História Fique ao meu lado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Chihiro Mayuzumi, Eikichi Nebuya, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kotarou Hayama, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Reo Mibuchi
Tags Akashi Seijurou, Drama, Esportes, Knb, Personagemxreader, Romance
Visualizações 59
Palavras 1.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeeeeeee ~

Voltei a postar história...já queria fazer isso a um tempo ,mas tava sem criatividade
Espero que gostem da fic,sinceramente ela demorou um pouquinho para se ter a ideia e fazer também,mas nada que um iniciativa conturbada da sua amiga não resolva .
Bom essa fic fiz exclusivamente para os fãs do Akashi ^-^,(EUUUUUUUU <3 ) e a minha amiguinha que é curiosa tbm Kris sua louca se você ler isso ,É TU MESMO

Bom façam bom proveito....1,2,3,ação.....

Capítulo 1 - The day I got tired


Fanfic / Fanfiction Fique ao meu lado - Capítulo 1 - The day I got tired

 

[Nome] estava indo para a casa de seu namorado,Akashi Seijuro,tinha pensado em ir há 3 dias atrás quando o namorado e seu time perderam para a Seiren,ele parecia diferente então o deixou esfriar a cabeça.’’Será que foi uma boa ideia’’ pensou “Tudo bem que ele não estava frio como sempre foi,mas…’’,interrompeu seu pensamento ,quando percebeu que já estava no portão da mansão de ser namorado,’’Sempre me surpreendo do quanto a família Akashi é poderosa” pensou outra vez,adentrando quando foi liberada a sua entrada.Entrou pela grande porta da frente sendo recebida logo em seguida por uma das empregadas.
 

--- Bem vinda,[Sobrenome]-san,veio ver Akashi-sama ---disse Haruna,a empregada chefe,uma senhora de aparência de uns 55 anos,cabelos pretos lisos;olhos castanhos e um corpo conservado para a sua idade.

---Sim Haruna-san,onde está o Seijuro?---digo

---Ele está na quadra jogando com o seu time---disse a levando para vê-los pela janela.
 

---Obrigado Haruna-san---digo indo para a porta que daria para a quadra para ir de encontro ao seu namorado e seu respectivo time.

Foi andando pelo grande jardim até chegar a quadra,onde viu seu namorado marcar uma cesta de 3 pontos,sorriu vendo o quanto ele parecia bem.Adentrou a quadra aberta do jardim daquela enorme mansão e quando viu que os meninos pararam para descansar ,chegou mais perto e chamou aquele a qual veio ver.

 

---Seijuro---Digo com uma alegria contida,afinal seu namorado nunca foi de muito afeto.

---[Nome] o que faz aqui?Estou treinando no momento---Diz indiferente como de costume,apesar de aparentar cansaço por ter acabado de sair de uma partida.

---Vim lhe ver,você não me ligou ,nem disse nada depois do jogo---digo medindo as palavras para aquele assunto: O jogo,mas era a mais pura verdade,Seijuro não lhe ligou ,muito menos a visitou no passar desses 3 dias .

---Estava ocupado---diz como se não fosse nada

Já esperava isso vindo de quem era,mas estas palavras,duas míseras palavras,doeram mais que uma facada.Não era de hoje que o Seijuro era frio e indiferente,no seu relacionamento,já tinha se acostumado a não interação do mesmo e passou a ser menos exagerada como o mesmo dizia ,mas não significava que não doía,que não sentia,tudo o que queria era atenção,um pouco de carinho talvez... um que nunca recebeu.E esse sentimento a corroia por dentro,não sabia se o namorado estava com ela por pena ou se ficou com preguiça de rejeitá-la .

 

Fazia de tudo por ele ,o apoiava,o ajudava mesmo não sendo preciso,mas o que recebia frieza,indiferença já não se lembrava da última vez em que estiveram juntos os dois se sentindo confortáveis, ou melhor não se lembrava da último,ou seja,única vez em que Seijuro se mostrou interessado em si.Se lembrava perfeitamente quando foi esse dia ,foi exatamente uma semana depois de começarem a sair ,estávamos no terraço do colégio sentados comendo os nossos lanches no intervalo,eu conversava com ele,ou melhor tentava já que sempre parecia que eu falava com uma parede,já estava no final do intervalo e me lembrei que tinha que falar com a capitã do time de vôlei sobre o jogo-treino que teríamos contra a Kaijo,quando comecei o motivo ele se mostrou interessado ,não entendi de começo ,mas fui vendo e percebi ‘esporte’ mesmo não sendo basquete ,ele se mostrou interessado por ser um esporte.

 

Bom aquela foi a única vez,já que desde então nem que seja sobre esporte ,ele não se importa,só queria saber sobre o basquete e nada mais.Mas não minto sinto falta de um carinho,atenção mesmo amando Seijuro .Finjo que nada me feriu e volta a dizer

---Tudo bem venho te ver,mas tarde---falo dando um sorriso,que foi deveras forçado

---[Nome] vou estar ocupado o dia inteiro é melhor você não vir---diz já se virando para voltar a quadra

 

---Por que ??---pergunto olhando para baixo,sentindo meus olhos começarem a marejar


---Hm?---perguntou se virando de novo para mim

---Por que me trata assim??Eu fiz algo de errado??Eu sempre lhe apoiei no basquete!!---digo com a voz embargada

---Te trato normal [Nome],para de frescura e outra você nem sabe nada sobre basquete---fala se virando para recomeçar a ir para a quadra

Nesse tempo os outros membros do time já tinha até saído ,acho que entenderam como o clima ficou .Mas não vou deixar dessa vez ele sair como certo,depois de tudo ele me diz que não sei nada sobre basquete,quando na verdade eu passava noites em claro lendo as regras do jogo para pelo menos saber o que estou apoiando o meu namorado.Seijuro passou dos limites .

 

---Seijuro---digo vendo se virar para mim---quem você pensa que é?Um imperador que sempre será seguido??Pois eu te digo nem sempre iremos seguir suas ordens,você só pensa em si mesmo ,nunca chegou a perceber como as pessoas a seu redor sofrem ,por causa de como as trata,já pessoa que as que até hoje estão ao seu lado é porque aguentam o seu jeito mimado e egocêntrico de ser??Não,você nunca pensou...por que pensaria??Você só quer ficar no seu mundinho onde é perfeito,mas acorda você não é o centro do mundo e eu cansei disso ,cansei do jeito que você me trata ,cansei de como parece que somos dois desconhecidos,cansei de como parece que eu estou num relacionamento sozinha…--- Digo isso olhando para a quadra onde todos nos fitam preocupados,nesse tempo já estava chorando,tomo coragem e olho para o Seijuro e vejo a surpresa e incredulidade em seu olhar,acho que ele nunca esperaria eu dizer isso tudo.

---[Nome] eu não queria...eu---falou olhando para mim,mas parou no meio do caminho ,ele não parecia nem um pouco arrependido dava para ver pelo seus olhos,os olhos heterocromáticos mais lindos pelo qual me apaixonei,pena que o dono deles seja tão frio,calculista,insensível,indiferente,arrogante e egocêntrico.

---Não,você queria ,queria sim,você nem se arrepende,eu não quero ficar ao lado de uma que me ignora,não liga para mim e muito menos que nem sabe nada sobre mim,você nunca quis saber nada sobre,ou melhor você pelo menos sabe o por que de eu estar explodindo isso do nada?? Não você não sabe e duvido que ligue para isso,para você eu posso sumir e não voltar que não faria diferença,mas quer saber de algo Seijuro...eu não vou te esperar,achei que você poderia mudar,mas vi que nunca acontecerá isso.É melhor isso acabar não me faz bem e você...nem liga---digo firme o olhando enquanto tiro a correntinha que ele me deu como que para marcar ‘’namorada do Akashi’’ e ninguém chegar perto.Ele só me olhava chocado enquanto fazia isso,tiro a corrente e jogo para ele ,como um reflexo ele a pega e olha,seu olhar sai da pequena corrente prata com dois pingentes um ‘A’ e um ‘S’ para se encontrar com meu olhar que já estava embaçado das lágrimas que eu segurava.

---[Nome] você não vai me..---o interrompi

---Seijuro você sabe muito bem o que isso quer dizer...e outra espero que fique melhor sem mim,já que você parece incomodado e inconformado com a minha presença,bom espero que ganhe o jogo ,porque você está treinando tanto,adeus Seijuro.
 

Foi embora correndo ,mas sabia que tudo que disse no final era só a despedida que queria falar para o Seijuro. Corria tanto ao adentrar a mansão que não viu quando esbarrou na Haruna-san,a mesma fica assustada com a esbarrão e ao olhar para ver quem era ficou preocupada ‘’Porque [Sobrenome]-san estava chorando e correndo??’’

---[Sobrenome]-san está bem?---diz Haruna-san com um tom preocupado

---Estou ótima Haruna-san,Já vou embora,boa noite---fala dando um sorriso forçado e se dirigindo porta a fora,deixando para trás uma Haruna muito preocupada

 










 


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~****-****-****-****-****-****~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~












 

[Nome] chegou em casa desolada,chorando horrores com o rosto inchado e os olhos mais vermelhos que os cabelos daquele pela qual estava chorando ,subiu as escadas agradecendo por sua mãe trabalhar a noite e seu irmão já estar dormindo.Quando chegou em frente a seu quarto,abriu a porta e adentrou no mesmo,foi ao banheiro e viu que seu estado estava deplorável,não ligou e se dirigiu ao chuveiro,se despiu e fora para baixo do mesmo,enquanto tomava o seu demorado banho ,pensava em tudo o que aconteceu e em como sua vida mudaria desse dia em dia,claro teve um determinado momento onde esqueceu tudo e pensou,pensou nele,Akashi Seijuro,aquele que atormentou seus pensamentos desde que chegara na Rakuzan,aquele a qual lhe fez sofrer nesses exatos meio anos,sim se lembrava agora,era hoje que fazia aniversário de namoro.


E com essa lembrança chorou,chorou como antes não tinha feito por estar prendendo suas lágrimas,chorou por ele ser frio,chorou por não dar certo,chorou por terem terminado naquele dia,chorou por ela para descontar tudo o que guardava dentro de si.Quando viu que não conseguia mais chorar desligou o chuveiro,se enxugou e foi colocar a roupa que tinha separado antes de entrar no banheiro.Depois disso tudo terminado se deitou e pegou o celular,mas ao abrir a tela de bloqueio viu,a única foto que tinham tirado juntos,onde estavam no terraço no intervalo ,ele olhava a o céu e aproveitando esse momento tirou uma foto dos dois vc olhando para câmera e por incrível que pareça ele lhe olhava de canto de olho.


E foi naquele momento que tudo desabou,chorou a noite toda com as lembranças dos dois vindo em sua cabeça,até que em um instante se viu sem nada na cabeça,não sabia que horas eram ,nem se estava coberto só se deixou levar e adormeceu.


Notas Finais


Vou continuar,quero fazer dessa uma Short-fic,com no máximo uns 5 cápitulos,comentem ideias do que acham que irá acontecer,sou curiosa quero saber o que se passa nessas cabecinhas...

Até,o próximo capítulo!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...