História E se eu não querer lembrar? (Jikook) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, K.A.R.D
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 267
Palavras 2.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie ><

Eu revisei pouco me desculpe se tiver algo errado ou se estiver sem sentido :(

Ignorem os erros de português por favor 😆

Espero que gostem do capítulo 😚

Boa leitura ❤️

Capítulo 7 - Capítulo 7.


Jungkook não namorava comigo por amor naquela época? Então por que a gente namorou? O que será que ele sentiu ao me beijar? Suspiro e volto a ler o diário.

“Isso foi mudando com o tempo, aos poucos ele foi gostando de mim de verdade, quando começamos a namorar as vezes ele me ignorava e quando ele percebia que me ignorava ele fingia que não me ignorava, tantas vezes que eu falei “eu te amo” e ele ria forçado e falava “eu também”, nunca um “eu também te amo” mas com o tempo ele foi mudando, o que mais me doía era ver o olhar de culpa dele, eu percebi quando ele realmente gostava de mim quando gente fez sexo pela primeira vez foi incrível, era minha primeira vez ele foi fofo comigo me esperou até eu estar pronto para fazer isso, eu tinha ido para sua casa estávamos em um clima bom se beijando, rolando algumas mãos bobas, ele me deitou na cama me encarou sorrindo tímido e perguntou se eu estava pronto, eu respondi que sim, quando terminamos o sexo ele disse “eu te amo” sorrindo tímido, ele sussurrou palavras que já mais vou me esquecer “Eu realmente te amo me desculpe”, suas palavras mexeram muito comigo.

Isso foi vergonhoso ler sobre minha primeira vez pelo menos “eu” não expliquei muito, Jungkook passou a me amar com o tempo? Por que ele me pediu desculpas? Por não ter me amado antes? Mas então por que ele namorou comigo? Viro a folha do diário começando a ler o que estava escrito.

“Agora vou contar como meu irmão Taehyung começou a me odiar também, antes de começar a namorar Jungkook no começo do ano o Tae começou a namorar Jung Hoseok, bem eles eram um casal “perfeito” raramente brigavam, eu estava na escola na sala de aula e pedi para ir ao banheiro, cheguei no banheiro entrei em uma cabine, até que ouço a porta ser trancada e vozes, “Vem ninguém vai nós ver aqui”, a voz que tinha reconhecido de ser de Hoseok falou, abri um pouco a porta da cabine para ver o que estava acontecendo e vi Hoseok beijando uma menina que se chama Jisoo, ela é a melhor amiga do meu irmão, eu fiquei chocado não acreditei que ele traia meu irmão e o pior que eles começaram a fazer sexo no banheiro e eu tive que ver tudo, eu contei tudo para o Tae mas ele não acreditou em mim, disse que eu era um mentiroso e que Hoseok nunca faria isso com ele e também disse que me odiava por tentar destruir seu namoro”

Taehyung me odeia? Por isso seus sorrisos falsos para mim? Suspiro todo mundo me odeia é isso? Estou começando a ficar com medo de ler o que está escrito aqui, estava prestes a ler novamente quando alguém bate na porta e tenta abri-la, ouço uma voz de uma mulher que reconheço ser da senhora Park.

—Filho vem jantar!- fala senhora Park.

—Já vou!- falo, ouço passos indicando que a mesma avia saído dali, guardo o diário no criado mudo com o fundo falso juntamente com a chave, saiu do meu quarto desço as escadas e vou para a sala de jantar, ao chegar lá reparo que todos estão ali, Taehyung do lado da senhora Park e Jungkook de frente para eles, me sento ao lado de Jungkook, o mesmo sorriu tímido assim que me viu, retribui seu sorriso, logo a começamos a nos servir e comer, as pessoas presentes conversavam sobre assuntos que eu não me interessava só queria terminar de comer e ir para o meu quarto, termino de comer assim que me levanto para sair a senhora Park me interrompe.

—Espere filho!- fala com um sorriso falso, suspiro me sento novamente, sinto uma mão vindo por baixo da minha entrelaçando minha mão com a sua, sorri pois sei muito bem de que é essa mão- Como disse mais cedo acho que você tem que fazer as pazes com Taemin- fala me olhando sério, aperto a mão de Jungkook olhando para a senhora Park.

—E como você disse mais cedo isso é um problema entre nós dois- falo sério, solto a mão de Jungkook, saindo dali e indo para o meu quarto, entrei em meu quarto, por que eu tenho que fazer as pazes com ele? Não é como se ela se importasse, suspiro, vou até o criado mudo para pegar o diário mas antes que eu abrisse a gaveta alguém bate na porta, reviro os olhos.

—Entre- falei me sentando na cama, a porta se abriu revelando Jungkook com um sorriso fraco, o mesmo fecha a porta indo em minha direção se sentando ao meu lado na cama.

—Eu vim te ver antes de ir embora- fala colando sua mão em minha bochecha e fazendo um carinho, fecho os olhos aproveitando seu carinho, coloco minha mão onde estava a sua abrindo meus olhos, olho em seus olhos que me encaravam.

—Me beija- falo com a voz suave, Jungkook se aproxima selando seus lábios com os meus, o mesmo pede passagem com língua que logo cedo, um beijo calmo, Jungkook colocou sua mão em meus cabelos os entrelaçando com sua mão, e a outra colocou na cintura me puxando para mais perto de si, paramos o beijo pela falta de ar, trocamos olhares mas logo voltamos a nos beijar em um beijo intenso e cheio de desejo, Jungkook me impurra me fazendo deitar na cama sem parar o beijo, sua mão começou adentrar minha camiseta me causando arrepios, paramos o beijo e Jungkook foi até o meu pescoço deixando selares e mordidas me fazendo arrepiar e suspirar, ele parou de dar atenção ao meu pescoço e voltou a me beijar, Jungkook colocou sua mão em meu peitoral começando a descer sua mão e apalpar meu membro, paro o beijo o encarando.

Kookie não- falo tímido tirando sua mão dali, Jungkook me olhou surpreso e sorrindo de maneira sincera.

—Do que me chamou?- fala sorrindo me encarando, coro ao perceber do que avia o chamado, eu não sei por que falei isso apenas veio em minha mente e falei, eu queria o chamar assim.

—Eu não sei eu quis te chamar assim- sussurro fechando meus olhos ao perceber que Jungkook começou a beijar e chupar meu pescoço.

—Por que está sussurando?- sussurra em meu ouvido me fazendo arrepiar, não digo nada apenas aproveito seus toques- Não irei fazer nada por enquanto- fala sorrindo ladino saindo de cima de mim, o mesmo se levanta da cama, faço o mesmo saindo da cama ficando de frente para ele, o mesmo coloca sua mão em minha cintura me puxando para mais perto de si colando nossos corpos, Jungkook me beija novamente apertando minha cintura, me fazendo ter suspiros entre o beijo, paramos o beijo pela falta de ar, sorrimos um para o outro- Tchau preciso ir te vejo amanhã na escola- fala sussurando deixando um selar em minha testa, o mesmo começa ir até a porta antes de sair se virou e olhou para mim sorrindo, retribui seu sorriso e o mesmo saiu dali, fico sorrindo para o nado sua presença me fazia tão bem, suspiro vou para o banheiro tomar banho, chego no mesmo e começo a tirar minha roupa, entro no box ligando na água quente, me arrepio ao sentir a água em contato com minha pele, começo a tomar banho, penso em Jungkook em como ele beija bem mas o que não sai de minha mente, por que ele não me namora por amor? Se não me amava por que me namorar? Penso em Taemin como eu podeira ter namorado alguém como ele? Eu sinto que não o amo, sinto que não gosto dele, mas o que mais me deixa perturbado é o fato de eu ter AIDS, suspiro, desligo o chuveiro saindo do box, me seco com a toalha e a enrolo na cintura, entro em meu quarto vou até meu guarda roupa pegando uma boxer branca e um pijama azul claro que me deixa fofo, vou para minha cama e me deito fecho meus olhos tentando dormir, eu leria meu diário mas estou com muito sono para isso, viro para o lado tentando achar uma posição agradável para dormir, sem perceber adormeço.


                     Sonho on

Nesse momento estou na casa de Jungkook meu namorado nós beijando em sua cama, seus pais aviam saído e estávamos sozinhos e isso me deixava nervoso, Jungkook me deita em sua cama ficando por cima de mim, o mesmo começa a beijar e chupar meu pescoço enquanto sua mão adentrava minha camiseta me causando arrepios, o mesmo começou a me beijar novamente em um beijo intenso, sua mão subiu até meus mamilos os massageando, eu arfava durante o beijo, paramos o beijo e ele me olhou sério.

—Você quer?- pergunta em um tom de voz suave, sorri para o mesmo que me retribuiu o sorriso.

—Eu quero- falei no mesmo tom que o seu, Jungkook foi até meu pescoço deixando selares.

—Certeza?- pergunta sussurando enquanto deixava selares em meu pescoço.

—Sim- sussurro fechando meus olhos para aproveitar cada toque seu, o mesmo começou a descer sua mão parando em meu membro o apalpando, gemo ao sentir sua mão, meu membro começa a ficar duro, Kookie tirou sua mão de meu membro começando a tirar a roupa ficando só de cueca, coro ao ver seu corpo.

—Você quer que eu tire sua roupa?- pergunta sorrindo ladino.

—N-não- falo envergonhado começando a tirar minha roupa ficando só de cueca, Jungkook me olhou de cima a baixo mordendo seu lábio inferior, o mesmo me impurra ficando por cima de mim novamente, ele enfia sua mão por debaixo de minha boxer, gemo ao sentir sua mão em contato com meu membro, Jungkook sorriu ao ouvir meu gemido começando a me masturbar, eu arfava e gemia, ele parou de me masturbar descendo até minha boxer a tirando vendo meu membro "saltar", Jungkook passa seu dedo em minha glande me fazer arquear as costas pelo tesão, o mesmo coloca sua boca por toda extensão de meu membro começando a descer subir, gemo apertando meus dedos no lençol, fechei os olhos para sentir a melhor a sensação de ter alguém o chupando, era minha primeira vez estava sendo ótimo, Kookie tira a boca de meu membro me fazendo o olhar, o mesmo me olha sorrindo ladino.

—Me chupe- fala mordendo seu lábio inferior, Kookie tira sua boxer e inverte nossas posições me fazendo ficar por cima de si, o olho envergonhado estava com muito vergonha para fazer isso.

—É minha primeira vez fazendo- fui interrompido.

—Também foi meu primeiro boquete- fala meio envergonhado, sorri tímido para ele, olho para seu membro o mesmo era bem grande, coloco minha mão em seu membro começando a o masturbar, Kookie geme ao sentir minha mão em contato com seu membro , o masturbo um pouco até tomar coragem de colocar seu membro em minha boca, coloco seu membro em minha boca começando a descer e subir, Kookie coloca sua mão em meus cabelos guiando meus movimentos, fiquei um tempo fazendo boquete nele até o mesmo tirar sua mão de meus cabelos, paro de o chupar, Kookie inverte nossas posições sorrindo ladino ficando por cima de mim, ele coloca dois dedos em minha frente.

—Chupe- ordena e eu obdeço chupando seus dedos, Kookie manteve seu olhar fixo a mim pensativo, ele tira seus dedos dos de minha boca e afasta um pouco minha perna, ele olha para mim- Vai doer mas logo passa- fala e eu concordo com a cabeça, fecho os olhos gemendo de dor, doía muito muito, Kookie espera um pouco até penetrar o outro dedo, me fazendo gemer de dor, Kookie começa a se movimentar dentro de mim fazendo movimentos de vai e vem, gemo mais alto pela dor e ardência que estava sentindo, a dor se passou um pouco começando a se transformar em prazer, Kookie tira seus dedos de dentro de mim, abro meu olhos o vendo me encarando o mesmo solta um sorriso para mim, retribuo seu sorriso, ele me beija um beijo rápido, separamos o beijo.

—Vai doer mais ainda mas logo passa- fala deixando um selar em minha bochecha, gemo de dor ao sentir seu membro entrar em mim, Kookie foi me penetrando devagar, aperto o lençol com meus dedos gemendo de dor ao seu membro entrar por completo dentro de mim, fecho os olhos pela dor.

—K-kookie tá d-doendo- gemo de dor, abro os olhos para o olhar.

—Vai passar- fala começando a se movimentar dentro de mim me fazendo gemer pela dor- Ahhh você é tão apertadinho J-Jimin- geme me penetrando devagar, arranhei sua costas tentando esquecer da dor, Kookie começa a estimular meu membro para tentar me destrair um pouco, aos poucos a dor foi se transformando em prazer mas ainda sentia um pouco de dor, comecei a gemer de prazer, Kookie percebeu que a dor avia se passado começando a me penetrar mais rápido- Está doendo?- pergunta me pentrando mais rápido.

—N-não vá ahhh m-mais r-rápido- peço entre gemidos, Kookie começou a me penetrar mais rápido, acertando minha proposta, gemo alto devido ao prazer, o mesmo começou a me masturbar me fazendo gemer e arfar.

—J-Jimin eu v-vou ahhh- fala Kookie gozando dentro de mim, me fazendo arquear as costas ao sentir seu líquido quente dentro de mim, ele me beija saindo de dentro de mim devagar, um beijo necessitado, ele saí por completo de dentro de mim se deitando ao meu lado, ambos estávamos ofegantes, Kookie me encarou sorrindo fazendo carinho em minha bochecha.

—Eu te amo- fala me fazendo sorrir, era a primeira vez que ele fala "eu te amo" e não fala "eu também", Kookie se aproxima e me beija em um beijo calmo e apaixonante, separamos o beijo pela falta de ar, e ele sussurrou:



























Eu realmente te amo me desculpe.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 😆
Obrigado por ler ❤️

Minha outra fanfic:

https://spiritfanfics.com/historia/meu-querido-brinquedo-jikook-10332208


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...