História Ficou mais tranquilo agora? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Osomatsu-san
Personagens Choromatsu Matsuno, Ichimatsu Matsuno, Todomatsu Matsuno
Tags Blmatsu, Choroichi, Ichichoro, Matsucest
Visualizações 29
Palavras 930
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Único


Eu deveria ter falado tudo aquilo?

O que será que ele pensa de mim agora?

Agi como idiota?

Ele não fala comigo mesmo quando todos nós estamos juntos...

Ichimatsu não conseguia dormir, o principal motivo eram seus pensamentos. Continuava incomodado com aquilo, no início não deu muita bola, mas agora parece que já tá virando uma tortura.

Tsc... Pare de pensar besteiras, idiota!

Quem que liga pra essas coisas...

Tentava dar um sermão em si mesmo. Seus pensamentos foram cortados com o som de cochichos. Quem ainda tá acordado? Deu uma leve inclinada para ver o acusado, ou no caso, acusados. Totty estava falando algo a Choromatsu, aliás, parecia mais um pedido.

— Francamente... – Choro sussurra, embora tenha sido audível o suficiente para Ichi ouvir. Logo após isso, Totty sai do quarto acompanhado do mais velho, ali presente. O que eles fazem acordados uma hora dessas? A curiosidade consumia Ichi, por um segundo hesitou em seguí-los, mas logo cedeu.

Seguia cuidadosamente, tudo pra não ser descoberto. Com outros olhos, essa cena paraceria a de um stalker. Droga, assim to parecendo um stalker... Eu deveria voltar pro quarto e tentar dorm- antes que seus pensamentos terminassem, vê Todomatsu entrando no banheiro.

Aparentemente, o caçula só queria ir ao banheiro e pediu pro irmão o acompanhar. Choromatsu meio que já estava acostumado com aquilo, toda semana isso acontecia. Agora, Ichimatsu está se sentindo idiota, era só pra ir ao banheiro... Deu um longo suspiro que acabou lhe entregando:

— Osomatsu? – o mais velho dali pondera. Estava encostado na parede com os braços cruzados, apenas esperando Totty acabar seus "deveres".

— ...Ichimatsu – o corrige. Estava nervoso, quase que gaguejava.

— Ah, Ichimatsu – parecia desconfortável – veio usar o banheiro também? Totty tá lá dentro – diz apontando o polegar pra porta.

— N-na verdade... – não conseguia pensar em uma desculpa boa à tempo. Pesadelo? Fome? Sede? Insonia? Nenhuma lhe parecia satisfatória o suficiente para não levantar suspeitas.

— Hm? – Totty sai do banheiro – Ichimatsu? Quer ir ao banheiro também?

— Eh?! E-eu...

— Não precisa ter vergonha! – dá um sorrisinho bobo – eu sempre peço ao Choromatsu me esperar! – começa empurrar Ichi ao banheiro.

— Não! Você entendeu errado! – não sabia como sair daquela situação, era tudo embaraçoso demais.

— Ah... não tem jeito – Choromatsu suspira – anda logo, eu te espero – volta a cruzar os braços.

— Mas... – Ichimatsu desiste de tentar se explicar – ok. – fecha a porta, sentando na tampa do vaso. Isso é ruim! Agora o que eu faço?? Bota a mão no queixo. Ah sim, eu posso fingir estar mijando e depois sair normalmente! Dá um sorriso aliviado.

Pra começar com seu plano, teria que procurar algo que fizesse o mesmo som de alguém mijando, ou ao menos parecido. Enquanto sua caçada começava, o Matsuno do outro lado da parede já estava ficando com sono. Afinal, era madrugada!

— Ei Ichimatsu – o em questão se assusta – vá rápido com isso! São 2:00 da manhã! – reclama, coçando a cabeça já impaciente.

— D-Desculpa! – abre a torneira, fingindo estar mijando. Choromatsu nem estava prestando atenção, então não ia fazer diferença fingir ou não. Logo após terminar de "mijar", o Matsuno sai do banheiro. Estava meio sem jeito por ter feito o outro esperar, tudo só por causa de uma curiosidade boba.

— Agora vou dormir... – diz com um suspiro, se esticando com as mãos na cintura. Começa a caminhar à frente de Ichimatsu, mas de repente para – Ichimatsu...

— Hm? – estava um pouco nervoso, só queria que aquilo tudo acabasse logo.

— Desculpa

— Eh? Pelo quê?

— Por ter te ignorado esse tempo todo – Choromatsu estava de costas a ele, logo ambos não podiam ver suas expressões – na verdade eu achei que estaria te incomodando hahaha – bota a mão na nuca, sem jeito.

— Eu também achei isso, por isso não falei nada – abaixa a cabeça.

— Talvez fingir que nada aconteceu seja a melhor opção – Ichimatsu levanta a cabeça rapidamente – foi o que eu pensei, mas agora dá pra perceber que assim não vai dar – se vira, encarando Ichi que estava meio incrédulo.

— Eu pensei a mesma coisa...

— Hahaha! – ri sem jeito – ...agora você me odeia?

— Não! – diferente do dia do incidente, Ichimatsu não hesitou antes de negar. Não demorou 1 segundo sequer, Choromatsu notou essa mudança – ... E eu na verdade não ia ao banheiro – olha pro lado, encarando a parede.

— Ahn?

— Fiquei curioso pra ver o que você e o Todomatsu iam fazer...

— Como assim? Quase todo dia ele faz isso

— Me senti muito idiota – encara Choro – desculpa... – o fez corar de leve com aquele olhar – por ter feito você gastar seu temp-

— Não, não! Imagina! Quando eu falei aquilo te apressando, foi só força do hábito – o corta, tentando esclarecer as coisas. Ainda estava um pouco vermelho, o que fez as coisas ficarem um pouco esquisitas – tá mais tranquilo agora?

— To... – sorri – cara... – suspira – você é o único daqui que eu consigo ser sincero... – para um pouco pra pensar – na verdade é o único do mundo que eu consigo ser sincero...

— Sério?!

— Sério.

— To impressionado!

— Eu também... – um silêncio mortal então se fez. Ambos estavam numa mistura de nervosismo e alívio, o clima estava tenso e leve, tudo ao mesmo tempo.

— Acho que começamos com o pé esquerdo – o mais velho finalmente corta o silêncio – quer tentar de novo? – estica a mão, fazendo Ichimatsu corar, hesitando por 1 segundo. Mas só por 1 segundo:

— Por mim, tudo bem – aperta a mão, dando um sorriso que arrancou outro de Choromatsu – tá mais tranquilo agora?

— To! – solta a mão – agora vamos voltar a dormir, que tá tarde.

— Verdade... – ambos seguem o caminho pro quarto, dessa vez estavam um do lado do outro.


Notas Finais


Sério, que ship incrível, chegou abalando meus instintos de fujoshi. Agora não sei mais se shippo o Ichimatsu com o Osomatsu, ou com o Jyushi, ou com o Choromatsu aaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...