História Flowers for you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Fluffy, Kookv, Taekook, Vkook
Visualizações 30
Palavras 2.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, demorei mais cheguei com outro capitulo.

Boa leitura (>y<)

Capítulo 3 - Uma visita


Fanfic / Fanfiction Flowers for you - Capítulo 3 - Uma visita

Uma visita.

Duas semanas haviam se passado depois do dia em que Taehyung havia ganhado o presente do florista que havia ajudado. Florista que não havia visto mais. Já havia pensado em ir atrás do amigo do garoto, o famoso na universidade Min Yoongi, mais sentia uma vergonha imensa sempre que pensava na ideia. Talvez não quisesse incomodar o garoto?

Jimin não ficou feliz e até se ofereceu em pedir o telefone, na verdade Taehyung sabia que isso era para ter motivo para ir falar com Yoongi, ele não intendia essa admiração que o amigo havia obtido pelo garoto, mais quem era para julgar? Ninguém.

O semestre havia acabado, e com isso havia entrado as férias tão aguardadas pelos alunos que estavam cansados de estudar sem parar e que queriam esfriar a cabeça. A ideia da festa de Jimin acabou se desenvolvendo e duas semanas depois os dois já haviam organizado tudo com a ajuda do amigo Hoseok que estava sempre disposto a ajudar, até na parte da limpeza no dia seguinte.

-Você convidou a universidade inteira? -Taehyung perguntava a Jimin, quando via o aglomerado de pessoas no apartamento, que milagrosamente havia espaço para todo mundo.

-Eu pedi para Hoseok me ajudar, mais não sabia que ele era tão popular. -Jimin falava bebendo um copo de cerveja fazendo uma careta. Não era muito fã de bebida alcoólica. -Afinal onde ele tá?

-Deixa que eu procuro ele. -Taehyung falava alto, devido a musica que quase explodia seus ouvidos. Havia feito um acordo com o sindico do prédio que permitiu musica alta até as 22:30.

Depois de falar com Jimin, saiu do sofá onde estava sentado ao lado do amigo e caminhou pelo apartamento erguendo a cabeça para poder ver melhor, já que havia varias cabeças na sua frente.

E foi ali que viu ele, o garoto. Jungkook.

Ele estava meio espremido entre duas garotas que conversavam sem parecer notar sua presença e com um copo na mão que pela forma em que segurava devia estar cheio.

O que ele faz aqui? Eu nem o convidei.

Taehyung pensou, mais não estava bravo, só surpreso por encontra-lo ali, no local onde morava. Será que a noticia da festa havia se espalhado? Não fazia sentido ele estar ali, há não ser que tivesse sido convidado por outra pessoa.

É, talvez seja só isso.

Começou a andar em direção ao garoto para cumprimenta-lo, queria conversar com ele depois de tanto tempo sem vê-lo. Queria perguntar como ele estava apesar de parecer 100% recuperado e bem, como havia lhe dito aquela vez que ficaria.

-E aí Kim Taehyung? -Min Yoongi então surgiu em sua frente, cortando o caminho e colocando uma mão em seu ombro em um gesto amigavel. -A festa está boa, vocês arrumaram isso bem.

-Ah oi, Jimin deve ter convidado você. -Taehyung tinha certeza disso. -Que bom que esteja gostando, espero que aproveite.

-Na verdade não foi Jimin que me convidou, foi Hoseok. -Yoongi passou a mão no cabelo. -Mais eu falei com Jimin, ele falou que está feliz por eu ter vindo, ele me recebeu muito bem, mais do que eu estou acostumado.

Min Yoongi era uma pessoa geralmente mais reservada, ele não tinha muito amigos na universidade, na verdade, Taehyung sempre o via andando sozinho por aí. Gostou de vê-lo mais solto, não gostava de quando julgavam os outros, e era isso que faziam com Yoongi, devido o garoto ter fama de encrenqueiro por as vezes se meter em brigas. Mais Taehyung não ligava, para sua fama, pois sabia que as pessoas que lhe julgavam nem ao menos lhe conheciam.

-Fico feliz que esteja aqui. -Taehyung falou e deu um sorriso sincero. -E espero que se divirta, hyung.

-Valeu. -Yoongi sorriu, o que era difícil de fazer para as pessoas que não continha muita intimidade. -Ah eu trouxe Jungkook comigo, não tem problema né? Achei que vocês gostariam de conversar.

-Não tem problema nenhum. -Taehyung falou. -Que bom que você o trouxe...eu hã...vou ir falar com ele.

-Ok, e não esqueça de lhe pedir o numero dessa vez. -Yoongi deu um piscadela. -Eu vou atrás do Hoseok. -E saiu entre as pessoas.

Taehyung voltou a prender a atenção no tímido garoto que olhava para o chão e parecia nitidamente desconfortável. Decidiu voltar a andar em sua direção e falar com ele.

-Oi. Jungkook? -Taehyung cutucou os ombros do garoto que levantou a cabeça rapidamente e olhou para ele, dando um sorriso timido em seguida antes de responder.

-Oi, ah seu apartamento é legal. -Jungkook respondeu. -Espero não incomodar por ter vindo sem convite, mais Yoongi hyung insistiu que eu viesse com ele.

-É claro que não, é bom ver você e fico feliz que esteja bem. -Taehyung sorriu. -Você e Yoongi parecem ser bem amigos.

-Você e Jimin também. Quer dizer, foi o que Yoongi me contou. -Jungkook falou. -Ele sempre vê vocês juntos na universidade.

Taehyung se encostou na parede, agradecendo pelas garotas terem saído, assim ficando do lado de Jungkook.

-É, ele é meu melhor amigo. -Taehyung falou e olhou o copo vazio. -É...você poderia me dar o seu numero? Assim eu não perco contato com você novamente.

-Uhum. -Jungkook concordou, com a boca fechada por finalmente ter bebido a cerveja. -Claro hyung.

Jungkook falou seu numero para ele, que anotou rapidamente e salvou como “Junggukie”. E sorriu surpreso por ser chamado de hyung pela primeira vez, já que costumava ser sempre o mais novo entre seus amigos.

Jungkook fazia Taehyung sorrir demais.

-Eu te mando uma mensagem. -Taehyung falou guardando o celular no bolso. -Não demore muito pra responder okay? Eu sou uma pessoa impaciente.

-Okay. -Jungkook terminou de beber a cerveja -Minha mãe...Ela queria ver você de novo.

-Sério? Por que? -Taehyung estava surpreso pelo que ouviu, e deixava isso claro em sua expressão, tal que fez Jungkook soltar uma risada.

-Ela queria te agradecer, por ter me levado pra casa. Ela não acha que um “obrigado” seja o suficiente, então ela queria que você fosse em casa jantar com a gente. Ela gosta de cozinhar para as pessoas. -Jungkook falava e mexia os ombros, como se curtisse o ritmo da musica que tocava. -Você vem? Você pode escolher a data, eu estou livre essa semana.

-Hm pode ser quarta feira? Eu estou livre -Taehyung falou e Jungkook concordou com a cabeça.

-Certo, então as 17:00 eu te encontro na minha casa. Você ainda se lembra onde é? -Taehyung concordou e Jungkook sorriu. -Certo, então tá combinado. Você gosta de sushi?

-Sua mãe faz sushi? -Taehyung perguntou, e Jungkook sussurrou “sim” -Ah eu amo sushi!

-Ela vai ficar feliz por saber disso. -Jungkook disse.

Ele sabia que cozinhar coisas diferentes deixava sua mãe animada, ela gostava de se aventurar na cozinha. E sempre saia algo bom, sendo assim, não via a hora de Taehyung ir a sua casa para surpreende-lo.

-Okay, então me aguarde. -Taehyung piscou. -Vou aguardar ansioso.

-Eu também. -Jungkook disse e sorriu, feliz por saber que seu mais novo hyung, iria visita-lo.


-x-

Jungkook andava de um lado para o outro ansioso verificando se estava tudo arrumado e se a mesa estava organizada, estava com o péssimo habito de roer as unhas, mais não ligava se elas estavam feias. Estava ansioso devido a visita que chegaria logo.

“Eu estou indo” Jungkook verificou novamente a mensagem que seu novo hyung havia mandando dez minutos atrás. Estava extremamente ansioso e não sabia o porque, alias era só uma visita não era? Só um jantar, só isso.

Sua mãe já havia perdido as contas de quantas vezes havia falado para o filho sentar a bunda na cadeira e sossegar, mais nada parecia deixar o garoto quieto. Ela não entendia porque tanta agitação.

Finalmente os dois tiveram a atenção chamada por três batidas na porta se levantando em seguida para abri-la e receber o garoto que estava lá e que lhes direcionou um sorriso e em seguida se curvou.

-Obrigado pelo convite. Foi muito gentil. -Taehyung falou.

-Não foi nada, aqui, pode entrar. A casa é sua, espero que goste de sushi. -A mãe de Jungkook falava, fazendo Taehyung entrar na casa onde matinha os olhos curiosos. A vez que havia vindo estava escuro e não se lembrava bem do local.

-Ah eu amo sushi. -Ele respondeu e olhou para o garoto que lhe olhava curioso e com um sorriso timido no rosto. Lembrando de quando Jungkook disse que sua mãe gostava de desafios na cozinha.

-x-

Jungkook tinha péssima mania de esquecer que sua mãe era problemática e super pegajosa. E quando lembrou disso Taehyung já estava sendo embalado pelos braços da Sra. Jeon enquanto o levava para um tour pela casa, perguntando se ele gostaria de lanchar antes do terminar a comida. O garoto assentiu com entusiasmo, olhando tudo de uma forma misteriosa qual Jungkook não conseguia decifrar o que o ele estava pensando.

Obviamente, a casa da família Jeon era diferente da casa dos pais de Taehyung, apesar da entrada ser cinza como varias casas ali do bairro, por dentro ela era cheia de cores, plantas e flores, e um aroma agradável de erva cidreira que nunca parecia ir embora. Era acolhedora, Taehyung pareceu gostar, pois possuía um belo sorriso no rosto.

-Sua mãe é legal. -Taehyung disse com a boca cheia de sanduíche quando eles chegaram no quarto de Jungkook, um lugarzinho com paredes azuis, HQs, livros empilhados na cabeceira e uma boxer no meio do quarto.

Ah droga. Jungkook pensou ao ver a bagunça que estava espalhada pelo quarto e com vergonha juntou rapidamente a roupa suja e empurrou tudo para dentro do guarda roupa antes de sorrir sem graça, observando o garoto indo sentar em sua cama.

-Sim - Jungkook resmungou enquanto chutava os tênis e se sentava no chão, com as costas apoiadas na parede. -Mas você diz isso porque ela não postava fotos suas criança nas redes sócias.

-E qual é o problema disso? -Taehyung tombou a cabeça para o lado em uma expressão adorável.

-Fotos que eu estava pelado hyung -Jungkook respondeu, e com essa, o garoto riu alto e afundou o rosto no travesseiro, ele parecia completamente confortável e Jungkook gostou disso. -Sério, não de risada. A minha primeira foto de infância vestido foi quando eu entrei na escolinha.

-Ah não - Taehyung balançou a cabeça enquanto ria mais forte. -Eu preciso ver isso, vou pedir para a Sra. Jeon me mostrar depois.

Jungkook estreitou o olhar antes de falar -Nem pensar, você quer que eu morra de vergonha?

-Acho que não - Taehyung riu mais um pouco e suspirou tranquilamente rolando na cama antes de se pendurar na beirada, com o rosto pressionada na colcha, ele piscou devagar, ainda mais seu corpo contra o colchão.

Jungkook arqueou as sobrancelhas. O que? Ele iria dormir? Julgando pelo seu olhar sonolento e respiração mais arrastada. Ele mesmo pode sentir suas pálpebras pesarem enquanto observava os cílios de Taehyung tocarem o topo da bochechas, ruídos suaves que mais parecia um gatinho rosnando denunciava o seu sono, mas alguém ali tinha que estragar esse momento. O celular vibrou com uma mensagem de Yoongi perguntando como foi a conversa, Jungkook revirou os olhos, as vezes seus hyung era curioso, digitou a resposta antes de ativar o alarme para um hora depois, deixando o menino mais velho tirar uma soneca.

Ele não podia evitar— Taehyung parecia tão suave e delicado na sua cama, as feições relaxadas como se não houvesse nenhuma preocupação no mundo e só o pensamento de estragar aquilo parecia um crime. Taehyung estava na sua casa. Taehyung estava no seu quarto. Taehyung estava na sua cama. Taehyung estava em todos os seus pensamentos daquele dia e Jungkook não entendia o que estava acontecendo. O que era uma droga porque gastou os próximos quinze malditos minutos apenas olhando para ele, sentindo uma sensação estranha tomar conta de si.

Permitiu que a sensação lhe emundasse, e suspirou automaticamente, achando o garoto deitado em sua frente extremamente fofo.

-x-

Os três foram para mesa, onde se sentaram e começaram a se servir em seguida. Taehyung percebeu que a mãe de Jungkook cozinhava extremamente bem, estava tudo muito bom.

Comiam e conversavam, Taehyung sempre elogiava a comida e a mãe de Jungkook, que agradecia enquanto Jungkook não falava muito, costumava assentir com a cabeça quando sua mãe falava, concordando sempre.

Taehyung estava achando o garoto mais calado depois ter acordado, morrendo de vergonha e querendo esconder a cara por dormir no quarto de alguém que não conhecia a muito tempo e que havia lhe chamado pela sua casa uma vez. Que modos eram aqueles?

-Jungkook falou que você estuda na universidade com o Yoongi, vocês são amigos? -A mãe de Jungkook falava enquanto tirava os pratos da mesa com a ajuda dos garotos.

-Acho que sim. -Taehyung falou. -A gente não conversa muito, ele estuda do outro lado do prédio. A área de artes cênicas fica em um lugar mais reservado.

-Você estuda artes cênicas? -Jungkook pareceu curioso. -Ah deve ser legal.

-É sim. -Taehyung concordou. -Mais não é fácil. Ah me deixe ajudar. – Ele se dirigiu a pia onde tomou os pratos e talheres da Sra Jeon. -Eu lavo.

-Obrigada querido. -Ela agradeceu a gentileza de Taehyung com um sorriso para o garoto qual já havia gostado imediatamente e sempre seria grata por ter ajudado seu menino.

Taehyung e Jungkook ficaram na cozinha, arrumando tudo e a Sra. Jeon foi para a sala. Taehyung lavava a louça e Jungkook secava. Tudo em silencio. Silencio demais.

-Obrigado por hoje. -Taehyung finalmente quebrou o silencio estranho. -Foi legal.

-Minha mãe amou você. -Jungkook falou e deu aquele sorriso fofo que Taehyung estava começando a comparar com o de um coelho devido aos dentinhos da frente maiores. -Ela provavelmente vai cobrar sua visita mais vezes.

-Se me chamar, não tenha duvida de que eu venho. -Taehyung falou, brincando. -Nunca recuso um convite.

-Bom...saiba que você é muito bem vindo. -Jungkook sentiu suas bochechas queimarem. –Sempre que quiser. Eu falo pra minha mãe comprar ingredientes pro sushi.

-Obrigado. -Taehyung sorriu.

E continuou com aquele sorriso pelo resto da tarde.


Notas Finais


e ai? o que acharam?

a gente se vê no próximo!

qualquer coisa to ai @babyjungguk eh nois (^~^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...