História Eu amo meu pior inimigo(imagine Hoseok) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Dreamcatcher, EXO, G-Dragon, Got7, Jay Park
Personagens Jackson, Jay Park, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Kai, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Seungri, Suga, Suho, V
Visualizações 25
Palavras 971
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi volteeei e com mais um capítulo, eu demorei porque estava preparando algumas coisas para eu apresentar na escola que eu estudo e acho que vocês não se interessariam em saber enton...
B
O
A
-
L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 9 - "Minha Pequena Rosé"


Fanfic / Fanfiction Eu amo meu pior inimigo(imagine Hoseok) - Capítulo 9 - "Minha Pequena Rosé"

O doutor Sehun já havia me dado alta e disse que eu poderia ocupar o quarto o tempo que quisesse e eu já havia feito minha decisão e eu não iria matar algo que faz parte de mim,parte do meu ser,eu nem sei por que isso passou pela minha cabeça e eu cuidarei do meu passarinho,eu lembro de quando eu tinha dois anos eu ainda morava com minha mãe biológica e...

Dezesseis anos atrás...


Eu havia acabado de acordar,levantei sutilmente como eu sempre fazia para observar minha oma fazendo seus afazeres, fui até à sala de estar da pequena casa e vi à mais velha sentada no estofado acariciando seu ventre que o mesmo estava com um bebê e como eu não sabia se era um garotinho ou uma garotinha eu o chamava de passarinho,ela suspirava como se algo estivesse martelando em sua cabeça, fui até à mesma e abracei o seu ventre.

S/n:Olá passarinho,sou eu sua irmãzinha, eu sinto que seremos bem amigos,inseparáveis pra falar à verdade,eu te amo viu passarinho?-falei me referindo ao bebê que fazia morada em seu ventre,me assustei quando ouvi à buzina de um carro-

Minha oma se levantou e pegou na minha mãe me levando ao carro,um homem entregou uma quantia de dinheiro e me pôs dentro do carro.

S/n:Oma me tira daqui por favor,eu juro que vou ser uma boa garota!-falei aos berros-Por favor!-


Dias atuais...

Depois disso nunca mais eu vi ela,na verdade se eu vi eu não sei pois eu lembro de tudo mais não consigo me lembrar da voz dela e muito menos do rosto,alguns psiquiatras me disseram que minha mente emite esse bloqueio para que eu não sofra tanto quanto sofri.

Me levanto daquela cama,pego minha bolsa que estava em cima de uma poltrona azul bebê, provavelmente foi o Hoseok que deixou lá, arrumei minhas coisas e saí daquele lugar,esperei uns quinze minutos até o Uber chegar,quando ele chegou eu adentrei dentro do mesmo e fiquei refletindo à minha decisão e senti algumas lágrimas rolarem dos meus olhos,quando me dei conta eu já estava em casa,desci do táxi e paguei ao motorista.

Adentrei à minha casa numa velocidade irreconhecível por mim mesma,deixei todas às janelas fechadas e todos interruptores de luz desligados,subi rapidamente ao meu quarto e tranquei à porta atrás de mim,me deitei na cama,peguei meu celular dentro da bolsa,conectei meu fone de ouvido no mesmo e por final coloquei uma música da minha banda de Rock favorita à Evanecence  ,o nome da música é My Immortal .




I'm so tired of being here

Suppressed by all my childish fears
And if you have to leave
I wish that you would just leave
'Cause your presence still lingers here
And it won't leave me alone

These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase

When you cried, I'd wipe away all of your tears
When you'd scream, I'd fight away all of your fears
And I held your hand through all of these years
But you still have all of me

You used to captivate me
By your resonating light
Now, I'm bound by the life you've left behind
Your face it haunts my once pleasant dreams
Your voice it chased away all the sanity in me

These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase

When you cried, I'd wipe away all of your tears
When you'd scream, I'd fight away all of your fears
And I held your hand through all of these years
But you still have all of me

I've tried so hard to tell myself that you're gone
But though you're still with me
I've been alone all along

When you cried, I'd wipe away all of your tears
When you'd scream, I'd fight away all of your fears
And I held your hand through all of these years
But you still have all of me

Estou tão cansada de estar aqui
Suprimida por todos os meus medos infantis
E se você tem que ir
Eu desejo que você apenas vá
Porque sua presença ainda permanece aqui
E ela não me deixará sozinha

Essas feridas não vão cicatrizar
Essa dor é muito real
Há muita coisa que o tempo não pode apagar

Quando você chorou, eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou, eu lutei contra todos os seus medos
E eu segurei sua mão por todos estes anos
Mas você ainda tem tudo de mim

Você costumava me cativar
Com a sua luz brilhante
Agora sou limitada pela vida que você deixou para trás
Seu rosto assombra todos os meus sonhos que já foram agradáveis
Sua voz expulsou toda a sanidade em mim

Essas feridas não vão cicatrizar
Essa dor é muito real
Há muita coisa que o tempo não pode apagar

Quando você chorou, eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou, eu lutei contra todos os seus medos
E eu segurei sua mão por todos estes anos
Mas você ainda tem tudo de mim

Eu tentei tanto dizer à mim mesma que você se foi
Mas mesmo você ainda estando comigo
Eu estive sozinha todo esse tempo

Quando você chorou, eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou, eu lutei contra todos os seus medos
E eu segurei sua mão por todos estes anos
Mas você ainda tem tudo de mim


Essa música resumia muito o que eu passei,eu já estava me desmanchando em lágrimas...


Nove meses depois...

Hoje era o dia que minha pequena Rosé iria vir ao mundo eu estou muito anciosa mais sei que tudo ficará bem pois como minha Oma disse "O pior já passou", quando todos descobriram sobre minha gravidez eles me apoiaram, menos uma pessoa um dos responsáveis pela minha gravidez,na verdade nesses últimos meses eu não o vi mais mais será melhor assim.

Algumas horas depois...

Eu já havia dado à luz à Rosé e ela tinha todos os traços do seu pai mais os seus olhos eram bem parecidos com o meu,então minha " aberração " é à coisa mais linda que já vi.

S/n:Minha Pequena Rosé-uma lágrima caiu de meus olhos e foi parar na testa da Rosé e à mesma deixou escapar um sorriso.


Notas Finais


Cara eu estou chorando com esse capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...