História Fanfic runaway baby (2 temporada) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Bruno Mars, Hooligans, Kameronwhallum, Phillipelawrence, Ryankeomaka
Visualizações 17
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - 4


Fanfic / Fanfiction Fanfic runaway baby (2 temporada) - Capítulo 4 - 4

Karol pov on

Acordei e vi que bruno não estava no quarto, provavelmente estava se arrumando,iria passar o dia na capital. Olhei pra de baixo do lençol e vi algo que não gostei, mas antes de poder investigar bruno surgiu

-você ta bem? - ele me beijou
-Sim e você? 
-também to bem amor, estou indo pra d.c, sinto muito você não poder ir, quero te levar pra jantar

-eu iria adorar - falei surpreendida
 Ele olhou no relógio

-bom, lá vou eu
- beijos amor
-beijos meu amor

Esperei ele trancar a porta e peguei o celular 
-anny, ce ta bem?
-to sim, quem fala é o Ryan
-oi ryan... é.. eu queria falar com a anny 
-ela ta dormindo, quer que acorde ela?
-sim
-mas ela vai me bater
-por favor
-mas ela vai me bater
-eu tive mais um sangramento
-puta que pariu! - Ele gritou e eu ouvi passos longos 


-oi looh, vamos pro hospital, Ryan me disse tudo.

-Não precisa ficar tão preocupada okay? Eu só tive um sangramento mais cedo, acho que melhorou, não quero dirigir sozinha
-tudo bem, estamos indo


     _______no hospital_____

-karolina, como conversamos na sua consulta anterior, esse tipo de sangramento é de certa forma normal, são os primeiros meses, daqui a um tempo para, continua com a medicação de antes, e evita esforços fisicos e estresse.

-okay, obrigada doutor, quando posso saber o sexo do bebê?

-em breve- ele riu. 

Sai da sala e fui ao encontro do casal ryanny 

-ele disse que esta tudo bem com o bebê, ouvi o coraçãozinho dele, foi tão gostoso

-aaah eu iria adorar ouvir também - a anny fingiu babar 

-ih, olha só no twitter, uma maluca ta perguntando sobre o bruno numa hora dessas - ryan falou 

-deixa eu ver 

_"MEU DEEEEUS, CADÊ O BRUNO?? VAI CUIDAR DO TEU FILHO. TO MORTA"_ 

-gente que bobeira - anny disse 

-estupidez, isso sim. Vou nem responder ela aff

-como se fosse ficasse respondendo todo mundo que fala sobre vocês 

Dei lingua pra eles

Entramos no carro
-Gente, tem bastante pessoa apoiando ela. 

-karol acho que você tem que tomar uma atitude

-okay 

_"Hoolies, o bebê esta bem, saudável e eu também Bruno não pode vir por que esta cumprindo agenda"_ - via twitter

-Acho que isso deve resolver - Anny falou. 


          _____Casa da maria____
 
Ela abriu a porta 
-toc toc
-mas eu já abri a porta kam
-surpresaaa - ele disse abraçando a maria e a puxando para um beijo até o sofá 
-você hen - ela cruzou os braços - me trata mal e volta cheio do amor

-Eu só não to acostumado com isso preta, eu sou o kam, pegador, livre e quando você chega assim já com todo seu apego meu consciente me manda fugir
Ela ficou em silêncio 

-Mas eu num aguento - ele disse agarrando ela e beijando o pescoço, descendo um pouco até os seios. 
Mas ela puxou a camisa 
 
-Não quero - ela cruzou os braços 
- iiih, o que ta acontecendo?
-Você não nos leva a sério kam
-Eu levo sim, como eu disse, eu só não to acostumado
-okay... 

O telefone da casa tocou e maria atendeu
-Alô? Ah sim.. sou eu mesma.. Já sabia? - ela riu sem graça- okay, estou indo. 

    ____fim da ligação_____

-quem era?
-a minha ex patroa, com saudades, ela quer falar comigo no celular, ele ta la no quarto, você espera?

-ué, ela falou com você no telefone pra dizer que quer falar contigo no celular?

-Ela é louca, preciso atender. Já volto


~Kam narrando~

Pensamentos:

"Caraca já faz 10 minutos que ela se foi e esse grandão não para quieto...acho que vou ao banheiro"

Levantei e fui né, antes verifiquei se ela estava mesmo no celular, não sou bobo

Cheguei no banheiro e comecei a acaricia-lo , deixei até que minha cabeça caisse pra trás 
Manos, ai vai um conselho, não usem calças apertadas justamente no dia que for ver uma mulher na casa dela

Eu sou um homem e tanto, mas confesso que não sou muito bom em chegar lá sozinho. 
-Droga 

Endireitei o grandão da melhor maneira que pude, lavei meu rosto e fui até o quarto. Ela estava deitada de costas na cama com o vestido dela marcando aquele bundão

Deitei por cima dela e fui deslizando até o ouvido 
-você ta tão linda desse jeito
-kaaaam -ela mexeu a boca sem emitir som 
-desliga vai - falei com as mãos como em uma oração 
-num posso. 

Então eu desliguei 
-Kameron!
-que foi?

Ela me empurrou e sai de cima dela
-você não pode mexer assim no meu telefone
-E o que eu posso?
-aff 

Ela levantou e foi até o armário 

-vou colocar uma outra roupa
-mais sexy? - falei mordendo os lábios, ela não resistiria 

-Não! Mais comportada.
-aaaaah - levantei da cama e comecei a beijar ela, que não relutou muito

-agora ta bom.
-Maria o que foi? 
-ah.. Não me sinto muito bem, só isso
-Então eu tenho uma proposta que vai te animar. - falei mexendo o meu corpo como o lil wayne antes de fazer um flow

-Não quero sair

-E namorar comigo? Você quer?

-namorar fazer amor, ou namorar ser a sua namorada? - ela falou com a boca aberta

-ser minha namorada 

-Eu aceito - e ela me beijou, na pontinha dos pés eu tentei lutar contra a vontade de por a mão na bunda dela por muito tempo, uns 3 segundos, e não resisti.

Puxei ela pro meu colo e explorei toda a área do popozão dela. Até chegar a calcinha, e ai ela saiu do meu colo
-kam.. - ela me olhou com um sorriso safado

Empurrei ela no armário  (com cuidado é claro) e prendi os pulsos dela acima da cabeça dela com apenas uma das minhas mãos.

-Eu sei o que você quer, e eu sei o que você gosta, e eu vou te dar isso 

Falei com a minha voz mais rouca que o normal

Passei a mão pela calcinha dela e quando senti uma tamanha umidade, meu filho, eu parti pra ação.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...