História Eu não sou loca o BTS que é... ou melhor Kim TaeHyung é! - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin
Tags Adolescente, Bts, Drama, Escolar, Exo, Faculdade, Grupos Coreanos, Hentai, Irmãos, Jongin, Kim Taehyung, Kpop, Loucura, Romance
Visualizações 141
Palavras 606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


NÃO ME MATEM!
S2

Capítulo 19 - 19


Fanfic / Fanfiction Eu não sou loca o BTS que é... ou melhor Kim TaeHyung é! - Capítulo 19 - 19

S/n off / Kim TaeHyung on

Depois de jantar subi para meu quarto, e fiquei deitado na cama olhando para o teto, fiquei pensando nas perguntas de S/n, sobre minha mãe e Hyuna.

Meu celular tocou, quando olhei o identificador vi que era Hyuna, de novo. Ela passou o dia todo me ligando, mas eu estou a ignorando. Nosso namoro não está numa fase boa. Não nos beijamos muito, ela me trai na cara dura, mal ficamos juntos na escola. E quando tento terminar com ela, ela tenta me seduzir. Na ultima vez, foi quando S/n chegou. Mas naquele dia foi diferente, eu a mandei embora assim que S/n saiu de casa, mas a ANTA DO KIM TAEHYUNG esqueceu de terminar com ela enquanto estava expulsando a garota de sua casa, e por isso ainda estão namorando.

Passei a noite em claro pensando em S/n e Hyuna, Hyuna e S/n. Me dei conta que já era de manha quando meu despertador tocou, o desliguei, me levantei fui para o banheiro, tomei banho e coloquei meu uniforme. Desci para a cozinha e encontrei meu pai lendo seu jornal enquanto tomava café.

-Bom dia. -falo sentando-me em uma cadeira.

-Bom dia. -meu pai respondeu abaixando o jornal. -Você esta bem filho? -perguntou preocupado.

-Não consegui dormir. -respondi.

-Quem conseguiria com aquele celular tocando toda hora? -pergunta a mão de S/n entrando na cozinha.

-Desculpe-me. -pedi.

Ela sorriu e foi pegar café, ela logo voltou com duas canecas, uma ela me deu e eu agradeci.

-Pai, você poderia me levar hoje? Estou com preeguiça de caminhar. -perguntei.

-Claro filho, os predios da sua faculdade fica no caminho do Hospital. Te deixo lá. -ele sorrio para mim antes de voltar a ler jornal.

-Acho que vou com vocês... -folou a mãe de S/n olhando para a janela da cozinha esperançosa.

-Você queria esperar o tal de Jongin aparecer? -perguntei indiferente.

Não que eu esteja encomodado que a S/n fique sozinha com um garoto que eu não conheço. Sozinhos em um comodo como o quarto... QUERO DIZER, ESTOU MUITO ENCOMODADO COM ISSO, mas não vou deixar que percebam.

-Que Jongin? -meu pai perguntou pensando.

-O namorado de S/n. -respondeu ela. "Não estou encomodado"

-Não foi o que ela disse. -falei.

-Tae querido, minha filha nasceu com as pernas crusadas, mesmo se tivesse namorando ele ela não diria. -ela falou sorrindo.

Terminamos nosso café e saimos, ao chegarmos nos despedimos de meu pai e descemos, acompanhei a mãe de S/n até a sala da diretora, depois fui me encontrar com os meninos.

Kim TaeHyung off / S/n on

Acordei com batidas na porta e meu celular não parava de tocar, avisando que alguem me ligava. Atendi sem ver quem era no identificador.

Ligação on

Eu: Ah, pelo Amor de Deus deixa eu dormir!

Jongin: Depois o PANDA sou eu! Abre essa porta, sabe quanto tempo eu estou aqui fora?

Eu: Jongin? Você está aqui? (pergunto sonolenta)

Jongin: S/N ACORDA! Abre a porta!

Eu: JONGIN?!

Ligação off

Cai da cama gritando, assim que consegui me livrar das cobertas sai correndo escada a baixo, abri a porta desesperada.

-Quer me deixar surdo? -perguntou Jonguin entrando dentro do comodo.

-Desculpa. Esqueci de ligar o despertador. -falei enquanto fechava a porta.

-Hmmm, gostei da recepção. -falou malicioso me olhando de cima a baixo. (mais baixo do que cima)

-Não olha para minhas pernas!!! -falei puxando meu moletom para baixo.

-Mas são tão chamativas. -ele sorriu malicioso.

-Eu vou trocar de roupa, fique a vontade. -pedi indo em direção a escada.

-Não vá. -pediu segurando meu braço. -Fique aqui comigo. -falou me puxando para ele.

-O... oq... 


Notas Finais


Eai?
Contínuo?
O que pensam que vai acontecer?
Não me matem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...