para ser amor os dois lados tem que corresponder, certo?

Nossos corpos estavam juntos, colados, unidos pelo suor de mais uma noite. Nossos corações batiam forte, mas por causa do cansaço, não por amor. Na real os corações estavam bem separados. Aquilo para mim não passava de apenas sexo, só que as intenções dele comigo eram outras, maldita paixão. Nosso lance, não vira romance.

Eu nunca curti essa coisa de ilusão, então fomos nos distanciando. Seria só uma distração de verão, mas ele resolveu ficar em SP por causa de mim...

"Eu sinto muito, mas não quero mais te ver!"

Foi o que eu disse pra ele. Posso ter sido dura? Ok! Mas não tinha outro jeito de falar. Sou do tipo que é feliz e alegre sempre, porém quando quer consegue ser fria até demais.

E agora ele voltou... Será que não tem vergonha na cara? O mínimo que deveria fazer era pelo menos tentar me esquecer.

Lindo como é, puta merda ele é muito lindo, com certeza que devem ter várias atrás dele querendo o que eu consegui.

Largar tudo para correr atrás de quem você gosta, mas não tá nem aí pra você? Palmas. Aqui tem coragem! Alguns chamam de amor, eu chamo de trouxisse.

Se a pessoa não quer nada com você, manda à merda e segue a vida, caramba! É um saco ter que aturar gente trouxa correndo atrás do nada.

Falando nisso, queria saber no que deu a história do telefone. Será que ganhou um Playstation? Será que Alana deu meu número pra ele?

Não quero pensar nisso. Vou almoçar agora, estou morrendo de fome.

❁❁❁❁


[12:00 p.m.]


Arroz, frango, salada, suco de laranja, eu realmente precisava relaxar. Comida pesada não me faria bem agora.

Gosto de ouvir música enquanto como. Coloco na playlist de Lana del Rey.

"Take off, take off
Take off all of your clothes
They say only the good die young
That just ain't right
'Cause we're having too much fun
Too much fun tonight
And a lust for life..."

Lana sempre definindo nossas vidas.

Ah, Nathan... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...