História FLASHES N' MEMORIES (jikook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Fanfic, Jikook, Jimin, Jungkook, Yaoi
Visualizações 17
Palavras 1.243
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


e aí, como vcs tão? td de boa?
espero que sim~

boa leitura! ♡

Capítulo 3 - CAPÍTULO III: Dream


Fanfic / Fanfiction FLASHES N' MEMORIES (jikook) - Capítulo 3 - CAPÍTULO III: Dream

- Sai da frente! - ouvi alguém falar, sentindo um leve empurrão nas costas.

Depois de alguns segundos, notei que eu estava parado que nem pedra bem no meio do corredor - quase todas as turmas haviam sido liberadas então o fluxo de pessoas ali era caótico.

Olhei no relógio. 10 minutos haviam se passado desde que saí da sala.

Tudo isso? - pensei assustado - mas parece que foram segundos!

Bufei enquanto pegava meu casaco de dentro da bolsa e me dirigia à saída. Desci as escadas devagar quando notei que um aglomerado de pessoas se formava bem no pátio principal.

- Atenção aqui galera de arquitetura!!! - pude ouvir a voz estridente de S.Coups soar por entre alguns sussurros curiosos.

Ele usava óculos escuros e estava em pé em cima de uma mesa localizada na área central do pátio. Ao seu lado estava Jooheon, que ainda estava vestido com o uniforme de basquete, e uma garota que se eu me lembro bem, era a representante da nossa turma.

- Então... - continuou - a parada é o seguinte: como vocês já sabem, amanhã será o primeiro dia da nossa semana do calouro! 

As pessoas começaram a gritar e bater palmas de forma animada - teve até um cara que jogou o boné pro alto e gritou um "isso aí porra, uhul!" 

- Esse é o espírito da coisa parceiro! - disse S.Coups rindo baixinho e apontando na direção do mesmo - Enfim, dito isso, nós temos um aviso especial para vocês.

- Galera...- falou Jooheon olhando com atenção para multidão a sua frente - Amanhã eu quero ver TODO MUNDO usando fantasias de Halloween! Inclusive os calouros!

- Aqueles que não vierem fantasiados... - continuou a menina, segurando uma régua em uma das mãos e apontando-a na direção das pessoas de forma ameaçadora - já sabem né? Irão pagar uma prenda surpresa na frente de todo mundo!!!

A multidão gritou mais uma vez porém eu parei de prestar atenção quando alguém buzinou alto bem ao meu lado. Olhei na direção do barulho e era Taehyung fazendo sinal para que eu entrasse no carro.

- O que tá rolando ali? - perguntou enquanto olhava atentamente na direção do pátio.

- Semana do calouro - falei enquanto me jogava no banco do passageiro - Mais umas das ideias genials do S.Coups.

Olhei para Taehyung que ainda tinha sua atenção voltada para o mesmo lugar - ele ainda estava com cara de sono mas seu casaco agora estava com o capuz pendendo em suas costas, deixando amostra seus cabelos castanhos com algumas mechas verdes na frente.

- Hummm, interessante- mumurrou baixinho, piscando devagar - Enfim...vamos vazar daqui!

Ele tirou tirou um par de óculos do porta-luvas e acelerou indo em direção à saída mais próxima do campus.

Seguimos pelas ruas sinuosas e extensas da cidade com uma certa rapidez, visto que não havia muito trânsito. Depois de algum tempo, pude ver que nos aproximávamos da minha casa, então fui logo procurando as chaves dentro dos meus bolsos.

- Tchau Jiminnie! - disse Taehyung assim que finalmente chegamos ao meu destino - até amanhã cara!

- Até! - falei enquanto saia do carro e atravessava a rua indo em direção à porta.

Observei-o se afastar rapidamente e sumir ao dobrar a esquina, cantando os pneus. Destranquei a porta e subi as escadas preguiçosamente e fui direto para o meu quarto.

Não havia ninguém em casa - minha mãe ainda devia estar trabalhando e minha irmã provavelmente tinha acabado de sair para ir à escola - então tudo estava no mais completo silêncio.

Suspirei e enfiei a cara no travesseiro, sentindo um sono anormal apossar-se de mim. Eu geralmente não conseguia dormir nos períodos da manhã, mas dessa vez senti um cansaço tão repentino que caí no sono assim que fechei os olhos.

***

Meu sonho começou comigo sentado em cima de um vagão de trem, olhando para os meus pés e balançando-os enquanto eu jogava pedras em direção aos trilhos abaixo. Fazia frio e o vento batia com força em meu rosto, fazendo meus cabelos voarem para todos os lados e minhas roupas se agitarem violentamente contra meu corpo.

- Você vai ficar parado aí em cima que nem um bobo? - ouvi uma voz soar em algum ponto abaixo de mim - Vem, desce aqui, tenho que te mostrar uma coisa!

Levantei-me e fui em direção as escadas acopladas ao lado do vagão. Assim que meus pés tocaram a superfície cheia de pequenas pedras cinzas do chão, olhei ao redor e não pude ver ninguém - apenas uma risada baixa ecoava em meio à ventania, mas fora isso, tudo parecia inóspito.

- Cadê você? - falei um pouco alto por conta do vento - Por que está se escondendo?

- Eu não estou me escondendo - disse a voz, num tom brincalhão - você é que é lerdo demais!

Olhei por debaixo do vagão e notei um par pernas cobertas por um jeans escuro - com os pés trajados com tênis também escuros - andando rapidamente pelo outro lado dos trilhos.

Corri o mais rápido que eu pude naquela direção mas ao chegar lá, tudo que eu encontrei foi mais vazio. Deserto. Ninguém. 

Grunhi em frustação e chutei a grama que recém-crescia por entre as pedras de forma impulsiva. Olhei para a floresta que havia em meu lado esquerdo e notei que várias borboletas repousavam nos troncos da àrvore mais próxima.

Fui andando calmamente em direção a ela quando senti duas mãos se enrroscarem em meus ombros.

- BOO! - alguém gritou atrás de mim soltando risadas baixas.

No momento em que eu ia me virar na direção da pessoa, meu sonho mudou.

- Você não entende! - disse uma figura parada em minha frente, de costas pra mim - É mais complicado do que parece!

Ele tinha a mesma voz do sonho anterior, mas agora eu conseguia vê-lo melhor. Ele era alto e usava uma blusa xadrez com as mangas enroladas até os cotovelos. Suas mãos apertavam com força a penteadeira em sua frente e ele parecia tenso.

- Não! - levantei-me me aproximando do mesmo, tentando segurar sua mão mas ela foi puxada de mim - Me deixa tentar! Eu posso fazer qualquer coisa!

Ele soltou um suspiro baixo e sentou-se no chão, com a cabeça baixa e juntando as pernas para perto de si- ao que sentei-me calmamente em sua frente, olhando-o com atenção.

- Você realmente não entende, não é? - ele levantou o rosto e encarou-me com uma expressão sôfrega - Não há nada que você possa fazer pra mudar isso.

Acordei de súbito, sentindo uma dor de cabeça horrível e segurando os lençóis com força. Olhei em direção à janela do meu quarto e pude notar que já estava quase escurecendo.

Por quanto tempo eu dormi?

Olhei para o relógio que marcava 18:00h em ponto. Suspirei audivelmente e me arrastei para o banheiro, esfregando os olhos com força e me sentindo péssimo.

Abri a torneira e joguei um pouco de água em meu rosto, pra tentar me espertar. Fiquei encarando meu reflexo por um tempo sem acreditar no que tinha acontecido.

Eu tinha acabado de ter um sonho com o novato da minha classe.

Eu mal o conhecia, nunca tinha sequer falado com ele - na verdade, eu nunca o tinha visto em toda a minha vida! Como isso era possível?! 

Fiquei ali um bom tempo, remoendo a situação e ouvindo o barulho da água se chocando com a porcelana da pia.

Com o passar do tempo, as coisas só ficavam cada vez mais estranhas e confusas - e eu não sabia ao certo como lidar com isso.


Notas Finais


[insert a jungshook meme here]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...