História Entre anjos e demônios. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines
Tags Billdip
Visualizações 128
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Recuperando o que é meu.


Fanfic / Fanfiction Entre anjos e demônios. - Capítulo 17 - Recuperando o que é meu.

Pov. Dipper

Nico havia saido fazia poucas horas , estava sentado na cama abraçando meus próprio joelhos, o sentimento que algo faltava em mim continuava no mesma lugar só que conforme o tempo vai pesando parece que piora.

Como esse traidor pode ter feito isso comigo ? Nunca o perdoarei.

Nico...

Te odeio tanto.

Ele me fez humano novamente, sinto medo, tristeza, solidão e raiva.

Odeio esses malditos sentimentos, adeio sentia essa impotência, estou tão fraco, quando tentei andar minhas pernas falharam e quase cai no chão, ele não tiro só os meus poderes , ele tiro um pedaço da minha alma.

Meus olhos se encherão de água novamente, droga ! Isso era humilhante, nem quando fui preso no espelho eu chorei.

Dipper; Bill...

Solucei alto enquanto as lágrimas caim pelo meu rosto.

Do nada todo o castelo tremeu , olhei para a janela que estava um pouco distante de mim, o céu havia mudado, já não tinha aquele azul belo de segundos atrás, agora brilhava num vermelho vivo, me forcei a levantar e ir até a janela, com muito esforço cheguei até lá, no céu havia uma rachadura imensa, os anjos estavam desesperados, corriam e voavam de um lado para o outro porém todos pararam quando uma risada sinistra foi ouvida por todo o reino.

???; se não são os belos anjinhos, vocês se meteram com um dos nossos, se devolverem Dipper Pines agora talvez eu pegue leve.

Não podia acreditar, no céu estava Bill, ele estava diferente.

( imagem da multimídia)

Ele se transformou num demônio completo, ele veio por mim.

Voltei a chorar só que dessa vez de alegria , que rapidamente sumiu assim que Nico apareceu.

Nico ; não sei do que está falando demônio , mas saia do nosso reino !

Bill ; eu quero o Dipper !

Disse com os cabelos ficando vermelho, nunca havia visto o Bill assim.

Nico; Dipper Pines é um humano , não pertence a vocês.

Bill ; não diga besteiras ! O pinheiro é um demônio !

Nico ; não ofenda ele assim ! Dipper VOLTOU a ser um humano !

A expressão de Bill foi para surpresa mais rapidamente voltar para raiva.

Bill ; O QUE VOCÊS FIZERAM COM ELE?!

Disse criando bolas de fogo.

Nico ; só tirei aquela coisa nojenta dele.

Disse empunhando a espada.

Bill atacou Nico que com dificuldade desviou.

Eles começaram a lutar, fiquei observando por um tempo até que percebi que logo os outros anjos iam ajuda aquele miseravel do Nico , Bill mesmo com toda a sua força não pode lutar sozinho !

Andei o mas rápido que eu consegui até a porta , por sorte estava aberta , acho que Nico não pretendia demora , olhei pros lados antes da sair para ver se não tinha ninguém por perto, como não tinha sequer uma alma no corredor sai o mais rápido que pudi.

Precisava achar o Maison , meus pés se moviam sozinhos , estava sendo atraído por algo , Maison... ele é o meu poder afinal , meu corpo sabe para onde está indo , sentia que estava perto quando.

???; seu demônio nojento o que está fazendo aqui ?!

Um guarda puxou meu cabelo impedido qualquer tentativa de corre.

???; não vai me responder ?!

Ele puxa o meu cabelo mais forte, solto um grito de dor, mais não digo nada.

???; aquele demônio lá fora veio por você, sua criatura imunda ! Ele esta destruindo tudo !

Aproveitei que ele estava ocupado me xingando e peguei a adaga que estava no cinto dele.

Sorri debochando.

Dipper; bem feito seus merdas !

Gritei com raiva , ele me olhou com ódio e me jogo contra a parede , me forcei a ficar de pé.

???; já chegar !

Ele veio com tudo para cima de mim sem duvidar afundei a adaga no seu peito, o sague começou a cai no chão, ele me olhava incrédulo.

???; mesmo... virando um ... humano continuar sento um... demônio.

Ele cai no chão , minhas mãos estavam trêmulas arriscando deixar cai a adaga, a segurei com mas força, não podia liga para isso agora , tenho que achar o meu poder.

Outro tremor no castelo quase me fez cair Bill deveria está numa boa brigar agora , tenho que me apressa.

Corri pelos corredores do castelo até finalmente para em frente a uma porta.

Maison está aqui, eu sinto.

Tentei abri , trancada !

Como ...?

Como abrir ?

Olhei envolta desesperodo como se solução estivesse ali , por fim desistir e encostei minha testa na grande porta preta.

Dipper ; Maison...

Choraminguei já sentindo vontade de chorar de novo , como eu odeio ser humano !

Maison ; Dipper....

Me afastei rápido da porta , uma esfera saiu dali , não pode ser.

Dipper; Maison ?

Estendi a mão até a esfera que rapidamente entrou no meu corpo , soltei um grito horrível de dor e cai desmaiado.

Maison; Dipper ?

Estava escuro , estava novamente ali , onde me encontrei com Maison pela primeira vez.

Ele me olhava orgulhoso.

Dipper; você está bem ?!

Não sei por que mas o abracei , ele pareceu surpreso mais me abraçou de volta.

Maison; sim , estava preocupado com você.

Me separei dele.

Dipper; preocupado comigo ? Eu é que estava por você !

Ficamos nos encerrando por uns minutos até os dois começarmos a rir.

Maison; estou bem.

Dipper,; eu também.

Maison: bom estou orgulhoso veio até aqui sozinho , matou um anjo e tudo isso tendo acontecido a poucas horas de pois que sua alma foi rasgada.

Dipper; obrigado, eu acho, como está ela?

Maison; sua alma?

Acenti com a cabeça.

Maison; não sei,a alma também é sua, me diz você.

Dipper; me sinto... eu paz.

Ele sorriu.

Maison; eu também, mas esta na hora de acorda , Bill precisa de nois.

Dipper; vamos .

Cordei no mesmo lugar onde havia desmaiado, os tremores agora estavam sendo mas constantes.

Me levantei, estava recuperado, todo o mal está que estava sentindo sumiu.

Fui até a janela mas próxima e subir, era bem alto.

*Dipper; Maison !*

*Maison; diga*

*Dipper; quero me transformar de novo num demônio completo *

Ele demprou um pouco para responder.

*Maison; parece que Morte tirou nosso selo de magia, pode ir com tudo. *

Sorri travesso , quase podia ver Maison sorrindo da mesma forma.

Sem pensar muito pulei da janela , senti as chamas me envolverem e meu poder cresce de uma forma magnífica, estava na hora de me juntar a brincadeira. 


Notas Finais


Bom para vocês entenderem , os anjos também são imortais , porém podem ser mortos pelas suas próprias armas e magia demoníaca.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...