História Exchange (BTS) - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~Ester_unnie

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jay Park, Jimin, Jin, Jungkook, Mistério, Rap Monster, Romance, Suga
Visualizações 23
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Devo fugir?



Tony:
— Querido Jin, pensei que a festa fosse mais organizada, vamos garotos. - anda e ri.


Jimin vai pra saída abraçada com Lara sem olhar para seu amigos.


Jin:
— Affs essas pestes estragaram tudo.


DIA SEGUINTE


J-Hope:
— Jin você queria conversar com a gente? - sorri.


Jay Park olha pro teto e assobia.


Jin:
— Não, eu quero mete essa chinela na cara de vocês mesmo.


Jay Park:
— Pra que tanta agressividade Jin? - se faz de inocente.


Jin:
— Pra que tanta agressividade? Tu ainda pergunta moleque. - tom de voz bravo.


Jay Park:
— Melhor eu ficar calado né...


Jin:
— É melhor mesmo. - sorri. - antes que eu arrebente vocês. - olhar de ódio.


J-Hope:
— Desculpa estragar a festa Jin. - biquinho.


Jin:
— Sem biquinho, quem merece desculpas é o JungKook.


JungKook:
— Omma não é necessário fazer isso.


Jin:
— Senta aqui.


JungKook:
— Ok, olha gente não precisam pedir desculpas, a presenças de vocês já é meu presente.


Jay Park:
— Uau, quanta humildade JungKook. - tom de voz irônico.


JungKook:
— Vai caga.


Jin:
— Príncipe. - abraça JungKook. - E vocês dois estão proibidos de sair.


Jay Park:
— O que?


J-Hope:
— Aff.


Mudança de cena


V:
— Não vai responder minha pergunta? anda fala, por que esta tão silenciosa?


(S/N):
— Não tô afim de conversar.


V:
— Vai se animar, sai dessa cama, você nem se quer comeu o café da manhã.


(S/N):
— Nem ligo.


V:
— Isso pode fazer mal a você.


(S/N):
— É bom que faça mesmo.


V:
— Por que diz assim? O que você tem xuxuzinha? desabafa please.


(S/N) vira o rosto e esconde as lágrimas escorrendo.


V:
— Ah não chora, não gosto de te ver assim.


(S/N):
— Quer que eu fale de vez? É que ninguém acredita em mim, só sabe falar que fiz isso e aquilo sem ao menos me escutar.


V:
— Mas te escutaram.


(S/N):
— Mas não acreditaram né Tae. - tom de voz bravo.


V:
— Ei calma.


(S/N):
— Ninguém acredita em mim. - olhos lacrimejando.


V:
— Mas eu acredito.


(S/N):
— Ava e aquela última discussão? Você me culpo de tudo.


V:
— Ah nesse tempo aí eu falei na hora da raiva.


(S/N):
— Na hora da raiva né, sai daqui Tae, não quero ver ninguém! - tom de voz alto.


V:
— Tabom não vou insistir.


V sai triste do quarto e se senta no sofá da sala.


Jin:
— Ta tudo bem Tae?


V:
— Ta sim. - disfarça.


Mudança de cena


Tony:
— Bom dia.


Cláudia:
— Você dando bom dia?


Tony:
— É, não posso?


Claúdia:
— Affs.


Tony ri.


Cláudia:
— Tipo minha casa viro hotel?


Jimin:
— Não se preocupe, eu e Lara vai morar em outro lugar. Né amor?


Lara:
— Sim.


Cláudia:
— Com que dinheiro?


Jimin:
— Do Tony.


Tony:
— O que? A grana é minha.


Jimin:
— Perai eu faço show pra você e não recebo nada?


Tony:
— Ainda bem que você sabe, escravinho.


Jimin:
— Desgraçado! - tom de voz alto.


Tony:
— Abaixe o tom dessa voz, você não me conhece garota.


Lara:
— Calma (S/N).


Tony:
— Tchau babacas.


Voltando a cena


Mais e mais lágrimas são derramadas, não vou ter animo até sair dessa casa, me reviro pela cama pensando no que fazer, observo aos lados e vejo uma janela, decido fugir por ela, ao subir alguém me puxa.


Suga:
— Pra onde você vai?


(S/N):
— Me solta Yoongi.


Suga:
— Não, senta aí na cama.


(S/N):
— Affs.


Suga:
— Eu já sei que você é (S/N), eu acredito em você.


(S/N):
— Mentira.


Suga:
— É sério.


(S/N):
— Então me leva pra casa.


Suga:
— Antes... veja esse MV.


(S/N):
— O que é MV?


Suga:
— Apenas veja.


Pego o fone de ouvidos e a começo a escutar e ver, ao ver fico impressionada com os passos de danças, a música, as cores, me encantava muito.


(S/N):
— Uau que top, qual o nome dessa música?


Suga:
— DNA.


(S/N):
— Pera... são vocês? - diz animada.


Suga:
— Sim. - sorri.


(S/N):
— NOSSA! Que gatos, olha isso, pão que estais no céu. - falta de ar.


Suga começa a rir.


(S/N):
— Para de rir. - sorri.


Suga:
— Eai você gostou?


(S/N):
— Não gostei, eu amei! Isso é incrível, essa dança, a música contagiante, tudo incrível.


Suga:
— Fico feliz por isso.


(S/N):
— Por que me mostrou esse Mv?


Suga me olha com ódio.


(S/N):
— Ata... é que eu falei mal do kpop né? Hehe. - disfarça.


Suga afirma com a cabeça furioso.


(S/N):
— Ta desculpinha, prometo não falar mais mal do kpop.


Suga:
— Acho bom mesmo, agora quero te contar uma coisa.


(S/N):
— Fale.


Suga:
— Não foi fácil produzir esses Mvs, se dedicamos com muito carinho pra agradar as fãns, ficamos cansados após os shows, nosso dia é muito corrido e ocupado, nem sempre vemos nossa família, viajamos pra vários lugares e deixamos a família de lado pelas fãns, tudo pelas fãns, mas em troca recebemos o amor delas que já é tudo pra mim, quando não tenho mais forças pra continuar elas me fortalecem, elas fazem muita coisa pela gente... e eu não gostaria de desagrada-las, eu não quero perder-las, elas são minha vida, a música é minha vida, por favor... não fuja, continue os shows com a gente, façam por elas e não pela gente, sem o Jimin no palco somos incompletos, elas precisam de você.


(S/N):
— Mas eu não sou como o Jimin... eu não sou ele.


Suga:
— Mesmo assim, é só por um tempo, vamos te ajudar a voltar pro corpo, mas não deixe nosso sonho acabar. - olhar triste.


(S/N) fica em dúvida.


Suga:
— Aceita continuar os shows?


(S/N):
— Eu...


Suga:
— Eu?


(S/N):
— Aceito. - sorri.


Notas Finais


Olá leitor, obrigada por ler <33
Peço que me siga para acompanhar a fic! <3 Bjss
Comentem se precisarem :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...