História Fique ao meu lado - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Chihiro Mayuzumi, Eikichi Nebuya, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kotarou Hayama, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Reo Mibuchi
Tags Akashi Seijurou, Drama, Esportes, Knb, Personagemxreader, Romance
Visualizações 43
Palavras 1.919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem se eu não tenho postado,meu teclado do PC pifou,dei um jeito e tô escrevendo,mas se eu não escrever é porque deu problemas de novo,escola,prova ou preguiça mesmo(causada ,AS VEZES por falta de ideia).

Bom está feita com todo o carinho e ideias também(quase quebrei a cabeça)

Kris já fiz ,vai abusar do MEU Akashi...

Enfim tô enrolando ,começando em...........7,4,3,2,1(Por que eu coloquei 7??)

Capítulo 4 - The generation of miracles appears


Fanfic / Fanfiction Fique ao meu lado - Capítulo 4 - The generation of miracles appears

 

Hoje era feriado,Umi no Hi,já tinham se passado uma semana desde o que aconteceu entre Eu e [Nome],desde então nós tivemos muitos desencontros,mas hoje eu não tinha especificamente nada a fazer.Diferente da maioria das pessoas que ainda deveriam estar dormindo já que eram exatas 6:00 a.m , eu estava acordado,olhando para o teto de meu quarto que estava tão interessante essa manhã.

Meu momento de inércia é interrompido pelo meu celular apitando que nem um desesperado .Com muita relutância o peguei no criado mudo,desbloqueei a tela e vi que as mensagens eram de Satsuki,’’O que será que ela quer?’’ pensei enquanto abria as mesmas.


 

Akashi-kun, eu e os meninos vamos nos reunir na quadra em frente ao Maji Burger para umas partidas você vem ?

Ps:Kagamin também irá vir com o Tetsu-kun.

                                                                                                      Momoi Satsuki

 


Fiquei um tempo divagando se iria ou recusava,não sairia mesmo,iria custar nada eu ir.



Eu irei,chego em uns minutos
                                                                                                      Akashi Seijuro


 

Me levantei direcionando-me para o banheiro,fazendo minhas higienes pessoais para logo adentrar no banho,não passou muito tempo para que eu saísse ,enrolei uma toalha na cintura ,indo em direção ao meu enorme guarda-roupa - que ocupava uma parede inteira - pegando uma roupa para poder jogar - uma bermuda larga preta,uma camiseta cinza e um tênis branco - arrumei uma bolsa onde poderia levar água,toalha e levaria a corrente,sim a mesma que estava com [Nome],desde que a mesma jogou ela em si,virou seu amuleto como diria Shintaro ,qualquer lugar que fosse a carregava no bolsa,não deixaria de a levar nem que fosse para jogar.

Já descendo as escadas Akashi vê que não havia um único ser naquela casa,além dele,’’Deveria saber que meu pai dispensaria os empregados’’ pensei adentrando a cozinha para fazer meu café da manhã.Preparei um sanduíche ,pegando um suco que estava na geladeira - a propósito era de laranja - depois que eu acabei meu café ,fui em direção a porta e não sei se era sorte,mas Hajime estava terminando de lustrar o carro .

---Akashi-sama irá sair?---perguntou se curvando, antes de olhar o mesmo esperando sua resposta
 

---Irei sim---digo já me dirigindo ao portão,até ser interrompido pela voz de Hajime

 

---Deixe que eu leve-o---diz já adentrando o carro

Não tive escolha ,já que o mesmo me esperava com o carro ligado ao meu lado,suspirei desistindo e entrando no carro,quando o mesmo deu a partida,tratei de dizer o lugar onde ía para Hajime,logo depois me virei para o lado vendo a paisagem borrada,o que revelava o movimento do carro,quando percebi já nos encontrávamos em frente ao Maji Burger ,onde tratei de descer do veículo,me despedindo com um aceno de meu motorista - Ao atravessar a rua me deparei com todos já me esperando .Quando cheguei do outro lado a primeira a falar foi Satsuki

 

---Akashi-kun,que bom que chegou.Agora podemos começar!!---disse já se dirigindo ao banco da quadra

 

E assim se iniciou mais um jogo mais um jogo,sendo um time eu,Tetsuya e Daiki,enquanto o outro era Ryota ,Shintaro e Taiga.Atsushi ficou junto de Satsuki no banco,assim iniciou-se o jogo com a posse de bola para o nosso lado - já que Daiki fez questão de pegá-la - o mesmo corria em direção a cesta do oponente em alta velocidade,quando o Ryota aparece com a seu Perfect Copie, assim tomando a bola das mãos de Daiki,quando ele estava próximo do nosso garrafão - onde eu estava - esperei-o se aproximar bastante para eu ativei o Emperor Eye,roubando a bola de suas mãos,avancei com a mesma e quando fui bloqueado pelo Shintaro ,passei para o Tetsuya que com o Ignite Pass ,faz com que a bola vá para Daiki outra vez,o mesmo com um de seus arremessos sem forma marca 2 pontos para nosso time .Voltamos ,agora o ataque era com Taiga,o mesmo avançou o quanto pode até Daiki o bloquear,com isso ele passou a bola para Shintaro que estava sem marcação no momento,assim o mesmo arremessou ,marcando 3 pontos - como sempre - para seu time .

O jogo continuou entre pontos por cada time,no segundo quarto sorteamos e dessa vez quem ficou de fora fui eu.Aproveitei que não iria jogar para descansar,me sentei do lado de Satsuki e peguei minha garrafa d’água ,bebendo-a logo em seguida,deixei a mesma perto de meu pé,assim continuando a assistir o jogo que estava muito disputado .

Até que de longe eu avisto uma silhueta feminina ,ela era conhecida,forcei a vista para reconhecê-la e vi a pessoa que vive mais presente em meus pensamentos,[Nome] estava lá correndo,parecia leve,podia pensar em tudo nesse momento,mas o que me vinha realmente na cabeça era em como ela estava vestida,um top preto ,uma bermuda - preta também - colada ao corpo e um tênis branco.Estava perfeita ,a roupa destacava seu corpo ,a cintura fina sem algo a escondendo ,estava sendo uma perdição para mim.

Sem dizer nada fui em sua direção,ouvindo Satsuki me perguntar para onde eu estava indo ,não respondi ou melhor nem podia,não raciocinava ,só sabia que a queria,queria falar com ela, me resolver com a mesma,não queria um segundo sequer ficar mais afastado dela.E com esses pensamentos segui em frente,quando estava próximo agarrei o braço da mesma a virando e sussurrando em seu ouvindo

---Podemos conversar [Nome]---digo com a voz um pouco rouca,’’Espero que ela não note’’ pensei enquanto aguardava sua resposta














 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~****~****~****~****~****~****^~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~














 

[Nome] estava assustada um minuto atrás estava correndo,agora se encontrava quase no peito de seu ex-namorado.E quando o mesmo sussurrou em seu ouvido com aquela voz meio rouco ,não consegui conter uma arrepio,acho que ele percebeu isso ,pois deu um sorriso de canto.

O mesmo deve ter deduzido o meu silêncio com um ‘sim’,já que ele me arrastou para perto de um parquinho que estava completamente vazio.Dessa vez resolvi me pronunciar,não deixaria ele fazer tudo que queria.

---O que você quer,Akashi-san?---Perguntei,notei pela sua reação que não gostou de como eu o chamei,já que tinha franzido o cenho

---Não me chame assim,posso dizer meu lado da história,eu quero..---não o deixei falar e já saí disparando

---Akashi eu não quero ouvir,você já me mostrou que não quer saber de mim ,se me der licença é melhor eu continuar correndo---digo pronto para dar as costas para o mesmo,mas como o destino é cruel comigo,Akashi simplesmente não iria deixar eu sair dali , deduzi pelo aperto que se fazia em minha cintura - que fora agarrada segundos atrás - o mesmo não se contentando, me empurrou até uma das barras de ferro que sustentava o balanço.

Estávamos muito perto ,não sei quanto tempo tinha se passado ,mas eu também não queria saber ,eu só conseguia encarar aqueles olhos que tanto me fascinavam,um dourado que me trazia arrepios de tão lindo e um vermelho intenso que me trazia segurança e conforto,quando me dei conta de que encaramo-nos a muito tempo ,tratei de desviar,algo que não o agradou ,pois o mesmo com uma das mãos agarrou meu queixo o puxando para cima.Voltamos a aquele contato visual bom,quando percebi Akashi já me beijava,tentei fazer o possível mas quando se tem Akashi Seijuro te beijando ,não tem como resistir por muito tempo.

O beijo começou calmo,sem pressa ,mas com o tempo foi mudando ,Akashi pediu passagem e eu relutei ,mas no final a concedi ,a língua dele explorava minha boca inteira,apesar de o acompanhar,Akashi era quem conduzia ,o beijo foi intensificando com o passar do tempo,ficando necessitado,urgente,agora uma de suas mãos se encontrava em minha cintura ,me apertando cada vez mais ao seu corpo enquanto a outra estava em minha nuca,entre meus cabelos - o que me arrepiava - minha situação não era diferente,eu me encontrava com as mãos em seu pescoço o trazendo para mais perto de mim,enquanto puxava alguns de seus cabelos para trás.

Não me importava mais onde eu estava,se tinha mais alguém nos vendo,só pensava em mim e ele.Não demorou muito e Akashi já estava com a mão em minha coxa a apertando ,me fazendo gemer abafado por conta do beijo,não satisfeito ele puxou-me para cima,fazendo eu rodear sua cintura com as pernas e o mesmo colocar suas mãos em minha bunda para me sustentar.Comecei a arranhar sua nuca e colocar minhas mãos por baixo de sua camisa,sentindo cada parte daqueles músculos.Parei o beijo e levei minha boca para sua orelha,mordendo logo em seguida o lóbulo,o senti se arrepiar então continuei com o meu trabalho,passando a língua por sua mandíbula,descendo para o pescoço onde tratei de beijar ,chupar,morder ouvindo o mesmo gemer baixo,me arrancando um sorriso de canto,continuaria o que estava fazendo se eu não ouvisse um grito.

---MAS O QUE TÁ ACONTECENDO AQUI!!??--- indagou incrédulo um garoto alto loiro com os olhos dourados - que estavam arregalados nesse momento - que estava paralisado olhando para nós,foi aí que me toquei ,eu ,Akashi,beijo….’’DROGA eu não devia ter feito isso’’,penso ,tirando minhas pernas da cintura de Akashi dando meia volta e correndo o quanto podia para mais longe dali

---[Nome]---Ouvi Akashi gritar meu nome,mas não virei para trás nem parei ,precisava pensar e esse definitivamente não era o local para isso.









 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~****~****~****~****~****~****~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~












 

Akashi estava possesso com Ryota,não é possível que o loiro não soubesse a hora de ficar quieto e não interferir.O mataria e não demoraria para isso acontecer.O loiro estava imóvel,não sabia o por quê ,iria perguntar se o mesmo não o interrompesse dizendo - quase gritando -

 

---Akashicchi o que foi isso??Quem era??---disse o olhando querendo uma resposta

 

---Não era ninguém,o que está fazendo aqui?---desconversei

 

---Momocchi estava preocupada com a sua demora e me mandou te procurar---disse aparentemente não ligando pela mudança de assunto

 

---Entendo,vamos voltar---digo andando de volta para a quadra junto de um loiro - a qual ainda quero matar - atrás de mim

 

Quando chegamos todos estavam descansando,seus olhares direcionaram-se para mim quando adentrei a quadra,a primeira a falar,vulgo gritar foi Satsuki.

 

---Akashi-kun onde estava??---gritou aparentando preocupação,antes de poder até mesmo pensar em o que responder,um loiro infernal abriu a boca

 

---Akashicchi estava se pegando com uma garota---diz fazendo com que todos - até Tetsuya - olhasse para mim com os olhos arregalados,incrédulos sobre o que ouviram

 

---Akashi quem diria,heim!!??---Aomine se pronuncia me olhando com um sorriso malicioso

 

Revirei os olhos,antes de mandar um olhar assassino para Ryota, o mataria depois por abrir a boca quando não devia ,de novo.Tive que explicar a história toda para eles detalhe a detalhe - Satsuki exigiu,algo que não gostei,mas relevei - depois de ouvirem tudo uns estavam de boca aberta e uns me encaravam com pena - o que me incomodou - Tetsuya foi o primeiro a se recuperar da história e dizer

 

---Akashi-kun,mas você não devia deixá-la pensar um pouco---diz o mesmo me aconselhando ,pensei por um momento e ele estava certo,era melhor ,ou se não ela nem me deixaria ao menos lhe dirigir a palavra.

---Tudo bem Tetsuya irei fazer isso---digo encerrando o assunto

 

Depois disso continuamos a jogar,até escurecer,me despedi dos mesmos quando Hajime havia chegado,adentrei o carro e partimos em completo silêncio.Chegamos em poucos minutos,entrei na casa dando um aceno para Hajime,subi as escadas,abri a porta de meu quarto,joguei a bolsa perto da cama,fui para o banheiro fiz minhas higienes ,sai e me troquei colocando uma calça moletom ,ficando sem camisa.Ao me deitar me lembrei do beijo de hoje ,isso me fez dar um mínimo sorriso,me virei vendo a bolsa entreaberta com algo brilhando lá dentro ,lembrei-me da corrente,a tirei de lá ,ainda com a mesma na mão ,observando e pensando em sua ex-dona - que seria sua futura,se dependesse dele - logo adormecendo com ela em sua cabeça e a corrente em sua mão.

 


Notas Finais


Enfim,comentem...quero comentários(pois os amo,quase choro de saber que alguém gosta dessa fic)

Até....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...