História Eu escolhi você//suga//Min Yoongi - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fanfic, Jikook, Namjin, Romance, Suga, Vhope
Visualizações 279
Palavras 1.879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 39 - Aliados


P.O.V BRUNO

Eu estou no meu quarto deitado na cama e olhando pro teto. Eu não podia imaginar que a Looh estava com os meninos, ainda mais com aquele idiota do Yoongi.

Eu o avisei que voltaria, e que iria atacar onde mais doesse nele, a Looh vai ser só minha... só minha.

Só de imaginar que ela pode está em seus braços agora, sinto meu corpo ferver de raiva.

Me levanto e vou ao banheiro; tomo um banho e procuro um terno, eu teria que ir à empresa da Yumi Mi-Chá, ela está oferecendo alguns benefícios para minha empresa.

Depois que me vesti, peguei meu celular e saí, entrei no meu carro e fui em direção da empresa dela.

Chegando lá a recepcionista me mandou entrar, quando entro em sua sala ela está em pé de frente para a enorme janela que tinha vista de quase Seul inteiro, ela usava uma saia preta colada que chegava em seu joelho, uma blusa vermelha, e saltos não muito altos pretos, tenho que confessar que ela é bem bonita, mas nada comparado a quem eu realmente amo.

- Com licença.- Pedi ainda parado na porta, Yumi se vira para mim.

- Oh, entre.- Ela fala vindo em direção a mim, ela tinha em suas mãos um porta-retrato, não pude ver muito bem a imagem que havia nele, ela se aproxima de mim e me dá um beijo na bochecha.

- Sente-se por favor.- Ela fala sentando em sua poltrona e apontando para a cadeira a sua frente, me sentei e ela colocou o porta-retrato na mesa, pude ver que era ela abraçada com... Yoongi, encaro Yumi e ela tem o seu rosto triste, parecia que estava chorando.

- A senhorita está bem?- Pergunto, ela me encara e seus olhos lacrimejaram.

- Não.- Ela fala abaixando a cabeça deixando algumas lágrimas caírem.

- O que houve?- Pergunto me levantando e me aproximando dela, ela pega novamente o porta-retrato e o encara.

- O cara que eu amo, não pode ser meu pois... ele está com...- Antes que ela terminasse eu a interrompi.

- A Looh.- Falei, ela me encara sem entender.

- Como você sabe?- Ela pergunta.

- Acredite, eu também estou na mesma situação que você, a garota que eu amo não pode ser minha pois está com ele.- Falei enxugando suas lágrimas.

- Você ama a Lorena?- Yumi pergunta, confirmo com a cabeça, logo uma idéia veio a minha mente.

- Yumi, você é tão bonita, e se ficar chorando por uma coisa que tem solução, irá estragar sua beleza.- Falo acariciando sua bochecha.

- Como assim tem solução?- Ela pergunta, me levanto e estendo minha mão para ela, ela pega minha mão levantando e ficando a minha frente.

- Eu amo a Looh...- Começo levando algumas mechas de seu cabelo atrás da orelha.

- Você ama o Yoongi...- Continuo me aproximando mais dela.

- Se ficarmos juntos, poderemos separá-los.- Falo mais perto do seu rosto.

- Então eu ficarei com ele e você com ela.- Yumi fala sorrindo, segurei sua cintura.

- Gostei da sua proposta.- Ela fala sorrindo, aproximo meu rosto do seu e começo a beijá-la, ela retribuiu, o beijo ficou quente, peguei suas pernas e coloquei Yumi sentada na mesa de frente pra mim.

- Nós iremos separá-los.- Falei e ela sorriu voltando a me beijar.

P.O.V LORENA

" Eu vejo meu corpo dormindo na minha cama, um homem alto que eu não consegui ver o rosto está em cima de mim, ele passava aos mãos no meu corpo, ele começou a tirar minha roupa, e eu não reagia a nada, continuei dormindo..."


Gritei acordando, percebi que foi só um pesadelo, meu coração e minha respiração estavam acelerados.


- Meu amor o que houve?- Suga pergunta ficando sentado, passando as mãos no meu rosto.


- Um homem... ele estava em cima de mim...- Falei confusa.


- Calma eu estou aqui.- Suga fala me abraçando.


- Eu também já tive esse tipo de pesadelo com você.- Suga fala me abraçando fortemente enquanto minha respiração e meu coração se acalmaram.


- Quer descer pra comer alguma coisa? Ou se você quiser eu trago seu café da manhã aqui.- Suga pergunta segurando meu rosto e me olhando nos olhos.


- Não, obrigado meu amor, estou sem fome.- Falei lhe dando um celinho.


Me levanto e faço um coque no meu cabelo, pego minha escova de dentes e vou pro banheiro, faço minhas higienes e escovo meus dentes, voltei pro quarto vendo Suga ainda deitado encarando o teto, guardei minha escova e peguei meu celular.


- Vamos descer?- Pergunto, ele confirma com a cabeça e vem até mim, descemos encontrando todos na cozinha.


- Bom dia.- Falei sorrindo.


- Bom dia!- Todos falam em uníssono.


- Tem certeza que não vai querer comer?- Suga pergunta, confirmei, ele se sentou e eu sentei ao seu lado apenas observando.


- Não vai comer Looh?- Namjoon pergunta.


- Não appa, estou sem fome.- Falei.


Depois que Suga terminou de comer, o chamei para o quarto onde ficava o piano, subimos e eu sentei no banco que havia na frente do piano, enquanto Suga ficou em pé me observando. Comecei a tocar e cantar Stone Cold- Demi Lovato, Suga me observava sorrindo, quando acabei ele aplaudiu.


- A música é linda, sua voz é perfeita, mas eu não entendi nada.- Suga fala confuso, eu ri.


- Essa música se chama Stone Cold, é de uma cantora americana.- Falei me levantando, Suga fica acariciando minha bochecha me encarando.


- O que foi?- Pergunto rindo.


- É que você é tão linda, é impossível não ficar te admirando.- Ele fala, eu tenho certeza que estou mais vermelha que um tomate agora.


- E fica tão fofa corada.- Suga fala pegando meu queixo com o polegar e aproximando nossos rostos, ele me beijou, um beijo tão doce, tão cheio de sentimentos.


- Eu te amo.- Falei.


- Eu te amo.- Suga também fala, ele entrelaça nossos dedos e voltamos para sala, ficamos horas conversando com todos, falando de coisas aleatórias, eu comecei a pensar no pesadelo que eu tive, me levantei para pegar meu celular na mesinha, de repente minha cabeça doeu muito, uma imagem passou pela minha mente junto com uma voz.


Agora você é toda minha...


Você é tão perfeita...


Imagens de alguém me carregando no colo até minha cama, essas imagens passaram muito rápido junto com alguns clarões, a voz ecoava na minha mente, minha cabeça doeu mais ainda.


- Aí.- Resmunguei segurando minha cabeça.


- Looh?- Jin pergunta, me virei para eles que me olhavam confusos, comecei a ver pontinhos pretos por toda parte, fiquei tonta, apaguei.


P.O.V YOONGI


Looh se levanta e vai em direção a mesinha, ela fica parada alguns segundos.


- Aí.- Ela resmunga segurando a cabeça.


- Looh?- Jin a chama, ela se vira para nós e percebo que ela está ficando tonta, Looh cai no chão desmaiada.


- Looh!- Gritei correndo até ela, todos vieram atrás de mim.


- Lorena, me responde!- Falo a balançando, um desespero me cercou, vê-la ali desmaiada me trazia uma angústia.


- Jimin, liga pra uma ambulância.- Jin fala, Jimin pega o celular rapidamente ligando para uma ambulância.


- Looh.- Mas uma vez a chamei, mas ela não reagia, eu não posso perder a minha Looh.


Depois de alguns minutos a ambulância chegou, colocaram Looh em um tipo de maca dentro do veículo e eu entrei no mesmo, os meninos falaram que iriam na van, enquanto a ambulância ia em direção ao hospital, Looh estava deitada com um soro em um tubo indo em direção a sua veia, ela estava mais pálida do que já era, eu segurava sua mão tão fortemente acariciando a mesma, quando chegamos ao hospital fomos correndo em um grande corredor, quando chegamos a frente de uma porta, uma enfermeira bloqueia minha passagem, minha mão foi soltando a mão da Looh.


- Por favor senhor, o senhor tem que aguardar ela aqui.- A enfermeira me falava.


- Será que você não percebe? Eu a amo, ela é tudo pra mim.- Gritei apontando para a porta.


- Eu entendo, mas o senhor tem que manter a calma.- A enfermeira falou.


- Deixa eu passar.- Falei tentando passar mas ela continuou bloqueando minha passagem.


- Sua desgraçada.- Falei e eu iria a empurrar se não fosse Namjoon me segurando.


- Yoongi, calma cara, a Looh vai ficar bem.- Namjoon fala segurando meus braços, as lágrimas já estavam rolando sobre meu rosto, Namjoon me abraça.


- Eu a amo tanto.- Falei chorando.


- Eu sei, ela vai ficar bem, você só precisa se acalmar.- Namjoon fala, fomos para a sala de espera onde vi todos lá, suas expressões eram tristes.


- Ela vai ficar bem.- Jin fala.


- É cara, ela vai acordar e vai nos chamar de mozões como ela sempre faz.- Jimin fala, um pequeno sorriso se formou em meus lábios, lembrar dela... do seu jeito alegre de ser, de que em todas as situações ela está sempre sorrindo, de como ela é amiga de todos, de como eu a amo tanto. Sinto o celular vibrando no bolso, quando pego vejo que o celular que está vibrando é o da Looh, quem estava a ligando era o idiota do Bruno.


Ligação On


- O que você quer?- Pergunto atendendo.


~ Ora, ora, se não é o babaca.


Bruno ri.


~ Mas não afim de falar com você, onde está a Looh?


- A gente tá no hospital, a Looh desmaiou.- Falo, meus olhos começam a lacrimejar novamente.


~ Co-como assim? Em que hospital vocês estão?


Ligação Off


Desliguei a chamada, não queria que aquele idiota viesse pra cá, guardei o celular novamente no bolso, enquanto todos estavam sentados em silêncio, eu estava andando de um lado para o outro impaciente, queria a minha Looh comigo de novo.


Depois de alguns minutos o idiota do Bruno chegou.


- Como você veio? Eu não te falei o nome do hospital.- Falei o encarando.


- Já ouviu falar em rastreador?- Bruno pergunta.


- Como ela tá?- Bruno pergunta.


- Eu não sei, não deram nenhuma notícia ainda.- Falei voltando a andar de um lado para o outro. Ficamos esperando, já haviam se passado uma hora.


- Lorena Gomes?- Um médico se aproxima, todos se levantaram das cadeiras.


- Como ela está?- Pergunto.


- Ela tá bem?- Bruno pergunta.


- Ela está bem, foi só uma queda de pressão.- O médico falou analisando uma lista em uma prancheta, suspirei.


- Ah, graças a Deus.- Jin fala sorrindo.


- A quanto tempo ela está sem comer?- O médico pergunta.


- Deis de ontem a noite, ela não quis comer hoje de manhã.- Falei.


- Pois bem, já podem ir visitá-la, mas só um por vez.- O médico fala, o agradeço.


- Eu vou.- Bruno fala.


- Tá maluco?- Pergunto segurando seu braço.


- Me solta, quem está lá é a Looh, eu a amo.- Bruno fala me encarando, uma raiva tomou conta de mim, eu soquei sua cara fazendo com que ele caísse no chão, ele se levanta.


- Ow, ow, ow, aqui é um hospital, respeitem os outros pacientes e principalmente... a Looh.- Jin fala enquanto Jimin segurava Bruno, e Hoseok a mim.


- Deixa o Suga ir primeiro.- Jimin fala pra Bruno, caminhei até a sala onde estava Looh, aquela raiva foi substituída assim que a vi.


Notas Finais


Até o próximo cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...