História Mais que um Simples Amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance, Sad, Suspense
Visualizações 9
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Mutilação, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capítulo fala um pouco sobre a vida de Manuella e como conheceu Gustavo.
Nos próximos capítulos vocês saberão mais sobre a sua vida e os mistérios que a cercam...

Capítulo 1 - Como Tudo Começou...


Fanfic / Fanfiction Mais que um Simples Amor - Capítulo 1 - Como Tudo Começou...

Olá diario eu sou a Manú e desse dia em diante você ficará sabendo da minha e como é "ótimo" ser uma adolescente.

Bom tudo começou com aquele carnaval de 2003 em São Paulo onde minha mãe Gabriela conheceu o Márcio(meu pai), que mora lá no Maranhão.

Mesmo com a distancia eles se falavam todo dia pelo orkut. Até que eu nasci e ele nunca mais falou com ela, e nem vez questão de me conhecer (fazer oq né)

Daí ela teve que me criar sozinha até conhecer o João Paulo e ter a Sophia minha irmã e se esqueçer de mim.

Tudo até aí tava bem, pois tinha a Rafaelly minha melhor amiga, sempre do meu lado.

Uma pena que minha felicidade durou pouco, porque o pai dela foi transferido para Londrina e depois de seis meses ela também me abandonou.

Já deu para perceber como o destino é legal comigo. Pelo menos conheci o Gusta o cara que mudou minha vida e foi assim:

Era um dia chuvoso e eu em mais uma das minhas crises existenciais, pensamentos tomavam conta da minha mente, até que eu percebi que já estava na hora de eu ir para escola (o pior lugar do mundo) já que eu não tinha amigos e era a esquisita. Cada vez mais sentia que o fim estava próximo.

Quando entrei vi que havia alguém diferente lá.

Era um tal de Gustavo, pensei "ótimo mais alguém para me zoar"

Mais quando olhei nos seus olhos amarelados e seu sorriso tímido, foi aí que o problema começou, com aquele sorriso, aquele maldito sorriso. Não aguentei e sorri tambem algo meio inusitado para mim); sem saber fiquei lá parada em choque, na verdade tava com medo de ter me apaixonado(coisa que nunca tinha acontecido) Então olhei para baixo e fui para minha carteira, sem coragem de olhar para ele denovo.

Aula vai, aula vem até que percebi que tava quase dormindo (também não é fácil ficar acordada depois de fazer uma maratona nas minhas séries), então pedi para ir no banheiro lavar o rosto. E quando estava voltando para sala, adivinha quem tava na minha frente me olhando? Pensei "agora chega né, vou falar com ele" mais antes disso ele falou:

-Vc tá bem?

-Acho que sim, porque?

-Sla, coisa da minha cabeça, hahaha

-Hahaha, ainda bem...

Então entrei na sala e a prof foi falar comigo:

-Manuella, por favor faça dupla com o Gustavo ele não trouxe apostila.

-Tá bom

Daí ele entrou e se sentou do meu lado, sorrindo como sempre. Então lá estava eu sentido seu cheiro de perfume Adidas, misturado com Halls de Morango (meu preferido)

Daí eu falei:

-Tá gostando da escola?

-Claro, principalmente de conhecer vc

Fiquei sem graça e falei:

-Certo, vamos fazer os exercícios então

-Okay

Poucos minutos depois bateu o sinal e antes deles falar comigo, a Maria Juliana(falsiane) disse:

-Gusta, vamos lá lanchar cmg e as meninas? (Fernanda a burra, Camila oq tem de peito tem de chatisse, Letícia a filha do prefeito)

-Ta, disse ele, com uma cara de quem queria dizer algo

Eu não dei bola, porque já sabia que isso ia acontecer, sempre que chega alguém novo é assim, depois nem querem saber se a pessoa tá viva.

Tudo bem já estava acostumada a lanchar sozinha e depois de duas aulas super tediantes de português, bateu o sinal e eu finalmente poderia ir para casa.

Só que como eu já havia dito tava chovendo e eu não tava com minha capa de chuva e nem tava de bike, então fiquei na beirada de uma casa esperando a chuva passar. Quando de repente vejo ele passar em sua bicicleta vermelha, e logo que me viu, parou e disse:

-Oi, tá esperando alguém?

-Não, só a chuva passar mesmo

-Ah...Quer uma carona?

Achei que tudo tava indo tão rápido, mais mesmo assim aceitei. Então ele falou:

-Fica com meu moletom, não quero que se molhe

-Mas e vc?

-Não tem portância

Admito ele foi muito fofo e seu moletom ainda estava quente e com seu cheiro quando coloquei.

-Então onde fica sua casa?

-Depois da linha do trem, umas três ruas

-Linha do trem?

-Isso

-Legal então vamos lá

De repente, perto da linha, ele parou e falou:

-Sua mãe ia se importar se vc atrasar um pouco?

-Não agora ela está trabalhando

-Então vem comigo quero te mostrar um negócio

Mesmo sabendo que era perigoso e que eu não o conheçia direito, fui contra tudo que minha mãe sempre me disse, e aceitei novamente. Ele segurou minha mão e disse:

-Corre, pra não ficar molhada

-Ta, eu falei, mais foi aí que deu ruim, tava muito escorregadia a grama e eu cai

-Hahaha

-Me ajuda! Eu falei e na hora que ele segurou minha mão eu puxei e derrubei ele

-Hahaha, a gente ficou dando risada como dois loucos

Foi muito bom sentir a grama molhada e a chuva batendo no meu rosto. A melhor parte foi quando ele se levantou, MEU DEUS ele tava muito lindo com aquela camisa molhada colada em seu corpo.

Quando percebo ele coloca a música Photograph no celular(melhor música). Enquanto nós dois estamos abraçados e dançando, ao sou dessa linda música, a chuva molha nossos lábios e eles suavemente encontram um no outro.(Beijo de Cinema)

Como já era de se esperar eu estrago tudo,minha insegurança e medo fez com que isso acontece

-Manú, oq aconteceu?

-Nada isso foi um erro

-Desculpa, é que eu não tinha mais bala

-Não é isso, vc que tem que me desculpar(saiu correndo)

-Manú, volta!! Eu te levo pra casa

-Não adeus

Chego em casa tentando segurar as lágrimas, pois só depois eu percebi que ele não tinha culpa.

Ainda tava com seu casaco e foi por isso que não me molhei tanto.

Quando percebo alguém batendo na porta do meu quarto.

-Manuella!!!Tô com fome!!!

abro e digo:

-Bom dia para vc também Sophia!

-Pq vc demorou ?

-Não te interessa, a mãe deixou comida?

-Ta na cozinha, mais vou contar para ela se vc não me falar ondi tava

-Tava esperando a chuva passar só isso

Mais tarde, eu tava lendo e toca meu celular

_Vc tem 3 novas mensagens_

_Oi, aqui é Gusta

_Desculpa entendo que tudo foi muito rápido

_OBS: pode falar comigo quando quiser

_Oie Gusta, desculpa é que era bv ainda e surtei

_Ah kkkj entendo, não foi muito bom né?

_Que isso foi incrível

_kkkj mais me diga como vai a vida....

Muita horas depois eu digo que tenho que sair e a minha mãe chega:

_Manuella Macoy, vc fez tudo que mandei?

_Sim, mãe

_Ta, vou tomar banho, me avise quando seu pai chegar

_Pai? Vai ser bem difícil ele vim aqui

_O João Paulo, seu padrasto, melhorou

_Hum

Oque eu nem ela sabiamos era que isso ia acontecer de verdade

"Três dias antes no Maranhão"

Marcio- Olá,boa tarde quero uma passagem para Santa Catarina por favor

Atendente- Okay, oque irá fazer lá?

Marcio-Irei conhecer minha filha

Continua[...]


Notas Finais


Espero que tenha gostado e muito obrigada por ler :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...