História Existem Finais Felizes e Finais Necessários - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias John Mayer, Park Ji-min (Jamie Park), Shawn Mendes
Personagens John Mayer, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Shawnmendes
Visualizações 34
Palavras 2.886
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, desculpem a demora mas eu não estava nos melhores dias e por isso sumi. Mas voltei com um capítulo novo :) espero que gostem!

Capítulo 29 - Penúltimo capítulo


Fanfic / Fanfiction Existem Finais Felizes e Finais Necessários - Capítulo 29 - Penúltimo capítulo

- Mas é claro que sim! – Digo emocionada e Ana sorri.

Eu fico observando aquela coisinha minúscula se alimentando, enquanto toco seu rostinho pequeno.

- Minha filha é linda, não é verdade? – John pergunta ao entrar no quarto.

- Com certeza! – Dissemos todos ao mesmo tempo.

- Vai ficar mais quanto tempo no hospital, amiga? – Eu pergunto.

- Uns 3 dias ou menos. – Ela diz e eu concordo com a cabeça.

- Lá fora tá uma loucura! – Diz a mãe de John.



Passados os três dias, Ana recebeu alta e voltou para casa com a nova integrante da família.


Ana e John, montaram o quartinho dela com meses de antecedência, e estava tudo perfeito. A decoração era delicada, repleta de ursinhos e flores. Com certeza eles pensaram em tudo com muito amor e carinho.



Fiquei alguns dias ajudando a Ana com a neném, mas acabei voltando para Toronto pois tinha coisas para resolver.



A turnê do Shawn finalmente acabou, então podemos visitar a Mariana juntos em Nova York.



Ana e John realizaram o batizado em sua casa mesmo, e uma festa discreta aconteceu em seguida, apenas para alguns amigos e familiares.



Toronto, 6 de julho de 2022.



Era meu aniversário de 29 anos, Shawn e eu saímos para jantar com seus pais e Aaliyah mas sem festas esse ano.



Toronto, 8 de agosto de 2022.



Shawn completou enfim seus 25 anos e não pôde deixar de comemorar. Realizou uma grande festa com direito a DJs e até o amanhecer.



Toronto, 16 de agosto de 2022.



Finalmente Shawn e eu iríamos comemorar nosso aniversário de quatro anos de namoro.

Shawn organizou uma viagem a Grécia e eu estava muito ansiosa. Era para ser uma surpresa, mas eu consegui fazer com que ele falasse.

- Tudo pronto amor? – Shawn pergunta a caminho do aeroporto.

- Sim meu amor! – Respondo com um sorriso largo.

- Nosso avião já está nos esperando.

Embarcamos em direção a Mykonos. Passaríamos uma semana naquele lugar paradisíaco. Apenas nós dois.



Ao retornarmos para Toronto, Shawn começaria a trabalhar em seu novo clipe. Era uma música romântica, seu novo single, portanto o clipe também seria romântico. Contrataram uma modelo para ser o par romântico dele, mas eu não sabia quem era e Shawn também não me disse nada.

- Amor, tô indo gravar o clipe. – Shawn disse enquanto eu estava me arrumando para trabalhar.

- Boa sorte amor. Nos vemos a noite?

- Sim. Amanhã precisamos começar a procurar por casas. Faltam apenas quatro meses para o nosso casamento. – Ele disse sorrindo e me beijou.

- Tudo bem. Te amo e até mais tarde. – Saímos juntos no elevador até o estacionamento do prédio. Shawn saiu com seu carro e eu saí com o meu, em direção a empresa.


Já era fim do meu expediente, e Shawn ainda estava em meio as gravações do seu clipe. Decidi então fazer uma surpresa, e fui até estúdio de gravações.

- Oi Andrew! – Eu disse quando avistei o empresário de Shawn, conversando com alguém da equipe de filmagens.

- Oi futura Sra Mendes. – Ele disse sorridente e me abraçou.

- Tá tudo bem por aqui? – Eu pergunto enquanto olho em volta do set.

- Tá. Mas aconteceu um problema com a modelo contratada. Então mandaram uma substituta. Mas parece que o Shawn não quer gravar com ela. – Andrew disse e eu o olhei confusa.

- Porque ele não quer gravar com ela?

- Bom, acho melhor você perguntar pra ele. O camarim dele é por ali. – Andrew disse apontando o caminho.

Segui por um corredor onde haviam fios de câmeras pelo caminho. Avistei uma porta no final do corredor, com o nome de Shawn escrito nela. A porta estava entre aberta e eu ouvia Shawn conversando com alguém, ele parecia nervoso.

- Eu não vou gravar com você... não adianta insistir. – Shawn disse irritado. Eu sei que é errado ouvir a conversa dos outros mas ele era meu noivo e eu queria entender.

- Não vai querer gravar comigo por causa da sua noivinha? – Disse uma voz feminina que eu desconhecia. Quando ouvi a forma que ela se referiu a mim, respirei fundo para não surtar ali mesmo.

- Você nem a conhece, Hailey. – Shawn disse Hailey? A única Hailey possível, era a Baldwin mas eu quis continuar escutando.

- E não pretendo conhecer. Shawn, não tô entendendo sua reação. Você me conhece muito bem. Tá com medo de me beijar no clipe e voltar a sentir o que sentiu quando namoramos? – Hailey disse com ironia em sua voz e eu já estava começando a ficar com raiva.

- Mas é claro que não. Sou profissional, Hailey. Sei separar as coisas. Mas talvez a Stephanie não entenda. – Shawn disse e bufou.

- Então me beija agora. Um beijo sem importância. Faça um teste. – Hailey disse e eu ameacei entrar no camarim mas queria ouvir a resposta do Shawn.

- Você ouviu o que acabou de me pedir?

- Sim. E você ouviu?

- Ouvi e achei um absurdo.

- Ninguém vai ficar sabendo, Shawn. É só um beijo. – Hailey disse e depois não ouvi mais nada. Então entrei no camarim. Shawn estava de pé com Hailey em sua frente. Ela estava com as mãos em seu abdômen. Ele a olhava profundamente.

- Isso, ninguém vai ficar sabendo! – Eu disse ao ver a cena. Shawn se assustou e imediatamente tirou as mãos de Hailey de seu corpo.

- A-amor? – Shawn disse gaguejando.

- Continua, Shawn. Pode continuar com o que você pretendia fazer. – Eu disse e lágrimas surgiram em meus olhos. Hailey me olhava sem expressão mas parecia estar gostando de me ver naquele estado.

- Eu não pretendia fazer nada. Hailey, nos deixe a sós. – Shawn disse e Hailey saiu do camarim, fechando a porta.

Shawn se aproximou de mim e eu não conseguia olhar para ele.

- Olha pra mim. – Ele disse pegando em meu rosto. Então eu olhei.

- Tô olhando. – Eu disse irritada.

- Eu não ia beijar a Hailey.

- Não? Porque vocês estavam tão próximos um do outro?

- Ela estava tentando me convencer. Você ouviu a conversa?

- Ouvi o suficiente. – Eu disse e saí de perto dele, me virando de costas.

- Amor. Hailey é uma substituta da modelo que não pôde vir gravar. – Ele disse calmo. – Eu não queria e nem quero gravar com ela.

- Mas ia deixar ela te beijar. – Eu disse baixo e senti ele se aproximar. Tocou em meus ombros me virando de frente para ele novamente.

- Eu não ia deixar ela me beijar. Quatro anos juntos e você ainda desconfia de mim?

- Você dá motivos, Shawn.

- Eu dou motivos? Vamos nos casar! Ca-sar! – Ele disse pausadamente.

- Porque será que quando estamos felizes, algo ou alguém insiste em aparecer e tentar nos separar? – Eu disse secando algumas lágrimas.

- Não sei. – Shawn disse e se sentou no sofá que havia em seu camarim. – Amor, eu não vou gravar nada com a Hailey. Não precisa se preocupar.

- O que você ficou fazendo o dia todo aqui, se a modelo não pôde vir? – Eu perguntei cruzando os braços.

- Eu gravei as cenas em que só aparecia eu. Agora só falta gravar as cenas com a atriz. Mas acho que vai ficar pra outro dia. – Shawn disse e alguém bateu na porta. – Entra!

- Oi Shawn. – Disse Andrew. – Você não vai mesmo gravar com ela?

- Não, Andrew. Não insiste. – Shawn diz irritado.

- Então porque você não grava com sua noiva? – Andrew sugeriu e eu o olhava como se ele tivesse dito a coisa mais absurda do mundo.

- Se ela topar. Você gravaria comigo, amor? – Shawn se levanta do sofá, e anda em minha direção, ficando de pé em minha frente. – Quer ser meu par romântico, até na televisão? – Ele falava com um sorriso no rosto.

- Shawn, eu não gravo nem vídeo no Instagram, imagina um clipe! – Eu digo e ele ri.

- Eu prefiro que você grave comigo. Vou ficar mais a vontade... Sem contar que já temos intimidade um com o outro, então as cenas vão ficar bem naturais.

- Não sei, Shawn. Eu não tenho experiência como atriz. – Eu digo e ele me olha com ternura.

- Andrew, explica o que ela vai ter que fazer. – Shawn pergunta ao Andrew, sem tirar seus olhos de mim.

- É bem simples. Mas eu pensei em fazer umas alterações se você realmente for gravar. A letra da música é romântica e ao mesmo tempo tem um ritmo quente. Então pensei que pudéssemos gravar umas cenas um pouco mais quentes. – Andrew dizia com um brilho no olhar.

- Cenas quentes? Tipo como? – Eu pergunto assustada e ele ri.

- Não sei. Ainda preciso ver se o diretor aprova... Mas basicamente, vocês vão gravar a cena em uma cama. – Ele diz e eu arregalo os olhos.

- Eu vou ter que aparecer de roupa íntima na TV? – Digo ainda com a mesma cara de assustada.

- Qual é o problema, amor? Você tem um corpo lindo, não vai ter problema com isso. – Shawn disse tentando me convencer.

- Eu preciso responder agora? – Eu pergunto esperando que a resposta seja não.

- Sim. – Andrew diz.

- Ai meu Deus... Tá bom. Eu aceito. – Eu disse e Shawn me abraçou.

- Se você não se importar, podemos gravar hoje, mas vamos sair daqui bem tarde. – Andrew.

- Vamos gravar hoje então. – Eu disse me rendendo.

- Já vamos voltar para o set. Nos dê 5 minutos, Andrew. – Shawn disse e Andrew saiu do camarim, fechando a porta.

- Amor, é só imaginar que vamos gravar você fazendo strip-tease igual aquele dia, lembra? – Shawn diz e eu dou um tapa em seu braço e ele ri.

- Que vergonha! – Eu digo tentando conter o riso e ele continua rindo.

- Eu tô tranquilo em você aparecer assim na TV. Mas só porque vai gravar comigo...

- Vamos logo antes que eu mude de ideia.

O diretor gostou das ideias de Andrew, e aceitou fazer as alterações.

Fizeram meu cabelo e maquiagem, escolha de figurinos para gravamos algumas cenas externas.

No clipe basicamente, Shawn e eu iríamos nos conhecer em uma festa, e em seguida iríamos para seu apartamento. Seria como amor à primeira vista. Haviam cenas em que eu aparecia de roupa íntima ou com alguma camisa dele.

Confesso que no começo, estava muito nervosa, mas até o final das gravações eu já estava muito à vontade graças ao Shawn.

- Isso ficou muito bom! – Disse o diretor ao terminar as gravações.

- Tá incrível! – Shawn disse ao olhar algumas cenas no computador.

- Quando vai ser lançado? – Eu pergunto.

- Mês que vem. – Andrew.



Enfim o clipe foi lançado, e realmente estava muito bom. Shawn estava orgulhoso de mim assim como eu estava dele. Nem preciso dizer que a Ana quase surtou ao me ver gravando um clipe.



Shawn e eu começamos a procurar por casas em Toronto. Escolhemos morar no mesmo bairro dos pais de Shawn, em Forest Hill South.

Compramos uma mansão recém construída e só faltava mobiliar. Pensamos ter filhos em um futuro próximo, por isso escolhemos uma casa grande em um excelente bairro e de ótima infraestrutura.



As festas de final de ano foi uma loucura. A casa dos pais de Shawn, estava lotada. Minha família se juntou com a família dele e fizemos uma ceia. No ano novo foi a mesma coisa, mas Ana e John passaram conosco também.



Mariana, a filha de Ana e John, estava completando 10 meses de vida e eu como madrinha babona, mimada como se fosse minha filha. A Ana não gostava muito da forma que eu tratava a filha dela, reclamava que eu estava acostumando mau a criança, mas eu realmente não ligava.

- Falta apenas um mês para seu casamento, amiga! – Ana disse enquanto dava banho em sua filha. Estávamos em chamada pelo facetime.

- Sim. Eu já não tenho unhas pra roer. – Eu disse e ela riu.

- Já avisei pro John não inventar de fazer despedida de solteiro...

- Oi? Ele comentou com você que iria fazer uma pro Shawn? – Pergunto e ela me olha como se tivesse dito algo que não deveria.

- Aí amiga... Olha, eu vou te contar mas não pira! – Ana diz e eu respiro fundo.

- Fala logo...

- John comentou que nunca fez, nem foi em uma despedida de solteiro original. – Ela falava e eu só queria matar o John. Pensava em mil maneiras de tortura-lo e depois mata-lo com vontade. – Mas é lógico que eu falei que ele não iria fazer nada disso.

- Hum... O que mais?

- Acho que ele desistiu da ideia mas precisamos ficar espertas.

- Ah, mas como vamos ficar espertas se daqui uma semana temos que ir pra São Paulo?

- Não sei como exatamente mas nós vamos pensar em alguma coisa.

- Eu juro que se o Shawn inventar de contratar strippers, eu mato ele e seu marido! – Eu disse e ela riu.

- Onde o Shawn está no momento?

- México. Vai fazer seu último show antes do casamento. – Eu disse e ela concordou com a cabeça.

- John disse que o Shawn não dorme há dias mas é de ansiedade.

- Eu sei. Também não durmo direito. Ansiedade tá acabando comigo...

Conversamos por algumas horas, mas ela teve que desligar pois iria fazer a Mariana dormir.



Shawn havia voltado de seu show no México e estávamos nos preparando para viajar para o Brasil. Faltavam apenas duas semanas para o grande dia.

- John e os outros padrinhos, estão organizando uma despedida de solteiro pra mim... – Shawn disse enquanto estávamos no avião com destino ao Brasil.

- Ah, é? – Eu perguntei fingindo indiferença.

- Sim... Mas fica tranquila que não terá nada do que você tá pensando, amor.

- E o que eu pensei?

- Em strippers...

- Hum...

- Não vai ter nada disso. Não fica pensando merda. – Shawn disse rindo.

- As meninas também estão organizando uma festa pra mim. – Eu digo e Shawn me olha estranho.

- E o que vocês pretendem fazer?

- Não tenho ideia. Elas são malucas...

- Sei... – Shawn diz e eu rio.



Após nove horas de viagem, desembarcamos no Brasil. Como já era esperado, haviam muitos fãs esperando pela chegada do Shawn. Quase os seguranças não deram conta de nos proteger, mas Shawn foi atencioso como sempre e atendeu todos que estavam a sua espera.

- Stephanie, tira uma foto com a gente também! – Disse uma de suas fãs, enquanto eu estava em um canto, esperando o Shawn atender todo mundo.

- Quem? Eu? – Eu perguntei surpresa pela atitude. Isso já havia acontecido antes mas não era comum.

- Sim! VEM! – A garota disse sorridente e então eu caminhei em sua direção e começamos a tirar fotos. Shawn me olhava com ternura.



Depois de atender a todos que estavam no aeroporto, andamos em direção ao carro que nos esperava na porta de desembarque.

- Eu esqueço que aqui é muito calor! – Shawn disse enquanto tomava água sem parar.

- Eu amo o calor. Senti falta disso... Não aguentava mais as baixas temperaturas em Toronto. – Eu disse e ele riu.

- Ainda bem que o ar condicionado existe. – Shawn.

Ana e John estavam no carro atrás do nosso. Ambos iriam ficar no mesmo hotel mas no dia do casamento, cada um no seu respectivo quarto.

Meu vestido já estava pronto e era uma peça exclusiva da Pnina.

No casamento, foram convidados cerca de 200 pessoas, seria algo bem íntimo mesmo. Apenas familiares e amigos muito próximos.

Shawn e eu havíamos reservado um restaurante para um jantar com os padrinhos e nossos familiares, apenas para comemorar nossa chegada ao Brasil e uma social antes do casamento.

Os padrinhos da minha parte eram:

Ana e John.

Minha irmã Gabi e seu Namorado.

Giovanna e Ji-min.

Já na parte de Shawn, eram:

Aaliyah e Andrew.

Camila Cabello e Ed Sheeran.

Geoff e Kristine sua esposa.


Shawn e eu estávamos a caminho do restaurante e ao chegarmos, já estavam todos nos esperando na mesa.

- Até que enfim o casal do ano resolveu chegar! – Disse meu pai ao se levantar da mesa sorridente, e nos cumprimentando.

- Desculpe o atraso gente. Esse trânsito de São Paulo como sempre é uma loucura. – Eu disse enquanto cumprimentava a todos.

- Legal ter o restaurante só pra gente... – Disse minha irmã Gabi e eu sorri.

- Já escolheram o que vão pedir? – Shawn perguntou e todos assentiram.

Depois de jantarmos, comemos a sobremesa e em seguida, alguns ainda pediram café.

- Nossa que comida maravilhosa... Alguém chama o chef para agradecermos. – Aaliyah disse se encostando na cadeira.

- Garçom! – Disse Manuel e um dos garçons que nos atendeu a noite inteira, veio em sua direção. – Gostaríamos de agradecer ao chef pela comida, poderia chama-lo por favor? – Manuel disse e por fim o garçom foi em direção a cozinha.

Alguns minutos depois, Ana que estava tomando um copo d’água, engasgou assim como minha irmã e as duas pareciam ter visto um fantasma.

- Olá, boa noite. Sou o chef. – Disse a voz masculina atrás de mim que era muito familiar. – Stephanie? – Disse a voz mais uma vez e eu me virei para saber quem era.

- Felipe?


Notas Finais


Até o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...