História Eu Te Amo,Eu Te Odeio,Eu Te Desejo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Disturbed, Ghost, Lacrimosa, Rammstein
Personagens Anne Nurmi, David Draiman, Personagens Originais, Till Lindemann, Tilo Wolff
Tags Anne Nurmi, Tilo Wolff
Visualizações 5
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Desejo Sem Fim


Fanfic / Fanfiction Eu Te Amo,Eu Te Odeio,Eu Te Desejo - Capítulo 3 - Desejo Sem Fim

A minha querida adorada

Meu desejo de amar você só aumenta a cada dia que fico com você.

                                                    Tilo Wolff 

Narração Tilo Wolff 

Nos abraçamos e acabamos nos beijando e foi um beijo longo,paramos o beijo,ela disse:

-Desculpa.

-Eu que devo pedir desculpas.

Nos beijamos de novo e dessa vez foi mais demorado ainda,meus amigos acabou vendo nosso beijo e me olharam com aquele olhar de "Vai arrumar confusão Tilo".

Quando cheguei em casa contei a meus irmãos que eu tinha convidado Anne para entrar na banda,Tobias disse:

-É o que?Cara eu falei para ela participar não ficar!Você se lembra do que aconteceu?

-Tobias,relaxa nosso relacionamento é profissional.

-Tilo,odeio concorda com Tobias mas ele tem razão,você e a garota vão ter recaída vão transar e uma hora George vai saber.

-Till e Tobias,não se metam na minha vida!

-Você que sabe,depois não diga que não avisamos.

Disse Tobias,eu sabia que meus irmãos tinham razão mas eu queria arriscar,depois de alguns meses Anne entrou oficialmente em Lacrimosa e o álbum que ela participou fez sucesso o público adorou a voz dela.

E depois de quase dois anos no estúdio finalmente fizemos uma turnê juntos,antes que entrássemos no avião George me abraçou,e disse:

-Tilo,nem sei como agradecer por tirar minha Anne daquela banda.

-O que?

-Nele eu não confiava mas em você confio.

Que aperto me deu quando George disse isso,que merda,acabei entrando no avião sem nem me despedir dele e quando Anne entrou ela se sentou do meu lado e eu comecei a ler meu livro que Tobias tinha indicado,depois de algumas horas lendo comecei a dormir aos poucos.

Acordei com meus amigos me chamando e percebi que Anne estava apoiada no meu ombro e dormindo,percebi que o avião já ia pousar,acordei Anne,e disse:

-Já chegamos.

-Por quanto tempo dormi?

-Não faço idéia.

Quando o avião pousou fomos direto para o hotel mas no aeroporto tinha fãs nos esperando e paramos para tirar foto e dar autógrafos.

E quando chegamos no hotel fiquei dando uma olhada nas músicas que íamos tocar.

A turnê foi de boa pois todos gostaram da voz de Anne,Tobias me ligava todo dia para saber como estava indo as turnês,durante dois meses Anne e eu nem conversávamos direito,mas naquela noite ela tinha ficado com minhas novas letras e eu acabei indo para o quarto dela,Anne abriu a porta,e disse:

-Tilo.

-Anne,você ficou com meu caderno de letra e...

Ela me puxou para seu quarto e eu a beijei nos beijamos por um longo tempo,ela me jogou na cama e ficou em cima de mim e não demorou muito para estarmos nus.

Quando acordei ela dormia no meu peito era bom acordar e ver Anne do meu lado,eu acariciei o rosto dela e ela acordou,eu disse:

-Você é linda Anne.

-Você que é lindo Tilo,eu te amo.

-Eu te amo.

Nos beijamos de novo e transamos de novo,de manhã quando acordamos,Anne disse:

-A gente vai se atrasar.

-Eu sei,vou indo para meu quarto.

Quando sai do quarto de Anne não parei de pensar nos beijos dela,até que eu ouvi:

-Tilo Wolff?

-Kristin?O que faz aqui?

-Vim ver meu gêmeo cantar hora essa.

-Como é bom te ver,decidiu abandonar a família?

-Não abandonei vocês,só quero terminar a faculdade,mas diz aí,esta tendo um caso com a tecladista?

-Isso não é da sua conta,mas vai passar um final de ano conosco.

-Tenho que ver maninho,sabe papai e mamãe como são.

-Sei bem,mas não esqueça que tem quatro irmãos que te ama muito.

-Claro,bem irmão vou indo manda um beijo para os meninos,ainda vou no show deles só eles vim aqui.

-Pode deixar aviso sim.

-E diz para o papai e a mamãe pararem de dar dinheiro para Tobias e Till.

-Por incrível que pareça só o Tobias que está nessa situação.

-Till tomou jeito?Aleluia.

-A bebê do Tobias está ficando linda.

-Tobias me disse que a menina teve doente um tempo desse.

-Estava com suspeita de miningite mas era só um apêndice,ele quase teve um tréco.

-Tilo,nossa família é osso duro de roer mas desde que a vovó teve câncer e o vovô também fico com medo.

-Irmã não é hora de pensar nisso,mas da uma passadinha na Alemanha você fica no meu apartamento.

-Tá,quando terminar a turnê me liga que eu vou.

-Te amo irmã.

-Também te amo irmão.

Nos abraçamos claro que com toda a história com Anne eu acabei esquecendo de dizer sobre minha irmã gêmea,ela se chamava Kristin e era a mais maluca da família sim ela era pior que Till e Tobias e quando Kristin completou seus dezoito anos ela ganhou uma bolsa de medicina em Chicago e simplesmente resolveu ir sem nem consultar nossos pais.

E desde então ela nunca tinha voltado para sua cidade natal,mas mesmo assim ela não perdia o contato e sempre ligava para os irmãos e nossos pais.

Entrei no meu quarto e depois de sair do banho fui até a saída com a banda e logo depois fomos para o local dos autógrafos.

Depois daquela noite que tive com Anne não paramos mais,toda semana transavamos pelo menos três vezes,claro que eu não conseguia negar meu desejo e meu amor por Anne,mas meus amigos de banda não gostavam da idéia de eu ter um caso com Anne,eles sempre me lembravam que Anne era casada,mas eu nem dava mais ouvidos e Anne também não dava ouvidos para os comentários.

Eu tinha tudo quando eu estava com Anne mas claro que toda vez que eu via George me vinha o arrependimento,ele confiava em mim e eu ficava com a mulher dele,por causa dessa culpa que eu sentia eu acabava por não chamar Anne para os ensaios e Tobias que substituía ela no teclado e na voz,mas não era à mesma coisa.

Kristin estava conosco no estúdio e quando Tobias e eu terminamos de tocar,Kristin disse:

-Horrível,Tilo cadê a Anne?É ela que tem que ensaiar não o Tobias.

-Eu sei,mas acho que ela deve estar ocupada...

-Não estou e estou aqui Tilo Wolff.

Dizia Anne entrando no estúdio,Kristin disse:

-Prazer Kristin Wolff,irmã gêmea do Tilo.

-Anne Nurmi.

As duas apertaram as mãos,Anne foi para o teclado enquanto Tobias ficou sentado com Kristin,Anne disse:

-Porque não está me chamando para os ensaios?

-Porque não consigo me controlar quando vejo você.

Ela deu risada,Tobias disse:

-O orgasmo dos dois fica para depois agora som na caixa Lacrimosa.

E assim ensaiamos o dia inteiro e depois do ensaio Kristin e Tobias trataram de nos fazer rir com suas palhaçadas,meus amigos de banda e meus irmãos saíram do estúdio e fiquei sozinho com Anne,eu disse:

-Anne,não fica brava,só me sinto mau em enganar o George.

-Se te deixa feliz eu estou pedindo divórcio para ele a anos.

-O que?

-Tilo,eu me casei obrigada,minha família estava indo a falência,o George era solteiro,rico e médico e de repente eles só me obrigaram a casar com ele.

-Não acredito nisso.

-Tilo,no começo eu gostei do George,e por dois anos tentamos ter filhos mas eu nunca consegui engravidar e isso fez o George mudar,ele é bonzinho com você e seus irmãos mas em casa ele é frio é diferente,o fato de não ter filhos o fez amargurar comigo.

-Mas e o divórcio?

-Ele não me dá o divórcio,ele diz que vamos superar mas até agora nada de superar.

-Lamento Anne,por isso você trai ele?

-Acredite ou não só estou transando com você.

-Confio em você,mas...

-Sim,antes de conhecer você eu já dava umas escapadas,para ver se ele me dava logo o divórcio,mas não funciona,pelo menos me divirto.

Nos beijamos e ela se deitou no chão do estúdio,tirei a calcinha dela e coloquei no meu bolso e quando ficamos nus começamos a transar no chão do estúdio,foi o sexo mais doido que fiz na vida mas também foi muito bom (risos).




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...